Homem tem perna amputada por negligência médica no Maranhão

Decisão foi da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA)Decisão foi da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) (Foto: Biaman Prado / O ESTADO)

LAGO DA PEDRA – O
município de Lago da Pedra pagará indenização de R$72.400,00 a um
motociclista que teve a perna amputada por negligência médica, conforme
decisão da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA).
De
acordo com autos, o motociclista sofreu acidente ao tentar desviar de
um pedestre. Ele perdeu o controle da motocicleta e colidiu com uma
calçada. Com uma lesão na perna direita, foi levado ao Hospital
Municipal Serra Castro, recebendo naquela unidade de saúde os primeiros
atendimentos e se submetendo depois a uma cirurgia.
No segundo dia
de internação o motociclista começou a sentir muitas dores no local
lesionado, que, segundo ele, já exalava odor. Mesmo com as constantes
reclamações, seu pedido de transferência para outra unidade hospitalar
só veio a ocorrer no quarto dia de internação, sendo, então, removido
para a cidade de São Luís. Como a transferência aconteceu de forma
tardia, o quadro infeccioso não foi contido, levando a amputação da sua
perna.
Recurso – Em recurso interposto junto ao
Tribunal de Justiça, o Município de Lago da Pedra contestou o pedido de
indenização. Alegou ausência de qualquer prova de falha ou erro médico
durante internação do paciente, capaz de responsabilizar o Executivo
Municipal pelos fatos ocorridos e pelo pagamento de indenização por dano
moral.
Os argumentos do Município não convenceram o relator do
processo, desembargador Jamil Gedeon. O magistrado enfatizou que a
sentença de primeira instância foi adequada a partir da análise das
provas apresentadas. Apontou a inexistência de dúvidas quanto à
internação do paciente com um ferimento na perna direita, cujo quadro
evoluiu para uma infecção e consequente amputação da perna do
motociclista.
Frisou também que o depoimento de uma técnica de
enfermagem deixou clara a negligência no atendimento disponibilizado ao
paciente e citou o artigo 37, da Constituição Federal, que define a
responsabilidade civil objetiva do Estado, segundo a qual a
Administração Pública deve indenizar os danos causados por seus agentes,
mediante comprovação do nexo de causalidade.
Fonte: oestadodomaranhao.com

I Congresso de Extensão Universitária Reúne Quatrocentos Participantes em Pedreiras

 
UESSBA, FLATED E FAECO realizaram durante todo o dia de ontem(30), o I Congresso de Extensão Universitária. O tema debatido foi: “Desenvolvimento Humano na Sociedade do Conhecimento”. 

O evento aconteceu no auditório do Hotel San Pedro, em Pedreiras, e contou com a participação de 400 pessoas, incluindo alunos, professores e coordenadores de onze Municípios: Pedreiras, Trizidela do Vale, Joselândia, Santa Rosa, Capinzal, Igarapé Grande, Esperantinópolis, Lago da Pedra, Lago do Junco, Santa Inês e Bom Jardim.
O Congresso contou com a participação de quatro palestrantes: 
Gustavo Said (Doutor em Ciência da Comunicação e Professor da Universidade Federal do Piauí), responsável pelo tema: O novo Paradigma Epistemológico e a Produção do Conhecimento da Sociedade em Rede.
Marcílio Ximenes – Palestrante
Marcílio Ximenes (Administrador). Destacou as perspectivas para o Futuro e o que o Mercado de Trabalho Espera de Você.
Dr. Júlio César (Ex-reitor da UNIG – Universidade de Iguaçu – Rio de Janeiro) com o tema: Planejamento Estratégico da Vida Pessoal e Profissional.
Elda Calisto (Assistente Social). A palestrante ressaltou a importância das Políticas Públicas nas Diferentes Áreas de Conhecimento.
Esteve presente no evento o Secretário de Estado de Indústria e Comércio do Maranhão e ex-deputado federal Simplício Araújo.
O Congresso superou as expectativas das organizadoras: Clenis Marinho (Coordenadora Geral) – Katyane Leite (Coordenadora Pedagógica) e Natália Oliveira (Coordenadora Administrativa).

O Governo de Um Novo Tempo Anunciado Pelo Secretário de Administração Virou o Governo das Perseguições

Wilson Magarefe – Demitido

Foram inúmeros os comentários que surgiram sobre demissões, desde que o Prefeito Totonho Chicote voltou ao cargo, principalmente na pasta de infraestrutura. E, quem diz: “quem vê cara não vê Coração”, tá repleto de razão, e essa fase encaixou muito bem para algumas pessoas que fazem parte da atual administração, principalmente ao Prefeito de Pedreiras, que mandou demitir um servidor, por que serviu ao Município, durante os dias que a Vice-prefeita Fátima Vieira assumiu o cargo.

O servidor conhecido como Wilson Magarefe, que exercia a função de pedreiro, há um ano e oito meses, foi demitido, segundo ele, por ciúme político, e por ter permanecido na Secretaria de Infraestrutura durante a gestão da Prefeita Fátima Vieira. O servidor contou ao Blog, que foi chamado pelo Prefeito Totonho Chicote e ao chegar na casa do administrador ouviu o seguinte: “Seu Wilson eu não gostando da sua atitude,  por que, eu nem me afastei direito, o senhor já foi andar de braço dado com a Prefeita, o senhor foi visto 24 (vinte e quatro) horas, na garupa da moto do senhor Antônio França e andava o tempo todo na rua com o Cacimbão”. O servidor respondeu que tudo foi verdade, por que estaria fazendo o serviço dele, e disse que o Prefeito afastado não teria ligado pra ele, para pedir que ele não trabalhasse. E afirmou que continuou trabalhando, pois, se saísse, poderia perder o emprego por abandono. Seu Wilson Magarefe, segundo ele foi demitido no dia seguinte pelo Secretário de Infraestrutura Luizinho, e teria ido a uma emissora de rádio dizer que seu Wilson não era pedreiro. Revoltado com as declarações do Secretário, o servidor fez questão de mostrar ao Blog, sua carteira de trabalho assinada por várias firmas com a função de PEDREIRO.
Jesus Augusto – Demitido
As demissões não pararam por ai, nem tão pouco as humilhações. O eletricista Jesus Augusto Paiva Cordeiro, que assim como seu Wilson Mararefe, ficou um ano e oito meses trabalhando no Município, também foi demitido, alegado pelo atual Secretário de Infraestrutura, que ele, Jesus, não dava conta do trabalho, por que só trabalhava bêbado, e teria alegado, que Jesus teria feito um trabalho particular para a Prefeita Fátima Vieira, e teria dormido bêbado em cima da mesa na residência da então administradora. Ao Blog, o servidor disse que nunca prestou nenhum serviço na casa da Prefeita, e mesmo que tivesse ido, ele é um profissional, e  pode, sim, trabalhar particular pra quem ele quiser. A demissão do eletricista foi através de Whatsaap, inclusive a demissão circulou em toda rede social, onde o Secretário disse o seguinte: “Você ainda vai ficar aqui, hoje, por que seu nome é Jesus, mas se seu nome não fosse Jesus, nem hoje você ficaria mais aqui”. O que deixou o servidor bastante constrangido.

Observando a ficha Financeira do eletricista, a matrícula de nº 6723-1, no campo de cargo atual, Jesus Augusto Paiva Cordeiro é fichado como VIGIA. Isso contradiz as declarações do atual Secretário de Infraestrutura, durante uma entrevista, que segundo o senhor Wilson Magarefe, ele conhecia o servidor como Magarefe, e não como pedreiro.

Além das demissões, dois servidores que foram contratados pelo ex-secretário de Infraestrutura Cacimbão, foram taxados como “FANTASMAS”. Mas, os dois têm como provar, através da folha de presença, que eles existem, e estavam trabalhando, só que ficaram sem receber pagamento, após o Prefeito retornar ao cargo.

A mudança anunciada, é contraditória, ou os secretários estão em uma torre de Babel. Veja o que disse durante seu discurso, na Câmara de Vereadores, o Secretário de Administração Patrício Oliveira. “Nós estamos aqui hoje, pra dizer, que democracia,
senhores Vereadores e todos que estão presentes, que democracia é a
gente aprender a respeitar, acima de tudo, a Lei, e depois disso,
aprender a respeitar as pessoas”.

Esse respeito ainda não chegou em algumas secretarias, e nem ao gabinete do Prefeito.

Explodiu! “Não Me Sinto Bem Mais no Grupo Chicote. Tenho que Sair.” (Sys Day Raposo)

Primeiro, ela foi Secretária de Administração, depois, Secretária de Assistência Social, e, por fim, exerceu o cargo de Secretária de Educação do governo Totonho Chicote. Atualmente atuava como Assessora Especial do Prefeito de Pedreiras. Estamos falando de Sys Day Raposo, que pela segunda vez, toma uma decisão de deixar o grupo de Totonho Chicote. 
Perguntada em off, o que causou sua primeira saída do governo, Sys Day afirmou que teria sido por causa da esposa do Prefeito, a senhora Íris Chicote, que teria demitido uma pessoa, e ela, Sys Day não gostou da tal decisão, por isso, rompeu ao vivo durante o Programa Tribuna 101, da rádio Cidade FM, dizendo que, a partir daquele momento não apoiava mais o Prefeito de Pedreiras.
Após retornar, isso um mês depois, Sys Day, disse que tinha saído para fazer tratamento de saúde. Como já tinha feito as pazes de novo com o governo, voltou a integrar o grupo e passou a ser a Secretária de Educação, que diga-se de passagem, foi alvo de muitas críticas e enfrentou uma avalanche de cobranças dos professores, que chegaram a realizar greve, cobrando salários atrasados, que acumularam até dois meses para uns e três para outros.
Agora, mais uma vez a Assessora Especial Sys Day Raposo, desta vez, resolveu procurar o Blog para comunicar, segundo ela, sua saída definitiva do grupo Chicote e da Prefeitura de Pedreiras. Chegando a pedir desculpas a todos pela saída inesperada, que não tem nenhuma mágoa de ninguém, ao ponto de dizer, que todos são competentes. 

Sys Day disse que desta vez está saindo por que não se sente mais bem no Grupo Chicote, pois, quando você não se sente bem em um lugar, é melhor sair, segundo ela pra não atrapalhar a administração e nem a própria vida dela. E confirmou: “É definitivo. Da outra vez sai por causa de uma pessoa, me precipitei, mas desta vez não estou me precipitando, não saio com mágoa de ninguém, mas não dá pra continuar no grupo Chicote. Estou saindo para dar continuidade a minha vida política, à política de Pedreiras, pois amo Pedreiras, amo fazer política, é uma das coisas que mais gosto, e vou continuar na política, por que eu ainda ACREDITO EM MUDANÇAS. Eu espero a compreensão de todos os amigos, espero que o povo de Pedreiras acredite no que eu estou falando, e não pense… A Sys Day tá saindo, mas depois vai retornar, não! Hoje, é definitivo a minha saída. E estou afirmando, eu não retorno ao grupo, e a partir de hoje (29/08), eu não não faço mais parte do grupo Chicote”.

Sobre o afastamento  do Prefeito e todo o processo que envolve a administração, Sys Day, disse que sai de cabeça tranquila, e ressaltou: “Eu sempre procurei trabalhar corretamente, sempre  com orientações de advogados, contador, do controlador, sempre; tudo passava pelas mãos deles, mas se for necessário algum depoimento meu, se eu for chamada pela justiça para depor, eu vou está lá, vou depor, vou falar a verdade, e acredito que não tenha nada errado, mas só quem pode dizer, é a justiça, eu não tenho como dizer, pois sou leiga em questões judiciais, pois muitas das vezes você acha que tá certa, e na hora está errada, mas saio de cabeça erguida, pois tenho certeza que eu procurei fazer o mais correto possível, e vou está lá prestando esclarecimento se eu for chamada.” 
Segundo a então Assessora especial do Prefeito Totonho Chicote, a saída dela não vai causar demissões dos amigos que ela colocou para trabalhar no governo, chegando a citar, que  Totonho Chicote sabe diferenciar as coisas, pois cada um faz seu trabalho, ela fez o dela, o Secretário de Saúde Paulo Rogério faz o dele, e acrescentou, que cada um teve participação, tanto na campanha como no governo, por isso, disse acreditar que não haverá nenhum tipo de retaliação por parte do Prefeito.
Perguntada sobre inimizades dentro da Prefeitura, Sys Day disse o seguinte: “Existe, existem algumas pessoas que tem, eu não sei se é inveja, por que, eu não sei. Não é pra ter inveja um do outro, a gente tem que trabalhar coletivamente, pra que uma administração tenha um sucesso, tem que haver coletividade, se não houver união, não tem como se fazer um bom trabalho. Agora, sempre tem aquelas pessoas que procuram atrapalhar, mas eu mesma não me incomodo, por que eu tenho um Deus que me acompanha e muitos amigos que estão comigo”.
Deixando o grupo do Prefeito, Sys Day disse que vai ter que conversar com os filhos antes de procurar outro grupo, assim, também como terá que dialogar com alguns amigos sobre o assunto. Afirmou que estará aberta a ouvir todo mundo, e fez questão de enfatizar, que existem novos grupos se formando, por que o momento agora é pensar em Pedreiras. Segundo ela, tá na hora de parar e pensar no que é melhor para Pedreiras. Para isso, os dois tem que se unir. Governo e Sociedade, se unindo, os dois, segundo ela, a coisa vai funcionar e nossa cidade será abrilhantada.
Pela votação que teve o Prefeito 11.715 votos, onde todos depositaram uma esperança no Prefeito Totonho Chicote, que seria o governo da mudança, mas infelizmente isso ainda não aconteceu, Sys Day disse que sai abatida e explicou o motivo. “Eu saio um pouco abatida; primeiro, triste, por que tô saindo do governo dele, pois tenho que ser bem sincera, eu amo ele, mas não tenho mais como conviver. O Totonho Chicote, apesar de ter acontecido muita coisa na vida dele, perseguição e tudo mais, ele tentou, tá tentando, e conseguiu muita coisa que tá vindo pra Pedreiras, que os outros administradores deixaram a desejar, pois é muito difícil você conseguir uma coisa com os governos Federal e Estadual, tem que correr muito, e muitos deles desistiram, agora eu sei os motivos da desistência, mas eu ainda acredito no governo, no dele, pois tem muita coisa pra ser inaugurada. Eu acredito que tem gente do lado dele que não ajuda ele administrar. Um exemplo: Correr atrás de convênio, foi ele que correu, não foi nenhum Secretário, ele realmente vai atrás. Eu ainda acredito no governo Totonho Chicote, mas eu não tenho mais como continuar, mas eu acredito”.
Foram exatos 82’26” (oitenta e dois minutos e vinte e seis segundos) de conversa com Sys Day Raposo, que saiu do escritório do Blog, dizendo que tem muita coisa ainda pra falar, mas deixou para outra oportunidade.
Se alguém, por acaso, se sentiu ofendido pela ex- Assessora Especial de Totonho Chicote, o Blog está à disposição para ouvi-lo.

Vereador Otacílio Fernandes. Caça ou Caçador?

Vereador Otacílio Fernandes
Da atual representatividade parlamentar na Câmara de Pedreiras, sem dúvida alguma o Vereador Otacílio Fernandes é um bravo defensor da população de Pedreiras. A trajetória, é a prova com seus seguidos mandatos. Denuncia, aponta os erros da atual gestão, nunca se curvou diante as manifestações populares e procurou ao logos dos anos como representante do povo, desenvolver com seriedade o mandato que o povo lhe confiou, e, talvez, por tudo isso, vem pagando caro  , por que, sempre se colocou à disposição para aplaudir quando for preciso, mas criticar as mazelas do atual gestor. Tanto, é, que já foi inclusive ameaçado de morte,por telefone, quando descobriu a falcatrua do desvio do dinheiro do rateio do FUNDEB, ao tomar conhecimento que a verba foi desviada, uma boa parte para uma conta em uma agência do Bando do Brasil, na Praça Deodoro em São Luís.
O Vereador Otacílio Fernandes tem sim, seus erros, pois, ninguém é perfeito nesse mundo, até mesmo quem o aponta como inimigo da atual gestão. Esse pequeno relato que acabei de fazer em alusão a esse grande parlamentar, foi uma forma de indignação, pelo modo que alguns colegas dele, que se dizem amigos, segundo confirmado pelo próprio parlamentar, estão reunidos em um sítio de um Secretário, e nessa reunião extraordinária, onde deve ter rolado de tudo, até mesmo promessas mirabolantes, o Vereador ficou sabendo que estão tentando desviar o centro das atenções sobre a gestão Municipal, que voltou, mas ainda não disse o que veio fazer, e soube, que alguns parlamentares estão se articulando para cassar o mandato do Vereador. O mais engraçado, é que todos os maranhenses são sabedores da desordem que o Município de Pedreiras passa no presente momento, tanto é, que na semana passada, por unanimidade, o Tribunal de Justiça do Maranhão voltou a votar contra o desbloqueio das contas do Prefeito reintegrado ao cargo Totonho Chicote, mas o mais curioso mesmo, é ouvir de alguns parlamentares que não existem indícios que, eles Vereadores (alguns), se manifestassem contra o Prefeito, quando esteve afastado do cargo. Então, pergunto: Será que O Ministério Público inventou os processos, que o Prefeito continua respondendo? Por que ele voltou ao cargo, mas os processos continuam, e não apenas um, como um parlamentar tentou colocar na cabeça de alguns servidores municipais que foram à Câmara na sessão passada, pois tive todo o cuidado de conversar com os autores dos processos, e a resposta foi a mesma, Totonho, continua sim, sendo processado.
O mais curioso é que em tão pouco tempo, sem nenhum processo no Tribunal de Justiça do Maranhão, ou em qualquer instância da Justiça, mesmo assim, alguns Vereadores falam em cassar o mandato do Vereador Otacílio Fernandes.
Bem! Vamos esperar o que será apresentado de tão grave, que possa justificar a cassação do Vereador Otacílio Fernandes, amanhã.
E, O POVO, SERÁ QUE VAI FICAR DE BRAÇOS CRUZADOS, VENDO UM DEFENSOR SEU SER CRUCIFICADO SEM TER COMETIDO TAL CRIME?
Esperem pra vê o que vem pela frente!
Como dizem: O FEITIÇO PODE VIRAR CONTRA O FEITICEIRO.  

Novidades Para Festa Tem Novo Endereço em Pedreiras

Quando se fala em festa vem logo à mente muita alegria, descontração, diversão, mas o lugar tem que está bastante aconchegante e ornamentado ou decorado.

Foi exatamente pensando nesses momentos vividos por todos nós, que a Loja Dois Papelaria reservou um lugar para quem quer fazer do seu local de festa,o melhor momento de sua vida. Se é  festa, o ambiente precisa de cores e tudo que uma pessoa tem direito. Para tudo isso, não precisa mais se preocupar em ter tudo para sua festa em um local aconchegante, moderno, confortável, com ar condicionado,  e, acima de tudo, uma recepção pra você se sentir em casa. Com esse intuito, o Grupo Tavinho, que é referência em Pedreiras e Trizidela do Vale, estará inaugurando nesta segunda-feira (31/08), “DONA RAY FESTAS”, que irá lhe atender no interior da Loja Dois.

Todos os produtos à sua disposição são de primeira linha e qualidade: produtos para confeitaria, artigos para decoração de ambiente, descartáveis em geral, velas especiais, brinquedos, convites, lança confetes, sacolas para presentes, e muito mais, tudo pensando em você.

O Grupo Tavinho e todos da Loja Dois, estarão lhe esperando de coração aberto para você fazer parte desse empreendimento.
Contamos com você. Não esqueça! Inauguração de “DONA RAY FESTAS”, será nesta segunda-feira(31).  Não fique de fora e venha celebrar esse momento com muita alegria. 

Aprovado projeto que amplia insenção de IPVA para deficientes

O plenário da Assembleia Legislativa
aprovou esta semana o Projeto de Lei nº 176/2015, do Governo do Estado,
que amplia o rol de beneficiários isentos do pagamento do Imposto sobre
Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Com a mudança agora
transformada em Lei, as pessoas com deficiência visual, mental severa e
os autistas se juntam àqueles que têm deficiência física na desobrigação
de pagamento do imposto.
 
O relator do projeto, deputado Eduardo Braide, destacou que a
aprovação dessa ação coincide com a Semana Nacional da Pessoa com
Deficiência Intelectual e Múltipla, coordenadas pelas APAEs de todo o
Brasil e terá grande importância, pois anteriormente só tinham direito a isenção do IPVA as pessoas com deficiência física.
 
“A aprovação desse projeto vem ao encontro do sentimento externado
pelo governador Flávio Dino ao ampliar essa isenção do IPVA não só para
as pessoas com deficiência física, mas agora, também, para as pessoas
com deficiência visual, mental e aos autistas”, ressaltou Braide.
As mudanças
 
De acordo com as alterações aprovadas no artigo 92, da Lei 7.799 de
19 de dezembro de 2002, o automóvel de passageiro de fabricação
nacional destinado à pessoa com deficiência física, visual, mental
severa ou profunda e/ou autistas, ainda que menores de 18 anos,
adquirido diretamente, ou por intermédio de seu representante legal,
passará a fazer jus à isenção do IPVA.
 
Além disso, a desobrigação de pagamento do imposto de automóvel
novo ou usado fica condicionado a apresentação para a autoridade
fazendária de laudo de vistoria, emitido por órgão oficial que comprove
que o veículo está adaptado às condições do seu proprietário ou
possuidor, ou tenha equipamentos necessários quando conduzido por este.
 
“A família que tiver em seu lar alguma pessoa com deficiência
visual mental ou com autismo, terá direito a aquisição somente de um
veículo com a isenção do IPVA”, explicou Braide. Em outras palavras, a
Lei limita o benefício a apenas um veículo por proprietário ou possuidor
decorrente de contrato de arrendamento mercantil.
 
 
Fonte: o imparcial

Roberto Rocha anuncia sua pré-candidatura a prefeito de São Luís

Roberto Rocha, eleito senador ano passado, diz que entrará na disputa pela Prefeitura da capitalRoberto Rocha, eleito senador ano passado, diz que entrará na disputa pela Prefeitura da capital (Foto: Divulgação)

O
senador Roberto Rocha (PSB) afirmou ontem a O Estado que será
pré-candidato a prefeito de São Luís em 2016. A declaração foi dada
cinco horas antes do encontro do partido – que reuniria as executivas
municipal e estadual -, na sede da Fetaema (Araçagi). Até o fechamento
desta edição, às 15h, o senador sustentava a decisão de se candidatar.
“Decisões
que dizem respeito às eleições municipais devem ser acordadas pelas
executivas municipal e nacional do partido. Lideranças do PSB já vinham
colando o meu nome para a disputa e agora eu decidi acatar essa
indicação”, afirmou o senador.
Para o encontro de ontem do PSB,
esperava-se a consagração da pré-candidatura do deputado estadual Bira
do Pindaré a prefeito de São Luís. Estava prevista no evento a presença
dos governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e de Pernambuco,
Paulo Câmara (PSB), e do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira.
Outro olhar – Rocha
afirmou que sua pré-candidatura nasce com a proposta de dar a São Luís
um novo olhar político. “São Luís não pode ser tratada como uma cidade
qualquer. Ela afeta a vida de todo o estado. O que se faz aqui
influencia todo o Maranhão. As soluções para os problemas da capital não
devem ser pensadas somente de olho no calendário eleitoral, a exemplo
de ações de asfaltamento e tapa-buracos feitas somente às vésperas das
eleições”, assinalou o senador.
Com a inclusão de Rocha na corrida
pela Prefeitura da capital, a equação de pré-candidatos que se
apresenta até o momento deve sofrer forte impacto. O cenário anterior
trazia a deputada federal Eliziane Gama (PPS), o prefeito Edivaldo
Júnior (PDT) e o ex-prefeito e deputado federal João Castelo (PSDB) como
nomes mais cotados a dividir o eleitorado ludovicense. Há ainda o
ex-deputado Gastão Vieira, do Pros, que poderá entrar na disputa também.
Correndo
por fora, mas com possibilidades reais de mudar os rumos da história, o
ex-secretário estadual Ricardo Murad (PMDB) segue no páreo
pré-eleitoral, com o respaldo de ter provocado um salto positivo da
saúde pública em São Luís. Murad já afirmou sua convicção de disputar a
Prefeitura, seja pelo seu partido atual ou por outra legenda caso
necessário, provavelmente o PTN.
Fonte: oestadodomaranhao

Após empate, Nadson elogia Sampaio e projeta volta ao G-4

Paulo de Tarso Jr./Imirante Esporte

MACAÉ – O Sampaio Corrêa lutou, pressionou, teve boas chances de gol
nos minutos finais, mas não conseguiu vencer o Macaé, em partida
disputada na tarde deste sábado (29) e válida pela 21ª rodada do
Campeonato Brasileiro Série B. Com o empate em 1 a 1 no Estádio Moacyrzão, o time maranhense chegou aos 35 pontos na Segundona, mas foi ultrapassado pelo Paysandu e encerra a rodada fora do G-4.
Artilheiro do Sampaio Corrêa na competição, com seis gols,
o meia Nadson teve duas oportunidades para deixar a sua marca e
garantir a vitória tricolor diante do Macaé, mas esbarrou em uma grande
atuação do goleiro Rafael. Apesar de lamentar as chances desperdiçadas, o
meio-campista elogiou a atuação do Sampaio no Moacyrzão e já planeja o
retorno ao G-4 da competição nacional.
“Tivemos a chance de chegar
nessa segunda colocação, mas no geral, a equipe foi bem, apesar de ter
perdido essas oportunidades. Agora é levantar a cabeça, pois a gente tem
um jogo importante dentro de casa para continuar na briga pelo acesso”,
disse Nadson.
Com 35 pontos, o Sampaio Corrêa caiu para a quinta
colocação da Série B, mas terá a chance de voltar ao G-4 já na próxima
rodada, que será disputada nesta terça-feira (1º), contra o Mogi Mirim,
no Estádio Castelão. O duelo, que começa às 20h30, terá transmissão
minuto a minuto e cobertura completa do Imirante Esporte.

Com gol no último minuto, Figueirense vence o Vasco

Paulo Fernandes / CRVG

RIO
DE JANEIRO – O drama do Vasco no Campeonato Brasileiro parece não ter
fim. Na noite deste sábado, no Maracanã, o time de São Januário foi
derrotado pelo Figueirense por 1 a 0, gol
marcado por Marcão nos acréscimos. Foi a sétima partida seguida sem
vitória da equipe de São Januário, que ocupa a lanterna da competição
com apenas 13 pontos ganhos. Com o resultado, o Figueirense subiu para
26 pontos e fica na 14ª posição.
Foi mais um castigo para a equipe
carioca, que dominou durante a maior parte do jogo, mas esbarrou nas
intranquilidade dos atacantes e nas boas defesas do goleiro Alex
Muralha. Como aconteceu na partida diante do Coritiba, o Vasco sofreu o gol
quando estava pressionando em busca da vitória. No último lance, Marcão
passou com facilidade nas costas de Guiñazu para bater na saída de
Martin Silva.
Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Internacional, no Beira-Rio. O Figueirense recebe o Grêmio, no Orlando Scarpelli.
O
Vasco começou a partida no ataque e antes do primeiro minuto, criou um
momento de perigo. Riascos recebe de Christiann e chutou cruzado,
levando perigo ao gol de Alex Muralha. O time carioca marcava forte e
impedia que o Figueirense se organizasse em campo.
Só depois dos
dez minutos é que o time catarinense passou a equilibrar a partida,
embora sem conseguir se aproximar da área cruz-maltina. Só aos 19
minutos é que a equipe dirigida por Renê Simões ameaçou de verdade.
Aos
15 minutos, o Vasco criou uma grande chance para marcar. Após
cruzamento na área, Rafael Silva concluiu, mas a bola bateu na zaga e
saiu para escanteio. Dois minutos depois, o Figueirense deu a resposta.
Dudu fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Clayton que bateu
para fora.
O jogo ficou muito equilibrado e,aos 21 minutos, Alemão
cabeceou com grande perigo.Um minuto depois, Rafael Silva chutou forte
para grande defesa de Alex Muralha. Aos 26 minutos, Dudu entrou na área e
caiu após dividir com Luan. Os jogadores catarinenses pediram a
marcação do pênalti, mas o árbitro nada marcou.
Os dois times
atuavam de forma ofensiva e,aos 37 minutos, Riascos tocou para Julio dos
Santos na pequena área, mas Leandro Eusébio evitou a conclusão do
paraguaio.
Dois minutos depois, o goleiro Alex Muralha apareceu
bem, defendendo uma cabeçada de Anderson Salles. A pressão da equipe
carioca aumentou e aos 41 minutos, Nenê lançou para Christianno que
cruzou da esquerda, Muralha deu rebote e a bola ficou com Jean Patrick
que chegou a driblar o goleiro, mas não conseguiu a conclusão.
No
último lance importante da primeira etapa, Clayton tabelou com Dudu,
encobriu Anderson Salles e tocou de cabeça,por cima de Martín Silva, mas
a bola passou por cima do travessão, para alívio da torcida carioca.
O
Vasco voltou para o segundo tempo com o meia Andrezinho no lugar do
atacante Riascos. Aos dez minutos, Nenê cobrou falta e Muralha saiu com
precisão para socar a bola e afastar o perigo. Dois minutos depois, o
goleiro do Figueirense voltou a aparecer bem em cabeçada de Julio dos
Santos.
Irritado com os erros do lateral-direito Jean Patrick, o
técnico Jorginho o substituiu pelo atacante Thalles. Enquanto Thalles se
juntou a Rafael Silva no ataque, o volante Serginho foi deslocado para a
lateral.
Aos 22 minutos, o Vasco desperdiçou uma chance incrível
para marcar. Após cruzamento da esquerda, o zagueiro Thiago Heleno
falhou de forma bisonha e Thalles, inteiramente livre, demorou a
concluir e acabou chutando para fora. Dois minutos depois, Rafael Silva
mandou a bomba, Alex Muralha deu rebote e Thalles concluiu para fora.
Aos
28 minutos, o Vasco desarmou o Figueirense que estava avançado e
arrancou em velocidade com Nenê que lançou Rafael Silva. O atacante
bateu em cima da zaga quando Christianno entrava livre pel meio da área.
Aos
31 minutos, Nenê fez excelente lançamento para Christiano que apareceu
na pequena área e cabeceou, mas Alex Muralha fez outra grande defesa,
evitando o gol do Vasco. O Figueirense ameaçou aos 34 minutos, quando
Clayton recebeu de costas para o gol e tentou colocar no canto esquerdo,
mas a bola saiu, com grande perigo. Aos 37, Marcão cabeceou e Martín
Silva fez boa defesa.
Aos 38 minutos, Jorginho colocou o atacante
Romarinho, filho do ex-jogador Romário, para tentar aumentar o poder
ofensivo do ataque. Nos minutos finais, o Vasco partiu para tentar
decidir a partida, enquanto o Figueirense manteve apenas Marcão na
frente. E o talismã acabou decidindo a partida. O atacante recebeu nas
costas da zaga e tocou na saída de Martín Silva para definir o
resultado.
Fonte: imirante.com.br