Logo

Codó: Polícia Militar prendeu um jovem com 26 Kg de maconha prensada

Com colaboração do repórter Sena Freitas (Codó)

Válber Salazar Pereira/ Suspeito/Foto: Polícia Militar de Codó

Na madrugada deste domingo (28) o serviço de inteligência do 17º Batalhão de Policia Militar de Codó, prendeu Válber Salazar Pereira, 26 anos de idade. Segundo informações, o jovem estava vindo da capital paulista em um ônibus com destino a Peritoró.

A droga apreendida estava em três mochilas/Foto: Polícia Militar de Codó

Com o preso, a Policia Militar encontrou 26 Kg de substância semelhante a maconha. Válber estava sendo investigado há mais um de um mês pelo serviço de inteligência, após receber uma denúncia sobre tráfico de droga. Essa não foi a primeira vez que o jovem fazia o transporte da maconha para o Maranhão. Por essa remessa ele iria receber a importância de R$ 2.000,00 (dois mil reais). Da outra vez Válber recebeu R$ 3.000,00 (três mil reais).

O mesmo ficará à disposição da justiça.

Mega-Sena, concurso 1.934: ninguém acerta seis dezenas e prêmio vai a R$ 65 milhões

Mega-Sena pode pagar R$ 40 milhões neste sábado (Foto: Heloise Hamada/G1)

Ninguém acertou as dezenas do sorteio 1.934 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (27), em Santo Antônio de Jesus, na Bahia.

Veja as dezenas sorteadas: 08 – 23 – 35 – 39 – 56- 59.

A expectativa do prêmio acumulado para o próximo sorteio, quarta-feira (31), é de R$ 65 milhões.

A quina teve 105 acertadores, e cada um levou R$ 30.987,58. Outras 6.699 apostas ganharam a quadra, com R$ 693,85 para cada um.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, se quiser investir na poupança, o vencedor receberá mensalmente R$ 200 mil em rendimentos.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte: g1.com.br

Acesse outros resultados de outras loterias clicando no link abaixo.

www.ganheinaloto.com

São João do Sóter: Lançado o Projeto “Empoderamento Feminino”

Delegada Marília Vasconcelos (E) acompanhando a realização da Projeto em São João do Sóter/Foto: Organização do evento

O projeto de empoderamento feminino sugerido pela delegada de policia Marília Vasconcelos de Moraes se iniciou hoje (27), no Colégio Mariano Campos, em São João do Sóter e terá continuidade com outras escolas do Município.

Fotos: Organização do evento

Os alunos apresentaram temas como violência física, moral e psicológica contra a mulher e conceituaram empoderamento feminino através de atividades lúdicas como, por exemplo, música, dança e apresentação teatral.

Ficou bem evidente o ciclo da violência doméstica que se inicia com violência psicológica e moral, atinge a violência física e passa para a fase de reconciliação e crença na mudança de comportamento do companheiro. Depois o ciclo recomeça. Os alunos mostraram uma cena que a vítima tem o apoio de vizinhos, liga para a polícia e consegue refazer a sua vida com a ajuda de uma casa abrigo.

Foto: Organização do evento

Houve o comparecimento dos familiares dos alunos, das secretárias da Mulher, Educação e Assistência Social, além do Conselho Tutelar. Alguns brindes foram distribuídos para os que participaram do evento.

Como delegada da Mulher em Pedreiras, Drª Marília Vasconcelos implantou no Município em parceria com a Assistência Social e Secretaria da Mulher o Projeto, que foi apresentado em algumas escolas, mas com sua transferência para São João do Sóter, o Projeto de Empoderamento Feminino caiu no esquecimento, infelizmente.

Dom Pedro – MPMA pede suspensão de contrato para fornecimento de merenda escolar

Em Ação Civil Pública, proposta em 19 de maio, o Ministério Público do Maranhão solicita a suspensão, no prazo de 24 horas, do contrato referente ao fornecimento de merenda escolar ao Município de Dom Pedro, sobretudo de pagamentos à empresa Distribuidora Sêneca Ltda, vencedora do certame. A manifestação foi formulada pela promotora de justiça Ariadne Dantas Meneses.

Na ação, a Promotoria de Justiça da Comarca de Dom Pedro requer também que a Justiça obrigue o Município a realizar, no prazo de cinco dias, pesquisa de preços em, no mínimo, três estabelecimentos comerciais, dos itens necessários à merenda escolar, conforme cardápio elaborado por nutricionista.

Em caso de descumprimento, o MPMA pede à Justiça que determine o pagamento de multa diária no valor de R$ 5 mil, montante a ser destinado ao Fundo Estadual dos Direitos Difusos.

Como pedido final o Ministério Público requer a anulação do contrato firmado entre a Prefeitura de Dom Pedro com a Distribuidora Sêneca Ltda, no valor de R$ 816.769,00, devendo ser devolvidos aos cofres públicos os valores já pagos à referida empresa.

IRREGULARIDADES

Durante a investigação, a Promotoria de Justiça de Dom Pedro constatou que, apesar do alto valor, não havia previsão, no contrato, de fornecimento de carne, frango, frutas e verduras, itens considerados essenciais para a alimentação adequada.

Ao analisar individualmente os preços dos produtos, foi atestado que o valor médio dos alimentos apresentado pela Prefeitura, na pesquisa da licitação, é muito superior à média dos preços encontrada nos supermercados varejistas de Dom Pedro.

“O fato não se justifica, tendo em vista que a ideia da licitação é buscar a proposta mais vantajosa para a administração pública”, afirmou a promotora de justiça, na ação.

Um dos itens, o quilo do feijão tipo 1, consta na planilha de pesquisa pelo valor de R$ 9,80. O preço do contrato foi de R$ 8,50, mas o valor médio no varejo é de R$ 5,50. Segundo a promotora de justiça, está previsto o fornecimento de 5.110 kg de feijão ao Município, o que gera um prejuízo ao erário de R$ 14.563,50.

Outro produto, a lata de sardinha ao molho de tomate, consta na planilha da licitação por R$ 3,46. No contrato, o preço estabelecido foi de R$ 3,23, enquanto no varejo o valor é de R$ 2,53.

“Como se pode perceber, os preços obtidos na pesquisa realizada pela Prefeitura e, principalmente, aqueles contratados, estão muito acima da média do mercado. Os cálculos obtidos por meio do comparativo de preços identificam um superfaturamento dos itens de licitação”, completou Ariadne Dantas Meneses.

Na apuração, o MPMA interrogou o secretário de Educação, Joaquim Airton de Oliveira Júnior, que afirmou não ter tido acesso aos preços dos produtos listados. Porém, a sua assinatura consta no termo de referência dos itens.

LICITAÇÃO

No procedimento licitatório, igualmente foi observado que a data da publicação do edital é a mesma do dia da aprovação do documento, 27 de março de 2017. O parecer jurídico foi assinado no dia 14 de abril, na Sexta-feira Santa. Já a assinatura do contrato se deu no dia 12 de abril, ou seja, antes do parecer jurídico, mas foi juntada ao processo posteriormente. Além disso, somente uma empresa disputou o certame.

Outro problema comprovado foi a entrega pela empresa de mercadorias de marcas diferentes das previstas em seu orçamento e a emissão de nota fiscal sem a identificação da marca, omitindo informação relevante à Receita Federal. “Diante de todos os vícios identificados no processo licitatório não resta outro caminho que não a demanda judicial para que não ocorra, ainda mais, prejuízos aos cofres públicos”, concluiu a promotora de justiça.

O município de Dom Pedro fica localizado a 255 km de São Luís.

Redação: Eduardo Júlio (CCOM-MPMA)

Brasil: Família de Gilmar Mendes fornece gado para a JBS

Presidente do TSE, Gilmar Mendes, durante coletiva em Brasília

A família do ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), é fornecedora de gados para a JBS, uma das maiores processadoras de carne do mundo e que acaba de ter um acordo de delação premiada homologado pelo tribunal.

A informação foi dada pelo ministro à Folha. No cargo, Gilmar pode ter de tomar decisões sobre a delação.

A reportagem questionou o ministro sobre encontro recente que teve com o empresário Joesley Batista, um dos sócios da JBS que gravou secretamente o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Gilmar confirmou a reunião, ocorrida, segundo ele, a pedido do advogado Francisco de Assis e Silva, um dos delatores da empresa. Joesley, de acordo com Gilmar, apareceu de surpresa ao encontro, que, diz o ministro, tratou de questão referente ao setor de agronegócio.

A conversa ocorreu fora do Supremo, no IDP, escola de direito em Brasília da qual o ministro do STF é sócio. A data da conversa, segundo Gilmar, é posterior a 30 de março, quando o tribunal realizou um julgamento sobre o Funrural, fundo abastecido com contribuições de produtores rurais à previdência.

Os ruralistas questionavam o pagamento ao fundo na Justiça e o STF manteve a obrigatoriedade. O ministro afirmou que votou contra os interesses da JBS.

A gravação de Joesley com Temer foi feita no dia 7 de março, no Palácio do Jaburu.

Gilmar afirmou que conheceu Joesley por causa de negócios na área de agropecuária. Disse que não o via havia mais de um ano, até o encontro recente, em Brasília.

“Minha família é de agropecuaristas e vendemos gado para a JBS lá (Mato Grosso)”, afirmou, acrescentando que um irmão é quem negocia os valores com a empresa.

“Eu já havia o [Joesley] encontrado em outras ocasiões. A JBS tem um grande frigorífico em Diamantino (MT), minha terra, implantado pelo grupo Bertin no governo Blairo [Maggi, governador do Mato Grosso entre 2003 e 2010]”.

Segundo o ministro, a relação comercial com a empresa não é motivo para ele se declarar impedido de participar das votações futuras relacionadas à JBS no STF.
“Não. Por quê? As causas de impedimentos ou suspeição são estritas”, disse.

“[Se fosse assim] Eu não poderia julgar causas da Folha, Carrefour, Mercedes-Benz, Saraiva”, acrescentou, fazendo referências a empresas com quem tem alguma relação comercial [no caso, empresas das quais é cliente].

As declarações foram dadas por ele à Folha antes das 13h, ao ser questionado sobre o encontro que teve com Joesley. Depois, em entrevista a jornalistas no STF, ele declarou que o plenário do tribunal tem de discutir os termos do acordo de delação da JBS, alvo de críticas por supostas fragilidades em relação a penas dos envolvidos.

Para Gilmar, não cabe apenas ao relator (no caso, o ministro Edson Fachin) homologar um acordo. “Me parece que nesse caso, como envolve o presidente, certamente vamos ter que discutir o tema no próprio plenário”, disse.

Perguntado pela Folha se tem receio de ter sido gravado, assim como ocorreu com Temer e Aécio, o ministro do STF respondeu: “Não [tem receio]. Como lhe disse, a conversa se limitou a esse tema [Funrural]”, respondeu.

VOTAÇÃO EM MARÇO

Mendes argumentou que foi um dos seis ministros que votaram a favor de manter a cobrança das contribuições para o Funrural no dia 30 de março, indo contra o pedido dos ruralistas (incluindo a JBS) – o placar foi de 6 a 5.

“Votei contra os meus próprios interesses econômicos, pois minha família terá de pagar a contribuição atrasada.”

“O advogado dele havia procurado para falar sobre o caso julgado pelo STF sobre o Funrural. O setor estava em polvorosa. Eu já havia recebido toda a bancada ruralista, que alegava a necessidade de modularmos efeitos da decisão”, acrescentou Gilmar.

Ele afirmou também que o pedido de Joesley, posterior ao julgamento, foi para encontrar uma fórmula que permitisse o alongamento da contribuição.

Fonte: Folha de São Paulo

Maranhão: Justiça decreta a prisão preventiva de acusado de agredir a mãe idosa em São Luís

Roberto Elísio Coutinho de Freitas, 51 anos.
                               Roberto Elísio Coutinho de Freitas, 51 anos. (Foto: Foto: Divulgação/SSP-MA)

SÃO LUÍS – Nesta sexta-feira (26), a Justiça do Maranhão, por meia da 8ª Vara Criminal da capital, responsável por julgar ações que envolvem idosos, decretou a prisão preventiva de Roberto Elísio Coutinho de Freitas, 51 anos, acusado de agredir física e psicologicamente a mãe, Joseth Coutinho Martins de Freitas, de 84 anos de idade.

Saiba mais sobre o caso:

Polícia prende homem que agrediu a própria mãe

Homem agride a própria mãe de 84 anos; vídeo revolta população

A determinação foi da Juíza Oriana Gomes, a magistrada também determinou o afastamento do acusado do lar, e ele deve se manter distante da idosa em pelo menos mil metros.

A decisão da juíza atende a representação da Delegacia de Proteção ao Idoso, que pugnou pela prisão preventiva do acusado e por medidas protetivas, visando à proibição de aproximação e de manter contato com a ofendida e com pessoas que moram com ela, por qualquer meio de comunicação, com vistas a preservar sua integridade física, moral e psicológica.

Em sua decisão de mandar prender o representado, a juíza Oriana Gomes assinala que a medida, apesar de extrema, se faz necessária “para que a idosa volte a ter sua tranquilidade restaurada”, e também para que ele não venha a dificultar as diligências, com vistas a esclarecer os fatos delituosos.

No Termo de Declaração anexado ao Inquérito, o neto da idosa, Roberto Elízio Coutinho de Freitas Filho, filho do acusado, relata que sua avô, acometida de Alzheimer, vem sofrendo maus-tratos por parte do representado (seu pai), “que a agride tanto verbalmente como fisicamente”, puxando a vítima pelo braço, “dando-lhe empurrões e comida à força”, além de ameaçá-la de internação.

A magistrada assinala que, pela provas produzidas pela autoridade policial e considerando a gravidade dos fatos descritos, ficou convencida de que o deferimento das medidas de afastamento do lar, domicílio ou local de convivência e de proibição de contato com a ofendida, de seus parentes e testemunhas por qualquer meio de comunicação, “são as que melhor se apresentam no momento”.

MP-MA apura o caso

Segundo o Ministério Público do Maranhão, a idosa está sendo assistida e acompanhada pelo Núcleo Psicossocial do Ministério Público.

Após a conclusão do inquérito, o MP-MA poderá ajuizar Ação Penal contra o agressor.

Fonte: imirante.com

Pedreiras: Populares renderam suspeito de ter furtado uma motocicleta na Rua da Palmeirinha

Suspeito de ter furtado uma motocicleta/Foto: Reprodução do vídeo

Na tarde desta sexta-feira (26) um suspeito furtou uma motocicleta na Rua da Palmeirinha, no bairro do Engenho, em Pedreiras. O mesmo foi perseguido pelo proprietário e um dos filhos, e com ajuda de alguns populares o suspeito foi interceptado na entrada da Rua Otávio Passos.

Levado pela Polícia Militar para o 19º BPM de Pedreiras, os PMs encontraram em um dos bolsos da bermuda um chaveiro contendo várias chaves de motocicletas.

O repórter Ribinha da FM acompanhou o momento da condução do suspeito.

Veja o vídeo.

Pedreiras: Realizado o II Seminário de Revitalização dos Rios Maranhenses e suas Nascentes

Público presente ao II Seminário de Revitalização dos Rios Maranhenses e suas Nascente, em Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

Em todo o Estado do Maranhão, segundo o Senador Roberto Rocha (PSB), está sendo realizado o projeto “S.O.S Águas”, com várias ações, uma delas é a realização de seminários, que compreendem a “Revitalização dos Rios Maranhenses e suas Nascentes”. O primeiro encontro com a participação de várias autoridades, aconteceu em São Luís, um sucesso muito grande, conforme disse o Senador Roberto Rocha.

Em Pedreiras, a escolha para a realização do II Seminário, segundo o Senador, é devido o Município ser a sede da principal bacia no Maranhão, que é a bacia do Mearim, o maior Rio do Estado, principalmente por ser um Rio genuinamente maranhense, por nascer e desaguar no próprio Estado, por isso, deveria ser cuidado pelo governo do Maranhão.

Foto: Sandro Vagner

O Seminário foi uma maneira encontrada para discutir com a sociedade, estudantes, acadêmicos, políticos e demais pessoas, a forma de enfrentar o enorme problema, a falta de cuidado com os rios, por esse motivo a participação de representantes de órgãos da esfera federal.

Roberto Rocha/Senador (PSB)/Foto: Sandro Vagner

Sem água não há vida. A gente só sabe dar o valor pra água quando a fonte seca. A gente está querendo, aqui, encontrar forma, por isso, não é só uma realização pra ouvir e falar, não fica só no Word, não, vai para o Ecxel, também. Temos procurado colocar a mão na massa. Compramos 15 (quinze) milhões de equipamentos; entre dragas, escavadeiras hidráulicas e outras máquinas pesadas para fazer o trabalho de desassoreamento  dos Rios. Vamos fazer projeto de água e esgoto das principais cidades que são cortadas pelos principais Rios, como aqui em Pedreiras. Fiz questão de trazer o diretor do DENOCS, que toma conta da barragem do Rio Flores, para que possamos de uma vez por todas resolver esse problema da barragem“. Disse o Senador Roberto Rocha (PSB) durante entrevista coletiva, antes do início do Seminário.

Geral Angelo José de Negreiros Guerra/Diretor geral do DNOCS/Geral Angelo José de Negreiros Guerra

Sobre a situação da Barragem do Rio Flores, que está abandonada, Angelo José de Negreiros Guerra, diretor geral do DENOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas) respondeu o seguinte ao Blog: ” Na realidade, eu posso dizer pra você o seguinte: essa barragem, ela é do DNCOS, foi uma herança do DNOS (Departamento Nacional de Obras e Saneamento), e quando o senhor fala de abandono, eu tenho que dizer pra o senhor, que no dia 08 de maio, eu dei a ordem de reinício do serviço. Então, se existia uma gestão anterior que não tinha esse cuidado, digo que a gente vai passar a ter esse cuidado em relação a isso“.

Antônio França de Sousa/Prefeito de Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

Como anfitrião, o prefeito de Pedreiras, Antônio França, disse saber da importância da revitalização do Rio Mearim, assim, como os demais Rios do Estado do Maranhão. O gestor afirmou que a administração irá acompanhar todo o processo de recuperação e manutenção da Barragem do Rio Flores.

Foto: Sandro Vagner

Fizeram parte da mesa do Seminário, que foi realizado no auditório da FAESF (Faculdade de Educação São Francisco), o Senador Roberto Rocha (PSB); prefeito de Pedreiras, Antônio França de Sousa; Marcelo Caio (presidente do Instituto Cidade Solidária); José Gasparinho (assessor do ministro de meio ambiente, Sarney Filho); Bruno Curvina, presidente da câmara de vereadores de Pedreiras, Aldenora Veloso, diretora – presidente da FAESF; Arli de Andrade Bezerra, presidente da Associação Comercial e Industrial do Agro Negócios de Trizidela do Vale; Kariádine de Maria, presidente do PDT (Trizidela do Vale); Angelo José de Negreiros Guerra, diretor geral do DNOCS; Marcos Aurélio, diretor de desenvolvimento da área de infraestrutura e irrigação da CODEVASF; Márcio Coutinho (presidente do PRTB-MA); e o Dr. Sebastião Madeira (ex-prefeito de Imperatriz).

Incidente

Momento registrado pelo Blog, quando o Prefeito Fred Maia deixava o auditório/Foto: Sandro Vagner

O Prefeito de Trizidela do Vale, Fred Maia não foi relacionado pela organização do evento para compor a mesa do cerimonial. O administrador ficou irritado e deixou o auditório, acompanhado do vice-prefeito Deibson Balé e sua comitiva. Reconhecendo o erro da organização, o Senador Roberta Rocha tentou amenizar a situação ao chamar Fred Maia, mas o mesmo não atendeu a solicitação do Senador.

José Filho/Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Mearim/Foto: Sandro Vagner

José Filho, também não foi chamado para fazer parte da mesa, somente minutos depois o representante do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Mearim, foi convocado, e aceitou as desculpas da organização.

Em seus discurso o Senador Roberto Rocha pediu desculpas pelo incidente. E o Prefeito de Pedreiras, Antônio França, disse que o evento não foi organizado pelo Município. Também pediu desculpas pelo fato do Prefeito Fred Maia não ter sido chamado para compor a mesa.

Pedreiras: Absolvida pela segunda vez a suspeita de participação no assassinato de Raimundo da Van

Raimundo da Van/Vítima/Foto: Arquivo do Blog

Em julgamento realizado ontem (25) na cidade de Caxias, Rocilda de Aguiar Sales, que era casada com Raimundo Sales Pereira, conhecido como “Raimundo da Van”, assassinado com seis tiros no dia 21 de setembro de 2012, em Trizidela do Vale, foi absolvida mais uma vez.

Rocilda, que tem como advogado de defesa Dr. Edivaldo Sousa Santos, já tinha sido absolvida das acusações, no primeiro julgamento realizado em 18 de dezembro de 2012, presidido pelo Juiz da 1ª Vara da Comarca de Pedreiras, Dr. Marcos Adriano Ramos Fonseca, mas o Ministério Público interpôs recurso contra a absolvição e entrou com anulação do resultado do júri, que na mesma oportunidade foram condenados Francisco Carlos Alves Teixeira, o “Codó” (autor dos disparos), e José Newton da Conceição Pereira, vulgo “Barroso”, respectivamente, a 27 e 24 anos de reclusão.

Entenda ao caso

Foto: Polícia Civil do MA

Raimundo Sales Pereira foi abordado dentro da própria Van, por dois homens em uma motocicleta, e foi alvejado por seis disparos à queima roupa, morrendo dentro do veículo, no dia 21 de setembro de 2012. Após investigações foram apontados como acusados; Francisco Carlos Alves Teixeira, conhecido como Codó (autor dos disparos), João Batista dos Santos, o Bruno Macumbeiro, José Newton Pereira, o Barroso, Ozael Dantas de Farias Neto, o Neto, Paulo Vinicius do Nascimento Rodrigues, o de Menor e Rocilda de Aguiar Sales, que era casada com a vítima e seria a suposta mandante do crime.

As informações sobre a absolvição de Rocilda, foram repassadas pelo seu advogado Dr. Edivaldo Sousa dos Santos.

Brasil: Petrobras reduz preço da gasolina em 5,4% e do diesel em 3,5%

Petrobras anuncia redução do preço da gasolina e do diesel nas refinarias (Foto: Reprodução/TV Morena)

A Petrobras anunciou ontem (25) que decidiu reduzir o preço médio nas refinarias em 5,4% para a gasolina e em 3,5% para o diesel.

“A decisão foi guiada predominantemente por um aumento significativo nas importações no último mês, o que obrigou ajustes de competitividade da Petrobras no mercado interno”, informou a estatal em comunicado.

“Se o ajuste feito hoje for integralmente repassado e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode reduzir 2,2%, ou cerca de R$ 0,07 por litro, em média, e a gasolina, 2,4% ou R$ 0,09 por litro, em média”, projeta a Petrobras.

Em abril, a petroleira tinha elevado o preço da gasolina em 2,2%, na média, e do diesel em 4,3% nas refinarias, citando a elevação dos preços dos derivados nos mercados internacionais.

Justificativas

Segundo a Petrobras, a importação de gasolina por terceiros para o mercado interno aumentou de 240 mil metros cúbicos em fevereiro para 419 mil em abril. No diesel a importação passou de 564 mil metros cúbicos em fevereiro para 811 mil em abril. “Com isso, as refinarias da Petrobras podem chegar a um fator de utilização abaixo do último dado divulgado pela companhia em seus resultados trimestrais, que foi de 77%”, informou.

No comunicado, a companhia sinalizou ainda que os preços de combustíveis podem ser revistos com frequência ainda maior.

“O comitê executivo avaliou ainda que a política de preços com correções pelo menos mensais, embora um avanço significativo em relação ao sistema anterior, não tem refletido tempestivamente as volatilidades de preços de internacionais de derivados e câmbio entre as datas dos reajustes, fato agravado pelo acréscimo recente na volatilidade da taxa de câmbio. Esta constatação tem crescentemente sido parte das discussões do GEMP e pode fundamentar aumentos na frequência dos ajustes de preços”, disse.

Política de preços

A Petrobras pratica desde outubro uma nova política de definição de preços dos combustíveis, com reuniões mensais para definir os valores da gasolina e do diesel nas refinarias.

Um reajuste da companhia nas refinarias não necessariamente significa uma mudança no preço nos postos, pois as distribuidoras podem repassar ou não essa variação (como ocorreu algumas vezes).

Outras variáveis também podem influir no preço da gasolina, como o preço do etanol, já que a gasolina comum deve ter 27% de etanol anidro – e o preço do álcool combustível varia de acordo com a safra da cana-de-açúcar.

Desde que começou a nova política de preços, a Petrobras já anunciou cinco cortes e dois aumentos no preço dos combustíveis. O primeiro anúncio foi em outubro, quando o preço da gasolina caiu 3,2% e o do diesel, 2,7%. Em novembro, nova queda (de 3,1% e 10,4%, respectivamente). Em dezembro, foi a vez do primeiro aumento: reajuste de 8,1% na gasolina e de 9,5% no diesel.

Em janeiro, a Petrobras fez duas alterações nos preços: no dia 5, subiu o preço do diesel em 6,1% (mas manteve o da gasolina), e no dia 26, reduziu novamente o preço dos dois combustíveis. Em fevereiro, a Petrobras voltou a anunciar redução: de 5,4% na gasolina e de 4,8% no diesel. Março foi o primeiro mês desde a nova política de preços que não houve nenhuma alteração. Em abril, houve aumento de 2,2% no preço da gasolina e de 4,3% no diesel.

Fonte: g1.com.br

  • siga-nos no facebook

  • IOP – Instituto de Oftalmologia de Pedreiras

  • Vem aí o Uperdriver

  • SBF Empreendimentos

  • LHNet

  • Connect Pedreiras

  • Festival de canções para Deus – Lima Campos

  • LOJA DOIS PAPELARIA – Avenida Rio Branco – Centro – Pedreiras

  • Em pleno funcionamento

  • Lima Gaz

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Acesse nossa página. Clique no banner

  • Faça logo sua inscrição

  • Óticas Diniz

  • Vice-prefeito de Pedreiras. Acesse nossa página no Facebook. Clique no Flyer

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Venha nos visitar!

  • Especialista em aplicativos, cartões digitais interativos e redes sociais. Clique no Banner e tenha mais informações

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • Clique Aqui

  • aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz