Organização Criminosa é Desarticulada Pelas Polícias Militar e Civil no Interior do Estado

Bando capturado em Santa Inês e Alto Alegre
SANTA INÊS – Organização criminosa, especializada em explosão de caixas eletrônicos, é desarticulada em operação realizada pela Polícia Civil em parceria com a Polícia Militar nas cidades de Santa Inês e Alto Alegre. Entre os presos estão Wandesson da Silva Araújo, Adailton José do Nascimento Sousa, Wallyson Sousa Santos e Renato Menezes da Silva.
Segundo as investigações, a quadrilha tem envolvimento no assalto ao Banco do Brasil da cidade de Cantanhede, ocorrido no dia 28 de novembro de 2014, e também na explosão aos caixas eletrônicos da prefeitura de Peritoró, no ano de 2012.
A quadrilha está sendo investigada como autora das explosões ocorridas este ano nas cidades de Tufilândia, Lago Verde e Alto Alegre.
Os criminosos
Wandeson da Silva Araújo possui antecedentes criminais por roubo ao Banco postal da cidade de Bela Vista no Maranhão, por porte ilegal de arma de fogo em Santa Inês e dois mandados de prisão em aberto nas comarcas de Cantanhede e Santa Inês.
Adailton José do Nascimento Sousa, ex-policial militar expulso em 2001 por envolvimento em roubo a carga na região de Santa Inês, possui mandado de prisão em aberto pela comarca de Cantanhede por assalto a banco.
Wallyson Sousa Santos possui antecedentes por receptação em Santa Inês.
Renato Menezes da Silva possui antecedentes criminais por roubo a banco nas cidades de Cantanhede e Coroatá e porte ilegal de arma de fogo em Santa Inês.

Fonte: imirante.com.br

TJMA Mantém Ribamar Alves Afastado do Cargo de Prefeito de Santa Inês

O desembargador Ricardo Duailibe negou pedido de Ribamar Alves para voltar ao cargo (Foto: Ribamar Pinheiro)
O desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão, Ricardo Duailibe, negou, durante o plantão judiciário de 2º Grau nesse domingo (28), pedido do prefeito afastado de Santa Inês, Ribamar Alves, para voltar ao cargo. Alves pedia a suspensão da liminar do juiz da 1ª Vara de Santa Inês, Alessandro Figueiredo, que o afastou do cargo de prefeito no dia 17 deste mês.
A liminar determinou a posse do vice-prefeito, Ednaldo Alves de Lima, considerando que a cidade encontrava-se sem administração em razão da prisão de Ribamar Alves no dia 29 de janeiro, sob suspeita do crime de estupro.
O prefeito afastado ajuizou Mandado de Segurança no TJMA, pedindo a suspensão da decisão e defendendo sua nulidade, pois teria desrespeitado princípios do contraditório, ampla defesa e o devido processo legal. Citou também vícios no processo que declarou o afastamento, afirmando que os fundamentos da decisão não mais subsistem.
O desembargador Ricardo Duailibe (plantonista) indeferiu a liminar, entendendo que os requisitos para sua concessão não estavam presentes – a relevância dos motivos em que se assenta o pedido e a possibilidade da ocorrência de lesão irreparável ao direito do Impetrante.
O magistrado ressaltou a excepcionalidade do Mandado de Segurança, cuja impetração contra atos judiciais é admitida em hipóteses como manifesta ilegalidade ou abuso de poder.
Ele destacou ainda não se tratar de caso que constitua direito líquido e certo, desautorizando a concessão da liminar. “Entendo que a plausibilidade do direito alegado não se encontra configurada, na medida em que não se vislumbra nos autos qualquer óbice ao seu retorno a função de Chefe do Poder Executivo Municipal”, frisou.
O Mandado de Segurança será redistribuído a um relator, para prosseguimento e análise da questão de mérito.
Juliana Mendes
Assessoria de Comunicação do TJMA

Pertences do Neto de Chico Anysio são Achados em Quissamã, no RJ

Rian Brito – Desaparecido
Agentes da Delegacia de Descobertas de Paradeiros foram para o município de Quissamã, no Norte Fluminense, após documentos e roupas de Rian Brito, de 25 anos, neto do humorista Chico Anysio, serem encontrados na região nesta segunda-feira (29). Policiais de delegacias da cidade já iniciaram as buscas no Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba e em pousadas nos arredores, em busca do jovem que está desaparecido desde terça-feira (23).
Segundo a delegada Elen Souto, titular da delegacia, as roupas eram as mesmas usadas no dia em que Rian foi visto pela última vez.
No domingo (28), a Polícia Civil divulgou imagens que mostra Rian entrando em um táxi em um shopping da Zona Sul do Rio. A polícia ainda não descobriu a identidade do taxista, para ajudar a família a saber o paradeiro do rapaz.
As imagens, cedidas pelo shopping, mostram Rian descendo a escada do shopping e fazendo sinal para um táxi por volta das 13h30. O pai de Rian, o ator Nizo Neto, divulgou as imagens em uma rede social e falou da importância da divulgação das mesmas. A mãe do rapaz disse, recentemente, não ter tanta certeza que o filho está bem.
A delegada informou que o caso está sob investigação e testemunhas têm sido ouvidas. Ainda de acordo com ela, a polícia também busca outras imagens que posam ajudar nas investigações.
Fonte: g1.com.br

Bomba: Secretário Luizinho Será Exonerado da Secretaria de Infraestrutura de Pedreiras

A notícia chegou agora pouco ao Blog.  A exoneração do secretário é consequência de inúmeras reclamações até mesmo dos vereadores que apoiam o prefeito Totonho Chicote. 

Daqui a pouco teremos mais informações. 

Vereadores Denunciam Asfalto de Péssima Qualidade no Parque Henrique Oliveira em Pedreiras

“Tenho certeza que não é do conhecimento do governador Flávio Dino a péssima qualidade do asfalto que está sendo aplicado no Parque Henrique Oliveira através do programa Mais Asfalto.  Esse é um problema da empresa que ganhou a licitação. Aquilo que é mal feito terá que ser refeito,  causando mais prejuízos para os cofres do Estado”,  disse o presidente da câmara o Vereador Robson Rios. Robson disse que recebeu inúmeras reclamações dos vereadores. 
Os vereadores presentes concordaram com o presidente e deverão fazer uma fiscalização no local. O vereador Antônio de França colocou uma proposta para que venha uma comissão do Estado para fazer uma fiscalização. 

Hospital Regional de Caxias já Realizou Cerca de 10 mil Atendimentos

Com o Hospital Regional já foram atendidos cerca de 10 mil maranhenses do leste do estado. Foto: Francisco Campos
“Só quem precisou esperar o tanto que eu esperei para fazer uma cirurgia, chegou aqui e foi atendido tão rápido, é que vai saber o tamanho da importância da abertura desse hospital em Caxias”, afirmou o paciente Luan da Silva. Com satisfação, o morador do município de São Domingos do Azeitão, descreveu a importância do atendimento no Hospital Regional de Caxias Dr. Everaldo Ferreira Aragão, que já realizou cerca de 10 mil atendimentos desde sua abertura.
A unidade de saúde foi inaugurada oficialmente no dia 27 de janeiro, mas ainda na última semana de dezembro de 2015 iniciou atendimento à população. O Hospital Regional de Caxias tem cumprido a função de atendimento resolutivo, recebendo pacientes regulados de 26 municípios do leste maranhense, das regionais de saúde de Caxias, São João dos Patos e Timon.
Desde sua abertura, 9.497 atendimentos foram realizados entre cirurgias, internações, consultas e procedimentos da equipe de assistência multidisciplinar e serviços de apoio diagnóstico e terapêutico. Foram 544 internações, entre Clínica Médica, Clínica Cirúrgica Geral, Clínica Cirúrgica Ortopédica e UTI.
Das 312 cirurgias realizadas, 159 foram gerais, com prevalência para hérnias, vesícula, abdômen, apêndice e pés de diabéticos. Na ortopedia foram 62 cirurgias de pacientes de vários municípios que aguardavam em fila de espera. Em dois dias de ‘Mutirões de Cirurgias Oftalmológicas’, realizados nos dias 27 de janeiro e 4 de fevereiro, foram 194 atendimentos, com 86 cirurgias de catarata, três de glaucoma e duas de pterígio.
No acompanhamento da assistência multidisciplinar, que envolve os serviços de enfermagem, fonoaudiologia, fisioterapia, nutrição, psicologia e serviço social, foram realizados 4.537 atendimentos. Já os serviços de apoio diagnóstico e terapêutico, que compreendem exames como o de radiologia, ultrassonografia, tomografia, endoscopia, eletrocardiograma, densitometria, ecocardiograma, diagnósticos oftalmológicos, mamografia e exames laboratoriais, concretizou-se 4.104 atendimentos.
O hospital foi inaugurado pelo governador Flávio Dino para atender uma demanda de pacientes que se deslocavam para a capital maranhense ou para o Piauí em busca de atendimento médico de alta complexidade. Com o hospital, mais de 780 mil maranhenses agora possui, perto de suas cidades, atendimento médico-hospitalar em cirurgia geral, clínica médica, neurologia, ortopedia, oftalmologia, cardiologia e gastroenterologia, com maior comodidade e conforto, sem precisar fazer grandes deslocamentos.
A unidade de alta complexidade teve investimento de mais de R$ 21 milhões, do Tesouro Estadual e do Governo Federal, e está dotada de 122 leitos de internação, sendo 26 leitos de clínica médica, 26 leitos de clínica ortopédica, 26 leitos de clínica cirúrgica, 12 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), seis leitos de UCI (Unidade de Cuidados Intermediários) e corpo clínico com 50 enfermeiros e 70 médicos, aproximadamente.
O secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, destacou que durante o mês de março, o Hospital Regional de Caxias iniciará os atendimentos de nefrologia e gastroenterologia. “A oferta de serviços de alta complexidade em Caxias será ampliada de forma constante. No segundo semestre desse ano, vamos implantar uma unidade oncológica com cirurgia e quimioterapia, para atender os maranhenses que ainda se servem da rede de saúde do Piauí, para fazer o tratamento de câncer”, informou.
Diretor clínico e coordenador da UTI do hospital, Bertolino Assunção, avalia de forma positiva a quantidade e a qualidade dos serviços prestados no hospital desde a sua abertura. “Conseguimos dar vazão às necessidades de atendimentos das três regionais, com redução das filas de espera para cirurgias gerais e ortopédicas de maneira resolutiva. Um aspecto importante é a rotatividade dos leitos, pois o processo de atendimento tem sido rápido, possibilitando ao paciente retornar para o seu município de origem em tempo recorde”, afirmou Bertolino Assunção.
O diretor clínico destacou ainda que o hospital está somando esforços para aumentar ainda mais a quantidade de cirurgias ortopédicas em ritmo de mutirão, operando de seis a oito pacientes por dia. “Esses pacientes não são apenas de Caxias, também estamos dando suporte cirúrgico ortopédico a outros municípios em casos graves, como Coroatá, Alto Alegre, Peritoró, Matões do Norte, Pedreiras e Trizidela do Vale”, explicou Bertolino Assunção.
O paciente José Soares, 59 anos, lavrador e morador do povoado Barro Vermelho de Caxias, contou que há seis meses precisava fazer uma cirurgia de hérnia, e que só foi possível após a inauguração do hospital. “Eu ainda não tinha feito essa cirurgia por não ter como sair aqui de Caxias. Aqui minha luta é grande, cuidando da roça, que é de onde vem o sustento. Depois que o hospital abriu consegui fazer a cirurgia e já estou bem melhor, graças a Deus e a esses médicos que Ele botou aqui para ajudar a melhorar a saúde da gente”, revelou.
Já Luan da Silva, morador do município de São Domingos do Azeitão, estava esperando para fazer uma cirurgia ortopédica de alta complexidade há quatro meses. “Olha, eu fiz minha cirurgia aqui em Caxias essa semana, e estou só esperando me recuperar para voltar para casa. Só quem precisou esperar o tanto que eu esperei para fazer uma cirurgia, chegou aqui e foi atendido tão rápido, é que vai saber o tamanho da importância da abertura desse hospital”, comentou Luan da Silva, que trabalha como auxiliar administrativo.
MUNICÍPIOS BENEFICIADOS COM O HOSPITAL
Região de Caxias: Afonso Cunha, Aldeias Altas, Buriti, Caxias, Coelho Neto, Duque Bacelar e São João do Sóter.
Região de São João dos Patos: Barão de Grajaú, Benedito Leite, Buriti Bravo, Carolina, Jatobá, Lagoa do Mato, Mirador, Nova Iorque, Paraibano, Passagem Franca, Pastos Bons, São Domingos do Azeitão, São João dos Patos, Sucupira do Norte e Sucupira do Riachão.
Região de Timon: Matões, Parnarama, São Francisco do Maranhão e Timon.

Fonte: Governo do Estado

Professores da Rede Estadual Farão ato Público Quinta-feira

Professores se reuniram com representantes do governo estadual na semana passada
(Foto: Divulgação)
Está marcado para a quinta-feira, dia 3, um ato público em defesa da educação e do educador. A manifestação acontece a partir das 8h na Praça Deodoro, centro de São Luís, e foi convocada pelo Movimento de Resistência dos Professores (MRP), grupo dissidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma). Eles denunciam que a atual direção do sindicato não representa mais a categoria por fazer parte da atual gestão estadual.
Sem cumprir
Segundo o MRP, em 2015, várias edições do Diário Oficial do Estado evidenciaram a nomeação de diretores e funcionários do sindicato para cargos de confiança no governo estadual. Dentre eles, Odair José, que foi nomeado presidente da Comissão Central de Licitação, Wiliam Dickson, nomeado secretário adjunto da Secretaria de Estado da Educação, Mardem Ramalho, nomeada assessora na Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Politicos. O atual presidente do Sinproesemma, Júlio Guterres, teria sido nomeado assessor especial da Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Politicos.
A nomeação de quadros da diretoria do Sinproesemma para cargos do Governo do Estado estaria trazendo prejuízos às pautas da categoria. Segundo o MRP, o atual governo não está cumprindo acordo judicial firmado no governo anterior, que garantia o pagamento de progressões a cerca de 5 mil docentes, no mês de janeiro de 2016.
Em 2013, um acordo judicial fechado entre o Sinproesemma e o Governo do Estado, firmado após a greve da categoria e a aprovação do Estatuto do Educador, buscou revolver o acúmulo de progressões que não eram concedidas aos profissionais do magistério. O acordo dividiu as pendências na rede em três parcelas. Em janeiro de 2014, o Governo do Estado efetuou o pagamento da primeira parcela, progredindo cerca de 6 mil profissionais à época. A terceira e última parcela do acordo estava prevista para janeiro deste ano. Após isso, as progressões deveriam ser efetuadas de forma automática.
O atual governo também estaria descumprindo as Leis do Piso e o Estatuto do Magistério ao não conceder o reajuste salarial aos educadores no mês de janeiro, que deveria ter sido de 11,36%. Entre as outras pautas que a direção do Sinproesemma deixou de cobrar do Governo do Estado estão a elaboração de concurso público para todas as áreas, gratificações do Estatuto do Educador e a Gratificação de Estímulo Profissional aos servidores lotados no Colégio Cintra.
No dia 18, o secretário de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, divulgou em sua página em uma rede social notícia segundo a qual o Governo do Estado se reuniu com o Sinproesemma para reafirmar o compromisso com a valorização dos educadores e a manutenção do diálogo com a categoria para encontrar as possibilidades financeiras e orçamentárias ao atendimento da pauta de reajuste salarial, concessão das progressões e outros pontos que beneficiam os professores.
No entanto, diversos professores postaram mensagens contestando a notícia. Uma das mensagens dizia que “compromisso é honrar o pagamento de quem trabalha! Adiar algo que já é previsto em lei e um acordo firmado desde 2013… o nome que isso merece é muito feio. Não vou citar por educação”, referindo-se ao descumprimento do acordo judicial que definiu o pagamento das progressões. Outra mensagem diz que “a lei é muito clara, o reajuste deve ocorrer a partir de janeiro! Mas seria demais esperar que seus companheiros de partido cobrassem nada!”, em relação ao não reajuste salarial.
O secretário respondeu aos diversos comentários e em um deles afirmou que tudo que foi acordado “será cumprido, a exemplo do que ocorreu ano passado. Há uma crise grave no Brasil, que afeta os estados e municípios”, justificou.
Mais
Em 2015, o reajuste salarial do Magistério da Educação Básica foi de 13,01%. A recomposição foi fruto do reajuste nacional do piso do magistério, anunciado pelo Ministério da Educação, em janeiro do ano passado.
Número
40 mil é o total de professores da rede estadual (entre efetivos e contratados).
Fonte: oestadomaranhao/imirante.com.br

Com Tantas Cobranças o Prefeito de Pedreiras Ainda tem a Maioria na Câmara de Vereadores?

Mesa diretora
Na sessão passada foi aprovado o Projeto de Lei de autoria do poder executivo que “Cria o Cargo de Agente de Combate a Endemias do Município de Pedreiras”. O projeto tinha sido pedido de vista pelas comissões, que após apreciação deram votos favoráveis. 
Os agentes que estavam na galeria aplaudiram a atitude dos vereadores, que sem exerção todos aprovaram o Projeto de Lei do Prefeito Francisco Antônio Fernandes da Silva “Totonho Chicote”. 
O que mais vimos durante a reunião passada, dia (22), foram cobranças, até mesmo de vereadores que se dizem aliados, do Prefeito Totonho Chicote, que solicitaram ações por parte do município, através da secretaria de infraestrutura de Pedreiras. Os vereadores Serapião Louro, Adonias Quineiro e Filemon Neto não estão nada satisfeitos com a falta de infraestrutura na cidade, é sempre cobrado algum tipo de trabalho, como por exemplo, recuperação da rua Raimundo Araújo, lembrada pelo vereador Adonias Quineiro, onde chegou a dizer que sempre é cobrando pelos moradores quando passa por lá. O lixo no meio da rua, limpeza pública irregular sempre são citados nas reuniões dos vereadores. A demora na entrega da feira do peixe aos barraqueiros no mercado central, é outra cobrança da oposição e até da situação. A construção da ponte no Povoado Santa Edvirgens está sempre em pauta de reivindicações, e segundo o vereador Serapião Louro o recurso está na conta, e não sabe por que a obra ainda não foi iniciada, e teme que a verba possa voltar se o serviço não for executado. Quanto as ruas cheia de buracos, que poderiam receber a pavimentação asfáltica, o parlamentar disse que tem recurso na conta do município para que seja feita a recuperação das ruas em Pedreiras, mas que continua sem saber o que impede a prefeitura de iniciar a obra. com tudo isso, deu pra perceber que a situação do secretário de infraestrutura Luizinho não é bem vista pelos vereadores de Pedreiras.
Quanto a verdadeira oposição, o vereador Elias Bento tocou no assunto sobre a PGN – Paranaíba Gás Natural, que solicitou informações em sessões anteriores e nunca foi atendido. O vereador Elcinho Gírio cobrou a colocação de bloquetes no bairro Maria Rita, a construção da quadra de esportes, revitalização do bosque seringal, e lembrou sobre a necessidade de uma vistoria na ponte Renato Batista no bairro Matadouro que apresenta rachadura, relembrando que já teria feito um requerimento verbal  em abril de 2013, sobre o mesmo problema.
O vereador Antônio França solicitou cópia de documento que comprove que o terreno onde está sendo construída a UBS no bairro Mutirão, seja realmente do município. 
Atualmente a Câmara de Pedreiras é composta por 13 (treze) vereadores. Desses, apenas o vereador Cearense nunca fez nenhuma cobrança ao poder executivo, até por que passa toda sessão apenas observando. Para pressionar o prefeito Totonho Chicote, foi anunciada uma “oposição paralela” e todos acreditavam que o prefeito ficaria em maus lençóis, mas como um raio os paralelos voltaram aos trilhos, e a “oposição paralela” sumiu.
Nos últimos acontecimento políticos estamos registrando sempre presenças de parlamentares que davam e dão sustentação ao prefeito, em meio a grupos opositores a Totonho Chicote. Fica a pergunta; isso significa que esses vereadores já pensam de vez deixar se seguir o administrador, ou estão apenas estudando o terreno, para não caírem em areia movediça novamente?
Serapião Louro, Filemon Neto, Otacílio Fernandes, Antônio de França, Elias Bento, Everson Veloso, Paulinho SP, Elcinho Gírio e até Adonias Quineiro começam a cobrar trabalho da secretaria de infraestrutura. O próprio presidente da Câmara Robson Rios já chegou a perder a calma por falta de trabalho.
O que o povo pergunta.
O prefeito Totonho Chicote ainda tem ou não a maioria na Câmara de Pedreiras? 
Dos vereadores, quem de fato irá lhe seguir nessas eleições? 
Será que a maioria não irá acompanhar outros nomes, como fez nas eleições para governador, deputados estadual e federal, onde o grupo ficou super divido?
Só resta esperar!

População de Lima Campos Vai ganhar Novo CRAS

Novo CRAS de Lima Campos
Breve, a Prefeitura Municipal e a Secretaria Municipal de Assistência Social de Lima Campos estarão entregando a sociedade a nova Sede do CRAS. Um local bem mais amplo e moderno para um desenvolvimento com mais qualidade em todas as ações que competem ao órgão. 
Alexandre Henrique – Prefeito Jaílson Fausto e Pedrina Mota
Sexta-feira (26), o Prefeito Jaílson Fausto Alves e a Secretária de Assistência Social Pedrina Mota, estiveram no local, juntamente com o Sr. Alexandre Henrique Barros da CONSTRUMEK, para vistoriarem a primeira parte da obra. 
Nos próximos dias serão realizados os acabamentos. A inauguração ainda não tem data para ser realizada. 
Os servidores e beneficiários do CRAS aguardam com anseio mais esta conquista do Governo Cidade em Progresso em parceria com o Governo do Estado.
A população merece um local com mais conforto, e nós estamos trabalhando para isso. Cada obra no município me deixa satisfeito. Tenho certeza que estou cumprindo com minha parte como administrador. O resultado está aí“, disse o prefeito Jaílson Fausto.
ASCOM/Lima Campos
Fotos: Sidney Silva

Bandido Condenado a 28 de Reclusão Foi Preso em Imperatriz

                                                    

                      Antônio Erasmo – Condenado               
As Polícia Militar e Civil prenderam na tarde de ontem (27), Antônio Erasmo Dias dos Santos, na cidade de Imperatriz, em cumprimento de mandado de prisão. Ele é acusado de ser narcotraficante e de financiar assaltos a banco.
Santos já é condenado a 28 (vinte e oito) anos de reclusão por tráfico internacional de drogas expedido pela 1ª vara de entorpecentes da Comarca de Porto Velho, estado de Rondônia. Além disso, ele tem antecedentes criminais por tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha. 
Fonte: Portal de notícias