Acre: Advogado que assumiu ser membro de facção criminosa foi preso enquanto prestava depoimento

Advogado Manoel Elivaldo/Foto: Reprodução de vídeo

E advogado Manoel Elivaldo Batista Júnior teve prisão decretada enquanto prestava depoimento na sede da Polícia Civil, por volta de 11:30h, de ontem (24). O advogado aparece em gravações assumindo ser membro do Comando Vermelho, ele diz, em vídeo, que a facção assumirá o controle do Rio Branco, e que tem pretensões de ficar rico para comprar um Camaro.

Estarrece o fato de Elivaldo afirmar que traficantes perigosos serão libertados. O subsecretário de Polícia Civil, Josimar Portes, tratou o assunto como evidência clara e participação, apologia e incitação ao crime.

Veja o vídeo com afirmações do advogado sobre ser membro do Comando Vermelho.

São Luís: Centenas de pessoas fazem caminhada contra feminicídio no Maranhão

Caminhada contra feminicídio percorreu ruas do centro de São Luís (Foto: Divulgação/MP-MA)

Estudantes, gestores de escolas públicas e entidades ligadas à defesa dos direitos da mulher fizeram uma caminhada nesta sexta-feira (24), no centro de São Luís, com o objetivo de conscientizar crianças e adolescentes sobre o combate à violência contra as mulheres no Maranhão.

Dados da polícia a que já foram confirmados 30 casos de feminicídio no Maranhão só neste ano, sendo 7 casos na região metropolitana de São Luís. O número já é maior que no registrado no ano passado.

A caminhada – que saiu da Biblioteca Pública Benedito Leite, seguiu pela Rua Grande e terminou no Largo do Carmo – faz parte da 6ª edição da campanha “16 dias de ativismo no combate à violência contra a mulher”. Durante o ato, estudantes de escolas estaduais escreveram faixas contra todos os tipos de violência. Vera Moraes, gestora escolar, declarou que ações de orientação nessa temática precisam estar presentes nas instituições de ensino.

“A escola deve trabalhar temáticas tão grandes como os direitos humanos e o direito da mulher deve ser trabalhado dentro da proposta pedagógica de todas as escolas como uma temática importante para desenvolver desde cedo na criança, no jovem e no adolescente a importância de se ter a garantia desses direitos”, declarou a gestora.

A promotora Selma Martins, idealizadora da campanha, acredita que são essas ações que contribuem para a prevenção de novos casos de violência. Ela afirma que a transformação pode acontecer por meio da educação. “A campanha é para que a mulher rompa com o ciclo de violência e denuncie. Precisamos educar esses nossos jovens que vão formar famílias para que não aceitem uma família com violência, um homem com violência”, afirmou a promotora.

Como ato educativo, durante a caminhada foram distribuídos folders informando os tipos de violência que muitas mulheres podem estar sofrendo sem saber. Familiares de vítimas de feminicídio participaram da caminhada e pediam por justiça.

Juliana Costa compareceu a caminhada. Ela é irmã de Mariana Costa, morta pelo ex-cunhado Lucas Porto em 2016. Segundo ela, é preciso que as pessoas compreendam a importância da denúncia contra os agressores.

“É um crime que acontece diariamente, e eu acho que agora nós estamos com foco maior em cima dele. Então isso é bom porque as pessoas tem que entender que precisa ser denunciado para que esses criminosos não ficarem impune, para poder eles serem condenados , porque ninguém aguenta mais as mulheres serem violentadas pelo simples fato de ser mulher”, afirmou Juliana.

16 DIAS

A campanha mundial “16 dias de ativismo no combate à violência contra a mulher” surgiu em 1991, lançada por mulheres de 23 países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres, com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo.

O período escolhido compreende o intervalo entre 25 de novembro, declarado pelo I Encontro Feminista da América Latina e Caribe, em 1981, como o Dia Internacional de Não Violência Contra as Mulheres, e o dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. Atualmente, cerca de 130 nações participam da campanha.

Fonte: g1maranhao.com.br

Continue lendo

Codó: Tropa Especial do COSAR reforça segurança no fim de semana

Com a colaboração do repórter Sena Freitas (Codó)

COSAR em Codó/Foto: Sena Freitas

A pedido do Comandante do 17º BPM, o Tenente-Coronel Jurandy de Souza Braga, chegou na cidade de Codó policiais do responsáveis por Operações de Sobrevivência em Área Rural do Maranhão (COSAR).

Na cidade eles permanecerão com o objetivo de coibir ações criminosas voltadas para a modalidade de assalto a banco ou explosões de correspondentes bancários, porém, na manhã desta sexta – feira (24), o grupo já intensificou os trabalhos de fiscalização nas principais entradas e saídas de Codó, realizando blitz e abordagens na área central e nos bairros periféricos onde há maior incidência de crimes.

Ainda faz parte da programação do COSAR em Codó, a realização de patrulhamentos na Zona Rural da cidade, de acordo com o comandante do 17º BPM.

A cidade recebeu este reforço no policiamento, através de uma solicitação junto ao Comando da PMMA, o qual foi prontamente atendido pelo Comandante Geral“. Comentou o Tenente-coronel Jurandy. 

Peritoró: Polícia Civil divulga fotos de um casal acusado de falsificação de documentos que está foragido

Fotos: Polícia Civil de Peritoró – MA

A Delegacia de Polícia de Peritoró-MA informa amplamente que se encontram na condição de foragidos da justiça as pessoas de MARIA EVARISTA QUEIROZ BATISTA, vulgo “MARIA DA EURIDES”, e ROBERTO MACHADO RODRIGUES por sucessivos crimes de falsificação de documentos e retenção de documentos de idosos.

Qualquer informação sobre os seus paradeiros poderá ser informada no telefone: (99) 3649-1114; ou no WhatsApp: (99) 992164392.

Informações repassadas pelo Delegado de Polícia Civil, Dr. Fábio Cordeiro.

Timon: Armas, munições e dois conduzidos. A importância da abordagem policial

Com a colaboração do repórter Sena Freitas (Codó)

Fotos: ROCAM

Ontem (23), a Polícia Militar (ROCAM) – Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas, após rondas pelo Bairro Cidade Nova, em Timon, foi abordado um casal em que estava circulando em veículo, VW/Polo Sedan 1.6, prata, NHK – 6757 – São Luís – MA/ ano 2008/2008 (situação legal). Após uma revista no interior do carro, foram encontradas na cintura da mulher, duas pistolas; uma ponto 938, e outra ponto 58. Os policiais encontram, ainda, uma espingarda calibre 12 e várias munições.

Fotos: ROCAM

O casal que não teve os nomes revelados, foi conduzido e será investigado sobre a procedência das armas.

Pedreiras: Suspeito de roubar um celular foi apreendido pela PM

Informações repassadas pelo Tenente PM Neris

Menor infrator que foi apreendido pela Polícia Militar/Foto: 19º BPM-Pedreiras – MA

Foi conduzido, hoje (23), pela Polícia Militar, um menor infrator por ter roubado um aparelho celular – Samsung Gran Duos de cor azul escuro, na Rua Carlos Martins, Seringal, Pedreiras. O crime aconteceu ontem (22), por volta das 22:30h. Após várias incursões na área, o indivíduo fora encontrado próximo à sua residência, na Rua José Teixeira, Nova Pedreiras. Ele teria informado à Polícia o local onde havia vendido o celular por R$ 150. Ao chegar ao local, o produto foi recuperado, e, estaria em posse da esposa do receptador. Os dados do receptador foram todos arrolados ao Boletim de Ocorrência e este será intimado pelo Delegado de Polícia.

O conduzido assumiu a autoria do crime e fora apresentado na delegacia Regional de Pedreiras sem lesões corporais para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

Guarnições que participaram da apreensão do infrator:

Guarnição de Trizidela do Vale – MA
Tenente Neris e Soldado Wallyson

Guarnição de Pedreiras – MA
Sargento Sá, Soldado Alcobaça e Soldado Thomas.

Pedreiras: Com a Palavra Allan Roberto – São Benedito, a Pedra Grande e a Serpente

Quadro pintado por Álvaro Pacheco “Pachequinho”

A povoação Pedreiras data de 1877. São Benedito, por nossa origem ser de fazendas escravagistas, desde o início foi venerado por aqui. A capela, inicialmente de taipa, em honra ao santo dos escravos, data de 1887. Já no século XX, precisamente em 1918, foi lançada a pedra fundamental da igreja e o templo já pronto foi entregue aos fiéis no ano seguinte. Era pequena, mas de alvenaria.

O nome Pedreiras deve-se à Pedra Grande, localizada no povoado Transwall (em outra oportunidade falaremos a razão desse nome àquela localidade). Sobre a Pedra há uma lenda que já deu muito rebuliço na cidade. Diz a lenda que há por aqui uma grande serpente cuja cabeça encontra-se sob a Pedra Grande e o rabo embaixo do templo da Matriz de São Benedito. E, vez ou outra, quando as coisas na cidade não vão do gosto da serpente, ela se movimenta e castiga a cidade e o povo. O cemitério aos pés da Pedra Grande foi criado para sepultar vítimas da serpente e centenas de outras pessoas já sumiram misteriosamente nas matas e águas em volta da Pedra ao longo desses anos todos.

Santuário de São Benedito/Foto: Sandro Vagner

A Paróquia foi criada em 1940. E a atual Matriz, esplêndida em sua arquitetura, belíssima, no local onde atualmente se encontra, quando foi para ser construída, no início dos anos 40, foi por duas vezes abaixo, misteriosamente destruída, quase ao final da obra; até que nosso primeiro pároco, Padre Cincinato Ribeiro Rego, idealizador da mesma, resolveu mudar a frente da igreja para reverenciar o Rio Mearim, pois as duas vezes em que caíra, a igreja estava sendo construída de costas para o Rio e para a serpente. De frente para a mágica Pedra Grande e sua encantada serpente, na terceira tentativa de construção, a Matriz se sustentou e até hoje está de pé, pois a serpente acalmou-se e entendeu-se novamente com o padroeiro.

Dom Jacinto Brito – Arcebispo de Teresina – PI (durante a missa de encerramento do festejo de São Benedito de 2016)/Foto: Sandro Vagner

Em 1972, um jovem Padre assumiu a nossa Paróquia e aqui fez história – Jacinto Furtado de Brito Sobrinho. Naquela época, a serpente estava zangada. Crianças ao tomar banho no Rio sumiam, caçadores desapareciam, pescadores escafediam-se… Mistério e medo tomaram conta de nossa gente. Padre Jacinto entendeu a mensagem. Precisava se entender com a serpente e seu encanto. Conclamou seu rebanho e o levou à Pedra Grande, escalou a inóspita Pedra encantada pela primeira vez em nossa história, cravou uma cruz lá no topo e lá aos seus pés celebrou uma Santa Missa, fazendo as pazes novamente da serpente com nosso padroeiro e seu devoto povo.

Novamente Pedreiras vive dias de medo. A violência, criminalidade, droga e prostituição campeiam na cidade. A serpente está zangada. Precisamos unir forças para que o encanto seja revertido em socorro ao nosso povo. Benedito sai novamente de seu templo e vai ao encontro de sua velha amiga. Precisam se entender e salvar seu povo mais uma vez.

Padre José Geraldo – Reitor e Pároco do Santuário de São Benedito/Foto: PASCOM

O porta-voz da Mensagem de Paz dessa vez é o Padre José Geraldo Teófilo, Pároco e Reitor do Santuário de São Benedito. Às 5 horas da manhã dessa sexta-feira, 24 de novembro, em pleno festejo do padroeiro, novamente uma Santa Missa será celebrada aos pés da sagrada Pedra Grande… a serpente, devota e contrita, chorará de emoção mais uma vez… Bênçãos serão derramadas lá em nossas origens primeiras… E novos dias de paz e prosperidade se abrirão para nossa cidade e nosso povo.

Imagem de São Benedito (Procissão de 2016)/Foto: Sandro Vagner

Salve, salve Benedito!

Allan Roberto Costa Silva, devoto, cidadão e médico pedreirense

Esporte: Robinho é condenado a 9 anos por violência sexual na Itália

Robinho comemora seu gol – Partida entre Cruzeiro e Atlético-MG, válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol 2017, realizada no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, neste domingo (22). (Foto: Pedro Vale/Eleven/Folhapress)

A nona sessão do Tribunal de Milão condenou o atacante Robinho a nove anos de prisão por “violência sexual em grupo” contra uma jovem albanesa em uma boate da capital da Lombardia em janeiro de 2013, durante a sua passagem pelo Milan, da Itália. O jogador nega as acusações.

Segundo a imprensa italiana, Robinho teria praticado o ato com outras cinco pessoas. A jovem tinha 22 anos de idade na época. O atleta foi condenado na nona seção do Tribunal de Milão, presidida por Mariolina Panasiti.

Em sua resolução, a corte afirmou que os acusados “abusaram das condições de inferioridade psíquica e física da pessoa agredida, que havia ingerido substâncias alcoólicas, com meios insidiosos e fraudulentos, de forma que bebeu até ficar inconsciente e sem condições de se defender”.

Ao UOL, empresa do Grupo Folha, que edita a Folha, a advogada de Robinho, Marisa Alija negou qualquer participação do jogador no incidente e enviou a seguinte declaração: “Sobre o assunto envolvendo o atacante Robinho, em um fato ocorrido há alguns anos, esclareço que meu cliente já se defendeu das acusações, afirmando não ter qualquer participação no episódio”, explicou.

O mesmo comunicado foi emitido pela página oficial do atleta no Facebook e no Instagram. O Atlético-MG, atual clube do atacante, informou que não irá se posicionar sobre o tema.

Robinho já havia sofrido a mesma acusação na Europa, quando foi preso em 2009 no período em que defendia o Manchester City, da Inglaterra, mas foi liberado sob fiança. O atacante sempre negou as acusações.

O jogador ficou livre das acusações de estupro que sofreu em janeiro daquele ano, pois o serviço de investigações da coroa inglesa (CPS, sigla em inglês) decidiu que nenhuma ação deveria ser tomada, após analisar os detalhes da acusação. No final, ele foi acusado, mas sem provas.

Robinho atua no Atlético-MG, mas ainda não definiu sua permanência em Belo Horizonte. O atacante interessa ao Santos, clube que o revelou para o futebol.

Independente de qual time defenderá no Brasil, o atleta terá que aceitar reduzir o seu salário atual, de cerca de R$ 800 mil mensais. 

Fonte: folhadesaopaulo.com.br

Loteria: Mega-Sena acumula, e prêmio estimado chega a R$ 60 milhões

Foto: Reprodução

ITALVA – Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.990 da Mega-Sena, sorteado na noite desta quarta-feira (22), em Italva (RJ). O prêmio estimado para o próximo concurso, que será realizado neste sábado (25), é de R$ 60 milhões.

Confira as dezenas sorteadas: 11 – 24 – 26 – 34 – 37 – 59.

A Quina teve 78 apostas ganhadoras, e cada uma vai levar R$ 41.488,51. A Quadra teve 5.852 premiados, que vão ganhar R$ 789,98 cada um.

As apostas da Mega-Sena custam R$ 3,50 e podem ser feitas até às 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer casa lotérica do país. Os clientes da Caixa com acesso ao Internet Banking podem fazer as apostas usando o serviço do banco, basta ter conta corrente e ser maior de 18 anos.

Fonte: imirante.com