Caixa fez 700 mil pagamentos de contas inativas do FGTS nesta manhã

Segundo a assessoria do banco, valores abaixo de R$ 3 mil podem ser sacados em caixas eletrônicos e agências lotéricas. Quem tem direito a mais de R$ 50 mil deve ir pessoalmente a uma agência, que tem até 24 horas para liberar a quantiaRovena Rosa/Agência Brasil

Até as 1 h de hoje (10), primeiro dia de saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por pessoas nascidas nos meses de janeiro e fevereiro, a Caixa já tinha feito 700 mil pagamentos, liberando um total de R$ 163 milhões a 320 mil trabalhadores.

Em todo o país, filas se formaram desde as primeiras horas da manhã. Algumas agências abriram as portas antes das 8h. Segundo a assessoria do banco, valores abaixo de R$ 3 mil podem ser sacados em caixas eletrônicos e agências lotéricas. Quem tem direito a mais de R$ 50 mil deve ir pessoalmente a uma agência, que tem até 24 horas para liberar a quantia. Clientes da Caixa podem optar por receber o dinheiro automaticamente em suas contas poupanças.

Pode sacar a quantia parada em contas inativas quem teve contratos de trabalho encerrados até 31 de dezembro de 2015. Os nascidos em março, abril ou maio receberão a partir de 10 de abril. Em 12 de maio começa a liberação dos recursos de quem nasceu em junho, julho e agosto. Os aniversariantes de setembro, outubro e novembro poderão sacar os valores a que têm direito a partir de 16 de junho. Por fim, a partir de julho será liberado o dinheiro dos nascidos em dezembro.

Funcionários de mais de 1.800 agências da Caixa estarão de plantão neste sábado (11) para tirar dúvidas dos interessados. A consulta às agências que funcionarão pode ser feita na página da Caixa .

No total, há 49,6 milhões de contas inativas aptas a ter os valores liberados. A expectativa do governo é que, ao resgatar o dinheiro parado, os trabalhadores injetem mais de R$ 30 bilhões na economia.

Fonte: Agência Brasil

Codó: Dupla de adolescentes foi apreendida com arma e dinheiro

Com colaboração do repórter Sena Freitas (Codó)

Foto: PM / Codó

Dois adolescentes de 17 anos, foram apreendidos hoje (9) pela manhã no bairro São Francisco, em Codó. Com a dupla foi encontrado uma arma de fogo que pode ser carregada com munição do calibre 38, e uma quantia em dinheiro. Os dois adolescentes infratores estavam em uma motocicleta, que também foi apreendida pela Polícia Militar.

Um dos apreendidos, disse aos PMs, que a arma era para ele se defender de outra pessoa que estava atrás dele para matá-lo, segundo o infrator, por causa de um cordão, e afirmou; “é melhor ele morrer (se referindo ao seu perseguidor), que eu“.

Dinheiro e uma arma que estavam em poder da dupla / Foto: PM de Codó

Os dois foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil, e ficarão à disposição da justiça.

Pedreiras: AABB realizará Assembleia Geral extraordinária nesta sexta-feira (10)

Primando para continuar sendo uma das associações que mais sócios atrai, em Pedreiras, a AABB – Associação Atlética do Banco do Brasil, realizará nesta sexta-feira (10), uma reunião de Assembleia Geral extraordinária, na sua sede, no bairro do Diogo, em Pedreiras, a partir das 19h.

Todos os sócios estão sendo convidados para discutirem e aprovarem a seguinte pauta;

  • Alteração do Estatuto
  • Prorrogação dos mandatos dos atuais dirigentes
  •  Alteração do quadro da diretoria
  • Reajuste da mensalidade

A convocação é de responsabilidade do Conselho Administrativo.

Sua presença é importante.

Pedreiras: Vereadores denunciam salários atrasados e discutem projeto sobre reajuste dos professores municipais

Mesa Diretora da Câmara/Foto: Sandro Vagner

Após uma hora e vinte minutos de leitura da Ata da sessão anterior, a reunião dos vereadores de Pedreiras, como sempre, foi marcada com vários requerimentos.

Vereador Filemon Neto/Foto: Sandro Vagner

Verbalmente, o Vereador Filemon Neto, pediu explicações sobre a obra da reforma do Hospital Municipal. Segundo o parlamentar, as pessoas estão cobrando dele alguma intervenção.

Ana Roberta/Presidente do SINDSERP/Foto: Sandro Vagner

Durante  o grande expediente, como quebra de protocolo, foi aberto espaço para que a a presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Pedreiras, Ana Roberta, falasse sobre o pedido de reajuste que foi encaminhado ao poder executivo. O projeto, apresentado hoje (9), foi encaminhado para as comissões, e deverá ser aprovado na próxima semana.

Vereadora Ceiça/Foto: Sandro Vagner

A Vereadora Ceiça, usou a Tribuna da Câmara, e voltou a cobrar do Prefeito Antônio França, a reforma da Ponte na Travessa Palmeirinha. Durante sua fala, disse que faz cobrança em plenário, e vai cobrar direto ao Prefeito, que teria dito a ela, que iriam trabalhar em parceria em prol do Município.

Vereador Robson Rios/Foto: Sandro Vagner

Aconteceram denúncias dos Vereadores Robson Rios e Didi Motos, sobre atraso no pagamento de alguns servidores em duas pastas; infraestrutura e saúde. Robson Rios, destacou, também, o possível reajuste aos professores.

Foto: Sandro Vagner

O presidente da Câmara, Vereador Bruno Curvina, comentou a apresentação do Projeto do executivo sobre o reajuste dos professores, e, que ainda hoje (9), terá uma audiência com o Prefeito Antônio França, para saber o que está acontecendo, se referindo ao atraso de salários de algumas categorias no Município de Pedreiras.

Vereador Bruno Curvina/Presidente da Câmara/Foto: Sandro Vagner
Foto: Sandro Vagner

Vários professores foram acompanhar a reunião dos Vereadores, mas a certeza do reajuste salarial da categoria ficou para a próxima sessão.

Suspensão de direitos políticos de três ex-prefeitos é mantida pelo TJMA

O desembargador Marcelino Everton manteve as condenações (Foto: Ribamar Pinheiro)

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) manteve sentenças que suspenderam os direitos políticos dos ex-prefeitos Jânio de Sousa Freitas (Trizidela do Vale), Aurino Vieira Nogueira (Bacuri) e Luiz Gonzaga dos Santos Barros (Itaipava do Grajaú). Os três já haviam sido condenados em primeira instância, por atos de improbidade administrativa.

Em relação a Jânio Freitas, a condenação se deu por contratação de servidores sem concurso público. O juízo da 1ª Vara da Comarca de Pedreiras condenou o ex-prefeito de Trizidela do Vale à suspensão de seus direitos políticos por cinco anos, pagamento de multa civil de cinco vezes o valor da remuneração recebida quando era prefeito e proibição de contratar com o Poder Público por três anos.

O ex-prefeito sustentou que o juiz de base não poderia ter feito o julgamento antecipadamente e disse que as contratações foram para atender excepcional interesse da administração, de natureza temporária.

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) também recorreu, pedindo que fosse acrescida à condenação o ressarcimento ao erário dos valores recebidos pelos contratados.

O desembargador Marcelino Everton (relator) manteve as condenações impostas pela Justiça de 1º Grau, por entender que não houve motivos que justificassem a urgência das contratações para cargos públicos, mas disse não caber o ressarcimento integral ao erário, pretendido pelo MPMA, uma vez que, ainda que tenha havido irregularidade na contratação, os serviços foram prestados ao município.

BACURI – Também relator do recurso do ex-prefeito Aurino Nogueira, de Bacuri, o desembargador Marcelino Everton manteve a condenação de primeira instância, pelo fato de o ex-gestor ter prestado contas de um convênio com o Governo do Estado fora do prazo. Segundo o MPMA, o prazo era de seis meses após a assinatura, que se deu em 21 de junho de 2002, mas apresentação somente ocorreu em 2004.

O Juízo da Comarca de Bacuri havia condenado Nogueira à suspensão de seus direitos políticos por três anos, multa de cinco vezes o valor da remuneração recebida à época dos fatos e proibição de contratar com o Poder Público por três anos.

ITAIPAVA DE GRAJAÚ – Outro recurso da relatoria de Marcelino Everton foi do ex-prefeito Luiz Gonzaga dos Santos Barros, de Itaipava do Grajaú. Ele foi condenado pelo Juízo da 1ª Vara da Comarca de Grajaú, sob a acusação de não ter repassado os descontos previdenciários de servidores públicos à previdência.

De acordo com a ação do Ministério Público, o Ministério da Previdência Social realizou auditoria fiscal e constatou fatos considerados graves, em especial a retenção das contribuições descontadas dos servidores e não repassadas à unidade gestora do Regime Próprio da Previdência Social (RPPS) – Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais.

O ex-prefeito apelou ao TJMA, alegando que os valores foram repassados ao instituto de previdência e que documentos nos autos demonstram que informou ao Banco do Brasil para que fossem descontadas parcelas mensais de R$ 6.758,64, durante 120 meses, totalizando R$ 811.036,80.

Segundo o relator, não obstante as alegações do ex-prefeito, restou devidamente comprovado nos autos que ele, na qualidade de prefeito de Itaipava do Grajaú, recolheu o montante de R$ 281.503,54, a título de contribuição dos servidores, e não repassou ao instituto.

O Juízo de base condenou Luiz Gonzaga à suspensão dos direitos políticos por nove anos; multa civil e proibição de contratar com o Poder Público por dez anos, entre outras.

O desembargador Marcelino Everton disse que a sentença foi acertada e manteve as condenações. O desembargador Paulo Velten e o desembargador eleito José Jorge Figueiredo, juiz-substituto de 2º Grau, acompanharam o voto do relator nos três recursos.

Assessoria de Comunicação do TJMA

Audiência pública sobre a violência contra a mulher e o feminicídio foi realizada na Câmara de Pedreiras

Plenário da Câmara/Foto: Sandro Vagner

Com o tema: “Violência contra a Mulher e o Feminicídio no Município de Pedreiras – Prevenção e Combate”, a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres realizou uma grande Audiência Pública, que contou com as presenças de autoridades que envolvem os três poderes: executivo, legislativo e judiciário. O evento aconteceu na Câmara de Vereadores.

Dilza Siqueira e Hilton Veras/Fotos: Sandro Vagner

A cantora Dilza Siqueira e o cantor Hilton Veras proporcionaram momentos de alegria, com o melhor da música popular brasileira, com um repertório homenageando o público feminino. Durante a apresentação da dupla, a música “Ponto de Partida”, de autoria de Dilza Siqueira, virou um coral no plenário.

Fotos: Sandro Vagner

Uma peça teatral, apresentada pelo Grupo Teatral “VIDARTE”, da Primeira Igreja Batista, mostrou a atual realidade que envolve a mulher, seja em casa, no trabalho, ao pegar um ônibus e quando sofre abuso ou estupro.

Ruth Barreto/Cerimonialista/Foto: Sandro Vagner

A cerimonialista e Nutricionista da Secretaria da Mulher, Ruth Barreto, fez referências ao evento, sua importância, e num breve relato decifrou as qualidades da Secretária Jane Glêb.

Vereador Bruno Curvina/Presidente da Câmara/Foto: Sandro Vagner

Iniciadas as falas, o Presidente da Câmara, Vereador Bruno Curvina, foi o primeiro a se manifestar. Destacou a importância da mulher na sociedade, que, mesmo sendo a maioria em população e em números, mas ainda falta o índice aumentar sobre o espaço nos poderes.

Francinete Braga/Secretária de Cultura e Turismo/Foto: Sandro Vagner

“É necessário que as mulheres acreditem nas outras mulheres, e dê um voto de oportunidade, de confiança; pois, nós mulheres já provamos, e estamos provando todos os dias, que temos competência e que somos capazes, sim, de mudar o mundo, de mudar Pedreiras e mudar o Maranhão”, disse a Secretária de Cultura e Turismo, Francinete Braga.

Vereadora Ceiça – Vice-presidente da Câmara/Foto: Sandro Vagner

A única mulher no parlamento Municipal, a Vereadora Ceiça, destacou a data especial, mas que não fosse esquecido como a mesma surgiu, e foi marcada de tristeza por mulheres que antecederam a categoria. Por isso, a importância de reflexões necessárias, principalmente pelo sofrimento que muitas mulheres continuam passando.

Socorro Leite/Secretária de Assistência Social/Foto: Sandro Vagner

Socorro Leite, Secretária de Assistência Social de Pedreiras, pediu uma bênção especial a todas as mulheres. Como vencedora, relatou sua brava luta para implantar, como mulher, sua pequena empresa de vender discos, que mais tarde se tornaria inúmeras lojas denominadas “A Melodisc”. Sofreu preconceito, mas não desistiu e venceu.

Fátima do Forró da Velha/Foto; Sandro Vagner

“Nós mulheres, não devemos achar que já conquistamos tudo. Não devemos nos acomodar; temos muito mais a conquistar. Temos, sim, que exigir nossos direitos, que até agora são tão poucos conquistados. No papel, está escrito muita coisa bonita sobre a mulher. Muitas e muitas mensagens bonitas para as mulheres, mas será que só no dia 8, a mulher merece isso ?”, indagou a representante da zona rural, a senhora Fátima do Forró da Velha.

Dr. Marco Adriano/Juiz da 1ª Vara da Comarca de Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

Durante sua fala, o juiz Dr. Marco Adriano, enumerou o total de mulheres no magistrado. Segundo ele, 36% dos cargos são ocupados por mulheres. Sobre o debate, que ele não se resumisse apenas na audiência pública, pois é algo que tem que ser permanente, e, acima de tudo, que o tema fosse travado dentro das escolas. Segundo o magistrado, ele acredita que é possível viver dias melhores. Disse que fica triste quando ver em Pedreiras, crimes contra as mulheres, que parecem ser os mais cruéis vivenciados por todos.

Evaldo Sousa/Defensor Público/Foto: Sandro Vagner

O defensor público, Evaldo Sousa, fez questão de frisar, que a defensoria pública é uma aliada das mulheres no combate, também, contra a violência doméstica, e como num todo. Se colocou à disposição, e finalizou sua participação desejando um feliz dia das mulheres.

Dr. Artur Gustavo/Juiz/Foto: Sandro Vagner

Dr. Artur Gustavo, do juizado cível e criminal, desde agosto de 2015, e atualmente responde pela 3ª Vara da Comarca de Pedreiras, em substituição a Drª Larissa Tupinambá, que saiu em férias, parabenizou a iniciativa da Secretaria da Mulher, em promover a audiência, principalmente pelo ponto muito sensível, que é o feminicídio e a violência contra a mulher em Pedreiras, que realmente, segundo ele, os dados são alarmantes. Como fato, divulgou o número de medidas protetivas que somam 266, que inclui prisão, afastamento do lar, entre outras medidas. Quanto as ações penais, só de violência doméstica o número é de 185, e atualmente foram registrados 23 casos de crimes contra a vida, em que as mulheres foram vítimas.

Drª. Ana Gabriela/Juíza/Foto: Sandro Vagner

“Quando a gente fala em educação, e pensar a educação num todo, inclusive de respeito ao próximo, com respeito a mulher, talvez não teríamos tantos casos de violência doméstica, se houvesse esse respeito. Se educar quem está do nosso lado, nossos filhos, a respeitar a mulher, nós teremos uma realidade de violência bem menor, por que não é só a violência física, a violência psicológica ela é muito mais rotineira e grave para uma mulher, quanto é a violência física. Pois a violência psicológica destrói. Pois, são tantos casos de pessoas destruídas por violência psicológica”, disse a Juíza de execuções penais, Drª Ana Gabriela.

Jane Glêb/Secretária da Mulher/Foto: Sandro Vagner

Durante sua participação, a Secretária Jane Glêb, disse que estava muito triste, e explicou os motivos. No momento que participava de uma atividade religiosa, comemorando o dia da mulher, foi convocada para acompanhar um caso de uma mulher que estava bastante machucada, por ter sido agredida pelo companheiro. “Nós mulheres estamos marcadas por tanta violência. A violência  contra a mulher e o feminicídio no Município de Pedreiras, é um momento pra chamarmos pra nós, pra nossa responsabilidade; poder público, executivo, legislativo, judiciário e sociedade civil. Todos nós, esse é um momento que é nosso”. Concluiu a Secretária.

Valdete Cruz/Gestora Regional de Saúde de Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

A Gestora de Saúde da Regional de Pedreiras, enfermeira Valdete Cruz, disse que estava feliz em participar da audiência. Fortaleceu as demais colocações, que o dia da mulher não é um dia de muitas festas, mas de muita reflexão, principalmente de muitas lutas, que companheiras antecessoras travaram para que hoje as mulheres continuassem lutando, mas já com muitas conquistas e muitas vitórias, graças as mulheres que antecederam a classe.

Ariane Carvalho/Coordenadora do SAE/Foto: Sandro Vagner

Foi lembrado e levado ao conhecimento de todos no plenário, pela representante da Secretaria de Saúde de Pedreiras, Ariane Carvalho, que a mulher que sofre um estupro, tem que procurar uma unidade hospitalar, uma unidade de saúde, por que pode acontecer desse trauma se perpetuar a vida toda, uma doença, por exemplo, como o HIV, onde a mulher pode ser contaminada durante uma violência sexual. Acontecendo esse tipo de crime, pra evitar que a mulher seja contaminada, existe o prazo para que a vítima faça o uso de medicações, que é apenas de 72h.

Alexsandra Saturnino/Primeira Dama de Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

O Prefeito Antônio França foi representado por sua esposa, a primeira dama do Município, Alexsandra Saturnino.

Magda/Igreja Adventista do 7º Dia/Foto: Sandro Vagner

Após todos da mesa se manifestarem, foi aberto ao público perguntas ou pronunciamentos. Cecília, ex-vereadora, Ana Risolis (Diretora do Colégio Corrêa de Araújo); Ana Roberta (presidente do sindicato dos servidores municipais de Pedreiras), Magda representante do Grupo de Mulheres da Igreja Adventista do Sétimo Dia; Edsonete (Associação Interestadual das Quebradeiras de Coco) e o Vereador Zezinho do Amor, avaliaram o dia da mulher de forma diferente, onde o trabalho e a luta de todas tem que continuar, e que cada vez mais elas possam ocupar seu lugar de destaque na sociedade.

Maria de Aquino/Homenageada/Foto: Sandro Vagner

Foi prestada uma justa homenagem a quebradeira de coco, Maria de Aquino, Coordenadora Interestadual das quebradeiras de Coco, que recebeu das mãos da Secretária, Jane Glêb, um buquê de flores, assim, também, como as mulheres que formaram à mesa. Ao final da audiência foi servido um coquetel.

Foto: Sandro Vagner

Esperamos, realmente, que essa louvável atitude da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, não deixe cair no esquecimento todas as propostas e ideias debatidas durante a audiência pública, que os bons fluidos se estendam a outros locais, na escola, por exemplo, como foi cogitado.

Parabéns a todos os organizadores pelo evento no dia Internacional da Mulher em Pedreiras.

Manifestantes realizaram protestos contra a reforma da Previdência na BR – 316/Caxuxa – Maranhão

José Barreto/Vice – Presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Pedreiras/Foto: SINDSEP/Pedreiras

Foram mais de cinco horas de protestos. Centenas de manifestantes de diversas regiões, incluindo do Médio Mearim, participaram do ato, que foi considerado por todos um grande sucesso, e, com certeza chamou à atenção das autoridades.

Foto: Fábio Costa

O principal objetivo da manifestação foi mostrar a indignação contra a PEC da Reforma da Previdência, se aprovada pelo Senado o trabalhador brasileiro será obrigado a se aposentar com idade mínima de 65 anos e tendo contribuído 25 anos com a Previdência.

Foto: Antônio Barreto

De Pedreiras, foram diversos trabalhadores e trabalhadoras que lotaram cinco ônibus. O mais importante foi a paciência dos caminhoneiros e motoristas particulares que ficaram parados na BR, durante a manifestação.

Fotos: SINDSEP/Pedreiras

O movimento foi realizado em diversos municípios maranhenses, e apoiado pelas centrais sindicais, como a FETAEMA – Federação dos Trabalhadores Rurais e Agricultores Familiares do Estado do Maranhão.

Vice-prefeito de Pedreiras homenageia as mulheres neste 8 de Março

Hoje é um dia mais que especial, dia para refletirmos sobre a “Mulher” e todos os seus dilemas, porém, um em especial: “Merece ser lembrada todos os dias”. Quero destacar a relevância que “Ela” tem para o cenário social, político e familiar, indiscutível a sua presença, é o equilíbrio, a estabilidade, a peça fundamental para esses 3 segmentos. A mulher é destaque em tudo que ela concebe e produz, sempre com perfeição, doçura, o seu jeito “Mulher” de ser: eficaz e magistral. Que Deus possa realizar todos os seus sonhos e propósitos. Parabéns a todas as “Mulheres”.

Homenagem do amigo e Vice-prefeito de Pedreiras, Éverson Veloso.

Lima Campos: Governo Cidade em Progresso homenageia todas as mulheres limacampenses

Uma notável homenagem às MULHERES que fazem parte da esfera administrativa do Governo Cidade em Progresso. Elas representam tantas outras que juntamente com ELAS integram os múltiplos papéis que cada uma desempenha.

Fotos: Sydney Silva

 

Fotos: Sydney Silva

 

Essa homenagem se estende as demais que simples e extraordinariamente fazem parte da história por serem MULHERES LIMACAMPENSES!

Fonte: ASCOM/Lima Campos