Prefeito Fred Maia participa da primeira sessão da Câmara de Vereadores de Trizidela do Vale e dar posse a Secretários e Diretores de Departamentos

Prefeito Fred Maia durante a sessão na Câmara de Vereadores de Trizidela do Vale/ Foto: ASCOM

Hoje (01) o prefeito Fred Maia participou da 1ª sessão da câmara de Vereadores de Trizidela do Vale, aproveitou e saudou a todos pelo retorno as atividades legislativas. Ouviu atentamente as primeiras reivindicações por parte de alguns parlamentares. Na ocasião foi dada oportunidade ao prefeito que destacou sobre as dificuldades que vem enfrentando desde a administração passada, mas, que segundo ele acredita que esses próximos anos tudo será bem diferente pela experiência adquirida. Fred explicitou ainda que esse próximo mandato será voltado especificamente para área da saúde, mas, que pretende dar continuidade ao trabalho já realizado nas demais áreas do município. O prefeito disse ainda que dentro de breves dias estará realizando a entrega da UBS do Povoado Jiquiri e que o município através do Dep. Federal Victor Mendes, será contemplado com uma ambulância 0km que irá contribuir o bastante para o deslocamento de pacientes.

Após a sessão o prefeito em seu gabinete deu posse aos demais secretários que faltavam para completar equipe de governo.

Fotos: ASCOM

SECRETÁRIOS NOMEADOS

ADMINISTRAÇÃO-FRANCISCO RODRIGUES
IVANILSON- SECRETÁRIO DE ESPORTES
JUNIOR OLIVEIRA- SECRETÁRIO DE CULTURA
ADELSON FERNANDES-SECRETÁRIO DE MEIO AMBIENTE

DIRETORES DE DEPARTAMENTO E ASSESSORIAS

ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO-THONY MARANHÃO
DIRETOR CPL-FABRÍCIO PINHEIRO
DEP. PROMOÇÕES E EVENTOS – DINA SELMA
FUNÇÃO DE SERVIÇOS DE DIVISÃO DO GABINETE-EDNA ARAÚJO
DEP. ALMOXARIFADO – ALEXANDRE DA SILVA SOUSA
DEP. JUVENTUDE-JOSÉ CLEITON DA SILVA BARRETO
DEP. TRIBUTAÇÃO-MARIA APARECIDA “CIDINHA”
DEP. ASSUNTOS RELIGIOSOS – JERBESON DA SILVA
DEP. TRÂNSITO – ALISSON POLINELLY
DEP. MULHER-VANUZA LOPES
DEP. TRANSPORTE – MIGUEL LEITE
DEFESA CIVIL MUNICÍPIO – OTONE DA SILVA
SECRETÁRIA DA ASSSESSORIA JURIDICA – FRANCILENE SANTANA
ASSESSORIA JURÍDICO- FABRÍCIO SAMPAIO

Fotos: ASCOM

Fonte: ASCOM/Trizidela do Vale

Fotos: Tony Maranhão

Diretor da 7ª Ciretran de Pedreiras apagando uma velinha e acendendo mais cinquenta

David Ximenes o diretor da 7ª Ciretran de Pedreiras, está ficando mais experiente. Aniversário é sempre uma data especial, principalmente quando é comemorada com muita saúde, entre amigos e familiares. Por esse motivo, o irmão do diretor, o gerente da Mearim Motos Honda, Marcílio Ximenes avaliou assim esse dia especial para David Ximenes:

“Meu irmão que amo muito e me enche de orgulho a cada dia, principalmente pelo homem e profissional que ele é. Tenho aprendido todos os dias com ele o valor das palavras, comprometimento, honestidade e respeito; a ele desejo que Deus multiplique seus anos e continue o abençoando grandemente” (Marcílio Ximenes)

Que os melhores presentes do dia sejam abraços demorados, olhares verdadeiros e os melhores sentimentos compartilhados. Que seu dia seja especial! Parabéns pelo aniversário!

Receita Federal passa a exigir CPF de dependentes com mais de 12 anos

Receita Federal passa a exigir CPF de dependentes com mais de 12 anos

A Receita Federal anunciou nesta quarta-feira (1º) que pessoas com mais de 12 anos declaradas como dependentes no Imposto de Renda precisarão ter CPF (Cadastro de Pessoas Físicas).

Antes, a exigência valia para dependentes com mais de 14 anos. A tendência é que, em alguns anos, todas as pessoas declaradas como dependentes no IR precisem ter CPF.

Na declaração, o contribuinte terá que indicar o CPF dos dependentes que já tinham completado 12 anos até 31 de dezembro de 2016. Ou seja, o responsável pelo dependente que não tiver o documento precisa tirá-lo antes de entregar a declaração deste ano.

Segundo a Receita, a inclusão do CPF de dependentes com mais de 12 anos reduziria casos de declarações retidas na malha fina, além de diminuir “riscos de fraudes relacionadas à inclusão de dependentes fictícios” e a “inclusão de um mesmo dependente em mais de uma declaração”.

Até 2014, o CPF era obrigatório para maiores de 18 anos. Em 2015, a idade caiu para 16 anos. No ano passado, foi para 14 anos e neste ano, para 12.

Desde dezembro de 2015, os cartórios de registro civil já emitem o documento na certidão de nascimento.

COMO OBTER O CPF

O CPF pode ser obtido pela internet ou nas agências do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou dos Correios.

Pela internet, o processo é simples e gratuito, mas os maiores de 18 anos precisam ter título de eleitor.

Após a inscrição, será gerado o número de inscrição no CPF e o comprovante. O contribuinte deve anotar o número e imprimir o comprovante ­—a Receita não envia mais o cartão plástico (azul). O ideal é também plastificar uma cópia.

A Receita destaca que o número é único e definitivo, já que o cadastro não pode ser realizado mais de uma vez.

Nas agências do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou dos Correios é cobrada uma taxa de R$ 7.

Nesses locais, quem tem de 12 a 18 anos precisa apresentar um documento de identidade. Os maiores de 18 anos necessitam apresentar um documento de identificação e o título de eleitor.

O número do CPF e o comprovante de inscrição são entregues na hora em que são requisitados.

Fonte: Folha de São Paulo

Prefeito Antônio França fala sobre o primeiro mês de administração em Pedreiras

Antônio França – Prefeito de Pedreiras/Foto: Arquivo do Blog

Ontem (31), a atual administração completou seu primeiro mês à frente do Município de Pedreiras. Durante sua participação na audiência pública que lançou o programa “Maranhão Contra as Drogas”, o Prefeito de Pedreiras fez um pequeno resumo sobre sua administração. Segundo ele, ainda não deu pra fazer nada, por enquanto, cuidando apenas da parte administrativa.

Blog – Prefeito, o senhor poderia fazer um resumo desse primeiro mês de administração?

Prefeito Antônio França – “Quero agradecer a oportunidade de está falando aqui pra você e dizer, que a população realmente está muito ansiosa em saber o que o Prefeito está fazendo, mas infelizmente nós não temos nenhuma ação, ainda, nas ruas, a não ser a limpeza, mas temos trabalhado na saúde, pois sabemos que o Município está muito carente da saúde. Estamos engatinhando ainda, tentando organizar primeiramente o Município, pois, pegamos um Município totalmente desorganizado, e preparando algumas ações. Temos agora um carnaval, que é uma ação que tem que envolver todo um Município, envolver a segurança e a saúde. As aulas que vão iniciar; então são várias situações que estão sendo planejadas para que possamos iniciar esses primeiros seis meses de governo, mas primeiro estamos nos organizando. Temos muita prudência, olhando para o que nós pegamos, conhecendo realmente a realidade do nosso Município, pois, com seis meses a população irá ver as ações que serão colocadas em práticas nas nossas ruas”

Blog – Sobre uma auditoria, quando a população terá a resposta sobre ela?

Prefeito Antônio França – “Essa auditoria não está sendo realizada, ainda, fiz a publicação, será licitada, vai ser tudo organizado, e quando ela iniciar deverá demorar de 60 a 90 dias, ai, sim, nós teremos em mãos como o  Município está, qual a doença que ele tem, então, iremos tomar as providências cabíveis para poder, realmente, iniciar o governo.”

Blog – O senhor acabou de saber que cortaram a energia elétrica do Palácio Municipal.

Prefeito Antônio França – Pois é, esse é outro problema nos prédios municipais. A iluminação pública é outro problema, que são as ruas e avenidas, sabemos da deficiência, é um outro entrave que nós temos como gestor, em assumir, mas vamos resolver, pois tem todo um trâmite, como por exemplo, a licitação, e logo, num prazo de 30 dias, queremos está com uma equipe nas ruas trabalhando e reforçando a iluminação pública em nosso Município.

Vamos torcer para que Pedreiras tenha uma gestão à sua altura nos próximos quatro anos. Força de vontade tem o Prefeito Antônio França, mas o caminho é longo, e até lá muita coisa pode acontecer.

Ex-prefeito de Pién se esconde da polícia por mais de uma hora, escondido em forro dentro de casa

RIO — Ex-prefeito de Pién, na Região Metropolitana de Curitiba, Gilberto Dranka foi preso na manhã desta terça-feira na mansão onde mora de forma inusitada. Um vídeo produzido pela Polícia Civil da região, no momento da operação, mostra que os agentes do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) o encontraram escondido no forro do teto da residência. Ele é suspeito de envolvimento na morte do representante eleito da cidade, Loir Dreveck (PMDB), de 52 anos, assassinado em dezembro do ano passado antes de tomar posse no cargo. A prisão é temporária, com duração de 30 dias.

Além dele, foram presos Amilton Padilha, já envolvido em outro assassinato semelhante, e Orvandir Arias Pedrini. O primeiro é suspeito de ter atirado na cabeça do prefeito eleito, tendo fugido, em seguida, para Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Já Pedrini teria sido o intermediário do crime. Foram oferecidos R$ 10 mil reais e um automóvel pela ação.

Dranka despistou a equipe da operação exaustivamente.

— O procedimento dele denota uma extrema covardia e parcela de culpa. Inicialmente, tentamos agir com elegência por se tratar de uma autoridade pública, mas, infelizmente, eles dificultaram de todas as formas nossa entrada na residência e, ao chegarmos nos andares superiores da casa, encontramos sua mulher, uma criança de dois anos e uma filha adolescente. Ela disse que ele não estava em casa, mas imediatamente vi o telefone dele carregando e a carteira com seus documentos ali. Foi mais de uma hora fazendo buscas até localizarmos ele em um fundo falso, uma escada escondida dentro de casa. Ele desconversou dizendo que se escondeu porque achava que era um ladrão — contou o delegado Rodrigo Braun, do COPE, em uma coletiva de imprensa.

As investigações indicam que houve motivação política para o crime e que o atual presidente da Câmara Municipal de Pién, o vereador Leonides Maahs, teria encomendado o feito e ajudado o executor a fugir em seguida, além de possuir em casa munições sem registro.

— Os primeiros depoimentos indicam que o grupo ligado a Dranka e que dominava a política na região investiu no prefeito eleito, colocou dinheiro em sua campanha, recebeu benesses como cargos em comissão e secretarias da prefeitura, e que, um dia depois de ser eleito, Dreveck disse que nada disso aconteceria e que a prefeitura passaria por uma moralização — disse Braun.

Quebras de sigilo telefônico mostraram ligações do intermediário com o ex-prefeito momentos antes do crime. Pedrini teria oferecido a Dreveck um carro da prefeitura para deslocamento à região com a família. A vítima foi baleada por um motociclista, quando viajava pela PR-420. De acordo com a Polícia Civil, a moto utilizada para o crime foi encontrada em um barranco, ao lado de um capacete preto, que foi encaminhado para a perícia no Instituto de Identificação do Paraná. A placa do veículo — que já teve mais de oito donos, conforme a polícia constatou — e as impressões digitais possibilitaram a identificação dos suspeitos.

Outra descoberta, segundo o delegado, foi que, no início de dezembro, outra pessoa com carro semelhante foi vítima de Padilha no mesmo lugar onde o prefeito eleito foi morto. Acredita-se que ambos os atentados tenham ligação e que a primeira vítima tenha sido abordada por engano.

— O motoqueiro seguiu pelo acostamento, emparelhou do lado, sozinho, e fez diversos disparos. Depois voltou para conferir se a pessoa estava morta, do mesmo jeito que aconteceu com Dreveck — frisa Braun.

Fonte: O Globo

Trio que estava armado com um facão foi preso pela Polícia Militar de Pedreiras

Márcio Fernando – Domingos Oliveira e Francivaldo Santos/Foto: 19º BPM/Pedreiras

Hoje (31), por volta do meio dia, a guarnição do Cabo Penha e do Soldado Herbet, prendeu um trio que tinha acabado de roubar uma bicicleta na calçada da loja da Casa dos Retalhos, no mercado de Pedreiras. Segundo informações do Sargento Zenon, que está hoje na Central de Operações do 19º Batalhão de Polícia Militar, os elementos estavam armados com um facão, provavelmente iriam realizar assaltos.

Facão que estava em poder do trio/Foto: 19º BPM/Pedreiras

Os três conduzidos são: Márcio Fernando Batista, morador da rua da Boa Vista em Trizidela do Vale – Domingos Oliveira Sousa, residente na rua Tiago Costa (Pedreiras) e Francivaldo Santos Moura, morador da rua São Joaquim (Trizidela do Vale).

Todos foram apresentados na 14ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pedreiras.

Fonte: Sargento PM Zenon

Equipe “Força & Ação” se apresenta hoje em Pedreiras

Equipe “Força & Ação”

Logo mais à noite, a Mearim Motos e o Consórcio Nacional Honda estarão promovendo um grande show de manobras radicais. A equipe “Força & Ação”, a maior equipe de manobras radicais do Brasil, estará se apresentando com suas novas manobras radicais, no bairro Goiabal

Essa é a segunda vez que a equipe “Força e Ação” estará se apresentando em Pedreiras.

Quem gosta de ação, emoção e muita adrenalina não pode perder esse grande evento proporcionado à população e todos os clientes da Mearim Motos Honda.

Estou satisfeito em poder proporcionar mais esse grande espetáculo em nossa cidade“. Disse Marcílio Ximenes

Lançada em Pedreiras a campanha “Maranhão Contra as Drogas”

Autoridades durante a realização do lançamento da campanha “Maranhão Contra as Drogas” em Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

O evento aconteceu na manhã desta terça-feira (31) na Câmara de Vereadores de Pedreiras, a 16ª cidade a receber a equipe de mobilização e articulação da Campanha “Maranhão Contra as Drogas” e contou com as presenças do Pastor Amarante Chaves (Assembleia de Deus), Dr. Marco Adriano (Juiz titular da 1ª Vara da Comarca de Pedreiras), Ary Pereira (Representante do Conselho Tutelar de Pedreiras), empresário e ex-deputado estadual Raimundo Louro, Bruno Curvina (Presidente da Câmara de Vereadores de Pedreiras), Vinícius Louro (Deputado Estadual, representante da Assembleia Legislativa do Maranhão), Eudina Costa (Prefeita de Bernardo do Mearim), Antônio França (Prefeito de Pedreiras) e Eliziane Gama (Deputada Federal).

Foto: Sandro Vagner

No plenário da Câmara alguns Secretários e representantes do Município de Pedreiras, Vereadores de Pedreiras, Trizidela do Vale e de Bernardo do Mearim, jovens e outros convidados que foram prestigiar o lançamento da Campanha “Maranhão Contra as Drogas”, que tem como idealizadora a Coordenadora da Comissão Externa da Câmara Federal sobre o Consumo de Droga dos jovens do Brasil, a Deputada Federal Eliziane Gama (PPS).

Antônio França – Prefeito de Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

O Prefeito de Pedreiras, Antônio França, deu as boas-vindas a todos, e ressaltou a importância do Município receber um grande evento, se referindo a Campanha “Maranhão Contra as Drogas”. Pediu união da sociedade em prol da mudança contra o mal que assola todo o país.

Eliziane Gama – Deputada Federal/Foto: Sandro Vagner

Durante seu pronunciamento a Deputada Federal, Eliziane Gama, levou ao conhecimento de todos que a droga está matando a nossa juventude. Informou sobre dados, segundo ela, preocupantes, onde o Brasil é o maior consumidor de Crack do mundo, o segundo consumidor de cocaína, e o Estado do Maranhão está em destaque como um dos mais violentos do Brasil, que é impulsionado exatamente pelo consumo de droga. Sobre a Campanha, a Deputada disse que trata-se de um trabalho educativo, que envolve a implantação do sistema e envolve o trabalho durante o ano inteiro; com cursos literários e várias atividades. Aproveitando as presenças do Prefeito de Pedreiras, Antônio França, e da Prefeita de Bernardo do Mearim, Eudina Costa,  a parlamentar pediu para que os municípios possam adotar a campanha.

Continue lendo

Bacabal deve ser comandada pelo vereador que foi eleito presidente da Câmara do Município

Zé Vieira deve ficar impedido de assumir município (Foto: Divulgação)

BACABAL – A 6ª Turma do Tribunal Regional Federal do Maranhão rejeitou embargos de declaração de Zé Vieira (PP) e revogou, por unanimidade, decisão que atribuía efeito suspensivo a rejeição de contas do gestor no Tribunal de Contas da União (TCU), o que mantém a inelegibilidade do prefeito eleito e o impede de se manter no comando do Executivo de Bacabal.

A decisão foi tomada em dezembro de 2016, mas a publicação do acórdão somente ocorreu no dia 25 deste mês, após todo o imbróglio quanto à posse de Vieira no município.

“O que pretende o embargante é rediscutir questões já decididas por este Tribunal, com nítido propósito infringente, o que é incabível por essa via processual, diante da ausência de omissão a ser sanada”, destacou o relator do caso, desembargador Kassio Marques, em voto contrário à alegação de Zé Vieira de que houve omissão na tramitação do processo.

Com a decisão da Justiça Federal, o município deve ser comandado, a partir do dia 3 de fevereiro, pelo vereador que for eleito presidente da Câmara Municipal.

Zé Vieira concorreu a eleição municipal 2016 sub judice, uma vez que ele havia sido condenado pelo TCU em três acórdãos.

A Justiça Federal manteve a condenação, mas Zé Vieira conseguiu liminar, com efeito suspensivo, o que tecnicamente, dava a ele a possiblidade de assumir a administração municipal de Bacabal.

Embargos – Depois de ter obtido êxito com a liminar, Vieira apresentou embargos à primeira decisão que matinha a rejeição de contas, para tentar, com o recurso, reverter em definitivo à sua situação.

A manobra foi rejeitada pelo colegiado do Tribunal Regional Federal do Maranhão.

“Pelo exposto, conheço dos recursos e, no mérito, rejeito os embargos de declaração do autor José Vieira Lins, bem como revogo a decisão de fls. 2401/2402 que deferiu o pedido de atribuição de efeito suspensivo aos embargos de declaração por ele opostos e julgo prejudicados os embargos de declaração da União”, apresentou voto o desembargador Kassio Marques, relator do processo.

O voto do magistrado foi seguido pelos demais membros da 6ª Turma do Tribunal, que manteve a inelegibilidade de Zé Vieira.

Saiba Mais

Na semana passada, o juiz Marcelo Moreira, da 1ª Vara da Comarca de Bacabal, decidiu validar a posse de Zé Vieira no comando do município. O magistrado também determinou a realização de nova eleição para a presidência da Câmara Municipal.

Vereador tenta adiar eleição da Mesa Diretora da Câmara

O vereador César Brito (PPS) autorizou a sua assessoria jurídica a dar entrada com uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), cujo propósito é suspender, ou adiar, a eleição da Mesa Diretora determinada pelo juiz Marcelo Moreira, marcada para a próxima sexta-feira (3).

Brito sustenta a aliados que se sente prejudicado pela decisão do magistrado, que anulou a votação que o definiu como um dos dois presidentes da Casa eleitos no mesmo dia, 1º de janeiro. O outro escolhido foi Edvan Brandão (PSC). O juiz Marcelo Moreira anulou as duas eleições por considerá-las eivadas em vícios e determinou a realização do novo pleito, que agora César Brito quer suspender ou adiar.

No processo eleitoral que aconteceu no último dia 1º, César Brito obteve apenas oito votos isso com a excepcional ajuda do voto de um vereador suplente empossado de maneira considerada ilegal pela Justiça.

Edvan Brandão, em votação paralela, foi votado por outros oito vereadores, perfazendo um total de nove sufrágios com o seu próprio voto.

Em razão do impasse criado com as duas eleições o caos político-administrativo-constitucional se instalou no município de Bacabal, que teve contas bancárias e transferências financeiras bloqueadas, hospitais e outras instituições públicas fechadas e o ano letivo escolar adiado.

Por isso a decisão por nova eleição para a Câmara Municipal. O presidente eleito no dia 3 deverá comandar o município até que a Justiça Eleitoral decida por novas eleições majoritárias para os cargos de prefeito e vice.

Fonte: O Estado do Maranhão

No Piauí, preso deixa cadeia para prestar concurso para a PM

Luis Carlos – Suspeito de assalto/Foto: Reprodução vídeo JN

Um homem acusado de assaltar dois carros-fortes recebeu autorização da Justiça pra sair da prisão e fazer a prova de um concurso. Concurso público.

Atrás das grades está um detento do sistema carcerário do Piauí. Ele veio ao Maranhão para fazer um dos testes físicos para o concurso da Polícia Militar do estado.

O candidato a PM Luís Carlos Rodrigues de Oliveira foi preso em dezembro, em Teresina, suspeito de roubar R$ 1,5 bilhão em dois assaltos a carros-fortes. De acordo com a acusação, houve troca de tiros na hora da prisão. Luís Carlos e outro suspeito foram presos.

Com o grupo foi apreendido um arsenal, com armas de grosso calibre e até dinamite.

Foi o juiz Lirton Nogueira Santos que autorizou a saída temporária de Luís Carlos da prisão para fazer a segunda etapa do concurso para a PM do Maranhão, que são os testes físicos.

Na decisão, ele justificou que o “denunciado tem um filho de 11 anos e uma esposa acometida por uma grave enfermidade”.

Luís Carlos chegou para os testes sem escolta e usou calça porque estava usando uma tornozeleira eletrônica.

Luís Carlos Rodrigues de Oliveira foi reprovado, mas a decisão judicial que autorizou que saísse da cadeia para participar do concurso da PM surpreendeu até a Sociedade Maranhense de Direitos Humanos, que defende a ressocialização de detentos, mas não dentro de uma instituição como a Polícia Militar.

“É uma decisão também inusitada. Em segurança pública eu acho que não é o espaço adequado para esse tipo de ressocialização. A possibilidade de infiltração hoje no país é muito grande, inclusive pelas organizações criminosas”, disse o presidente da sociedade, Luis Antonio Pedrosa.

A Associação dos Policiais Militares de São Luís também se manifestou contrária à participação de um detento no concurso.

“Para maior espanto nosso, ele não só trocou tiros com policiais do Piauí. Ele trocou tiros com pessoas do próprio estado, da própria polícia do estado que hoje ele quer engrossar nas fileiras,” Maílson Costa, representante da Associação da PM de São Luís.

Luís Carlos disse que a falta de treino da cadeia atrapalhou o desempenho dele nos testes.

“Faltou 200 metros pra eu terminar a prova. Vou tentar novamente, entendeu?  Até porque eu sou um cidadão. Não sou bandido”, disse Luís Carlos.

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão declarou que respeita e cumpre decisões judiciais.

Fonte: g1.com.br