Pedreiras: Começou o mutirão para emissão de Carteira de Trabalho

Delegacia Regional do Trabalho de Pedreiras – MA/Foto: João Batista

A DRT – Delegacia Regional do Trabalho de Pedreiras, localizada na Avenida Marly Boueres, s/n – Mutirão , informa que estará realizando um mutirão para emissão de Carteira de Trabalho e Emprego no período de 18 a 22 de junho. As informações foram repassadas pelo diretor da Instituição, João Batista.

Foto: João Batista

Para agilizar ainda mais o atendimento, uma equipe da Unidade Móvel do Trabalho, veio de São Luís, e permanecerá até o final do Mutirão, que será dia 22 (sexta-feira).

Idade e documentos 

Sobre essas dúvidas o diretor João Batista falou ao Blog o que será preciso.

Lagoa Grande do MA: Guarnição da PM apreende caminhão e encontra droga com um adolescente

Caminhão que transportava a carga sem documentação/Foto: Polícia Militar de Lagoa Grande do Maranhão – MA

A Guarnição da Polícia Militar de Lagoa Grande do Maranhão, recebeu uma denuncia que um veiculo, caminhão , GMC, cor vermelha, placa – HPH 8103, carregado com 284 toras de madeira da espécie Maçaranduba e Imbaúba, 100 sacos de carvão vegetal, teria cortado fios de energia elétrica de algumas residências. Os policiais Militares se deslocaram ate o local, após alcançar o veículo foi feita uma abordagem e revista aos ocupantes, ficando comprovado que o condutor não tinha documentação para transportar a carga.

Substância semelhante à maconha/Foto: PM de Lagoa Grande do Maranhão

Um menor que viajava na carroceria do caminhão foi abordado, com ele a PM encontrou uma poção de uma substância semelhante à maconha. Os ocupantes foram conduzidos e apresentados para as autoridades responsáveis para que sejam tomadas as devidas providências que o caso requer.

O caso foi registrado na MA-245, ontem (17), por volta das 17:00h.

Trizidela do Vale: Implantada oficialmente a Escolinha “Futuro da Colina” do Vasco da Gama

Foto: Luís Henrique “Pedras Verdes”

A manhã deste domingo (17), foi de muita alegria para dezenas de garotos que pensam em ser um jogadores de futebol. O sonho pode estar mais próximo dos que eles pensam. A presença do coordenador da Escolinha “Futuro da Colina” (RJ), Paulo Henrique, que veio fazer a entrega do material aos alunos da Escolinha “Betel”. A solenidade, simples, foi realizada no CT do São José de Campos (Trizidela do Vale), que contou com a presença do Prefeito de Pedreiras, Antônio França, convidado pelo presidente do São José de Campos, Sapatão.

Paulo Henrique  (Coordenador) fazendo a entrega do material aos alunos/Foto: Luís Henrique “Pedras Verdes”

Luís Henrique Moura, fundador do Blog Pedras Vedes, que acompanhava o prefeito de Pedreiras, entrevistou o Coordenador da Escolinha “Futuro da Colina”, Paulo Henrique, que destacou a importância do momento para Trizidela do Vale, Pedreiras e toda a região.

O presidente do São José de Campos, “Sapatão”, proprietário do CT, destacou a importância desse grande momento para os futuros craques.

Os pais dos futuros atletas que estavam presentes, ficaram satisfeitos com a boa notícia, e como sempre, irão acompanhar os filhos durante toda a trajetória.

Prefeito de Pedreiras, Antônio França, entre os atletas/Foto: Luís Henrique “Pedras Verdes”

Quem sabe no futuro, teremos um grande jogador no Vasco da Gama, uma das grandes esquipes de futebol do nosso país.

Parabéns a todos os envolvidos nesse brilhante projeto.

Loteria: Mega-Sena, concurso 2.050: ninguém acerta e prêmio acumula em R$ 35 milhões

Mega-Sena: sorteio do concurso 2.050 foi realizado neste sábado (16) (Foto: Stephanie Fonseca/G1)

O concurso 2.050 da Mega-Sena foi realizado na noite deste sábado (16) em Pelotas (RS). Ninguém acertou as seis dezenas, e o prêmio acumulou em R$ 35 milhões.

As dezenas sorteadas foram: 08 – 31 – 32 – 33 – 38 – 50.

A Quina teve 34 acertadores. Cada um vai levar R$ 75.709,93. Outras 3540 apostas ganharam na Quadra. Neste caso, o prêmio para cada uma delas é de R$ 1.038,79.

O próximo concurso (2.051) será na quarta-feira (20).

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte: g1.com.br

Codó: Suspeito foi preso mais uma vez ao se envolver com carro clonado

Com a colaboração do Repórter Sena Freitas (Codó)

Ademir Barbosa Sousa- Suspeito/Foto: Polícia Militar de Codó

A prisão de Ademir Barbosa Sousa, 40 anos, natural de Codó, foi feita hoje (16), por dois Policiais Militares do Esquadrão Águia, ao comando do 17º PBM. Com o suspeito foi aprendido mais um carro roubado, modelo Hyundai (HB 20). Foi constatado que a placa é clonada e até os documentos eram falsos. Após uma busca no sistema, foi detectado a verdadeira procedência do veículo – PIP – 7200 (PI).

Segundo informações do repórter Sena Freitas (Codó), essa não é a primeira vez que Ademir é preso cometendo este tipo de crime, o suspeito já foi preso até pela Polícia Federal.

Veículo que estava em poder do suspeito/Foto: Polícia Militar de Codó

A proprietária do veículo já foi comunicada sobre a recuperação do mesmo.

No momento da prisão, Ademir disse aos Águias que trabalha como taxista.

O preso foi levado para a delegacia de Polícia Civil, onde ficará à disposição do delegado de plantão, Rômulo Vasconcelos, para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

Brasil: Câmara gasta R$ 9,9 milhões com aluguel de aeronaves

Plenário da Câmara dos Deputados 06/06/2018 – Ailton de Freitas / Agência O Globo

Além de pendurar as despesas com passagens aéreas na conta da Câmara, deputados dispõem de verba pública para o aluguel de jatinhos e helicópteros — um gasto permitido pelas regras da chamada “cota parlamentar”. Levantamento feito pelo GLOBO mostra que, desde fevereiro de 2015, os parlamentares já gastaram R$ 9,9 milhões dos cofres públicos com o expediente. Na atual Legislatura, o campeão absoluto é Átila Lins (PP-AM), que usou R$ 923 mil com o fretamento de aeronaves para se deslocar no Amazonas.

O vice-líder é Paes Landim (PTB-PI), com gasto de R$ 536 mil e, em terceiro, Giacobo (PR-PR), com despesa total de R$ 440 mil. Giacobo é o primeiro-secretário da Câmara, a quem cabe cuidar do orçamento da Casa e zelar pela administração dos recursos. Desde que assumiu o cargo, não adotou postura mais cautelosa, pois pulou para a segunda posição no ranking. Entre fevereiro de 2017 e maio deste ano, gastou R$ 259 mil. Ficou atrás apenas de Átila Lins, que gastou R$ 363 mil desde fevereiro do ano passado.

Os três campeões não usam só jatinhos: desde o início do mandato, Paes Landim gastou R$ 522 mil com passagens aéreas; Átila Lins, R$ 453 mil; e Giacobo, R$ 411 mil.

Procurados pelo GLOBO, Giacobo e Átila Lins não retornaram as ligações. Em 2009, Átila já era um dos campeões de gastos com aluguel de jatinhos. À época, questionado sobre o assunto pelo “Congresso em Foco”, disse que o Amazonas tem “dimensões continentais”, fato que justificaria o deslocamento com aeronaves. Ao GLOBO, Paes Landim também justificou as viagens em função das dimensões de seu estado, o Piauí, e a deficiente infraestrutura na base eleitoral.

— O Piauí é do tamanho do estado de São Paulo e não tem quase voo nenhum. Então, infelizmente, não tem jeito. Eu sou o mais votado do extremo norte e também do extremo sul. Preciso viajar, mas, infelizmente, às vezes só dá para ir assim (de jatinho) — justificou o deputado.

VALORES VARIAM

Desde 2015, dezoito deputados gastaram entre R$ 100 mil e R$ 400 mil com o fretamento de aeronaves. Entre R$ 400 mil e R$ 500 mil, apenas dois: Giacobo e Silas Câmara (R$ 431 mil). Mais de meio milhão de reais, só Átila Lins e Paes Landim. Desde o ano passado, 68 parlamentares usaram dinheiro da verba da cota para alugar aeronaves, segundo dados da Câmara.

Os parlamentares podem usar a cota para pagar despesas de passagem aérea, telefonia, serviços postais, alimentação, hospedagem, locação de automóveis e aeronaves, manutenção de escritório, combustível, serviço de segurança, cursos, palestras, divulgação da atividade parlamentar e consultorias para o “apoio ao exercício do mandato parlamentar”.

Deputados possuem um teto de gasto para a cota. O valor é diferente para cada estado, porque leva em consideração o preço das passagens aéreas de Brasília até a capital do estado pelo qual o deputado foi eleito.

Segundo levantamento do site Ranking dos Políticos, deputados e senadores gastaram R$ 6,2 milhões entre 2015 e 2017 apenas com com segurança privada. No Congresso, os parlamentares contam com 120 policiais legislativos no Senado e mais 275 na Câmara dos Deputados.

Fonte: oblobo.com.br

Brasil: Preço do diesel diminui, mas ainda não chega às bombas R$ 0,46 menor

Postos do DF começam a ajustar os preços do diesel com a redução de R$ 0,46./Marcelo Camargo/Agência Brasil

Pela segunda semana consecutiva o preço do diesel nos postos do Brasil recuaram, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A queda é resultado do programa de subsídios ao combustível que fez parte do acordo, entre o governo federal e caminhoneiros, que pôs fim à greve de 11 dias da categoria.

Ainda segundo a agência reguladora, o valor médio do diesel nos postos brasileiros atingiu uma média de R$ 3,434 por litro nesta semana, queda de 1,4% em relação aos R$ 3,482 registrados na semana anterior.

Apesar do recuo, o preço nas bombas dos postos do país ainda não refletiu a redução média de R$ 0,46 por litro realizada nas refinarias. Segundo a ANP, isso ainda é um reflexo de estoques antigos. Além disso, para que o corte chegue ao consumidor final, muitos estados ainda precisam reduzir o preço de referência para a cobrança do ICMS.

Gasolina

A gasolina registrou preço médio nos postos de R$ 4,572 nesta semana, queda de 3 centavos, se comparada ao preço da semana anterior, segundo dados da ANP. A Petrobras permanece administrando reajustes quase que diários, seguindo indicadores internacionais, como o preço do barril do petróleo e o dólar.

Consulta Pública

Na última semana o presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, deu várias declarações afirmando que aguardará resultados de uma consulta pública – que termina no dia 2 de julho – sobre preços dos combustíveis anunciada pela ANP antes de decidir se será necessária uma mudança na frequência dos reajustes no preço da gasolina realizados pela estatal.

Fonte: agenciabrasil.com.br

São Luís: Assembleia Legislativa homenageia padre José Geraldo com Medalha Manuel Beckman

Foto: Reprodução

Em sessão solene, a Assembleia Legislativa homenageou, na manhã desta sexta-feira (15), o padre José Geraldo Teófilo da Silva, pároco da Igreja de São Benedito, no município de Pedreiras. Durante a cerimônia, realizada no Plenário Deputado Nagib Haickel, o sacerdote foi condecorado com a Medalha do Mérito Legislativo Manuel Beckman.

O deputado Vinícius Louro (PR), autor da proposição, presidiu a sessão solene, que contou com a presença de diversas lideranças religiosas da região do Mearim. Em seu discurso, o deputado destacou a importância da homenagem prestada ao padre José Geraldo pelo Poder Legislativo do Maranhão.

Muito me honra não somente homenagear o padre José Geraldo, mas, sobretudo, reconhecer o brilhante trabalho que ele realiza na Igreja de São Benedito, na nossa querida Pedreiras”, afirmou o deputado Vinícius Louro. Em seguida, ele fez um relato das extensas obras sociais realizadas pelo sacerdote no Santuário de São Benedito. 

Dep. Vinícius Louro, Padre José Geraldo e a professora Heloísa Brito

Padre Zé Geraldo, como é mais conhecido, é natural de Taperoá (PB), nascido em 1º de novembro de 1971, filho de Geraldo Genival da Silva e de Ivone Teófilo da Silva, já foi professor e possui três graduações: pedagogo, filósofo e teólogo. 

Com duas pós-graduações em Administração Escolar e Supervisão de Escolas, o padre Zé Geraldo estudou em São Paulo, ordenou-se padre também em São Paulo, foi em 2012 para Pedreiras, onde passou a promover uma guinada pastoral por meio de um trabalho de resgate da dignidade humana, mediante apoio às crianças, adolescentes e jovens.

O padre José Geraldo é merecedor e digno desta honraria. Esta nossa homenagem justifica-se diante das inúmeras ações de cunho social desenvolvidas pelo pároco da Igreja de São Benedito em Pedreiras”, afirmou o deputado Vinícius Louro que, de maneira resumida, citou atividades e projetos desenvolvidos pelo padre José Geraldo.

Dentre outras ações, o deputado fez referência ao projeto Canoa do Conhecimento adentrando o Rio Mearim; o Sacola do Conhecimento, onde se entrega livros de literatura dos autores maranhenses, aeróbica com as mulheres, missa da Timbalada com os jovens e a Caravana da Cultura.

Criou o concurso de Bandas e Fanfarras, o projeto musical Flautas de Benedito, a Banda de Musica Santa Cecília, Pedreiras Criança, Caravana da Cidadania, Vivendo Saúde e Cidadania na Rua, Tenda Comunitária da Saúde, Torcida de Deus, Uma Noite Feliz em Pedreiras e ainda o bloco carvavalesco chamado “Beneditando por ai”.

Ao final da cerimônia, o padre José Geraldo Teófilo da Silva proferiu discursomanifestando agradecimentos ao deputado Vinicius Louro e a toda a Assembleia Legislativa.

Agradeço à generosidade desta Casa em me conceder honraria de tamanha grandeza. Aprendi ao longo da vida que é na generosidade do dar e receber que o eu se transforma em nós. Por essa razão, fico muito feliz em receber esta tão honrosa homenagem”, declarou o padre José Geraldo.

Também participaram da sessão solene o ex-prefeito e ex-deputado Raimundo Louro, o prefeito de Lima Campos, Jailson Fausto, além de representantes de diversos movimentos religiosos e sociais da região do Mearim. 

Fonte: al.ma.leg.br

Lago da Pedra: Decisão define jornada de professores para atividades extraclasse

Audiência em Lago da Pedra

Uma audiência realizada nesta quarta-feira (13) pelo juiz Marcelo Santana Farias, titular da 1ª Vara de Lago da Pedra, buscou um acordo entre o Município de Lago da Pedra e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estaduais e Municipais do Maranhão (SIMPROESEMMA) – Núcleo de Lago da Pedra. A ação tem como requerentes os professores e como requerido o Município de Lago da Pedra, na qual liminar anterior determinou a organização da carga horária dos professores da rede municipal, de forma a garantir a reserva de 1/3 do total para o desempenho de atividades extraclasse, determinando ainda que o Município se abstivesse de punir ou cortar ponto dos professores que e respeitassem essa forma de cumprir a carga horária.

A decisão também determinou que o município de Lago da Pedra considerasse como jornada de trabalho e tempo efetivamente trabalhado o intervalo de 15 minutos destinado ao recreio, aos professores que tiverem aula antes e depois do intervalo.

Logo após a abertura da audiência, o magistrado oportunizou as partes a se manifestarem acerca do cumprimento da decisão anteriormente proferida, tendo utilizado a palavra os professores Maria Jucirene Carlos de Sousa, Klênia Marcela da Silva Alves, Edeugênio de Sousa Morais, Coritânia Carneiro Viana Oliveira, o advogado do requerente e o próprio presidente do Sindicato autor. Pelo município, falaram o Secretário Municipal de Educação, Rodrigo Neto, e advogados do Município.

Os professores afirmaram que houve cortes dos pontos e dos respectivos vencimentos, e sustentaram que agiram de boa-fé, pois interpretaram a decisão da forma como se comportaram os professores que tiveram o ponto cortado. Por outro lado, o Secretário de Educação esclareceu que aproximadamente 10% dos professores tiveram o ponto cortado, pois desobedeceram o que determinado na decisão e na portaria do secretário de educação.

Durante a audiência, as partes não chegaram a um acordo, tendo o juiz proferido nova decisão determinandoque as partes passem a adotar, para os professores com jornada de 20 horas semanais, a interação com os alunos de 13 horas e 20 minutos semanais, distribuídas em 14 aulas de 53 minutos semanais, além da contagem de 15 minutos do recreio, durante 4 dias, como atividade de interação com os educandos. Foi determinado ainda que o Município restitua todos os valores descontados nos vencimentos dos professores relativos às faltas dos que não cumpriram a carga horária nas datas anteriores.

No fim da audiência, mesmo que num juízo de cognição sumária, o magistrado ressaltou a conclusão de que pelo menos uma parte dos professores permanecem em contato com os educandos durante os 15 minutos de recreio; e que essa interação melhora a qualidade do ensino e atende uma necessidade pedagógica dos educandos.

Na decisão, frisou que a Lei de Introdução às Normas de Direito Brasileiro, em seu art. 20, dispõe que não se decidirá com base em valores jurídicos abstratos, sem que sejam consideradas as consequências práticas da decisão. “Ou seja, pensar de forma como sustenta o Município iria trazer a consequência prática de fazer com que os professores que se preocupam e interagem com os alunos deixem de agir desta forma. Ou pelo menos, isso iria desestimular a tal prática, como ensina Pavlov”, frisou o juiz Marcelo Farias.

Ele ressaltou que o caso traz prejuízos notórios aos estudantes de Lago da Pedra, tendo em vista o clima bélico que se instalou na cidade entre os professores e a Secretaria de Educação, sendo inclusive noticiado nas redes sociais sobre manifestações dos professores em frente a Prefeitura com pneus queimados. “Ademais, os alunos vêm também sendo prejudicados notoriamente pela permanência desse impasse. “Forçoso é reconhecer que, ao menos nessa fase de cognição sumária, os 15 (quinze) minutos do recreio deve ser considerado como de efetivo trabalho e de contato com os educandos. Por outro lado, percebo que existe a possibilidade real do apontado descumprimento por parte dos professores que tiveram o ponto cortado tenha ocorrido de boa-fé, por erro razoável na interpretação da decisão anterior.”, explicou Marcelo Santana.

Ele entendeu que, embora o corte do ponto por parte do Secretário de Educação em tese ter sido legal, dentro de seu poder disciplinar e hierárquico, as justificativas aduzidas foram razoáveis. Ao final, o magistrado ainda determinou que as partes juntem aos autos documentos que comprovem o cumprimento do inciso IV da liminar anterior, o qual trata da garantia dos alunos da carga horária mínima anual de 800 (oitocentas) horas, indicando inclusive quantas aulas cada escola/classe perdeu em face do presente impasse que já dura mais de quatro meses.

Fonte: tjma.jus.br

Lima Campos: Judiciário de Pedreiras realiza a terceira edição da campanha “Mulher é Pra Ser Respeitada”

Evento na Praça Duque de Caxias, em Lima Campos – MA/Foto: Sandro Vagner

O Município de Lima Campos recebeu na manhã desta quinta-feira (14), a terceira edição da campanha de combate à violência contra a mulher, “Mulher é Pra Ser Respeitada”. O evento tem à frente a juíza titular da 3ª Vara da Comarca de Pedreiras, Larissa Tupinambá, que conta com o apoio dos colegas do judiciário, autoridades dos municípios de Pedreiras, Trizidela do Vale e Lima Campos.

Uma carreata, que contou ainda com os vários motociclistas, fez parte da abertura do evento, que chamou à atenção dos limacampenses.

Fotos: Sandro Vagner

A ação leva dignidade às mulheres que aproveitam o momento para cuidar da beleza, incluindo corte de cabelos, manicure e outros atendimentos. A saúde é outro ponto prioritário, assim, também, como expedição de vários documentos. Crianças que acompanham as mães ganharam um local de descontração com vários brinquedos e diversão com boas gargalhadas, através das brincadeiras dos palhaços que esbanjaram muita alegria.

Foto: Sandro Vagner

Com a terceira edição da campanha, a gente ganha experiência e credibilidade, as parcerias aumentam, a gente tem a possibilidade de oferecer mais serviços e atividades para essas mulheres, que é o nosso propósito; resgatar a dignidade, fazer com que elas exercitem a cidadania de maneira plena, e tenham forças para sair do ciclo de violência. Porque a mulher que fica numa relação violenta, não é por tolerância, não é por conivência, é por que ela não tem outro caminho. Então é importante que elas vejam toda essa movimentação e se sintam apoiadas.” Disse a juíza Larissa Tupinambá.

Fotos: Sandro Vagner

A campanha continua por todo o dia de hoje (15), na Praça Duque de Caxias, em Lima Campos. 

Fotos: Sandro Vagner

Participe!