Brasília: Após citar escravidão, ministra desiste de pedido de salário de R$ 61,4 mil

A ministra de Direitos Humanos, Luislinda Valois

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, desistiu nesta quinta-feira (2) de pedido para acumular o salário integral do cargo que ocupa atualmente com a aposentadoria de desembargadora.

A pasta informou que já foi formulado um requerimento pedindo a desistência da solicitação apresentada no início de outubro pela ministra à Casa Civil.

A aposentadoria bruta da ministra é de R$ R$ 30.471,10 e o seu salário mensal é de R$ 30.934,70.

Com a regra de abate do teto salarial, no entanto, ela recebe R$ 33.700, o que equivale ao salário bruto dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).

Caso o pedido fosse deferido, a ministra passaria a receber R$ 61,4 mil.

‘TRABALHO ESCRAVO’

Na solicitação, cuja conteúdo foi publicado pelo jornal “O Estado de S. Paulo” e confirmado pela Folha, ela afirma que o trabalho executado sem a correspondente contrapartida “se assemelha a trabalho escravo”.

Filiada ao PSDB, a ministra é a única negra no primeiro escalão do governo federal e foi autora da primeira sentença de condenação por racismo, em 1993.

O pedido da ministra e a referência ao trabalho escravo foram criticados por assessores e auxiliares presidenciais, para os quais a tucana deu um mau exemplo.

O presidente Michel Temer não pretende, pelo menos por enquanto, afastá-la do cargo por conta da polêmica.

O diagnóstico, no entanto, é de que o episódio desgasta a imagem dela e pode fortalecer a reivindicação de partidos do chamado centrão pelos cargos tucanos na Esplanada dos Ministérios. 

Fonte: folhadesaopaulo.com.br

Pedreiras: Entrevista – O dia de Finados nas palavras do Padre José Geraldo

Cemitério do Alto São José – Pedreiras – MA/Foto; Sandro Vagner

Centenas de fiéis participam de celebrações do Dia de Finados nos Cemitérios com o apoio dos Padres e Ministros da Palavra do Santuário de São Benedito.

Nosso Blog procurou no Pe. José Geraldo para algumas considerações sobre este dia!

BLOG: Pe. José Geraldo muitas pessoas este ano nas celebrações na solenidade de Finados?

Padre José Geraldo – Reitor do Santuário de São Benedito;Foto: Sandro Vagner

Pe. – Desde início da manhã, centenas de Pedreirenses visitam os cemitérios da cidade nesse dia de Finados. O tempo firme, sem chuva, possibilitou que as celebrações fossem realizadas nos cemitérios. Às seis horas da manhã uma das missas foi realizada no Cemitério Municipal bairro São José. Presidida por mim, também tivemos pela Manha em Marianópolis uma Missa celebrada pelo Pe. Pedro de Jesus, meio dia também celebramos no Santuário, durante a tarde os Ministros da Palavra celebraram a Palavra em vários cemitérios. Ainda Celebrei no Cemitério do Angical I, também Pe. José Francisco celebrou no Cemitério de Olho D’água/Sitio Novo. E encerrando no Santuário com a Missa presidida pelo Pe. Pedro Vigário do Santuário. Transmitimos muitas mensagens pelos Blogs, Rádios etc.

BLOG: Pe. O Senhor sempre fala em tradição mantida e respeitada pelo Santuário, o que o senhor nos diz quanto ao dia de Finados?

Pe. – Neste dia 2 de novembro, reverenciamos a memória de irmãs e irmãos falecidos. Há séculos, nós, os cristãos, mantemos esta tradição. Visitamos os cemitérios, depositando flores nas sepulturas; acendemos luzes de esperança e oramos, consolando os nossos corações. A recordação é forte. A saudação é profunda. A gratidão é imorredoura. A esperança é reavivada.

BLOG: Pe. O que o Senhor nos fala inicialmente sobre o dia de Finados, de onde vem esse costume?

Pe. – No Dia de Finados» recordamos os irmãos e irmãs de nossa família, de nossas comunidades e do mundo inteiro que voltaram para a Casa do Pai, oferecendo em sufrágio para cada um deles a Sagrada Eucaristia em que participamos, pedindo que Deus lhes conceda a recompensa celestial prometida aos servos bons e fiéis.

Desde o século I os cristãos rezam pelos falecidos, costumam visitar os túmulos dos mártires nas catacumbas e rezam pelos que morreram sem martírio. «Desde o início os cristãos desejaram que os seus defuntos fossem objeto de orações e de memória por parte da comunidade cristã. Os seus túmulos tornaram-se lugares de oração, de memória e de reflexão. Os fiéis defuntos fazem parte da Igreja, que crê na comunhão “dos que peregrinam na terra, dos defuntos que estão levando a cabo a sua purificação e dos bem-aventurados do céu: formam todos uma só Igreja” (cf. Instrução Ad resurgendum cum Christo, n. 5.2).

BLOG: Pe José Geraldo percebemos mais na Fé católica esse momento de oração para os mortos o que o Senhor tem a nos dizer sobre essa atitude da Igreja?

Pe. – Essa data é muito importante para nos despertar a esperança e relembrar aqueles que já partiram. “Neste dia, a Igreja recorda todos os fiéis falecidos, reza por todos aqueles que, professando a fé, já fizeram a sua Páscoa. Já terminaram sua caminhada terrena e agora estão diante da visão de Deus. A Igreja oferece por todos sua oração, sobretudo, a celebração da eucaristia. Ao mesmo tempo, a celebração de todos os fiéis defuntos nos remete ao mistério da ressurreição. Como nos diz o prefácio da eucaristia de hoje, na morte nossa vida não nos é tirada, mas transformada. Desfeita a tenda deste nosso corpo, nos está reservada uma morada no Céu. Celebramos o mistério da ressurreição e a esperança de que eles ressuscitaram, e que nos haveremos de ressuscitar com eles para Cristo”

Continue lendo

Trizidela do Vale: Jovem perdeu a vida após cair de moto na Av. Santo Antônio

Maria Marta “Silvana” – Vítima/Foto: Reprodução WhatsApp

Maria Marta Rodrigues Lima, conhecida como “Silvana”, segundo informações do irmão, Marquinhos, estaria bebendo em bar de frente a FAESF, em Pedreiras, e teria saído em companhia de um rapaz, numa motocicleta Biz. Já em Trizidela do Vale, nas proximidades do Bar do Negão, ao passar por um obstáculo, teria perdido o controle da moto, caiu na pista e foi de encontro a uma árvore, no canteiro, morrendo no local. Os irmãos afirmaram que ela estava sem capacete. O rapaz, não identificado por eles, sofreu escoriações nas pernas, mas nada de grave. O acidente aconteceu por volta de 01h, madrugada de finados.

Av. Santo Antônio, local onde aconteceu o acidente/Foto: Sandro Vagner

“Silvana” completaria 18 anos no próximo dia 16, relatou ao Blog, o outro irmão dela, Ricardo.

Rua da Marmorana – Trizidela do Vale/Foto: Sandro Vagner

O corpo foi velado na Rua da Marmorana, baixada, em Trizidela do Vale.

Marquinhos (irmão) e a mãe (Rosineide) ao lado do caixão/Foto: Sandro Vagner

Nossos sentimentos à família. 

Pedreiras: “Estamos celebrando a Vida”. Frase do Padre José Geraldo durante a Missa de Finados

Missa de Finados celebrada em frente ao Cemitério do Alto são José – Pedreiras /MA/Foto: Sandro Vagner

Já é uma tradição. Todo dia 02, feriado de finados, é realizada a celebração da Santa Missa no pátio do Campo Santo do Alto São José, em Pedreiras. Conforme informações da senhora Raimunda Gama, tudo teve início ao pé do cruzeiro, no centro do cemitério. “Era apenas uma mesinha, foi ficando apertado e feio, por isso, decidimos tomar essa iniciativa de trazer para este local “, palavras da católica nata, Raimunda Gama, durante a celebração.

Missa de Finados celebrada em frente ao Cemitério do Alto são José – Pedreiras /MA/Foto: Sandro Vagner

Este ano toda ornamentação foi de total responsabilidade do Santuário de são Benedito, que contou com ajuda de diversos grupos, como a pastoral familiar, por exemplo. A entrada do cemitério ganhou um lindo quadro com a imagem de Jesus Ressuscitado. Mais de 300 cadeiras foram disponibilizadas, e para o próximo ano, prometeram 500 cadeiras, para que todos fiquem bem acomodados.

O Reitor do Santuário São Benedito, Padre José Geraldo, definiu o significado da Missa, neste dia.

Missa de Finados celebrada em frente ao Cemitério do Alto são José – Pedreiras /MA/Foto: Sandro Vagner

Significa celebrar a esperança. A esperança, que é Deus. Deus é nossa esperança, razão do nosso viver. Razão de estarmos e continuarmos lutando, por que nós viemos de Deus e vamos voltar para Deus. Nós temos outra vida, e quem crê na vida eterna, com certeza, sabe começar a partir daqui. Essa celebração eucarística é pra gente celebrar a memória, celebrar a saudade, não a tristeza; não celebrar a morte, celebrar a vida. Hoje, pra nós, é um momento bonito, nosso Santuário também fazendo lembrança. Nós temos mais de 2.000 (duas mil) intenções que colocamos para rezar em todas as Missas do dia de hoje, que será nesse cemitério, e em todos os cemitérios de Pedreiras; mas, também, deixamos um ramalhete de rosas para, justamente os poetas, os prefeitos, os padres que morreram; todos aqueles filhos e filhas de Pedreiras, que morreram e que lutaram para que a nossa história pudesse está como está. Então, pra nós, é um momento de gratidão, desde João do Vale ao Padre Cincinato; desde Monsenhor Gerson aos prefeitos que já passaram por aqui; secretários, professores, principalmente médicos que contribuíram para o crescimento desta cidade. Além de ter a gratidão do Santuário, do seu Reitor, tem a gratidão, também, de todos os pedreirenses, que pelas flores exalam a Palavra Saudade.” Disse o Reitor do Santuário de São Benedito, Padre José Geraldo.

Cemitério do Alto são José/Pedreiras – MA/Foto: Sandro Vagner

Ao final, todos receberam um copo com água abençoada, que segundo o Padre, serve para lavar os túmulos dos entes queridos.

Missa de Finados celebrada em frente ao Cemitério do Alto são José – Pedreiras /MA/Fotos: Sandro Vagner

 

Missa de Finados celebrada em frente ao Cemitério do Alto são José – Pedreiras /MA/Fotos: Sandro Vagner

Veja mais fotos da Missa.

Continue lendo

Pedreiras: 19º BPM e FAESF reforçam a campanha “Abrace Juninho com Duchenne”

Família de Juninho/Foto: Arquivo próprio

São muitas as mobilizações por parte de pedreirenses e trizidelenses, que estão se engajando na campanha “Abrace Juninho com Duchenne“. O objetivo é conseguir arrecadar verba para ajudar no tratamento da criança, que só poderá ser realizado na Tailândia. Grupos formados por voluntários estão se mobilizando para conseguir atingir a meta, no valor de R$ 220.000,00 (duzentos e vinte mil reais).

Diversas autoridades, como por exemplo, o prefeito de Trizidela do Vale, Fred Maia, doou uma motocicleta, que será bingada, toda a renda será revertida em favor de Juninho.

Grupo Ação por Juninho/Foto: Reprodução

Artistas em nível nacional também se empenharam na campanha, como foi o caso do cantor e compositor Wesley Safadão, que fez a gravação de um vídeo para chamar a atenção das pessoas, sobre o caso de Juninho. Artistas locais também já se mobilizaram, inclusive com shows em Praça pública, com venda de camisa e arrecadação de qualquer valor em dinheiro.

Desta vez, o reforço veio do 19º BPM – Batalhão de Polícia Militar de Pedreiras, sob o comando do Major Ricardo, em parceria com a FAESF, também se juntou à campanha. Segundo informações da assessoria de comunicação da PM de Pedreiras, PM  e FAESF irão promover aulões para o concurso da PMMA, toda arrecadação será revertida para ajudar no tratamento de Juninho. As inscrições custam apenas R$ 30,00 (trinta reais), quem estiver interessado deve procurar o Colégio São Francisco, no horário das 08h as 11:30h e das 14h às 17h. Podendo, também, a inscrição ser feita na FAESF, das 17h às 21h, a partir do dia 06 de novembro, encerrando-se no dia 10.

Participe, sua ajuda é muito importante. Deposite qualquer importância na conta abaixo.

Agência – 0242-9/Conta Poupança 200.000-8/Variação: 51 Gilberto Parga da Silva Júnior

Peritoró: Homem preso por ameaça já tinha cometido um homicídio

Com a colaboração do repórter Sena Freitas (Codó)

Natanael Lourenço – Suspeito/Foto: Polícia Militar de Peritoró – MA

Uma denúncia que chegou à Polícia Militar de Peritoró, segunda-feira ( 27), sobre um jovem que estaria ameaçando as pessoas usando arma branca, na Praça da Amizade, no centro da cidade, nas proximidades do terminal rodoviário, foi comprovada pela Guarnição. Segundo informações dos policiais, Natanael Lourenço de Lima, 23 anos, residente na Rua 04 de Outubro, tentou se livrar da arma, mas não conseguiu.

Após a condução do suspeito, na delegacia de Polícia Civil, o sistema operacional constatou que Natanael, já tinha cometido um homicídio contra um homem conhecido como “Pedrão”, juntamente com ajuda de outro comparsa, que desferiu vários golpes de arma branca.

Arma que estava em poder do acusado/Foto: Polícia Militar de Peritoró – MA

Natanael Lourenço está à disposição da justiça, na delegacia de Peritoró.

Participou da prisão do elemento a Guarnição composta pelo Sargento Félix, Cabo Aislan e Soldado Silas.

Brasil: Projeto que regulamenta Uber é aprovado no Senado com modificações

Presidente do Senado, Eunício Oliveira, durante sessão para votar o projeto de serviços de aplicativos de transporte individual Marcos Oliveira/Agência Senado

O Senado aprovou na noite de hoje (31) o projeto que regulamenta o uso dos aplicativos de transporte no país como Uber, Cabify e 99. Os senadores aprovaram o texto que veio da Câmara com duas principais alterações: retiraram a exigência da chamada placa vermelha e a obrigatoriedade de que os motoristas sejam proprietários dos veículos que utilizarem para a comercialização do serviço.

Como foi alterada, a proposta precisa agora ser apreciada novamente pelos deputados. Na votação, os parlamentares aprovaram duas emendas acolhidas pelo relator, senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), e rejeitaram outras sugestões de alteração do texto, como a que limitava a 5% o valor cobrado pelas empresas aos motoristas de aplicativos. O texto-base do projeto foi aprovado por 46 votos favoráveis, 10 contrários e uma abstenção. As demais votações foram feitas de forma simbólica, o que gerou confusões e discordâncias em plenário sobre o procedimento conduzido pelo presidente Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Motoristas dos serviços de transporte por aplicativo e taxistas protestam na Esplanada Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Durante a discussão do projeto, protestos na Esplanada dos Ministérios ao longo da tarde reuniram 3 mil pessoas, entre taxistas e motoristas de aplicativos. Duas confusões foram registradas pelas forças de segurança, que chegaram a reter o trânsito por alguns minutos. Em uma delas, os taxistas que se dirigiam em direção aos motoristas de aplicativos foram contidos com spray de pimenta pela Polícia Militar, que prendeu um motorista por desacato.

Dentro do Congresso, o clima também ficou tenso. Em um dos corredores do Senado, o diretor de comunicação da empresa Uber, Fabio Sabba, foi agredido com um tapa no rosto enquanto concedia entrevista a um jornalista. Por meio de nota, a Uber repudiou o episódio e informou que o funcionário passa bem e registrou boletim de ocorrência na delegacia do Senado. “A Uber considera inaceitável o uso de violência. Acreditamos que qualquer conflito deve ser administrado pelo debate de ideias entre todas as partes”, afirmou.

Fonte: agenciabrasil.com.br

Pedreiras: Foram comemorados os 72 anos do Tiro de Guerra

72 anos do TG 08 – 008 – Pedreiras – MA/Foto: Sandro Vagner

Foi uma solenidade simples e contou com diversas autoridades, amigos do TG, familiares dos atiradores e reservistas, que foram comemorar os 72 anos dessa instituição que continua formando jovens em Pedreiras.

Tudo começou no então  Tiro de Guerra 10-008 de Pedreiras, hoje, 08.008, que foi fundado em 31 outubro de 1945, onde a prefeitura municipal, no centro da cidade, foi seu primeiro prédio. As atividades de instrução, segundo relatos históricos, iniciaram-se no dia 1º de março do ano de 1948, com a matrícula da primeira turma, composta por 92 atiradores.

Antigo Tiro de Guerra (10 – 008 ) Fotos: Arquivo Municipal

Um pouco dessa história voltou a ser contada durante a abertura do evento festivo, que mais uma vez fez questão de homenagear os amigos do Tiro de Guerra, dentre os homenageados, a Presidente da FUP – Fundação Pedreirense de Cultura, Francinete Braga, assim, como os demais, recebeu o Diploma “Amigo do TG”, que foi entregue pelo Subtenente Márcio Ferreira Lobato, chefe de instrução, e pelo Secretário adjunto de administração, Otacílio Fernandes, que na oportunidade representou o Prefeito Antônio França, diretor de ensino da instituição.

Entrega do Diploma “Amigo do TG”/Fotos: Sandro Vagner

O Capitão Machado, do Corpo de Bombeiros, rendeu elogios aos Subtenente Lobato, parabenizando-o pelo excelente trabalho prestado à frente do TG de Pedreiras.

Fotos: Sandro Vagner

Várias atrações culturais complementaram as comemorações dos 72 anos do Tiro de Guerra. O Grupo de Capoeira “Filhos de Congo”, comandado pelo Mestre “Gato”, foi uma das diversas atrações que se apresentaram na noite desta terça-feira (31), que vai ficar marcada na história desse setentão, ostentado pela forma brilhante dos seus comandantes que por ali passaram.

Subtenente Lobato – Chefe de Instrução do TG 08 008 – Pedreiras – MA/Foto: Sandro Vagner

Quero parabenizar todos os chefes de instrução que passaram por aqui, parabenizar os atiradores; a sociedade de Pedreiras que tem um carinho imenso pelo TG. Isso nos fortalece, para continuar cumprindo muito bem a nossa missão. Agradecer a imprensa, o exército brasileiro, a administração municipal, e, a todos que estão envolvidos direto, conosco.” Disse o Subtenente Lobato.

Fotos: Sandro Vagner

Em tom de despedida, o Subtenente Lobato disse que é uma alegria em poder voltar para casa, mas uma grande tristeza, por que está deixando muitos amigos em Pedreiras. “Eu não posso levar o quartel no meu coração, mas eu vou levar cada um de vocês no meu coração, e a lembrança de todos“, concluiu o chefe de instrução, Lobato. 

Veja mais fotos. 

Continue lendo