Açailândia: Delegado de Açailândia e sua equipe são presos por crime de corrupção

Thiago Gardoni Filipini preso em Açailândia por corrupção (Foto: Foto: Divulgação)

São Luís – Mais um delegado da Polícia Civil, lotado na cidade de Açailândia, foi preso, acusado de fazer parte de organização criminosa e cometer crime de corrupção. Além do delegado Thiago Gardoni Filipini, titular do 1º Distrito Policial do município, toda a sua equipe – o investigador Glauber Santos da Costa, a escrivã Silvia Helena Alves e o carcereiro Mauricélio da Costa Silva – foi presa, assim como o advogado Erick Nascimento Carosi.

“Todos os detidos faziam parte de uma organização criminosa e agiam dentro da delegacia de Polícia Civil de Açailândia”, declarou o delegado-geral da Polícia Civil do Maranhão, Lawrence Melo. Ele informou ainda que a cúpula da Secretaria de Segurança Pública (SSP) foi informada, no começo deste ano, por meio de uma denúncia do Ministério Público de Açailândia, de que o grupo vinha cometendo atos criminosos.

A Secretaria de Segurança Pública, de imediato, determinou que o caso fosse investigado pela equipe da Superintendência de Combate à Corrupção (Seccor) e acabou constatando que várias irregularidades estavam sendo realizado pelo delegado Thiago Filipini, com a participação de sua equipe de policiais e do advogado Erick Nascimento Carosi.

Eles estariam realizando prisões na cidade e, para liberar os acusados, na maioria das vezes acordado com a presença do advogado Erick Nascimento, era cobrado determinado valor, dependendo da situação financeira do detido. O bando também efetuava prisões de pessoas sem qualquer procedimento contra elas, que eram soltas mediante pagamento. “O valor acordado era relativo e, no momento, não tem como quantificar”, explicou o delegado Lawrence Melo.

O delegado-geral disse ainda que após o trabalho de investigação, foi solicitada ao Poder Judiciário a prisão preventiva dos acusados e os mandados foram cumpridos ontem. Todos os envolvidos foram presos em Açailândia e removidos ontem mesmo para São Luís.

O delegado Thiago Filipini e sua equipe, o investigador Glauber Santos, a escrivã Silvia Helena Alves e o carcereiro Mauricélio da Costa foram levados para o anexo da Delegacia Especial da Cidade Operária (Decop), reservado para a prisão de policiais civis, enquanto o advogado Erick Nascimento está no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Prisão de militar
Além da prisão dos policiais civis, uma equipe da Seccor, após representação feita ao Juízo da Central de Inquéritos de São Luís, com apoio da Polícia Militar, prendeu, no último dia 26, o terceiro sargento Fernando Araújo Sobrinho e o soldado Carlos Magno dos Santos Pereira, ambos da PM, e o vigilante José Arnaldo Coelho Soares.

Eles foram presos suspeitos da prática de roubo ocorrido no dia 12 de maio deste ano, a um comércio localizado no Anjo da Guarda, de onde foram levados dinheiro e máquinas caça-níquel. Na ação criminosa, os acusados usaram coletes, armas de fogo e o carro particular do PM Sobrinho, um Renault Duster.

Os dois militares tiveram ainda prisão preventiva decretada pela Vara da Central de Inquéritos pela suspeita de prática de roubo de um veículo Corolla, ocorrido no dia 2 de dezembro do ano passado, no Outeiro da Cruz. Na ocasião, a dupla criminosa estava em companhia de um terceiro homem, que ainda está foragido. l

Frase

“Todos os detidos faziam parte de uma organização criminosa e agiam dentro da delegacia de Polícia Civil de Açailândia”

Lawrence Melo, delegado geral da Polícia Civil

Fonte: imirante.com

Pedreiras: Procissão fluvial no dia de São Pedro foi mais uma demonstração de Fé

Foto: Sandro Vagner

Ao longos dos anos, sempre no dia 29 de junho, data que é comemorado o dia de São Pedro, considerado o padroeiro dos pescadores, Trizidela do Vale, Rio Mearim e Pedreiras são tomadas de muita devoção ao santo, a quem Deus confiou a criação de Sua igreja. Como parte da tradição, a procissão saiu da Matriz de Santo Antônio de Pádua, em Trizidela do Vale.

Foto: Sandro Vagner

Um pequeno percurso, mas o suficiente para arrastar dezenas de fiéis que foram peregrinando até ao Parque Maratá, ponto de mudança de percurso. Ali, todos os fiéis já aguardavam as imagens de Nossa Senhora Aparecida, São Pedro, e a Bíblia Sagrada, para juntos descerem o Rio Mearim, proporcionando mais um grande momento de beleza com as canoas e barcos enfeitados de forma artesanal, um trabalho que os pescadores fazem questão de caprichar.

Fotos: Sandro Vagner
Fotos: Sandro Vagner

Satisfeitos, todos renovam sua fé, e ao longo da procissão fluvial vão aparecendo os mais simples pedidos de proteção, um gesto bondoso dos pescadores que esperam o ano inteiro para continuar com essa tradição.

Foto: Sandro Vagner

Cada um tenta chamar a atenção dos devotos, numa dessa cenas, observamos um pescador, que somente com o foco de nossas lentes foi possível flagrar o bonito gesto dele, ao colocar um mini barco enfeitado sobre as águas barrentas e caudalosas do Rio Mearim.

Fotos: Sandro Vagner

Rio abaixo e com a Fé em Deus, os coloridos das canoas e barcos vão ganhando as ondas provocadas pelas embarcações. Todos se unem em um só propósito, manter viva a tradição de um povo simples, que neste dia vira atração e causa emoção durante o percurso, até a chegada na rampa.

Fotos: Sandro Vagner

A ponte Francisco Sá, sobre o Rio Mearim, que une Pedreiras e Trizidela do Vale, é um espaço disputado palmo a palmo, onde o privilégio é único, e todos testemunham a beleza dos participantes da procissão do padroeiro São Pedro.

Fotos: Sandro Vagner

Uma multidão lota a rampa, e sobre um altar montado pelos pescadores, os padres Pedro, Antônio, José Geraldo e convidados participam da missa de encerramento do festejo. Mais uma vez é possível testemunhar a fé de um povo que aumenta a cada gesto e a cada comemoração a São Pedro.

Fotos: Sandro Vagner

Declaração de Cristo

Foto: Sandro Vagner

Veja mais fotos.

Continue lendo

Brasília: Câmara notifica Temer sobre denúncia por corrupção passiva

O primeiro-secretário da Câmara, Fernando Giacobo (PR-PR), protocolou denúncia contra Temer no Palácio do Planalto – ANDRE COELHO / Agência O Globo

BRASÍLIA – O primeiro – secretário da Câmara, Fernando Giacobo (PR-PR), protocolou na tarde desta quinta-feira no Palácio do Planalto a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva. O documento foi entregue para Gustavo Rocha, subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil.

— Como cidadão é uma tristeza (a entrega da denúncia), mas o país deve seguir avançando — disse Giacomo.

A Câmara recebeu na manhã de hoje a denúncia. A leitura do documento, em plenário, foi feita pela segunda-secretária da Câmara, Mariana Carvalho (PSDB-RO). O Supremo Tribunal Federal (STF) somente analisará a acusação após autorização da Câmara.

No documento endereçado ao ministro Moreira Franco (Secretaria Geral da Presidência), Giacobo se mostra solidário a Temer e ao próprio ministro, investigado no âmbito da Operação Lava-Jato:

“Aproveito a oportunidade para renovar a Vossa Excelência protesto de consideração e apreço “, diz o primeiro secretário na notificação.

A notificação foi entregue ao subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil às 16h05 desta tarde. Giacobo disse que o fato de não entregar o documento nas mãos do presidente Michel Temer não prejudica a tramitação do processo:

– O recebimento pelo doutor Gustavo e não pelo presidente Temer nao traz prejuízo nenhum – disse o deputado.

Em apenas sete horas a denúncia do Ministério Publico contra o presidente foi protocolada na Câmara, lida no plenário, o presidente foi notificado e a peça foi protocolada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde tramita a primeira etapa do processo de aceitação ou rejeição da mesma. Agora, começa a contar o prazo de dez sessões para que Temer apresente sua defesa. O presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), disse que ainda levará uns dias para definir quem será o relator da denúncia na comissão. E só indicará um nome na semana que vem.

– Vou avaliar todo o conteúdo da denúncia e designar relator na próxima semana- disse ao GLOBO.

O prazo para Temer apresentar defesa começa a partir desta sexta-feira, caso haja sessão plenária, que é aberta com a presença de 51 deputados. Se quiser, Temer não precisa usar todo o prazo regimental. O Planalto sinalizou que quer acelerar o processo.

Depois do prazo da defesa, o relator terá até cinco sessões da Câmara para apresentar seu parecer. Então, a CCJ votará a aceitação ou não da denúncia. Em sua primeira declaração após a chegada da denúncia na Câmara, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a seu ver cabe ao ministro relator do caso no Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, decidir se junta ou não as diferentes denúncias que o procurador geral da república, Rodrigo Janot, deve apresentar contra Temer. Segundo Maia, caso Fachin não faça isso, é “difícil” que a Câmara o faça. Essa sinalização é ponto para a oposição, que vinha desde ontem trabalhando para impedir o apensamento das denúncias.

Fonte: oglobo.com.br

Brasília: Câmara vai notificar Temer e enviar denúncia à CCJ ainda nesta quinta

Rodrigo Maia, presidente da Câmara, e Michel Temer em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente

A Câmara dos Deputados vai notificar na tarde desta quinta-feira (29) o presidente Michel Temer para que ele apresente sua defesa em relação à denúncia da Procuradoria-Geral da República.

O documento será levado ao Palácio do Planalto pelo primeiro-secretário da Câmara, o deputado Giacobo (PR-PR).

A Câmara recebeu às 9h28 desta quinta a acusação formal do Ministério Público, segundo quem Temer cometeu o crime de corrupção passiva.

Com apenas dez dos 513 deputados presentes, o plenário da Câmara dos Deputados começou às 14h a leitura da denúncia. A sessão foi aberta pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A leitura das 60 páginas da denúncia está sendo feita pela segunda-secretária da Câmara, Mariana Carvalho (PSDB-RO).

No início da sessão, estavam no plenário apenas os deputados José Carlos Aleluia (DEM-BA), Mauro Pereira (PMDB-RS), ambos governistas, e Chico Alencar (PSOL-RJ), da oposição.

DATAS

O prazo de tramitação da denúncia na CCJ se dará entre 20 e 30 dias, nos cálculos do presidente do colegiado, o peemedebista Rodrigo Pacheco (MG). Cabe a ele indicar, entre os 66 integrantes titulares da comissão, um relator.

O governo quer emplacar na função um peemedebista do Rio Grande do Sul, Alceu Moreira ou Jones Martins, ou o deputado Laerte Bessa (PR-DF), todos eles aliados de Temer. Apesar de também ser do partido do presidente, Pacheco tem afirmado que não escolherá um deputado de viés acentuadamente governista para a função. Outros cotados são Marcos Rogério (DEM-RO), Sergio Sveiter (PMDB-RJ), Esperidião Amin (PP-SC) e José Fogaça (PMDB-RS), todos de partidos aliados ao Palácio do Planalto.

Na CCJ, Temer terá o prazo de dez sessões para apresentar sua defesa. Após isso, a comissão tem mais cinco sessões para votar o parecer. Cumprida essa etapa, a denúncia volta para a Mesa da Câmara, que pautará sua votação em plenário na sessão seguinte.

A votação na CCJ é aberta, bastando o voto da maioria dos presentes à sessão para aprovação do parecer. No plenário a análise do caso também ocorre em votação aberta, com chamada nominal dos deputados para que declarem seus votos no microfone. Governistas discutem a possibilidade de esvaziar essa sessão, já que cabe aos apoiadores da denúncia reunir os 342 votos necessários.

A data de ambas as votações é incerta. Além de o governo poder não usar as dez sessões para apresentação da defesa de Temer na CCJ, as sessões da Câmara -instrumento de contagem dos prazos- não têm realização certa, elas só acontecem após atingido quorum, o que não costuma acontecer em algumas segundas e sextas.

Por fim, de 18 a 31 de julho o Congresso deve entrar em recesso, salvo se deputados e senadores não tiverem conseguido votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias. Esse cenário é provável, mas mesmo nessa situação os parlamentares têm o costume de tirar férias por conta própria, o chamado “recesso branco”.

Fonte: Folha de São Paulo

Trizidela do Vale: Idoso de 58 anos morreu carbonizado durante incêndio

Casa onde aconteceu o incêndio que vitimou idoso de 58 anos/Foto: Sandro Vagner

Um idoso morreu carbonizado ontem (28), durante um incêndio numa residência na Rua São Rafael, 104, em Trizidela do Vale. Segundo informações do Tenente Rogério, do Corpo de Bombeiros, o fogo pode ter sido causado por um curto-circuito numa tomada onde estava ligada uma televisão, no quarto da vítima.

Tenente Rogério – Corpo de Bombeiros de Trizidela do Vale/Foto: Sandro Vagner

Estamos trabalhando na hipótese de um curto. Segundo informações dos familiares, ele ficou no quarto, deitado, com a televisão ligada, a nora dele nos informou que a televisão era de muito uso, e estava até rachada. Quando ela deixou a televisão ligada, ela escutou alguns estalos, mas eles saíram, tanto a nora quanto o filho. Quando nós chegamos, já encontramos, também, a tomada do quarto dele dando curto, ainda, e o colchão pegando fogo. Provavelmente, com a deficiência que ele tinha, devido o Parkinson, ele tentou se esconder debaixo da cama para que não fosse queimado. Asfixiou-se, e não teve jeito.” Disse o Tenente Rogério do Corpo de Bombeiros.

A vítima foi identificada como José Lopes de Sousa, 58 anos. Uma cadela que estava na casa, conseguiu sair ilesa do incêndio.

Fotos: Sandro Vagner

As polícias Civil e Militar estiveram no local, efetuando os levantamentos preliminares sobre a tragédia.

Teto do quarto totalmente destruído pelo fogo/Foto: Sandro Vagner

O senhor José Lopes deixou quatro filhos. Estava há 11 anos separado da esposa. Os vizinhos lamentaram a morte trágica do amigo.

O Corpo de Bombeiros evitou que o fogo se alastrasse e atingisse outros cômodos da casa/Foto: Sandro Vagner

Pedreiras: Acusado por lesão corporal foi condenado a 9 meses de reclusão

Foto: Assessoria do Tribunal do Júri

Manassés da Conceição Sousa, 46 seis anos de idade, foi denunciado pelo Ministério Público Estadual, por tentativa de homicídio contra sua ex-companheira, Débora Moreira de Aguiar. Ele teria usado uma faca e desferiu um golpe contra o abdômen da vítima. O crime aconteceu no dia 25 de novembro de 2008, nas imediações da Rua do Campo, em Pedreiras.

Ontem (27), Manassés foi submetido a julgamento, o Egrégio Tribunal do Júri, após admitir por maioria de votos, a materialidade e a autoria, também por maioria de votos, afastou a tentativa, promovendo a desclassificação para crime de competência do juiz singular. Examinando a causa, o Conselho de Sentença entendeu que inexistiu, por parte do acusado, a intenção de matar. A figura típica residual, portanto, é a lesão corporal.

Promotor de justiça Xilon de Souza Júnior e a juíza Larissa Rodrigues Tupinambá Castro/Foto: Assessoria do Tribunal do Júri

O réu foi condenado por lesão corporal, e irá cumprir uma pena de 09 meses de detenção, conforme a sentença aplicada pela juíza presidente do tribunal do júri, Larissa Rodrigues Tupinambá Castro.

Veja na íntegra a sentença.

Clique Aqui

Codó: Um bandido morreu e dois sargentos foram alvejados durante troca de tiros (matéria atualizada)

Fotos: Blog da Ramyria Santiago

Segundo informações do repórter Sena Freitas, dois sargentos da Polícia Militar de Codó foram alvejados em confronto com bandidos.

O caso

Na manhã desta quarta-feira (28), Sargento Denílson teria recebido informações sobre um assalto no centro de Codó, o militar saiu em perseguição aos bandidos, nas proximidades do Banco do Nordeste, o assaltante que estaria na garupa da motocicleta, virou e disparou contra a viatura, atingido o para-brisa, e pegando de raspão na cabeça do Sargento Denílson. Ele foi atendido e passa bem.

Agora há pouco, a Polícia Militar, com outra Guarnição, iniciou uma busca aos bandidos que podem ser os autores da tentativa de homicídio contra o Sargento Denílson. Os mesmos foram encontrados na Prainha, às margens do Rio Itapecuru, onde aconteceu uma grande troca de tiros. Um Sargento foi baleado, e um dos meliantes foi alvejado e veio a óbito.

Dados atualizados

Fotos: Sena Freitas

Danilo Chaves de Oliveira, 24 anos de idade, conhecido como “Moreira”, que tombou durante o tiroteio com os policiais, tinha uma extensa ficha criminal, incluindo vários assaltos: moto, celular, posto de combustível e outros crimes; o mesmo teve várias passagens pela polícia. Segundo informações, Moreira tentou se esconder nas proximidades da residência dele, na Rua Nina Rodrigues, próximo ao Balneário Prainha. O mesmo, ao perceber a perseguição policial, adentrou um esgoto de grande extensão, saindo bem perto de sua casa, mas o local estava cercado. Sem ter para onde ir, começou a disparar contra a polícia, no momento que acertou um tiro no Sargento Barbosa, no abdome, mas o mesmo estava protegido por um colete à prova de balas, e não sofreu nenhuma lesão corporal.

Foto: Sena Freitas

A Polícia Militar continua as buscas para prender o outro suspeito de ter praticado o assalto.

Pedreiras: Prefeito Antônio França empossa Secretários e membros da Comissão de Licitação

Antônio França (Prefeito de Pedreiras) – Maria do Socorro de Sousa Rios Portela (Secretária de Assistente Social) – Antônio Carlos Feitosa Fraga (Secretário de Trânsito) –  Antônia Cardoso de Sousa (Pregoeira Municipal) e Helton Fernando Figueiredo Morim Neto (Presidente da Comissão Permanente de Licitação)/Foto: ASCOM – Pedreiras

O prefeito Antônio França deu posse na manhã desta quarta-feira (28/06) aos novos secretários de Segurança e Trânsito e de Assistência Social, e ao presidente da Comissão Permanente de Licitação e a pregoeira Municipal, numa solenidade que contou com os secretários municipais e assessores da gestão.

Ao falar de sua decisão em relação às nomeações, o prefeito afirmou se tratar de dar um perfil mais administrativo à sua gestão. O secretário Municipal de Segurança, por exemplo, ele nomeou um advogado, de forma a imprimir um trabalho mais rigoroso e eficaz no sentido de apresentar melhores resultados à sociedade. “Preferi não colocar alguém com perfil político, para que não favoreça A ou B, porque temos que fazer as mudanças que são necessárias”, afirmou.

Disse ainda em relação a nomeação do secretário de Segurança e Trânsito, que ele fez em comum escolha com o ex-presidente da CPL, Galileu Fraga, que deveria assumir a pasta, mas por decisão pessoal não o fez, indicando o nome do titular a seu pedido. “Ele nem queria indica-lo por ser seu pai, mas eu fiz com ele o convencimento da decisão final, pois acredito na capacidade do nosso ora empossado secretário, que é um advogado e tem o perfil que precisamos para esta pasta”, ressaltou.

Sobre a nomeação de sua irmã ao cargo de secretária Municipal de Assistência Social, o gestor afirmou que foi uma das decisões mais difíceis de sua vida, e que muita gente não iria entender, achando que ele a estaria favorecendo, mas disse estar convicto de sua competência, e que é exatamente sua capacidade que a conduziu ao cargo.

O prefeito ainda empossou os membros da CPL, presidente e pregoeiro. “Estamos reformulando toda a CPL, para darmos agilidade aos trabalhos, e fazermos a gestão mais profissionalizada possível. Trouxemos pessoas que tem vivência nesta área, que é muito importante para nossa administração”, afirmou.

Sobre as indicações, o prefeito foi enfático na sua decisão. “Estamos tomando outras metas para redefinir secretarias e setores, para darmos continuidade ao nosso trabalho e organizar situações e ações que não estavam sendo executadas da maneira correta. Sou um parceiro de cada secretário, assessor e coordenador, para trabalharmos unidos, juntos com o mesmo objetivo, visando sempre uma melhor qualidade de vida para a nossa população”, afirmou o prefeito.

Empossados:
Secretária Municipal de Assistência Social

Foto: ASCOM /Pedreiras

Maria do Socorro de Sousa Rios Portela, 44 anos, pedagoga, casada com Roberval Rios Portela, mãe de Alberth Rios Portela Sobrinho.

Secretário Municipal de Segurança e Trânsito

Foto: ASCOM /Pedreiras

Antônio Carlos Feitosa Fraga, 60 anos, advogado há mais de 20 anos, foi assessor jurídico de Caxias, casado com Antonieta Duarte Fraga, tem dois filhos.

Presidente da Comissão Permanente de Licitação

Foto: ASCOM /Pedreiras

Helton Fernando Figueiredo Morim Neto, 35 anos, formado em Ciências da Computação, casado com Emanuela de Paula Oliveira, tem 3 filhos.

Pregoeira Municipal

Foto: ASCOM /Pedreiras

Antônia Cardoso de Sousa, cursando Farmácia, mas tem oito anos de experiência com a área de licitações, é casada e tem uma filha.

Fonte: ASCOM/Prefeitura de Pedreiras

Lago da Pedra: Policial Militar morre em acidente de carro

Veículo capotou várias vezes/Foto: Reprodução WhatsApp

Um acidente envolvendo um Fiat Uno, na manhã desta quarta-feira (28), tirou a vida do Cabo PM Sousa. Segundo informações, o policial estaria saindo da cidade de Esperantinópolis, com destino a Lago da Pedra, onde residia e trabalhava atualmente.

A vítima teria perdido o controle do veículo, em uma curva, e capotou várias vezes. Algumas pessoas que chegaram após o acidente, tentaram socorrer o Cabo Sousa, que não resistiu, e morreu no local.

Cabo Sousa – Vítima de acidente fatal na saída da cidade de Esperantinópolis/MA/Foto: Reprodução WhatsApp

Cabo Sousa trabalhou na cidade de Timon-MA. Lotado no 19º Batalhão de Polícia Militar de Pedreiras, ao comando do Tenente-coronel Everaldo, também foi designado com outros PMs para a Operação Pedrinhas. Ele ingressou na vida militar no ano de 2007.

O 19º BPM de Pedreiras está consternado com perda do Policial Militar.

Os nossos sentimentos à família e aos colegas de farda do Cabo Sousa.

Pedreiras: Hoje tem médico Urologista no Hospital Dr. Walber Rodrigues da Cruz

Nesta quarta – feira (28), o Hospital Dr. Walber Rodrigues da Cruz terá a presença de um urologista. O profissional é mais uma aquisição realizada pela diretoria do Hospital, que dentro de dois anos vem atendendo diversas áreas da saúde, evitando assim, que pacientes possam se deslocar para outros estados em busca de tratamento.

Dr. Leonildo Coelho, Urologista, aguarda sua presença. Uma consulta é sempre importante para sabermos com anda nossa saúde.

Você pode marcar sua consulta através do telefone (99) 3642 – 1679 ou 3642 – 2874

Saiba mais sobre essa área tão importante da medicina.

Urologia é uma especialidade cirúrgica da medicina que trata do trato urinário de homens e de mulheres e do sistema reprodutor dos homens. Os médicos que possuem especialização nesta área são os urologistas, sendo treinados para diagnosticar, tratar e acompanhar pacientes com distúrbios urológicos. Os órgãos estudados pelos urologistas incluem os rins, ureteres, bexiga urinária, uretra e os órgãos do sistema reprodutor masculino (testículos, epidídimos, ducto deferente, vesículas seminais, próstata e pênis). As adrenais acabaram entrando na especialidade devido ao aspecto cirúrgico das doenças tumorais das supra-renais. Quando tem indicação cirúrgica de tumor de supra-renal o endocrinologista encaminha para o urologista.

Nos homens, o sistema urinário está integrado com o sistema reprodutor, ao passo que nas mulheres o trato urinário se abre na vulva. Em ambos os sexos, os tratos urinário e reprodutor estão próximos, o que faz com que os distúrbios de um trato geralmente afetem o outro. A urologia combina o acompanhamento de condições não – cirúrgicas como, por exemplo, infecções do trato urinário, e de condições cirúrgicas, como a correção de anomalias congênitas e o tratamento cirúrgico de cânceres. Estas anomalias na região genital são conhecidas como distúrbios geniturinários. (Wikipedia).

Após essas informações, o melhor mesmo é a prevenção. Por isso, não deixe de cuidar de sua saúde. O Hospital Dr. Walber Rodrigues da Cruz espera por você.