Pedreiras: Acidente envolvendo duas motocicletas na Abílio Monteiro. Vítima com fratura exposta

Foto: Magno Toconni

Segundo informações, duas motocicletas, uma Biz e uma CG, bateram de frente. O acidente aconteceu por volta das 22:30h, na Rua Abílio Monteiro, em Pedreiras. As vítimas, três, foram removidas para o hospital em carros particulares.

No local, próximo ao beco da Palmeirinha, a aglomeração de curiosos foi grande. O trânsito ficou interditado por alguns minutos, liberado, apenas, após a remoção dos acidentados.

Foto: Magno Toconni

A direção do Hospital Geral de Pedreiras, informou que foram feitos os primeiros procedimentos, mas devido a gravidade das vítimas, inclusive um com fratura exposta, teve que ser removido para Peritoró. Os demais, serão transferidos para Presidente Dutra.

Os envolvidos no acidente são:

José de Ribamar Alves – Henrique Morais Lima e Diego de Freitas Lima (fratura exposta).

Rio: Polícia Militar mata cinco em operação na zona norte do Rio

Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress

Cinco pessoas foram mortas pela Polícia Militar do Rio durante uma operação neste sábado (28) no morro do Juramento, zona norte da cidade.

A ação, segundo a PM, tinha como objetivo localizar os responsáveis pela morte de Augusto da Silva Alves, na terça-feira (24), durante um assalto.

Segundo nota da corporação, um grupo de criminosos disparou contra os agentes assim que que chegaram ao morro. Seis suspeitos foram atingidos e, segundo a PM, levados para o Hospital Getúlio Vargas. Um deles permanece internado, sob custódia –os demais morreram.

A PM afirma ter apreendido com o grupo um fuzil AK-47, quatro pistolas, quatro granadas e três radiotransmissores.

Alves foi morto em Vicente de Carvalho quando estava com a mulher e o filho de nove meses no carro. O crime ocorreu num dos acessos ao morro do Juramento.

De acordo com testemunhas, os criminosos abordaram Alves dando ordem para que parasse o veículo. Ele tirou o pé da embreagem, o que fez o carro dar um solavanco para trás, o que fez com que os assassinos disparassem.

ROCINHA

A favela da Rocinha registrou novo tiroteio neste sábado (28), deixando um mototaxista ferido na perna. Ele está internado no Hospital Miguel Couto em estado grave.

Após o caso, mototaxistas fizeram um protesto na autoestrada Lagoa-Barra. A manifestação foi dispersada com gás lacrimogênio pela PM.

CRISE

O Rio enfrenta uma grave crise financeira, com cortes de serviços e atrasos de salários de servidores, e está perto de um colapso na segurança pública.

Um outro efeito dessa crise tem sido o aumento dos índices de criminalidade e a redução do número de policiais em favelas ocupadas por facções criminosas. As UPPs, bases policiais em comunidades controladas pelo tráfico, perderam parte de seu efetivo.

Nos últimos meses, têm sido rotina mortos e feridos por bala perdida, além de motoristas obrigados a descer de seus carros para se proteger dos tiros.

Outro braço dessa crise é a morte de policiais. Só neste ano já foram 113 PMsassassinados no Estado. A situação de insegurança também levou o presidente Michel Temer (PMDB) autorizar o uso das Forças Armadas para fazer a segurança pública do Rio até o final do ano que vem.

CERCO NO CENTRO

Na madrugada da última sexta (27), as forças policiais do Estado do Rio de Janeiro deflagraram uma operação em quatro morros no centro da capital fluminense (São Carlos, Zinco, Querosene e Mineira).

A ação tem apoio das Forças Armadas, que estão desde o final de julho no Rio para reforço na segurança pública.

Cerca de 1.700 militares e dez carros blindados das Forças Armadas participam da operação, com cerco aos principais acessos –sem contar os efetivos das polícias Civil e Militar–, segundo a assessoria do CML (Comando Militar do Leste).

Outra operação teve início na noite da quinta (26), no Complexo do Lins, região do Méier (zona norte), para tentar capturar homens envolvidos na morte do coronel Luiz Gustavo de Lima Teixeira, 48, assassinado a tiros no fim da manhã do mesmo dia. Teixeira era comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar do Rio. Ao todo, doze pessoas foram presas na ação. 

Fonte: oglobo.com.br

Pedreiras: Jovem pedreirense diz que um 1 kg de maconha era para consumo próprio

Thallyson Menezes – Suspeito/Foto: Reprodução vídeo

Thallyson Menezes de Lima, 23 anos, foi preso quarta-feira (25), dentro de ônibus que vinha de Minas Gerais para o Maranhão. Com ele, a Guarnição da Policia Militar de Caldas Novas (GO), após informações sobre um passageiro que trazia droga, fez apreensão de uma substância semelhante a maconha, que pesou mais de 1 kg.

Foto: PM de Caldas Novas (GO)

Na delegacia, durante a gravação de um vídeo, o suspeito disse que a maconha tinha sido comprada em São Gotardo (MG), na mão de uma pessoa na praça. Todo o produto era para consumo próprio.

Veja o vídeo.

Timbiras: Presos dois suspeitos de abusar de uma idosa com deficiência visual

Com a colaboração do repórter Sena Freitas (Codó)

Suspeitos de abusar sexualmente de uma idosa de 74 anos de idade/Foto: Polícia Civil de Timbiras – MA

A Polícia Civil de Timbiras, com apoio da Polícia Militar, deu cumprimento a um Mandado de Prisão Temporária em desfavor dos irmãos Francinaldo de Sousa Silva (26 anos) e Fábio de Sousa Silva (25 anos), velhos conhecidos da polícia pela prática de diversos furtos e roubos na cidade de Timbiras – MA. Mas o caso que revoltou a população, aconteceu no dia 23 de agosto deste ano, os dois teriam invadido uma residência, há cerca de 15 km da cidade e estupraram uma idosa de 74 anos de idade, que é deficiente visual.

Segundo informações, durante o ato criminoso, os irmãos amarraram a idosa, amordaçaram-na com punhos de rede e abusaram de todos as formas possíveis. Eles teriam aproveitado que o esposo da vítima ia para a cidade de Timbiras, fazer as compras do mês, e praticaram o crime, isso, por duas vezes.

Preso, Fábio confessou à polícia que amarrava a boca da idosa para ele não gritar. Os dois bandidos só foram presos após uma armadilha, onde eles acreditaram que iriam trabalhar na roça, para um morador, no momento da primeira refeição (almoço) foram presos.

Francinaldo e Fábio ficavam o tempo todo escondidos no mato, por isso, dificultava o trabalho da polícia, que durante dois meses tentava prender os suspeitos.

Os dois ficarão à disposição da justiça.

Brasília: Temer veta uso de armas de fogo por agentes de trânsito

Presidente da República, Michel Temer/Foto: Beto Barata/PR

BRASÍLIA – Por orientação do Ministério da Justiça, o presidente Michel Temer vetou integralmente o projeto de lei que autorizava o uso de armas de fogo por agentes de trânsito. Consultado pelo presidente, o Ministério da Justiça disse que a medida vai contra o que preconiza o Estatuto do Desarmamento e que os agentes referidos na proposta não exercem atividade de segurança pública.

“A proposta de alteração do Estatuto do Desarmamento vai de encontro aos objetivos e sistemática do próprio Estatuto, de buscar restringir o porte de arma de fogo aos integrantes das forças de segurança pública, nos termos do disposto no Artigo 144 da Constituição. Os agentes aos quais o projeto pretende autorizar aquele porte não exercem atividade de segurança pública e, no caso de risco específico, há possibilidade de se requisitar a força policial para auxílio em seu trabalho”, destacou o ministério, em nota.

Em seu veto, Temer expôs a justificativa do Ministério da Justiça e argumentou que sua decisão se dá “por contrariedade ao interesse público”.

O projeto foi aprovado no Senado em 27 de setembro, em votação simbólica, e seguiu para sanção presidencial. O projeto concedia porte de arma de fogo a agentes da autoridade de trânsito da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios que não sejam policiais. Guardas municipais nessa função também teriam o mesmo direito.

No Senado, o projeto havia recebido apoio de parlamentares tanto da base quanto da oposição.

Fonte: agenciabrasil.com.br

Codó: Jovem de 20 anos foi assassinado quando saiu para comprar espetinho

Com a colaboração do repórter Sena Freitas (Codó)

Nenê/Foto: Arquivo de família

Ontem (26), por volta das 20h, a Guarnição do Sargento Denílson foi acionada para atender uma ocorrência na Rua Pará, no bairro Trizidela, em Codó. No local, tinha acontecido um homicídio que teve como vítima Márcio Gomes da Silva, “Nenê” 20 anos.

Nenê, teria saído de casa para comprar um espetinho, que fica próximo à residência dele, e de repente uma pessoa começou a disparar vários tiros contra a vítima, que chegou a ser socorrida por populares, levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e veio óbito.

O assassino não foi identificado. Não informado o motivo do crime.

Brasília: ‘Vossa Excelência muda de acordo com o réu’, diz Barroso a Gilmar

Ministros do STF Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso/André Coelho / Agência O Globo

Os ministros Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), protagonizaram um bate-boca no plenário da Corte nesta quinta-feira, com trocas de acusações. Incomodado com uma ironia de Gilmar sobre o Rio, Barroso reagiu e afirmou que o colega “não trabalha com a verdade”, “muda de jurisprudência de acordo com o réu” e tem parceria com “a leniência em relação à criminalidade do colarinho branco”. Gilmar acusou Barroso de ter advogado para “bandidos internacionais”.

— Não transfira para mim esta parceria que Vossa Excelência tem com a leniência em relação à criminalidade do colarinho branco — disse Barroso, em meio à discussão.

O julgamento analisava uma emenda à Constituição do Ceará que extinguiu o Tribunal de Contas dos Municípios. A sessão foi encerrada pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, pouco após a discussão.

A discussão desta quinta-feira começou depois que Gilmar Mendes, ao lembrar de um julgamento em que se discutia regras para pagamentos de precatórios, ironizou o fato de o Rio de Janeiro, hoje com as contas em frangalhos, ter sido apontado como exemplo.

— Gente, citar o Rio de Janeiro como exemplo… — disse Gilmar.

— Eles devem achar que é Mato Grosso, onde está todo mundo preso — rebateu Barroso, mencionando o estado de origem de Gilmar.

— No Rio, não estão (presos)? — questionou Gilmar.

— Aliás, nós prendemos, tem gente que solta — prosseguiu Barroso.

— Solto cumprindo a Constituição. Vossa Excelência, quando chegou, aqui soltou José Dirceu — afirmou Gilmar.

— É mentira. Aliás, Vossa Excelência normalmente não trabalha com a verdade. Gostaria de dizer que José Dirceu foi solto por indulto da presidente da República. Vossa Excelência está fazendo um comício que não tem nada que ver com o Tribunal de Contas do Ceará. Vossa Excelência está queixoso porque perdeu o caso dos precatórios e está ocupando tempo do plenário com um assunto que não é pertinente para destilar esse ódio constante que Vossa Excelência tem e agora o dirige contra o Rio. Vossa Excelência deveria ouvir a última música do Chico Buarque. “A raiva é filha do medo e mãe da covardia”. Vossa Excelência fica destilando ódio o tempo inteiro. Não julga, não fala coisas racionais, articuladas. Sempre fala coisas contra alguém, sempre com ódio de alguém, com raiva de alguém — declarou Barroso.

— Só queria lembrar que o caso dos embargos infringentes de José Dirceu foram decididos aqui — afirmou Gilmar, sendo interrompido por Cármen Lúcia, que pediu aos ministros para retornarem ao julgamento.

Mas Barroso retrucou, afirmando que foi o Supremo, com seus 11 ministros, que concedeu o indulto a José Dirceu no caso do mensalão e, que no entanto, o petista continuou preso pela Lava-Jato, e só foi solto por decisão da Segunda Turma do STF, da qual Gilmar faz parte.

— Agora (Dirceu) só está solto porque a Segunda Turma determinou que ele fosse solto — disse o Barroso, emendando com a declaração sobre a ligação de Mendes com “criminalidade do colarinho branco”.

Logo após o bate-boca, a ministra Cármen Lúcia terminou a sessão. Gilmar Mendes saiu em silêncio, sem comentar o episódio com os assessores que o cercavam. Logo depois Barroso deixou o plenário e foi parado por um grupo de mulheres que acompanhou a sessão e o cumprimentou efusivamente.

Durante a discussão, à exceção de Cármen Lúcia, nenhum ministro interferiu na briga. Depois da sessão, em caráter reservado, ministros falaram que a resposta de Barroso representou boa parte da Corte, que já estaria cansada de ouvir de Gilmar Mendes críticas contundentes contra decisões dos próprios colegas.

— Alguém precisava fazer isso, né? — ponderou um ministro.

Fonte: oglobo.com.br

Poção de Pedras: Preso um dos suspeitos de ter assaltado um ônibus da empresa Sideral

Fotos: Polícia Militar de Poção de Pedras – MA

Quatros elementos praticaram assalto a um ônibus da empresa Sideral, nesta quinta-feira (26), por volta das 5h, que faz linha Esperantinópolis a Imperatriz. Segundo relato do motorista, três dos suspeitos usando armas de canos longos, praticaram o crime na entrada de Poção de Pedras. Levaram diversos pertences dos passageiros.

Após várias buscas pela região, a Polícia Militar de Poção de Pedras prendeu um dos suspeitos (Francisco Pinto de Mesquita Silva). Foram apreendidos produtos que seriam dos passageiros, e algumas armas que podem ser as mesmas usadas para realizar o assalto.

As investigações continuam. O delegado Regional de Pedreiras, Dr. Lucas Smith, está acompanhando o caso, e espera o mais rápido possível, com a parceria da Polícia Militar, prender o resto do bando. 

O comandante do 19º Batalhão de Polícia Militar, Major Ricardo, comandou a operação, com apoio do Delegado de Poção de Pedras, Dr. Péricles.

Peritoró: Pai diz que sua filha o acusa de estupro sem provas

João Thiago de Sousa – Pai acusado pela filha de ter cometido estupro/Foto: Blog do Maciel Silva

João Thiago de Sousa, pai de uma adolescente de 16 anos, foi preso ontem (25), na cidade de Peritoró – MA, acusado de estupro pela própria filha. Segundo boletim da Polícia Militar, a vítima teria sido dopada com crack, para depois o suspeito praticar o crime. A adolescente teria recorrido ao suicídio, mas não teve êxito. O caso repercutiu em todo o estado do Maranhão através das grandes redes sociais, e em outros estados.

Sem provas, segundo o próprio acusado pela filha, já foi colocado em liberdade. Dentro de seu direito de resposta, o Blog o ouviu através de uma entrevista, a versão dele.

João Thiago, disse que trabalha com refrigeração, e é vigilante noturno no município de Peritoró.

Durante a entrevista, ele conta por que a filha o teria acusado de tal crime.

Ouça a entrevista em duas partes, devido a extensão do áudio.

Primeira parte da entrevista.

 

Segunda parte da entrevista.

Pedreiras: Seminário encerra a itinerância do Ônibus Lilás na zona rural

Foto: Sandro Vagner

Após alguns dias realizando encontros com mulheres na zona rural de Pedreiras, através do “Ônibus Lilás”, gerenciado por um grupo de trabalho encabeçado pela Secretária de Estado da Mulher, que levou atendimento sobre a Lei Maria da Penha, Feminicídio e outras atividades, a coordenação encerrou as atividades no Município, realizando o Seminário sobre “Capacitação e Sensibilização das instituições que Integram a Rede de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência”. O evento aconteceu no plenário da Câmara de Vereadores, e contou com as presenças de várias instituições que debateram sobre a situação de segurança e assistência à mulher.

Major Ricardo – Comandante do 19º BPM/Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

Major Ricardo, novo comandante do 19º Batalhão de Polícia Militar de Pedreiras, ficou satisfeito com o encontro, Participou dos debates e se colocou à disposição de todos no que for preciso. Se comprometeu em apresentar um protocolo para atendimento das mulheres, que será entregue a Secretaria de Municipal de Políticas para Mulheres.

Elaine Bonfim – Diretora Administrativa do Hospital geral de Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

A diretora administrativa do Hospital Geral de Pedreiras, Elaine Bonfim, disse que solicitou uma capacitação para o acolhimento e manejo das mulheres vítimas de violência que dão entrada no hospital. Um dos objetivos da diretora é capacitar os profissionais que trabalham no hospital para saber lidar com situações enfrentadas pelas mulheres vítimas de violência.

Rosana Ribeiro, assessora da secretaria de estado da mulher e palestrante, avaliou de forma positiva a atividade em Pedreiras.

Rosana Ribeiro – Palestrante/Foto: Sandro Vagner

“Pra finalizar nossa ação, esse seminário é importante, justamente para dar mais informações e esclarecimentos para as mulheres, sobre a Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher. Juntamente com a Rede, fortalecer, mais ainda, o combate contra a violência contra a mulher. A violência doméstica vem crescendo a cada dia, e nós precisamos combater esse tipo de violência, e, as mulheres não procuram os seus direitos por não  conhecerem, então, elas estão padecendo. Seria importante se tivesse mais mulheres participando do Seminário”, disse a palestrante.

Jane Glêb – Secretária Municipal da Mulher/Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

Ao final, a Secretária da Mulher, Jane Glêb, agradeceu a todos e colocou a secretaria à disposição dos participantes para continuar ajudando no combate a violência contra a mulher.

Fotos: Sandro Vagner