Polícia Civil Efetuou a Prisão de Jabota

Genival “Jabota”
A Polícia Civil efetuou a prisão de Genival Brandão Dos Anjos, vulgo “Jabota”, haja vista a existência de mandado de prisão preventiva expedido pela Comarca de Pedreiras.
Jabota é acusado de praticar vários furtos no centro de Pedreiras, na companhia de Joana Dark sua companheira e do comparsa conhecido por Rogerinho. 
Em junho de 2015, Joana Dark foi presa em flagrante por furto qualificado, por ter subtraído a quantia de R$ 400,00 de um motorista de van, no centro de Pedreiras. 
O acusado será recambiado ao Centro de Ressocialização de Pedreiras, onde ficará a disposição do Poder Judiciário.

Fonte: 14ª DPC/Pedreiras

Funcionários do Grupo Saturnino Participaram de Palestra Sobre Atendimento ao Cliente

Funcionários na ACIAP
Se oferecermos ao cliente algo positivo, certamente receberemos de volta algo encorajador e estimulante. 
Existem várias habilidades para um atendimento de qualidade: ser atencioso, cordial, organizado, comprometido, versátil, boa comunicação, trabalhar bem em equipe, ser humilde, paciente e ouvir o cliente, pois ele tem sempre razão.
Carlos André – Palestrante
Foi com essa certeza, o que o Grupo Saturnino, formado por: Supermercado Saturnino, Hortifruti Saturnino e Verdurão Saturnino, proporcionou aos seus funcionários, um total de 37 (trinta e sete), uma palestra sobre bom atendimento ao cliente, que teve como palestrante Carlos André Carvalho Granjeiro.

Segundo o Gerente Proprietário do Hortifruti Saturnino, Gilmárcio, essa é a melhor forma de satisfazer os clientes, que muitas vezes, quando vão às compras, precisam de apoio, e na maioria das vezes um bom dia, boa tarde ou uma boa noite é muito melhor que qualquer outro meio de cumprimento.
O treinamento deixou todos os funcionários satisfeitos, e prometeram dentro do possível, seguir as regras, para que o cliente tenha sempre o que comentar sobre o bom tratamento que eles irão proporcionar ainda mais.
Carlos André e Gilmárcio
A palestra aconteceu ontem, na Associação Comercial de Pedreiras. 

Missa da Timbalada. A Alegria Continua em Cristo

Santuário de São Benedito
Daqui a pouco acontecerá, no patamar do Santuário de São Benedito, a Missa da Timbalada. O evento religioso, que mistura louvores, orações e muita alegria, já é uma marca da gestão do Pároco José Geraldo.
A ornamentação já está praticamente pronta.
Vá e leve sua família. Logo mais as 19:30h

PF reforça a vigilância para capturar a prefeita de Bom Jardim, MA

Prefeita de Bom Jardim procurada
pela Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) reforçou a vigilância em aeroportos e rodoviárias do Maranhão para capturar a prefeita de Bom Jardim (MA) Lidiane Leite (PP), foragida desde quinta-feira (20), quando foi deflagrada a “Operação Éden”, que investiga denúncias de desvios de verbas da educação no Município.
“Solicitamos a todos os cidadãos de bem do Estado do Maranhão que cada um deles se torne um agente da Polícia Federal e nos auxilie na captura dessa pessoa”, disse o superintendente regional Alexandre Saraiva, em entrevista coletiva concedida na quinta-feira.
Foram presos o ex-secretário de Agricultura, Antônio Gomes da Silva, conhecido como “Antônio Cesarino”, e de Assuntos Políticos, Humberto Dantas dos Santos, conhecido como Beto Rocha, que seria ex-namorado da prefeita.Segundo o delegado Ronildo Lajes, a repercussão nacional do caso acelerou a deflagração da operação.
“Acontece que, com a publicação da reportagem, por decorrência da repercussão até nacional, nós percebemos no monitoramento que os alvos estavam se movimentando muito, tentando conversar com testemunhas e há rumores no local de que eles estavam tentando evadir-se”, explicou.
“Mesmo sendo policiais federais, somos humanos e estamos absolutamente indignados porque chegou ao nosso conhecimento que as crianças estavam sendo dispensadas mais cedo das aulas por falta de alimentação”, revelou o delegado Fabrizio Garbi.
Desvios

A polícia investiga transferências de cerca de R$ 1 mil realizadas da conta da prefeitura para a conta pessoal de Lidiane que chegam a R$ 40 mil em um ano. Também foram feitas transferências para o advogado da prefeitura, Danilo Mohana, que somam mais de R$ 200 mil em pouco mais de um ano.

Além da prefeita, secretários, ex-secretários e empresários também estão sendo investigados por causa de irregularidades encontradas em contratos firmados com “empresas-fantasmas”. Houve duas licitações para reformar 13 escolas, pelas quais a “Zabar Produções” obteve R$ 1,3 milhão e a “Ecolimp” recebeu R$ 1,8 milhão. Nenhuma das empresas foi encontrada.
Em 2013, a prefeitura firmou contrato com 16 agricultores para o fornecimento de merenda escolar nas escolas municipais, pelos quais cada agricultor receberia em média R$ 18 mil por ano. Os agricultores afirmaram que não receberam os pagamentos.
Luxo na internet

Lidiane se tornou prefeita aos 22 anos, em 2012, depois que o namorado dela na época Beto Rocha, candidato a prefeito, teve a candidatura impugnada ao ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa. Ela assumiu o lugar dele e foi eleita.

Depois que assumiu o cargo, Lidiane passou a compartilhar fotos da nova rotina nas redes sociais. Nos perfis pessoais, ela escreveu: “eu compro é que eu quiser. Gasto sim com o que eu quero. Tô nem aí pra o que achem. Beijinho no ombro pros recalcados”. Em outro post, ela diz: “devia era comprar um carro mais luxuoso pq graças a Deus o dinheiro ta sobrando”.
Afastamentos

Justiça do Maranhão havia determinado o afastamento da prefeita pelo prazo de 180 dias em dezembro de 2014, com base no descumprimento da regularização das aulas e do fornecimento de merenda e de transporte escolar em Bom Jardim.

Na ação, o Ministério Público do Estado afirma que Lidiane havia apresentado informações falsas a respeito das irregularidades, mas as informações acabaram desmentidas por meio de denúncias dos próprios moradores da cidade.
A gestora também já havia sido citada pela Justiça por má conduta no início de 2014, quando foi deferida liminar, a pedido do MP-MA, para declarar a ilegalidade de decreto municipal que tornou nulas as nomeações dos excedentes do concurso público homologado em novembro de 2011.
fonte: g1.maranhao

Pedido de Suspensão de Liminar Pelo Prefeito Afastado Totonho Chicote já Está no Gabinete do Des. Jamil Gedeon

Diferente de dois atrás, o processo de pedido de Suspensão de Liminar ou Antecipação de Tutela, através do Prefeito afastado de Pedreiras Totonho Chicote, teve duas rápidas movimentações na manhã desta sexta-feira.
Os Autos já estão no gabinete do Desembargador Jamil de Miranda Gedeon Neto, sem observações adicionais.
Desembargador Jamil Gedeon
Continuamos acompanhando os dois processos que tramitam no TJMA – Tribunal de Justiça do Maranhão. 

Termina hoje o prazo de inscrição no Paes 2016

Foto: Divulgação

As inscrições para o Paes 2016 da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) se encerram nesta sexta-feira (21). Este ano serão ofertadas 3.829 vagas distribuídas nos 21 campi da instituição em todo o Estado.
As inscrições devem ser feitas por meio do endereço eletrônico. O valor da inscrição é de R$ 75. Candidatos que foram beneficiados com a isenção da taxa do vestibular precisam fazer a inscrição normalmente.
Provas
Este ano, o Paes será realizado em dois dias consecutivos. As provas serão realizadas nos dias 8 e 9 de novembro, das 13h às 18h, nos campi da Uema em São Luís, Caxias, Imperatriz, Bacabal, Balsas, Santa Inês, Açailândia, Pedreiras, Timon, Grajaú, Lago da Pedra, Zé Doca, Itapecuru-Mirim, Colinas, Pinheiro, Presidente Dutra, São João dos Patos, Coelho Neto, Barra do Corda, Codó e Coroatá.
No primeiro dia, as provas terão 60 questões de múltipla escolha, sendo 20 de Linguagem, Códigos e suas tecnologias, 20 de Ciências Humanas e suas tecnologias e 20 de Matemática e Ciências da Natureza e suas tecnologias. No segundo dia, serão aplicadas as provas analítico-discursivas de dois componentes curriculares específicos por curso, com 12 questões, sendo 6 para cada componente, além da produção textual.
O resultado do vestibular será divulgado na primeira quinzena de janeiro de 2016.

fonte: imirante.com.br

Tribunal de Contas desaprova prestações de contas de gestores

O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA) desaprovou, em Sessão Plenária realizada nesta quarta-feira, 19/08, as prestações de contas apresentadas por Francivaldo Vasconcelos Souza (Cachoeira Grande/2010); João Batista Freitas (São Vicente de Férrer/2010); Jorge Eduardo Gonçalves de Melo (Lagoa Grande do Maranhão/2010); José Gomes Coelho (Estreito/2010); Marcio Leandro Antezana Rodrigues (Santa Luzia/2010), com débitos de R$ 121.183,00 e multas no total de R$ 347.200,00; Raimundo Nonato Pereira Ferreira (Buriti Bravo/2010) e Washington Luís Nogueira (Governador Eugênio Barros/2010), com multas de R$ 15.600,00.

Entre as Câmaras Municipais, forma julgadas irregulares as contas sob a responsabilidade de Maria Belmira Oliveira da Silva (Luis Domingues/2010), com multas de R$ 6.119,00 e Raimundo Nonato Nunes (São Félix de Balsas/2009), com débito de R$ 149.609,37 e multas no total de R$ 37.860,00.

Francisco Martins Pereira (Trizidela do Vale/2010), com multas no total de R$ 16.000,00 teve suas contas julgadas regulares com ressalvas.

Pouca Movimentação no Processo de Totonho Chicote

A última movimentação do agravo regimental, segundo o Jurisconsult do TJMA, foi exatamente às 15:54:56  desta quinta-feira, dia 20.08.2015, os Autos foram remetidos mais uma vez ao gabinete do Desembargador Kleber Costa Carvalho; Motivo: Conclusão.

Ainda vai longe.

Desembargador Kleber C. Carvalho

E o pedido de suspensão de liminar está assim a movimentação:

Desembargados Jamil Gedeon

Liga de Futebol de Pedreiras Se Prepara Para o Campeonato Pedreirense

Estádio “Pilizão” – Pedreiras – MA
Reunião realizada na sede da Liga Esportiva de Pedreiras, com a presença 11(onze) Clubes dos 14(quatorze) filiados,onde foram discutidos vários os assuntos, dentre eles o Campeonato Pedreirense Versão 2015.
Foi apresentado o esboço do regulamento, onde houve algumas alterações pra melhor. Aproveitando a maioria, aconteceu a Eleição Democrática, e através de Sorteio feito entre os clubes presentes: Bragantino, Cemec, Municipal, Goiabal, Cinquentenário, Seringal, São Paulo, Guarany, Portuguesa, São José e Santo Antonio. Ficou assim a votação: 05 (cinco) Clubes votaram a favor de atletas liberados; 03 decidiram somente 07(sete) atletas; 02(dois) clubes optaram por 10 (dez) atletas; e 01(um) clube votou a favor de 08(oito) atletas.
Finalizando, ficou determinado que o Presidente Hermínio Veloso Junior, enviará o orçamento da competição que ficou em R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) sem a ajuda de custo que será pleiteado em Reunião junto ao Gestor Municipal, com data a ser marcada.

Câmara aprova em 2º turno PEC que reduz a maioridade de 18 para 16 anos

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 19, em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos em casos de crimes hediondos, homicídio doloso (com intenção de matar) e lesão corporal seguida de morte. O tema, que tramitava há 22 anos na Casa, segue agora para o Senado.

O PT promete voltar ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o trâmite da PEC na Casa. “Vou pedir ao Supremo para apreciar nosso mandado de segurança. A votação foi totalmente inconstitucional e antirregimental. Todas as regras foram violadas”, afirmou o vice-líder petista Alessandro Molon (RJ).

Na votação em primeiro turno foram 323 votos a favor, 155 contra a redução da maioridade e duas abstenções. Hoje foram 320 a favor, 152 contra e uma abstenção. Por se tratar de mudança na Constituição, a proposta precisava ser votada em segundo turno e necessita de 308 votos para o texto ser mantido.

A votação rachou o plenário. Alegando que jovens menores de 18 anos hoje têm “licença para matar”, que Casas de atendimento a menores já são presídios e citando crimes que chocaram o País, votaram favoravelmente à redução PMDB, PSDB, PRB, PR, PSD, PTB, DEM e Solidariedade. “Hoje estamos aqui para fazer história. Estamos ouvindo a voz da sociedade. O Brasil quer a redução da maioridade penal, a sociedade não quer mais perder seus filhos para a violência”, pregou a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ).

A liderança do governo, PT, PSB, PDT, PCdoB, PROS, PPS, PV e PSOL orientaram voto contra a PEC. “O que nós estamos fazendo não vai resolver a violência. Quem mata no Brasil é o adulto. O jovem pode se recuperar”, apelou o peemedebista Darcício Perondi (PMDB-RS), que votou na contramão de seu partido.

Pedalada
Em julho, uma manobra apelidada pelos deputados governistas de “pedalada regimental” viabilizou a votação do tema duas vezes. Deputados governistas acusaram Cunha de golpe e recorreram ao STF. Na ocasião, o ministro Celso de Mello disse não ver argumentos jurídicos para suspender a tramitação da PEC porque a aprovação da proposta dependia ainda da votação em segundo turno. O ministro afirmou, no entanto, que sua decisão não impedia que um novo questionamento fosse feito no futuro.

Em nota divulgada antes do início da votação, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, reiterou sua posição contrária à PEC e destacou que a medida não vai diminuir a criminalidade. “A redução da maioridade penal é para nós algo insustentável. Caso isso seja aprovado nós teremos um erro jurídico, um erro do ponto de vista dos estudos científicos e um colapso no sistema prisional. Estaremos gerando mais violência e ferindo a nossa Constituição. Não podemos ser favoráveis a uma medida que trará enorme dano à segurança pública de todos os brasileiros”, afirmou o ministro.

O governo alega que a medida impacta negativamente as contas da União, podendo gerar um gasto anual de R$ 2,3 bilhões porque será necessário ampliar as unidades prisionais para manter aproximadamente 40 mil adolescentes presos por ano. “Não há como construir presídios para atender a essa demanda. E, ao invés de gastarmos bem, que é investir unidades onde se busque a ressocialização, estaremos gastando em presídios de adultos de onde dificilmente esses jovens serão recuperados”, insiste o ministro em nota.

O ministério defendeu mudanças no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), como ampliação no tempo de internação dos infratores para crimes hediondos.