Maranhão: Começou hoje a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV

Mosaico com os dados da propaganda eleitoral gratuita (Reprodução)

Começou hoje a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. Serão 35 dias para que os candidatos à Presidência da República, governo do estado, Senado, Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados apresentem suas propostas aos eleitores de segunda a sábado em dois horário: pela tarde e noite. No Maranhão, o programa eleitoral de hoje será aberto pelos candidatos a senador Werverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) da coligação “Todos pelo Maranhão”.

Além dos candidatos ao Senado, que terão no total 7 minutos em cada bloco, nos programas de hoje terão ainda os candidatos a deputado estadual e, encerrando, os postulantes ao Governo do Estado, cujo total de tempo na televisão e no rádio será de 9 minutos.

Os candidatos a deputado estadual também terão 9 minutos e os federais, 12 minutos e 30 segundo. Tempo igual para os candidatos à Presidência da República.

Maranhão

O maior tempo de televisão e rádio é do candidato da coligação “Todos pelo Maranhão” Flávio Dino (PCdoB). O comunista ficou 4 minutos e 22 segundos diários. A candidata da coligação “Maranhão quer mais”, Roseana Sarney (MDB), ficou com 2 minutos e 32 segundos no rádio e na televisão.

O terceiro maior tempo ficará para a Coligação “União e Coragem Para Fazer Um Maranhão Melhor” de Roberto Rocha (PSDB) com 1 minuto e 29 segundos.

A Coligação Renovação de Verdade de Maura Jorge (PSL) terá direito a 14 segundos e a Coligação “Vamos Sem Medo de Mudar o Maranhão” de Odívio Netto (PSOL) ficará com 24 segundos. O PSTU de Ramon Zapata terá somente 9 segundos.

Para o Senado, o candidato Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) têm o maior tempo: 3 minutos e 24 segundos. Sarney Filho (PV) e Edison Lobão (MDB) terão 1 minuto e 58 segundos. Já Iego Bruno (PCB) e Saulo Pinto (PSOL) terão 11 segundos e Samoel de Itapecuru (PSL) 8 segundos. Preta Lu e Saulo Arcangeli, do PSTU, que terão 7 segundos.

Correlata

Odívio Neto abre propaganda de governadores

No primeiro dia da propaganda eleitoral, os candidatos que exibirão programa serão os do Senado, deputado estadual e governador.

Pelo plano de mídia definido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a primeira coligação que apresenta programa será “Todos pelo Maranhão”. Exibe primeiro Weverton Rocha e depois Eliziane Gama. O tempo deles será dividido de forma igual. Em seguida, o programa a ser exibido é de Saulo Pinto e Iego Bruno do PSOL sendo seguido por pelos candidatos da coligação “Maranhão quer mais”, Sarney Filho e Edison Lobão.

O candidato do PSL, Samoel de Itapecuru, exibe logo após sendo seguido por Zé Reinaldo Tavares e Alexandre Almeida do PSDB. Finalizando o programa eleitoral para os candidatos ao Senado, Preta Lu e Saulo Arcangeli do PSTU.

Já para o governo, o primeiro candidato a exibir o programa será Odívio Neto do PSOL. Após 24 segundos, entra no ar o programa de Flávio Dino. Depois do comunista, o programa a entrar no ar Maura Jorge e depois Ramon Zapata. Roberto Rocha é o penúltimo a ter o programa exibido no primeiro dia de propaganda e finalizando a ex-governadora Roseana Sarney.

Mais

Os programas serão de segunda a sábado sendo que na TV serão em dois horários: 13h às 13h25 e das 20h30 às 20h55. Os dias serão divididos assim: segundas, quartas e sextas serão destinados para governador, senador e deputado estadual. Terça, quintas e sábado para presidente e deputado federal. No rádio, das 7h às 7h12min30seg e das 12h às 12h12min30seg. Na televisão, das 13h às 13h12min20seg e das 20h30 às 20h42min30seg.

fonte: oestadodomaranhao.com.br

Pedreiras: FAESF comemorou os 18 anos com uma Missa em Ação de Graças

Missa no auditório da FAESF/Foto: Anderson

Uma Missa em Ação de Graças, celebrada ontem (29), pelo Padre Luís Portela, no auditório da Faculdade de Educação São Francisco – FAESF, marcou as comemorações dos 18 (dezoito) anos da instituição. Diversas autoridades participaram desse momento festivo, assim, também, como educadores, alunos, a presença dos familiares e da Diretora-presidente, fundadora da FAESF, professora Aldenora Veloso.

Foto: Sandro Vagner

A reportagem do Blog conversou com a senhora Aldenora Veloso, sobre esse grande momento, principalmente, por contribuir com a educação em Pedreiras e Região.

Aldenora Veloso – Diretora-presidente da FAESF/Foto: Sandro Vagner

Primeiro, quero agradecer a Deus, por esse momento, por que só Ele dar força, coragem, esperança e firmeza para as pessoas, e, dizer que, eu me sinto uma pessoa comprometida e que dentro desse comprometimento, eu tenho certeza que estou cumprindo àquilo que está dentro do meu limite, como um grupo de amigos, pessoas, professores, minha família, meus amigos e toda a região do Médio Mearim, que sem eles não existia FAESF, por que eles são parceiros, são companheiros. Acredito, que todos que tenham passado por aqui, se sentem felizes. Nós sabemos que estamos cumprindo com o nosso dever e que o pessoal que por aqui passa, se torna, quando a sociedade o recebe, um profissional de ponta. Isso me deixa, assim, muito feliz, por que a felicidade, ela não é isolada, é rodeada de pessoas que ajudaram e estão ajudando a somar o meu compromisso. Para mim é um dia feliz.” Disse a Diretora-presidente, professora Aldenora Veloso.

Fotos: Anderson

O Blog parabeniza a instituição pela contribuição educacional em todo o Estado do Maranhão e em outros Estados. 

Foto: Sandro Vagner
Foto: Anderson

Cada ano, a FAESF vem oferecendo mais cursos. Veja a lista de cursos disponíveis na instituição: 

Veja mais fotos do evento no Instagram (faesf_ma) e no site da FAESF. faesf.com.br

Dr. Walber Rodrigues e Aldenora Veloso/Foto: Anderson

Maranhão: MP-MA reúne representantes de prefeituras para discutir situação do transporte escolar nos Municípios

Foto: Francisco Colombo (CCOM-MPMA)

Como parte da segunda fase da campanha “Pau de arara nunca mais: o MP na defesa do transporte escolar de qualidade”, o Ministério Público do Maranhão (MPMA) realizou na manhã desta quarta-feira, 29, na Procuradoria Geral de Justiça, uma reunião com a presença de prefeitos e representantes de municípios maranhenses, com o objetivo de discutir soluções para regularizar o transporte escolar. A finalidade é pôr fim aos veículos chamados paus de arara e garantir a oferta deste serviço com qualidade e segurança.

Compuseram a mesa o procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, e os promotores de justiça Sandra Soares de Pontes (coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Educação), Érica Ellen Beckman (integrante do CAOp-Educação) e Paulo Silvestre Avelar (titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Educação).

Também estiveram presentes o vice-presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Djalma Melo Machado; o diretor operacional do Departamento Estadual de Trânsito, David Ximenes; e o vice-presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Joaquim Sousa Neto.

Como encaminhamento do encontro, o MPMA solicitou que cada Prefeitura envie um relatório detalhado sobre a situação do transporte escolar no município ao CAOp-Educação. Os dados vão compor o georreferenciamento (mapeamento) desta prestação de serviços no estado, para subsidiar as medidas a serem adotadas para a resolução do problema.

Também foi decidida a realização de uma nova reunião, a pedido dos representantes dos municípios, desta vez com o Governo do Estado. A ideia é discutir a responsabilidade pela condução dos estudantes pertencentes às escolas da rede estadual de ensino.

SOLUÇÕES
Antes de iniciar o seu discurso, Luiz Gonzaga Martins Coelho pediu um minuto de silêncio em respeito às crianças e adolescentes vítimas da oferta irregular do transporte escolar no estado. Ao todo, desde 2014, foram registradas 10 mortes de crianças decorrentes de acidentes provocados pela condução ilegal de estudantes no Maranhão.

“Não há justificativa para tantas mortes daqueles que todos nós devemos garantir a proteção especial prevista pela Constituição”, afirmou o procurador-geral de justiça.

O chefe do MPMA igualmente destacou que o momento é oportuno para pôr fim ao uso de paus de arara para o transporte de estudantes no Maranhão. “Esta reunião, promovida em parceria com a Famem, é a demonstração de que podemos e queremos resolver em definitivo a questão. É hora de impulsionar uma ação uniforme e efetiva, que possa dar fim a este problema”, enfatizou o procurador-geral de justiça”.

Entre as metas a serem alcançadas, Luiz Gonzaga Coelho elencou a utilização de veículos em boas condições de funcionamento e que atendam os requisitos das normas de trânsito, contendo os itens de segurança exigidos, a capacitação dos condutores e a realização periódica de vistorias nos veículos.

DADOS
A coordenadora do CAOp da Educação, Sandra Pontes, declarou que os problemas existentes no setor já são conhecidos e que é possível encontrar alternativas, no âmbito de cada município, para solucionar a questão definitivamente. “Não existe problema que não possa ser superado”, frisou.

Na reunião, a promotora de justiça apresentou dados de 2017 referentes ao Maranhão e ao Brasil, incluindo a quantidade total de escolas existentes e o número de estudantes em cada modalidade escolar. Também foi apresentado um panorama da quantidade de alunos que utilizam o transporte escolar em cada município, registrados pelo Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNATE).

Foto: Francisco Colombo (CCOM-MPMA)

Sandra Pontes expôs as metas da atual etapa do projeto “Pau de arara nunca mais: o MP na defesa do transporte escolar de qualidade”, que inclui a elaboração do georreferenciamento da situação do transporte escolar no Maranhão, identificando os focos de paus de arara; outros tipos de transporte irregulares; municípios com rotas de difícil acesso; e o comparativo da população com o número de estudantes e de escolas.

Está prevista, ainda, uma campanha para incentivar a população a formular denúncias ao Ministério Público sobre o problema, por meio de aplicativo e telefone gratuito. Outro ponto apresentado é a consolidação de parcerias com instituições que têm a missão constitucional e legal para a fiscalização do transporte escolar, como Detran e polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal.

ADAPTAÇÕES
Durante o encontro, a promotora de justiça Érica Ellen Beckman afirmou que existe a possibilidade de serem feitas adaptações em veículos – mais adequados para determinadas regiões do Maranhão – desde que as modificações consigam atender às normas exigidas pela legislação de trânsito, garantindo a segurança dos alunos. “O nosso compromisso é: nenhuma criança a menos. Direito à educação é um direito obsessivo. Nós queremos que todas as crianças estejam na escola, mas em segurança”, enfatizou a integrante do CAOp da Educação.

Também se pronunciaram o vice-presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Djalma Melo Machado; o diretor operacional do Departamento Estadual de Trânsito, David Ximenes, e o vice-presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Joaquim Sousa Neto.

No debate final, foram elencadas pelos representantes dos Municípios questões como condições de ruas e estradas, possibilidade de adaptação dos veículos, inexistência de empresas no estado que possam fornecer o serviço com veículos adequados e topografia e geografia dos municípios.

fonte: www.mpma.mp.br

Trizidela do Vale: Polícia Civil recupera motocicleta que estava dentro do mato

Foto: Polícia Civil de Trizidela do Vale

A 14ª. Delegacia de Polícia Civil, pelas Delegacias de Trizidela do Vale (Delegado Marcio Mendes) e Pedreiras (Investigador Arielton Visgueira), recuperou na noite de ontem (29), uma moto Bis vermelha, furtada no dia 18 de agosto nas proximidades do Hospital de Trizidela do Vale.

Segundo informações, o veículo estava escondido em um matagal na zona rural de Trizidela do Vale. Após os procedimentos normais, a motocicleta será restituída ao proprietário, o senhor Raimundo Nonato Ferreira.

Trizidela do Vale: Polícia Militar prende suspeito com 08 papelotes de substância semelhante à Cocaína

Romário Cruz Silva – Suspeito/Foto: Polícia Militar (19º BPM-Pedreiras)

Na noite desta quarta-feira (29), por volta das 23:20h, foi preso pela Polícia Militar, nas proximidades da Praça de Eventos de Trizidela do Vale, Romário Cruz Silva, 25 anos de idade, acusado de vender drogas. Ao avistar a viatura da Polícia Militar, o suspeito tentou empreender fuga mas foi pego pela Guarnição.

Substância semelhante à cocaína/Foto: PM

Ao ser revistado fora encontrado no porta-cédulas do mesmo 08 papelotes de uma substância semelhante à Cocaína. Ao ser dada voz de prisão ao mesmo, houve resistência à prisão, mas o indivíduo logo foi contido pela guarnição.

Segundo informações da Polícia Militar, o conduzido foi apresentado na 14ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pedreiras sem lesões corporais para que fossem tomadas as medidas cabíveis.

Foto: Polícia Militar

MATERIAL APREENDIDO
– 08 Papelotes de substância semelhante à Cocaína;
– 01 aparelho celular da marca LG de cor preta;
– R$ 15,00;
– Porta-cédulas com vários documentos.

A prisão foi realizada por Militares que estavam na Viatura de Pedreiras:
Tenente Neris, Cabo André, Soldado Pessa e Soldado Narayna.

Informações repassadas pelo Tenente Neris.

São Roberto: PM faz apreensão de equipamentos e materiais para prática de jogos de azar

Foto: Polícia Militar de São Roberto

Ontem (28), A Polícia Militar de São Roberto, durante rondas de rotina na MA – 012, às 11h, abordou um veículo VW/Golf 1.6 Spotline, cor preta, Placa FDW – 9273, e no interior do mesmo foram encontrados materiais que são utilizados na prática de jogos de azar. Um homem identificado como Valdinar, afirmou que os materiais são de sua propriedade, e o conduzido Antonio Valdenir, era seu irmão, ele estaria apenas o acompanhando na viagem.

Aos policiais militares, o conduzido, Valdinar, afirmou ser gerente (Supervisor) das cidades de Peritoró – MA e São Raimundo do Doca Bezerra – MA, e presta  trabalho para a empresa  www.boladeouro.Info.

Segundo a Polícia Militar, o conduzido não apresentou nenhum documento (Nota Fiscal ) dos materiais. Os conduzidos foram apresentados na DPC de Esperantinópolis sem lesão corporal, juntamente com os materiais descriminados para serem tomadas as providências legais cabíveis.

MATERIAS APREENDIDOS
09- aparelhos tablet marca multilaser.
11- máquinas de impressão golink gl 033.
03- aparelhos celulares moto c xt 1750
03- carregadores para celulares dot cell
03- cabos USB
02- carregadores para impressora
02- banners da logomarca Bola de Ouro
11 – copos plásticos da logomarca Bola de Ouro
128 – rolos (bobinas) para impressão
R$ 132,00 reais em dinheiro
duas cédulas de 5 dólares vijf dollar surinames
01- aparelho celular Samsung Galaxy s3 mini
01- aparelho celular Samsung j5 pro
01- carregador para celular LG
02 – pen drive marca Sandisk
01- sinalizador para bicicleta

Maranhão: Corpo de maranhense morta em Brasília chega para sepultamento

Maria Regina Araújo vítima de feminicídio em Brasilia (Divulgação)

O corpo de Maria Regina Araújo, de 44 anos, vai ser sepultado nesta quarta-feira, 29, no cemitério do Tibiri. Segundo os familiares da vítima, ela havia pedido medida protetiva em desfavor do seu companheiro, Eduardo Gonçalves de Sousa, de 34 anos, que foi negado pelo Poder Judiciário de Brasília, no último dia 16. Na noite de domingo, 26, ela acabou assassinada por mais de 20 golpes de faca por ele, na frente dos seus filhos menores, na residência do casal no condomínio Fazendinha, no Itapoã, em Brasília.

Na tarde de ontem o corpo da maranhense chegou a São Luís e está sendo velado na residência de seus familiares, no bairro do Coroadinho, onde reuniu amigos e parentes. “Estamos sentindo muito a perda de Maria Regina e queremos que seja feita a Justiça”, desabafou o irmão da vítima, Ronny Araújo, de 30 anos.

Ele informou, ainda, que a família almeja saber o verdadeiro motivo de o pedido de medida protetiva ter sido negado pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher do Paranoá. “A Justiça apenas declarou que o agressor não proporcionava risco de morte para a minha irmã”, disse Ronny Araújo.

Investigação

A maranhense Maria Regina foi a 20ª vítima de crime de feminicídio em Brasília este ano. O caso está sendo investigado pela equipe da 6ª Delegacia de Polícia de Paranoá e ainda ontem não havia registro de prisão do suspeito. Delegado adjunto dessa unidade policial, Fábio Pereira, afirmou que a vítima procurou a delegacia em 13 de agosto deste ano para registrar ocorrência de ameaça contra o companheiro. “Ela queria terminar o relacionamento, mas ele não aceitava a separação”, disse o delegado.

“Estamos sentindo muito a perda de Maria Regina e queremos que seja feita a justiça”Ronny Araújo- irmão da vítima

A vítima trabalhava em casa de família, fazia bolos como ainda vendia lingeries e joias. Há alguns meses, ela pediu que Eduardo Gonçalves a deixasse, mas exigiu uma quantia de R$ 10 mil para ir embora. Maria Regina conseguiu juntar esse valor e ofereceu ao companheiro, mas recusou a deixar a casa do casal.

No começo deste mês, o acusado pediu demissão do emprego, fez um empréstimo bancário e, logo após, enviou fotos de caixões para amigas próximas de Maria Regina. Para ele, as colegas da vítima a incentivavam a pedir o fim do relacionamento.

fonte: oestadodomaranhao.com.br

Maranhão: Defensorias ajuízam ação para suspender reajuste tarifário na energia elétrica

Defensorias pedem imediata suspensão do reajuste tarifário médio de 16,94% na conta dos maranhenses (Divulgação)

Em peça conjunta elaborada pelas Defensorias Públicas do Estado (DPE/MA) e da União (DPU), foi impetrada, nesta terça-feira (28), na Justiça Federal, Ação Civil Pública (ACP) em face da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), pedindo a imediata suspensão do reajuste tarifário médio de 16,94% nas contas de luz das residências maranhenses, previsto para entrar em vigor a partir desta terça.

Também foi solicitada a contratação de perito, com conhecimento técnico especializado, para elaborar parecer sobre o reajuste homologado pela Aneel, em reunião pública, no dia 21 de agosto. O anúncio do aumento surpreendeu os defensores públicos titulares do Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecon), da DPE/MA, que iniciaram, ainda na semana passada, discussões com a área jurídica da Cemar para analisar o procedimento administrativo instaurado na definição do reajuste, que atingirá 2,4 milhões de unidades consumidoras no Maranhão.

O Nudecon apurou que assim como a Cemar, a Aneel também não cumpriu com o rito para a aprovação de um reajuste tarifário, como dispõe a Lei 9.427/96 e a Resolução nº 247, de 2007. Dentre as condições previstas, está a realização de audiência pública com ampla participação popular.

“Por esse motivo, e também pela necessidade de envolvermos a Aneel na ação, propusemos à Defensoria Pública da União a elaboração conjunta da ACP. É descabido que a Aneel e a Cemar possam impor ao consumidor ônus que foi fixado unilateralmente, sem a possibilidade de ampla e concreta participação da sociedade civil e dos órgãos de fiscalização dos direitos do consumidor”, explicou o defensor público estadual Gustavo Leite Ferreira, informando que a demanda foi direcionada ao defensor federal Yuri Costa, responsável pelas tutelas coletivas na instituição.

Diante disso, consta ainda entre os pedidos da ACP, a retomada do processo de mobilização para a audiência pública. “É importante destacar que ano passado, quando a Aneel aprovou aumento para as contas de energia elétrica no Maranhão, o tema também não foi levado para discussão com a comunidade e nem tampouco com as Defensorias Públicas, considerando suas funções basilares de promoção e proteção dos direitos individuais e coletivos dos necessitados. Resultado: foi suspensa por meio de Ação Popular”, afirmou Rairom Laurindo dos Santos, do Nudecon.

Se forem condenadas, tanto a Aneel quanto a Cemar serão obrigadas a pagar indenização, a título de danos morais sociais, no valor de R$ 2 milhões. “Qualquer variação no custo de energia implica na vida financeira do consumidor que vive no Maranhão, estado com o segundo menor IDH do país. Portanto, esta é uma causa de grande relevância para toda a sociedade, uma vez que o tema é de interesse coletivo e não beneficiará exclusivamente os nossos assistidos”, ressaltou o defensor público estadual Marcos Vinícius Campos Fróes.

fonte: imirante.com.br

Lagoa Grande do MA: Polícia recupera motocicleta furtada no povoado Três lagoas do Praça

Proprietário recebendo a motocicleta de volta

Integrantes das forças de segurança do Município de Lagoa Grande do Maranhão, sob o comando do 2° Sargento Araújo, recuperaram, domingo (26), no povoado Deserto, Lagoa Grande, após informações repassadas por populares, uma motocicleta pop 100, cor, preta, sem placa, pertencente a Jonatas dos Reis Silva, morador do Município de Lagoa Grande, furtada há um mês, aproximadamente, no povoado Três Lagoas do Piraca, zona rural do Município de São Raimundo do Doca Bezerra.

Segundo informações repassadas pelo Delegado Rodson Almeida, esse tipo de modalidade criminosa ocorre porque os autores dos furtos aproveitam-se do descuido dos proprietários das motocicletas, que as estacionam sem acionarem o mecanismo de travamento, no que se aproveitam os criminosos para subtraí-las.