Pedreiras: Leishmaniose volta à discussão com representantes de vários Municípios

Reunião no auditório da ACIAP/Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

É grande a preocupação com os casos de leishmaniose que aumentaram em nossa região. Os registros de incidência chamaram à atenção do estado, que segundo informações da gestora da Unidade Regional de Pedreiras, Valdete Cruz, dos 13 (treze) Municípios que compõem a Regional, 8 (oito), deles já registraram casos de leishmaniose, que para muitos, isso não é mais novidade. O calazar já tem uma longa história de anos atrás, agora, com uma grande elevação. Valdete Cruz, disse que em algumas reservas indígenas da região existem cerca de 300 (trezentos) casos, devido essa aproximação, inclusive com casos comprovados no Município de Pedreiras, o Estado todo está em alerta, por se tratar de uma doença grave que pode levar a óbito, como já aconteceu na regional.

Dr. Jackson Maurício – Fiocruz/Foto: Sandro Vagner

Esteve reunida com os representantes dos 13 (treze) Municípios, uma equipe de saúde do estado, composta pela Drª Munique Maia, coordenadora do programa, e o Dr. Jackson, que é um grande conhecedor e colaborador do Ministério da Saúde, autor de mais de cem publicações sobre leishmaniose. Os representantes estaduais se reuniram com médicos do hospital de Pedreiras, e outros Municípios.

No auditório da ACIAP, as informações sobre as leishmanioses foram repassadas a enfermeiros, e médicos responsáveis por controle vetorial dos Municípios, que participaram de uma reunião técnica.

Foto: Sandro Vagner

Estamos todos juntos, Municípios, Regional, Estado e Ministério da Saúde, tentando minimizar essa problemática“. Concluiu Valdete Cruz, gestora da Unidade Regional de Pedreiras.

Deixe uma resposta