Ficha Suja: Maranhão tem 659 políticos com contas reprovadas pelo Tribunal de Contas da União

O TCU (Tribunal de Contas da União) divulgou nesta 5ª feira (26.jun.2018) a lista (íntegra) de 7.431 gestores públicos com contas julgadas irregulares há 8 anos, podendo ser considerados inelegíveis pela Justiça Eleitoral.

A relação, entregue pelo presidente do TCU, Raimundo Carreiro, ao ministro Luiz Fux, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), inclui senadores, governadores, deputados e prefeitos. No total, 11.408 contas foram classificadas como irregulares, o que significa que um gestor pode ter tido mais de uma conta rejeitada. A reprovação é 1 indicador da má gestão de recursos públicos.

Os Estados que tiveram maior número de contas rejeitadas são o Maranhão (659), Rio de Janeiro (614), São Paulo (564), Bahia (483) e Minas Gerais (480). Os nomes dos demais gestores podem ser encontrados no Portal do TCU. A lista é organizada por meio dos Estados e municípios que os políticos representam.

O Ministério Público Eleitoral, os candidatos, as coligações e os partidos poderão contestar as possíveis restrições de candidaturas nas eleições deste ano a partir do dia 15 de agosto –data limite para o TSE encaminhar os nomes à Justiça Eleitoral, que julgará a inelegibilidade de cada gestor.

ELEIÇÕES

O ministro Luiz Fux, após receber a relação, afirmou que a plataforma digital contribui para 1ª eleição transparente. “A nossa preocupação é dar ao cidadão o conhecimento das pessoas que estão se candidatando na eleição. O cidadão tem o direito de saber como é a vida pregressa daquela pessoa que ele vai indicar como seu representante na casa do povo”, concluiu.

fonte: bolgdoacelio.com.br

Açailândia: Município é condenado por causa de morte de recém-nascida

Hospital Municipal de Açailândia

Uma sentença da 1ª Vara Cível da Comarca de Açailândia condenou o Município ao pagamento de indenização por danos morais no valor de 200 (duzentos) salários-mínimos, em favor de uma mãe cuja filha recém-nascida morreu após ter sido atendida no Hospital Municipal SESP. A mãe requereu a condenação do Município de Açailândia ao pagamento de indenização por danos materiais e morais, em razão de suposta falha no atendimento médico prestado no Hospital Municipal SESP, que teria ocasionado o falecimento da criança. A sentença tem a assinatura do juiz Anderson Borges, respondendo pela unidade judicial.

Na ação, a mãe alegou ter dado entrada em 24 de dezembro de 2013 no referido hospital municipal, já em trabalho de parto e com sangramento evidente. Relatou que o atendimento somente foi iniciado cerca de 2 horas após sua chegada ao hospital, e que teria passado mais de 10 horas sem o atendimento médico adequado, tendo se submetido à cesariana somente na manhã do dia 25 de dezembro de 2013. Pontuou que a criança nasceu com dificuldade respiratória e que mais uma vez teria havido demora no atendimento da recém-nascida, sendo esta levada ao Hospital de Imperatriz no dia 26 de dezembro de 2013, vindo a óbito antes mesmo que conseguisse ser internada na Unidade de Terapia Intensiva.

O município apresentou contestação apontando que a parte autora não teria comprovado a ocorrência de erro médico na ocasião em que foi internada no Hospital Municipal SESP. Sustentou que a mãe foi acompanhada durante todo o tempo que esteve no hospital, em especial durante o período que deu entrada e durante a realização do parto, e que durante o acompanhamento não houve nenhum sinal de sofrimento fetal e/ou outra indicação para cesariana, que não houve demonstração de culpa do médico que atendeu a paciente, tampouco do hospital. Pediu a condenação da parte autora por litigância de má-fé, bem como a improcedência dos pedidos constantes na ação.

Segundo analisou o magistrado, de acordo com parecer técnico e outros elementos de prova constantes do processo, foi demonstrado que não houve atendimento adequado da parturiente quando do seu comparecimento ao hospital nos dias 24 e 25 de dezembro de 2013. “É inegável a dor causada à genitora pela perda de um filho e esta se mostra ainda mais insuportável quando deriva da má prestação do serviço público de saúde, serviço que, ressalte-se, é pago por todos nós através da pesada carga tributária que nos é imposta pelo Estado brasileiro, em observância ao Princípio da Solidariedade, exposto na Constituição de 88”, observou.

“A gravidez é indubitavelmente estado que coloca a gestante em profunda situação de esperança: espera-se o desenvolvimento saudável e tranquilo do filho ainda no ventre da mãe; espera-se que nasça com plena condição física; espera-se que se desenvolva no seio da família e da sociedade com alegria e felicidade; espera-se que se constitua um cidadão honesto, respeitador, trabalhador e digno”, sustentou Anderson Mota.

Para o magistrado, são legítimos e plenamente naturais os planos que uma mãe faz para seu filho, e frustrar esses desejos e sonhos em razão de um serviço público prestado (ou não prestado) de forma indigna configura atentado aos direitos humanos e uma das formas mais cruéis e insensatas de sofrimento que podem ser suportados pela gestante.

fonte: tjma.jus.br

Pedreiras: Pedreirense que se envolveu em acidente com ônibus do Verona continua internado

Tallyson Rodrigues/Foto: Arquivo da Escolinha Nação Pedreirense

O jogador da Escolinha de Futebol “Nação Pedreirense”, Tallyson Rodrigues, uma das vítimas do acidente com o ônibus que trazia a delegação do time do Verona, da cidade de Bacabal, que tombou após ser atingido por um Corolla, quando retornava do Estado de Goiás, no dia 22/07, ainda se encontra Internado em estado estável.

Segundo informações do professor Felipe Adams, treinador da Escolinha “Nação Pedreirense”, após oito dias do acidente, o jovem Tallyson Rodrigues, 15 anos, goleiro, continua internado no Hospital Regional de Presidente Dutra. Ele sofreu fratura exposta no ombro esquerdo e foi submetido a uma cirurgia.

Na noite do acidente que morreram o Treinador Ivanildo dos Santos Sousa, 48 anos, e o jogador Diego da Conceição Resende, 16 anos, cinco jogadores da Escolinha “Nação Pedreirense” e o treinador Felipe, estavam no ônibus.

“Estamos na torcida e pedindo a Deus, que nosso atleta volte logo ao nosso convívio. Acreditamos na recuperação dele, apesar da situação continuar estável, mas todos nós da Escolinha de Futebol “Nação Pedreirense” continuamos acreditando que o nosso goleiro voltará a defender as cores do nosso time”. Concluiu o treinador, Felipe Adams.

Brasília: Caso Maria Eduarda: preso quarto envolvido na morte da menina em Ceilândia

Maria Eduarda buscava milho para pipoca quando foi atingida pelos disparos

O quarto suspeito do assassinato de Maria Eduarda Rodrigues de Amorim, de 5 anos, foi preso na madrugada desta segunda-feira (30/7) na Cidade Ocidental (GO), no Entorno do DF, em casa de parentes. Com o homem, de 23 anos, os agentes da 24ª Delegacia de Polícia (Setor O) também encontraram drogas, uma arma e dinheiro em espécie. A menina foi assassinada em maio, dentro da própria casa, em Ceilândia. O irmão dela, Marcos André Rodrigues de Amorim, 19, também foi atingido pelos disparos, na perna.

Segundo a polícia, o crime foi motivado por disputa de gangues na QNO 18 de Ceilândia. O homem preso hoje é o único adulto envolvido. Três adolescentes, que também têm envolvimento no caso, foram apreendidos
Com Walisson, foram encontradas porções de maconha, uma arma e R$7,3 mil em espécie. Placa onde se lê EXP 17 é símbolo da facção liderada por ele.
O suspeito foi preso em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo, ele também foi preso preventivamente pelo homicídio qualificado de Maria Eduarda e tentativa de homicídio qualificado contra Marcos André. Na delegacia, o preso não mostrou arrependimento. Segundo os investigadores, ele chegou a afirmar que pretendia fazer uma chacina na QNO 18, quadra onde a criança morava.
Desde a época do assassinato, o suspeito era considerado foragido. Na casa onde estava, os policiais encontraram porções de maconha, uma arma de fogo e R$ 7,3 mil em espécie. Segundo os policiais, na residência havia uma placa na parede onde estava escrito “EXP 17”, um símbolo da facção liderada pelo criminoso. 

Governador Edison Lobão: Criança de nove meses de idade é morta a golpes de facão

O corpo do menino foi removido pelos técnicos da perícia e levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz. / Foto: Divulgação.

Uma criança de apenas nove meses de idade foi brutalmente assassinada, no fim da manhã desta segunda-feira (30), na cidade de Governador Edison Lobão. O menino, identificado como Ângelo Gabriel Sousa Borges, foi assassinado a golpes de facão na região do pescoço.

Segundo a polícia, o autor do crime bárbaro é o padrasto da vítima, identificado como Francielson Gomes Pereira, de 18 anos.

Segundo testemunhas, a mãe da criança estava se separando do companheiro e, nesta segunda, a mulher saiu de casa, deixando o filho com o padrasto. Ao retornar, a mãe perguntou pelo filho, e o homem teria dito que havia o matado porque a criança estava chorando muito.

Francielson Gomes Pereira foi preso no local do crime. /Foto: Divulgação.

Após saber do crime, a mãe da vítima acionou a polícia, a qual conseguiu prender o suspeito dentro de casa. O casal foi levado para a Delegacia Regional de Imperatriz.

O corpo do menino foi removido pelos técnicos da perícia e levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz, onde passará por exames de praxe antes de ser liberado para o velório.

fonte: imirante.com.br

Pedreiras: UV do IEMA realiza solenidade de certificação dos cursos FIC´s

Certificação do IEMA UV Pedreiras

Na última quarta-feira (25), mais de 100 alunos participaram da certificação dos cursos de Inglês Básico, Inglês Avançado e Produção de Massas Alimentícias, todos ofertados na Unidade Vocacional do IEMA de Pedreiras. Uma noite de muita alegria pela conclusão dos cursos FIC´s, que tem duração de 03 meses, com aulas presenciais, aulas práticas e estágios. O que intensifica a qualidade dos cursos ofertados.

Banda formada pelo alunos dos Cursos de Inglês

Os alunos dos cursos de Inglês, fizeram uma bela apresentação musical, com um repertório diversificado e de muita qualidade, onde tiveram todo o apoio do professor Thyberio Bastos.

Exposição dos produtos do Curso de Produção de Massas Alimentícias

O curso de Produção de Massas Alimentícias, que tem a frente a professora Joelma Leal, fez uma exposição do que foi aprendido durante as aulas, tudo feito com muita dedicação e dentro dos padrões de qualidade, o que prova que todos os alunos do curso estão aptos para o mercado de trabalho.

A solenidade aconteceu no auditório do IEMA, e contou com a presença dos alunos, professores, coordenação e convidados, como a psicóloga da Secretaria da Mulher de Pedreiras, Gessyca Saturnino, que agradeceu a parceria feita com o IEMA nessa etapa 2018.1, onde foram ofertadas vagas para algumas mulheres assistidas pela secretaria, visando o empreendedorismo e tirando essas mulheres do ciclo de violência, através da sua independência financeira.

Psicóloga Gessyca Saturnino durante a certificação

A coordenadora das Unidades Vocacionais do IEMA, Josélia Castro, participou da solenidade, e ficou muito satisfeita com a qualidade dos produtos desenvolvidos pelos alunos do curso de produção de massas, assim, como, pela qualidade da fala dos alunos do curso de inglês, que estão capacitados, inclusive, para lecionarem aulas. Parabenizou a todos os alunos, professores e  toda a coordenação pela qualidade do trabalho na Unidade Vocacional do IEMA de Pedreiras.

Josélia Castro, coordenadora das UV do IEMA, durante a certificação

Pra nós que fazemos parte da Gestão do IEMA, esse é um momento de muita felicidade. Pois é a culminância dos cursos, onde vemos que valeu a pena toda a dedicação do nosso trabalho, dos nossos professores e, principalmente, dos nossos alunos, que nos escolheram e mostraram que vieram para somar e saíram prontos para o mercado de trabalho. Estamos muito felizes por fazer parte da vida de cada um, desejamos sucesso e continuamos de portas abertas para todos.” Disse a Gestora Geral da UV do IEMA de Pedreiras, Marijane Souza.

Marijane Souza, Gestora Geral da UV do IEMA de Pedreiras, durante a certificação

O gestor adjunto da UV do IEMA DE Pedreiras, Joseilson Lima, também falou sobre esse momento importante: “Pra nós,  é uma satisfação muito grande poder certificar hoje 113 alunos do IEMA, são alunos dos cursos de Inglês Básico, Inglês Avançado e Produção de Massas Alimentícias. Este dia é primoroso  para toda a nossa equipe, tivemos muito trabalho desenvolvido, nossos alunos  de Produção de Massas Alimentícias passaram o dia produzindo as receitas para mostrar hoje  o que aprenderam durante todo o curso. Os alunos do Inglês Básico e Avançado há dias estavam ensaiando músicas em Inglês para apresentarem a todas neste dia. Então, tudo isso mostra a eficiência do IEMA UV Pedreiras e, acima de tudo, mostra o sucesso desses cursos. Até agora já certificamos mais de 600 alunos e esta é uma marca perfeita, pois conseguimos transmitir conhecimento para todos. Detalhe: tudo isso com a qualidade e Padrão IEMA. O IEMA tem feito a diferença na qualificação profissional e técnica em todo o nosso Estado. Nossa Educação teve significativos avanços e isso mostra o quanto o governo está no caminho certo. Vamos continuar  avançando, vamos continuar ofertando educação profissional de qualidade à nossa população. Agradecemos profundamente a atenção especial dada pelo Nosso  Reitor , Jhonatan  Almada, que sempre atendeu às nossas solicitações e sempre se mostrou muito presente nas necessidades que nossa unidade tem. Então, esta noite  é o fechamento de mais um ciclo de sucesso e a culminância de um grande projeto de qualificação profissional. Muito obrigado!”.

Joseilson Lima, Gestor Adjunto da UV do IEMA de Pedreiras, durante a certificação

Parabéns, a todos os alunos!

Veja mais fotos da certificação

 

 

 

Pedreiras: Cliente se irrita por não realizar operação e quebra uma das portas do BB

Foto: Reprodução WhatsApp

O fato aconteceu na noite deste domingo (29). Eram 21:59’49” quando o cliente adentrou a parte da instituição onde ficam os terminais eletrônicos. Como o sistema desliga exatamente às 22:00h e as luzes se apagam, mesmo assim, o cliente continuou tentando efetuar a operação em alguns caixas, sem sucesso. Segundo as filmagens internas da agência, o homem que trajava a camisa do flamengo, ao sair, bastante irritado, fez alguns movimentos bruscos em uma das portas de vidro, quebrando-a, e os estilhaços ficaram espalhados pelo chão.

Investigadores chegando à agência/Foto: Sandro Vagner

Na manhã desta segunda-feira (30), investigadores da Polícia Civil foram à agência, e conseguiram as imagens do circuito interno de monitoramento de segurança. Com autorização do Delegado que está à frente da investigação, Dr. Jânio Pacheco, que responde pelo 1º Distrito Policial de Pedreiras, as imagens do cliente já circulam em vários meios de comunicação de Pedreiras e Região.

Autorizamos a divulgação das imagens, para que o cliente seja identificado, e, de livre e espontânea vontade, compareça à 14ª Delegacia de Policia Civil de Pedreiras, ou vá até à agência do Banco do Brasil, para explicar o que teria acontecido, ao ponto dele causar prejuízo à instituição bancária.” Disse ao Blog, o Delegado Jânio Pacheco.

Foto: Reprodução circuito interno de segurança

Veja os vídeos que mostram o momento que o sistema bancário é desligado, às 2200h, e quando o cliente, ao sair, quebra uma das portas.

São Luís: Pedreirense conquista pela terceira vez o 1º lugar na corrida promovida pela Mirante

Larissa da Silva (2º lugar) – Cleudilene Ramos (1º lugar) e Dayane Alves (3º lugar)/Foto: Reprodução Facebook (Cleudilene Ramos)

A atleta pedreirense Cleudilene Ramos, conquistou neste domingo (29), na Avenida Litorânea, seu terceiro pódio consecutivo nos 5 Km da Corrida São Luís, promovida pela TV Mirante. Ela fez todo o percurso em 19 minutos. Adversária direta, a caxiense Larissa da Silva, ficou apenas em segundo lugar. A terceira colocação foi conquistada por Dayane Alves.

Segundo os organizadores, a Corrida São Luís já faz parte do calendário anual de atividades esportivas da capital maranhense, com o objetivo de incentivar o esporte e valorizar a prática do atletismo na cidade.

Em sua rede social (Facebook), Cleudilene Ramos escreveu o seguinte:

Muito feliz com minha conquista na corrida da mirante 2018. São Luís – MA. 

1° lugar geral nos 5 km e Tri campeã nos 5 km.  Agradeço primeiramente a Deus. E em seguida ao meu orientador Ricardo Souza. 
Aos patrocinadores: Pedreiras Importados, Manuel Farmácia Vida e Saúde; meu amigo Pelezinho; Léo Bolos em Pedreiras; Caxias; Santa Inês e Açailândia. Dedico à Mayra Jhennyfer, a todos os familiares que me apoiam e aos amigos. E os treinos continuam… Beijos…

Loteria: Mega-Sena acumula, e prêmio sobe para R$ 6 milhões

Os números sorteados foram: 06 – 10 – 19 – 24 – 25 – 29. (Foto: Divulgação)

Ninguém acertou as seis dezenas sorteadas na Mega-Sena desse sábado (28), no concurso 2.063 realizado pela Caixa Econômica Federal. Os números sorteados foram: 06 – 10 – 19 – 24 – 25 – 29. Como não houve ganhador, o prêmio ficou acumulado para o próximo sorteio, com o valor estimado de R$ 6 milhões.

Já na Quina, houve 94 apostas ganhadoras, sendo que cada vencedor receberá R$ 16.561,93. Na Quadra, 5.511 pessoas acertaram, com prêmio de R$ 403,56 para cada uma.

O próximo sorteio da Mega-Sena é na quarta-feira, dia 1º de agosto. As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Clientes com acesso ao Internet Banking Caixa podem fazer suas apostas na Mega-Sena pelo seu computador pessoal, tablet ou smartphone. Para isso, basta ter conta-corrente no banco e ser maior de 18 anos. O serviço funciona das 8h às 22h (horário de Brasília), exceto em dias de sorteios (quartas e sábados), quando as apostas se encerram às 19h, retornando às 21h para o concurso seguinte.

fonte: imirante.com.br

Brasil: Aneel mantém bandeira tarifária no patamar mais alto em agosto

Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) disse sexta-feira (27) que a cobrança adicional na conta de energia seguirá no patamar mais alto em agosto. Em julho, a agência manteve a bandeira tarifária no patamar 2 da cor vermelha, o mais alto do sistema, e o mesmo a ser aplicado no próximo mês. Isso significa que, para cada 100 quilowatts-hora (kWh) de energia consumidos, haverá uma cobrança extra de R$ 5 nas contas de luz.

Isto significa que agosto será o terceiro mês seguido com a bandeira tarifária no patamar mais caro. A cobrança extra de R$ 5 para cada 100 kWh começou em junho. Em maio, a bandeira tarifária estava na cor amarela, que tem cobrança extra de R$ 1 para cada 100 kWh.

A Aneel disse que a manutenção da bandeira vermelha no patamar 2 “deve-se ao prosseguimento das condições hidrológicas desfavoráveis e à redução no nível de armazenamento dos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional (SIN)” disse a Aneel.

A baixa incidência de chuvas, também chamada de risco hidrológico, ou GSF (sigla em inglês para Generation Scaling Factor), é, ao lado do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), que é o preço da energia elétrica no mercado de curto prazo, as principais variáveis que influenciam na cor da bandeira tarifária.

Peso do risco hidrológico

Quinta-feria (26), a agência lançou uma consulta pública para avaliar a possibilidade de os geradores hidrelétricos promoverem a alteração do produto contratado e ajustar a cobertura do risco hidrológico dos contratos de comercialização de energia no ambiente regulado, que atende aos consumidores residenciais. A intenção é diminuir o peso do risco hidrológico na geração de energia.

A medida deve valer para os geradores que repactuaram o risco hidrológico de usinas hidrelétricas a partir de 2016. Eles poderão alterar o produto contratado originalmente, para ajustar a cobertura do risco dos contratos de comercialização de energia no ambiente regulado e reduzir o peso do GSF.

A resolução da Aneel que trata da questão aponta como fatores de risco a serem levados em consideração dados como hidrologia, teto do PLD e variação do IPCA. A consulta deve abrir para os geradores de energia a possibilidade de negociar parte do risco, podendo transferir uma parcela ao consumidor.

Em troca, os geradores aumentariam o percentual de pagamento para a Conta Centralizadora dos Recursos de Bandeiras Tarifárias, a chamada Conta Bandeiras, que administra os recursos adicionais das bandeiras tarifárias, como os que serão gerados em agosto com a cobrança extra de R$ 5 por 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

fonte: agenciabrasil.com.br