Copa Regional Intermunicipal: Codó enfrenta Trizidela do Vale no Pillizão, hoje

Estádio “Pilizão” – Pedreiras – MA
A liga pedreirense de futebol está realizando uma das maiores e melhores competições da região com a participação de várias equipes, incluindo; Tuntum, Caxias, Codó, Bacabal, Coroatá, Trizidela do Vale, Igarapé Grande, Lago da Pedra, Alto Alegre, Esperantinópolis e Pedreiras. Lima Campos que seria a décima segunda seleção, desistiu.
Estádio “Pilizão” – Pedreiras – MA
Após várias rodas, apenas as seleções de Igarapé Grande, Pedreiras que já está fora, Codó, Trizidela do Vale que se enfrentam hoje no estádio “Pilizão”, a partir das 20h, (vinte horas), e Tuntum e Esperantinópolis que jogam na próxima quinta-feira, brigam para conquistar a copa.
O presidente da liga, Hermínio Veloso Júnior acredita que conseguiu, até agora, realizar um belo trabalho, claro, com a contribuição das equipes e de todos os presidentes das agremiações.
Estádio “Pilizão” – Pedreiras – MA
Ainda sobre o jogo de hoje, a torcida terá a oportunidade mais uma vez de ver de perto jogadores que participaram de outros campeonatos em nível de estado. 

Morre, aos 73 anos, o comentarista esportivo Herbert Fontenele

Herberth Fontenele – Cronista esportivo
Morreu na madrugada desta terça-feira
(16), o comentarista esportivo Herbert Fontenele aos 73 anos. Ícone do rádio
maranhense com uma personalidade forte e opiniões críticas, Fontenele lutava
contra um câncer de próstata desde 2009, e foi internado no domingo (14), no
UDI Hospital, em São Luís. Mesmo realizando o tratamento contra a doença, o
comentarista seguia trabalhando, normalmente, na rádio Mirante AM e
na TV Mirante. Fontenele também participava de transmissões do
Campeonato Brasileiro da Série B pelo SporTV. O velório de Herbert Fontenele
ocorrerá no Estádio Castelão.
Apesar de ter feito sucesso no
Maranhão e ter se tornado em uma referência no jornalismo esportivo no Estado,
Fontenele é natural do Piauí. Ele chegou ao Maranhão aos 17 anos. Aos poucos,
foi ganhando espaço no cenário local e se tornando uma das vozes mais
importantes do radialismo maranhense. Com 55 anos dedicados ao jornalismo
esportivo, Fontenele é um dos poucos que pôde se orgulhar de ter trabalhado em
três Copas do Mundo.
Anos após integrar a equipe da
Mirante AM, Fontenele, que tornou-se o “Comentarista do Povão”, também foi a
televisão. Na TV Mirante, ele apresentou o já extinto Camisa 10 e
Globo Esporte,
até chegar ao Bom Dia Mirante,
onde tinha participação especial diariamente.
“Gosto de fazer televisão. Estar na TV Mirante pela
audiência que tem pode satisfazer teu ego. Você se torna uma pessoa pública.
Fiquei muito mais conhecido do torcedor, da comunidade depois que eu vim para a TV Mirante pelo
alcance que tem no Estado todo. Isso te satisfaz e te dá prazer”, disse o
“Comentarista do Povão” durante entrevista exclusiva ao Imirante Esporte em
2012.
Em 2013, o comentarista chegou a ser
destaque em uma reportagem da Revista Veja sobre a sua luta contra o Câncer. “O
sofrimento era tão grande que cheguei a pensar que deveria ter deixado a doença
seguir seu rumo natural”, revelou Fontenele à época.

Na última edição do Troféu Mirante
Esporte, Herbert Fontenele foi homenageado pelo Grupo Mirante. Na ocasião, o
comentarista se emocionou ao relembrar momentos marcantes de sua carreira e da
luta contra o câncer.
Fonte: imirante.com.br

Detran e Ciretrans Serão Reformados

Governo do Estado
O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) concluiu, na semana anterior, o processo licitatório para a contratação das empresas de Construção Civil que ficarão responsáveis pela reforma e manutenção predial da sede do Detran e das 15 Ciretrans no estado. Além dos serviços de manutenção, as quatro empresas contratadas deverão fornecer peças e equipamentos para garantir conforto aos usuários e a qualidade nos serviços prestados pelo órgão.
As Ciretrans foram recebidas pelo atual governo em completa situação de abandono. Um levantamento feito pela direção do Detran-MA revelou o descaso com a manutenção dos imóveis onde funcionam o Detran na capital e as outras unidades executivas de trânsito localizadas no interior do estado. Dos 15 contratos de manutenção predial celebrados entre o governo anterior e empresas de Construção Civil, apenas dois foram utilizados, o que resultou no agravamento dos problemas estruturais e funcionais em quase todas as unidades do Departamento. As condições precárias dos prédios onde estão instaladas as Ciretrans maranhenses têm gerado reclamações diárias dos usuários.

Banheiros sem vasos sanitários, pias e tubulações de água e esgoto, móveis velhos e com cupins, paredes úmidas e fiação elétrica exposta são alguns exemplos do cenário caótico encontrado nas Ciretrans do Maranhão. Das 15 Ciretrans existentes no estado, apenas as de Imperatriz e Balsas passaram por melhorias recentes. Apesar de funcionarem em prédios novos, as duas unidades foram entregues às pressas no final do ano passado, mesmo com as obras não estando concluídas, e, de acordo com vistorias técnicas, os imóveis ainda carecem de muitos reparos.
Na sede do Detran-MA, em São Luís, as reformas ficaram restritas aos setores de atendimento ao usuário. Nas dependências internas do prédio nada foi feito. Os servidores estavam expostos a salas úmidas, buracos nos pisos, forro desabando, além de fiação elétrica exposta em vários setores e paredes descascadas.
Por determinação do governador Flávio Dino, reparos emergenciais foram providenciados para proporcionar um local digno para os funcionários do órgão. Silas Antônio trabalha há 16 anos no Detran-MA e testemunha as muitas mudanças em curso no departamento nesses primeiros cinco meses do governo Flávio Dino. “A sala da Ação Regional permaneceu esquecida por muitos anos. Com os reparos feitos agora, o ambiente de trabalho já é outro”, comenta.
Segundo Eurídes Santos, funcionária do setor de Atendimento, ao longo dos seus 32 anos de serviços prestados ao Detran-MA, dificilmente viu as salas e corredores do Departamento serem prioridades nas reformas feitas. “Dentro do prédio existia um buraco lendário no chão que nunca era consertado. Nesse pouco tempo da nova diretoria, esse problema de décadas foi solucionado”.
“Com os serviços feitos e as reformas que em breve vamos iniciar, os funcionários do Detran-MA e das Ciretrans voltarão a ter um ambiente de trabalho decente, no qual possam trabalhar com segurança e qualidade”, destacou o diretor-geral do órgão, Antônio Nunes. “O trabalhador quando recebe condições dignas para realizar o serviço, trabalha de forma correta e com muito mais eficácia. Tanto os servidores, como a população, saem ganhando”.
As obras serão iniciadas logo após a publicação dos contratos no Diário Oficial do Maranhão, previsto para acontecer esta semana.
Fonte: oimparcial.com.br

Mantida Condenação por Improbidade de ex-prefeito de Santa Luzia do Paruá

O desembargador João Santana foi o relator do processo. (Foto: Ribamar Pinheiro)

O desembargador João Santana foi o relator do processo. (Foto:Ribamar Pinheiro)
A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) foi unanimemente desfavorável a recurso ajuizado pelo ex-prefeito de Santa Luzia do Paruá, José Nilton Marreiros Ferraz, e manteve sentença de primeira instância. Por ter descumprido ordem judicial, o ex-gestor foi condenado, por ato de improbidade administrativa, a pagar multa correspondente a uma vez a sua remuneração quando prefeito. Teve, ainda, seus direitos políticos suspensos por três anos, mesmo período sem poder contratar com o poder público.
O Ministério Público Estadual (MPMA) ajuizou a ação, apontando o descumprimento da ordem e perseguição política de servidores, inclusive o não pagamento dos seus salários.
O ex-prefeito alegou, preliminarmente, cerceamento de defesa, pois havia requerido a produção de provas, e o julgamento foi antecipado. No mérito, ele acrescentou que não teria havido dano à coletividade, nem ato de improbidade.
O desembargador João Santana (relator), ao tratar da preliminar, disse que a contestação apresentada por Ferraz não apresentou nenhum fato que necessitasse de prova, além da documental antecipadamente produzida pelas partes; nem se indica, no apelo, qual fato especificamente deseja provar, nem qual tipo de prova pretendia produzir.

Santana citou entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ), segundo o qual não há cerceamento de defesa quando o julgador considera desnecessária a produção de prova, mediante a existência nos autos de elementos suficientes para a formação do seu convencimento.
Acrescentou que o caso se enquadra na hipótese de norma do Código de Processo Civil, que comporta julgamento antecipado.
No mérito, o relator considerou incontroverso que o apelante descumpriu ordem do Juízo da comarca de Santa Luzia do Paruá, que, em mandado de segurança ajuizado por diversos servidores do município, determinou a reintegração de todos, assim como anulou todas as portarias que os removiam ou demitiam.
A determinação ainda estabeleceu que retornassem às suas lotações e postos de trabalho de origem, sem prejuízo dos seus vencimentos, que deveriam ser pagos de forma retroativa.
João Santana considerou injustificável o retardamento do apelante em atender a ordem judicial, somente o fazendo, como confessou, após esgotados todos os recursos manejados. Entendeu que, pelo que consta nos autos, o descumprimento foi intencional.
Segundo o desembargador, nem mesmo o pagamento dos servidores ocorreu, e a situação somente foi regularizada após acordo firmado no 1º Mutirão de Processos de Santa Luzia do Paruá, em janeiro de 2009, ou seja, três anos e seis meses após a ordem judicial, inclusive com a reintegração de 31 servidores.
O desembargador Ricardo Duailibe e o juiz Luiz Gonzaga, substituto de 2º grau, também negaram provimento ao recurso do ex-prefeito. (Processo nº 316652013 – Santa Luzia do Paruá).
Assessoria de Comunicação do TJMA
asscom@tjma.jus.br
(98) 3198.4370

Polícia Forma 432 Policiais Para o Maranhão

O Governo do Estado convocou mil candidatos aprovados na primeira fase do concurso público de soldado de Polícia Militar e soldado Bombeiro Militar para ampliar o efetivo do sistema de segurança pública e renovar a tropa militar maranhense. Deste contingente de convocados, 432 chegaram à sexta etapa do concurso, que consiste no curso de formação, realizado pelo Centro de Formação de Praças (CFAP) da Polícia Militar.
A convocação dos policiais militares está entre as primeiras medidas anunciadas pelo governador Flávio Dino para garantir mais segurança à população. “Cumprindo o compromisso assumido no dia 1º de janeiro, vamos ampliar cada vez mais a presença da polícia na vida da população, visando garantir a paz e o respeito às leis”, afirmou o governador Flávio Dino.
O coronel Aucerir Becker, comandante do CFAP, frisou a preocupação do governo em garantir a segurança do maranhense, mas sem deixar de formar corretamente o policial que irá atuar nas ruas. “Sabemos da necessidade urgente de policiais trabalhando pelo bem da sociedade, mas não podemos jogar o aprovado no concurso no confronto direto das ruas de qualquer maneira. Ele precisa conhecer uma série de princípios para, só assim, preservar pela idoneidade do cidadão e também a dele”.

O curso de formação dura sete meses e meio. O início ocorreu no dia 23 de maio e encerra dia 22 de dezembro. Após o término, o governador irá nomear os aprovados e, então, a turma poderá reforçar as tropas militares. “Temos que ter policiais que entendam o conhecimento jurídico ao atendimento do cidadão, além de primeiros socorros, ou situações de conflitos. O CFAP está aqui para preparar o aluno da melhor forma possível sem oferecer risco de vida para o cidadão que recebe o atendimento”, afirmou o coronel Becker.
O curso de formação possui aulas teóricas, realizadas em salas de aula, e práticas, que ocorrem em campos de futebol localizados dentro do Centro de Formação. Disciplinas como, Saúde e Segurança aplicada ao trabalho policial, Teoria Geral da Segurança Pública, Noções em Direito Penal e Processual, Conhecimentos em Defesa Pessoal, são algumas disciplinas lecionadas no CFAP por professores com ampla experiência no mercado, como delegados e promotores.
Com relação às aulas práticas, os alunos são treinados para manusear de forma segura a arma que utilizará no dia-a-dia e como tratar o cidadão que corre risco de vida. Trinta e oito disciplinas são lecionadas aos 432 alunos no CFAP, sendo 33 mulheres e 399 homens. “Desde a mais simples ocorrência até a mediação de conflitos o aluno aprende no CFAP. Realizamos provas teóricas e práticas e quem não for bem, é reprovado”, explicou o coronel Becker.
O capitão Marcos Galvão, chefe da divisão de ensino do CFAP, esclarece que todos os aprovados irão trabalhar em todo o estado e que apesar da urgência de necessidade de mais homens nas ruas, é preciso capacitar os novos policiais da melhor forma possível para que os mesmos possam prestar serviços qualificados à comunidade. “Não tem como o policial ir para as ruas sem passar pelo CFAP. Até porque o curso faz parte da seleção do concurso. Ao final de todas as disciplinas, o aluno sai daqui um policial preparado para enfrentar qualquer tipo de situação”, afirmou o capitão Galvão.
Hamilton Caires, 31 anos, é um dos alunos do CFAP. O rapaz que passou seis anos no Exército, nunca abandonou o sonho de se tornar militar. “Eu já tenho uma certa bagagem adquirida no Exército e agora estou aqui para servir o cidadão. Vou sair do CFAP preparado para encarar quem não estiver disposto a manter a sociedade segura”, disse Hamilton.
Uma das 33 mulheres do curso, Nathana Porto, 26 anos, considera o curso um aprendizado para a vida toda. “Aqui aprendemos a ter ordem e disciplina em tudo que fazemos. Quando acabar o curso tenho certeza de que estarei preparada para proteger o Estado, priorizando a vida e o respeito ao cidadão de bem”, garantiu Nathana.
CRONOGRAMA DO CONCURSO
EVENTO DATA
Convocação para o Teste de Aptidão Física – TAF 03/03/2015
Disponibilização do Documento Individual de Convocação, com local, data e horário de realização do TAF 10/03/2015
Disponibilização do Formulário de Investigação Social Documental 03/03/2015
Realização do TAF (conforme Documento de Individual de Convocação) de 23 a 29/03/2015
Divulgação do resultado do TAF
Convocação para o Teste Psicotécnico
Convocação para os Exames Médico e Odontológico
Convocação para entrega do Formulário e dos documentos da Investigação Social Documental
31/03/2015
Prazo para interposição de recursos contra o resultado do TAF 01 e 02/04/2015
Realização do Teste Psicotécnico (conforme edital de convocação) 30/04 a 03/05/2015
Realização dos Exames Médico e Odontológico (conforme edital de convocação) 30/04 a 03/05/2015
Divulgação do resultado do Teste Psicotécnico
Divulgação do resultado dos Exames Médico e Odontológico
Convocação para Prova Prática de Música (candidatos aos cargos de Soldado Músico e Bombeiro Músico)
Convocação para matrícula no Curso de Formação
05/05/2015
Prazo para interposição de recursos contra os resultados do Teste Psicotécnico e dos Exames Médico e Odontológico 06 e 07/05/2015
Realização da Prova Prática de Música (conforme edital de convocação) 09 e 10/05/2015
Divulgação do resultado da Prova Prática de Música 11/05/2015
Prazo para interposição de recursos contra o resultado da Prova Prática de Música 12 e 13/05/2015
Entrega do Formulário e dos documentos da Investigação Social Documental 14 e 15/05/2015
Matrícula no Curso de Formação 14 e 15/05/2015
Realização do Curso de Formação
18/05 a 22/12/2015

Destaques das Operações Policiais na Região







São Raimundo do Doca Bezerra






Francisco de Assis “gordinho” – Acusado

Uma operação realizada ontem em São Raimundo do Doca Bezerra através da polícia militar prendeu Francisco de Assis Ramos de 30 (trinta) anos, no povoado Monte Castelo. Na casa dele foram encontrados; um cartucho calibre 12, deflagrado – 03 calibre 38, deflagrados – 01 PT-40 intacto – 01 calibre 44 – 03 de calibre 36, recarregável, sendo dois carregados – uma balança de precisão – uma moto Honda XRE, de placa OJF 9163, cor preta e uma Mitsubishi L-200 – cor cinza – placa HPP 2777. Nenhuma documentação foi apresentada durante à abordagem na casa de “gordinho”. Segundo denúncia anônima de populares, seis homens fortemente armados estava tirando o sossego da população e estariam hospedados na casa de Francisco de Assis Ramos “gordinho”. Nenhum dos elementos foi encontrado durante as buscas.









São Roberto

Reginaldo da Silva – Acusado


Foi preso e autuando em flagrante por porte ilegal de arma de fogo o senhor Reginaldo da Silva Viana, 25 (vinte e cinco) anos de idade. Com o acusado foi encontrado um revólver calibre e três munições intactas.

Arma em poder do acusado
Lago do Junco

I. L. e L. D. S. – Apreendidos


I. L. e L. D. S. foram apreendidos após furar a barreira da polícia militar montada pelo Cabo Brasil e soldado Da Gama, após receber informações de um assalto. Com apoio da guarnição de Lago da Pedra e de Lago dos Rodrigues os adolescentes foram perseguidos e levados para averiguações. Com eles a polícia militar encontrou um revólver calibre 38, com 06 munições intactas e celulares.
Celulares e Arma que estavam com os adolescentes
Trizidela do Vale

A. S. G. – Acusado de agressão com arma branca


Mais um adolescente foi apreendido pela polícia militar após ter se envolvido em uma confusão. A. S. G. é acusado de ter esfaqueado outro menor durante uma briga de rua naquele município.
E Bruno da Silva Sousa, 29 anos de idade foi preso acusado de arrombar o prédio em construção do CRAS de Trizidela do Vale
Bruno da Silva – Acusado de arrombamento

Preso um Desembargador em Fortaleza – CE

Desembargador Carlos Rodrigo Feitosa – Acusado
A Polícia Federal desencadeou no
começo da manhã desta segunda-feira (15), uma operação sigilosa em Fortaleza
para dar cumprimento a cerca de 30 mandados judiciais de prisão, busca e
apreensão e de condução coercitiva. O objetivo é o aprofundamento nas
investigações sobre as denúncias de venda de habeas corpus pelo Tribunal de
Justiça do Estado do Ceará a grandes criminosos, como traficantes de drogas e sequestradores.
Neste momento, um desembargador do
Estado do Ceará, Carlos Rodrigues Feitosa, está sendo conduzido de sua
residência por agentes da PF para a sede da Justiça Federal no Ceará para ser
ouvido dentro das investigações em torno do escândalo. Não há notícias
confirmadas ainda se contra ele foi despachado algum mandado de prisão ou de
condução coercitiva por parte do Superior Tribunal de Justiça (STJ), já que
somente aquele órgão tem a competência para decretar a prisão de magistrados.
Feitosa seria um dos investigados sobre o escândalo.
A operação da PF teve início por
volta de 5 horas, quando as equipes  da PF – formadas por agentes e
delegados vindos de vários estados – se dividiram para o cumprimento dos
mandados em diferentes locais da Capital. Os “alvos” da operação não tiveram,
ainda, seus nomes divulgados oficialmente. Sabe-se, no entanto, que as pessoas
que estariam sendo investigadas serão ouvidas, ao longo do dia, na sede da
Justiça Federal, onde estaria um  subprocurador da República designado
para  a missão.

BOATOS
Ainda sobre a operação, circularam
boatos logo cedo de que um dos “alvos” das diligências seria a própria sede do
Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, onde os federais teriam ali a missão de
fazer buscas nos gabinetes de alguns desembargadores para apreender documentos,
computadores e outros objetos que seriam de interesse da investigação. A
notícia, no entanto, não foi confirmada até agora.
Agentes da PF também teriam ido até
um condomínio residencial de luxo, situado na Rua Tibúrcio Cavalcante, na
Aldeota, com o objetivo de apreender documentos.
Sem informações oficiais sobre o
caso, as especulações e boatos já começaram a circular no meio jurídico. Há
boatos sobre prisões de, pelo menos, três desembargadores, além de advogados.
Nada confirmado, ainda, pela PF.
ESCÂNDALO
A venda de habeas corpus durante os
plantões de feriados e fins de semana no Tribunal de Justiça do Ceará vieram á
tona em julho de 2013, quando, em matéria exclusiva, o então editor de Polícia
do Diário do Nordeste, jornalista Fernando Ribeiro, revelou que 
traficantes de drogas haviam sido soltos através de habeas corpus em um fim de
semana, fato que causou revolta e, ao mesmo tempo, estranheza, às autoridades
da Segurança Pública.
Entre os “beneficiados” com a soltura
de fim de semana figurou o traficante de drogas Renan Rodrigues Pereira, tido
como bandido de altíssima periculosidade, que se tornou muito rico depois de
mandar eliminar vários oponentes no tráfico em Fortaleza. Depois que passou a
comandar a venda de drogas em bairros como Aerolândia, Tancredo Neves, Cidade
dos Funcionários e outros, Renan comprou apartamentos de luxo na Beira-Mar e
andava na cidade em carro de luxo importado, blindado, além de escolta armada.
De uma só vez, o desembargador plantonista 
Carlos Rodrigues Feitosa revogou dois mandados de prisão contra Renan
Rodrigues, que haviam sido expedidos pela 3ª Vara do Júri da capital.
Na época – julho de 2013 – outros
bandidos ganharam a liberdade da mesma forma, através de habeas corpus do TJ em
plantões de fim de semana. Entre eles, Tiago Costa de Araújo, Dejair de Sousa
Silva e Carlos Hélder Franklim Marques, que haviam sido presos pela Polícia
Federal no dia 24 de abril daquele ano com um carregamento de 101,7 quilos de
pasta-base de cocaína, além de dinheiro, armas, munições e jóias.
Também foram soltos da mesma forma
Paulo Diego da Silva Araújo e José Roberlândio Barreira Nobre. O primeiro
também fazia parte da quadrilha de traficantes que tentava embarcar em um voo
partindo do Aeroporto Internacional Pinto Martins com uma mala onde havia cerca
de R$ 340 mil em espécie, que, segundo a PF, seria dinheiro de “lavagem” do
tráfico. O segundo, era acusado de envolvimento com receptação de cargas.
Na semana passada, a Ordem dos
Advogados do Brasil (OAB-Ceará) decidiu interpelar o ex-presidente do Tribunal
de Justiça do Estado, desembargador aposentado Luiz Gerardo Pontes Brígido,
para que este aponte os nomes de advogados supostamente envolvidos no escândalo
da venda de habeas corpus.
Na semana passada, a Procuradoria
Geral da Justiça  do Ceará (PGJ-CE) teria entregue ao procurador-geral da
Justiça, Rodrigo Janot, documentos sobre o caso, também como nomes dos
envolvidos.

Segundo as investigações, cada habeas
corpus teria sido “vendido” por R$ 150 mil. 
Com informações do blog do Fernando Ribeiro

Coleta de Lixo Irregular em Pedreiras

Até esse horário 10:30h, o carro coletor do lixo não passou para realizar o trabalho em algumas ruas de Pedreiras. No conjunto primavera, por exemplo, o lixo está acumulando nas portas das residencias. Os moradores acostumados com o horário e dias certos estão aguardando que  alguém da secretaria de infraestrutura  possa se manifestar sobre o que teria acontecido.
Lixo no Conjunto Primavera
A empresa terceirizada pela prefeitura de Pedreiras a LN Construções encerrou o contrato no fim de maio, segundo o secretário de infraestrutura “Luizinho”, uma empresa foi contratada em caráter de emergência seguindo orientações do juiz titular da primeira vara da comarca de Pedreiras Dr. Marco Adriano, para evitar um caos na cidade. 
Lixo acumulado
Ainda dentro do prazo vamos aguardar a divulgação do certame e conhecermos a nova empresa que será responsável pela coleta do lixo.
Estamos de Olho em Tudo. 

Darcy Ribeiro Realizou Integração de Polos

O programa Darcy Ribeiro da Universidade Estadual do Maranhão, polo de Pedreiras, realizou neste último domingo (14), uma integração com os polos dos municípios de Lago da Pedra e Esperantinópolis, no ginásio de esportes Carlos Melo na cidade de Pedreiras. A iniciativa foi do coordenador Cicero Aragão, que na oportunidade colocou a disposição dos acadêmicos as modalidades esportivas de dama, xadrez, dominó e futsal masculino e feminino.
Acadêmicos do Darcy Ribeiro
A grande atração foi mesmo o futsal, o curso de história não deixou por menos e venceu nas duas categorias, no masculino venceu o misto formado por biologia, química, física e matemática, selando um apertado placar de 5 x 4. Já no feminino o resultado foi bem folgado, história não contou história e somou 5 x 0 contra os outros cursos, destaque para Rissy Oliveira que marcou três gols.
Modalidade xadrez
Modalidade damas
Futsal masculino
A integração faz parte do currículo para contar como atividades extra sala de aula, que conta como horas para cada acadêmico que participou do domingo esportivo.

Iniciadas em Pedreiras as Comemorações dos 179 anos da Polícia Militar do Maranhão

A Polícia Militar do Maranhão foi criada através da Lei Provincial nº 21 de 17/06/1836, com o nome de “Corpo de Polícia da Província do Maranhão”; constituída por um Estado-Maior e 04  (quatro) Companhias de Infantaria, totalizando 412 policiais, sendo  o seu efetivo composto por Major (Comandante), Alferes (Ajudante), Sargento (secretário) e Sargento (quartel-mestre).

(arquivo  da PM -MA)
A instituição ao longo de 115 (cento e quinze) anos recebera várias denominações, tais como, “Corpo de Segurança Pública”, “Corpo de Infantaria”, “Corpo Militar do Estado”, “Batalhão Policial do Estado”, “Força Policial Militar do Estado”, “Brigada Auxiliar do Norte” e “Polícia Militar do Maranhão”, em 1951. 
A interiorização começou a partir de 1841, com a Lei nº 110, de 28 de agosto, que criou o “Corpo de Guardas Campestres”; seguida da Lei nº 872, de 05 de abril de 1920, que fixou o efetivo de 250 (duzentos e cinqüenta) policiais para o sertão maranhense. Entretanto, a partir de 1966, com a Lei nº 2704, de 12 de outubro, além da criação da Companhia Escola, foram criados ainda, 02 (dois) Batalhões de Polícia (BPM): o 1º BPM  e o 2º BPM, responsáveis respectivamente  pelo policiamento da capital  e do interior do Estado.

(arquivo  da PM -MA)
A primeira turma de oficiais PM, com Curso de Formação de Oficiais (CFO), formou-se em 1966, na Academia de  Polícia Militar do Estado de Minas Gerais; daí em diante tivemos formações em outras Academias de diferentes Estados, tais como: Ceará, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Pará e Goiás. Com a criação da Academia de Polícia Militar do Maranhão, através da Lei 5657, de 1993, passamos a formar oficiais, tendo a primeira turma 29 (vinte e nove) Aspirantes a Oficial, declarados em 22/12/1995. 
(fonte: histórico PM – MA

As Festividades em Pedreiras
Ao comando do Major Maurício o 19° BPM de Pedreiras postou quatro outdoors em Pedreiras e Trizidela do Vale.

Outdoor no bairro do Engenho em Pedreiras

Hoje (14), foi realizada uma corrida ciclística. Mais de quarenta  profissionais participaram do evento na avenida Rio Branco. Ao todo foram vinte (20) voltas. Foram contemplados com troféus e prêmios os dez (10) primeiros colocados.

Ciclistas de Pedreiras e Trizidela do Vale
Ciclistas na Avenida Rio Branco

No dia vinte (20), a programação alusiva aos 179 anos da PM no Maranhão em Pedreiras terá outras modalidades esportivas, incluindo maratona masculina e feminina e uma corrida de motocicletas um pouco inusitada, pois, ganhará a prova quem fizer o percurso em mais tempo. Um detalhes importante; o competidor não poderá colocar os pés no chão.

Major Maurício afirmou que as expectativas das comemorações estão sendo superadas em todos os sentidos. 

O comandante geral da Polícia Militar do Maranhão Marco Antônio Alves da Silva estará presente durante o evento em Pedreiras