Logo

Pedreiras: Dois novos cursos de Mestrados estão disponíveis no Município

Educação é fundamental para quem pretende seguir uma carreira, seja em qual for a modalidade. Os cursos facilitam e estreitam laços, e eleva o grau do estudante que estará apto a ingressar no mercado de trabalho.

Pedreiras foi escolhida e contemplada com a realização de 02 (dois) cursos de mestrado: Mestrado em Gestão e Mestrado em Ciência da Educação. 

Mestrado em Gestão é destinado a titulares de grau de licenciados ou bacharéis. Terá a duração de 30 meses.

Ciência da Educação, destinado a egresso de nível superior nas áreas de educação, bem como de outras áreas que mantenham alguma relação com as Ciências da Educação; também com a duração de 30 (trinta) meses.

Dois institutos são os responsáveis pelos cursos que serão instalados em Pedreiras: O IESB (Instituto de Educação Superior Behakhah), e o Instituto Digepp.

Mais informações entre em contato através do email: [email protected]

WhatsApp (98)98210-0404

Pedreiras: Presidente da OAB/MA participa da inauguração da Sala da Advocacia no Fórum Desembargador Araújo Neto

Foto: Sandro Vagner

Na manhã desta sexta-feira (16), aconteceu a solenidade de inauguração da Sala de Advocacia da Subseção da OAB de Pedreiras, no Fórum Desembargador Araújo Neto. O local servirá a todos os advogados e advogadas de Pedreiras e região. A estrutura oferece conforto e equipamentos que facilitarão o trabalhos da categoria.

Em apenas seis meses de gestão, o presidente Dr. Eduardo Ferro, disse que isso é fruto do bom desempenho da diretoria que vem se empenhando, dentro do possível para oferecer o melhor a todos. Outra notícia que deixou o presidente satisfeito, foi sobre as futuras instalações da sede própria da Subseção da OAB/Pedreiras, que provavelmente será iniciada a construção no fim deste ano.

Dr. Kayo Victor – Dr. Eduardo Ferro e Dr. Thiago Diaz/Foto: Sandro Vagner

Dr. Kayo Victor Saraiva Cruz, tesoureiro da OAB do Maranhão, destacou a importância dos colegas pedreirenses e da região em terem um local para suporte, que servirá ainda aos advogados em trânsito, para realizarem seus trabalhos, quando for necessário. Confirmou a construção da sede no Município, segundo ele, logo, logo. “Tenho um amor muito grande por Pedreiras. Nasci em São Luis, mas meus pais são de Pedreiras, e considero que a OAB tem um diretor que pode lutar pela advocacia local”. Finalizou.

O Presidente da OAB do Maranhão, Dr. Thiago Roberto Morais Dias, destacou sua felicidade em participar da inauguração da Sala de Advocacia de Pedreiras, e anunciou a data para começar a construção da sede. “Até o final do ano do estaremos iniciando as obras da sede própria da OAB de Pedreiras.  Isso nos deixa muito felizes, por que é um anseio antigo, e nos comprometemos está lado a lado, ombreados nessa importante causa que é a Subseção de Pedreiras”.

Foto: Sandro Vagner

Advogados e advogadas de Pedreiras, Trizidela do Vale e região, juiz e juízas da Comarca de Pedreiras: Dr. Marco Adriano (Juiz titular da 1ª Vara da Comarca de Pedreiras); Drª Ana Gabriela (Juíza titular da 2ª Vara da Comarca de Pedreiras) e a Drª Gisa Fernanda (Juíza titular da 4ª Vara da Comarca de Pedreiras), participaram da inauguração.

Foto: Sandro Vagner

Uma comitiva vinda de São Luis, também prestigiou o evento: Thiago Roberto Morais Dias (Presidente da OAB/MA); Drª. Cristiane Rose Soares Ribeiro (Vice-presidente da CAAMA); Janete Matos Chagas Rocha (Secretária-geral adjunta da CAAMA) e o Dr. Kayo Victor Saraiva Cruz (Tesoureiro da OAB do Maranhão).

Fotos: Sandro Vagner

Pedreiras: Alexandre Assaiante recebe apoio do “Movimento em Defesa da Democracia”

Alexandre Assaiante – Advogado e pré-candidato a prefeito de Pedreiras – Maranhão

No próximo ano serão realizadas as eleições municipais, muitos pré-candidatos já estão na luta em busca de apoio de grupos e entidades pedreirenses. O Movimento em Defesa da Democracia de Pedreiras, que conquistou inúmeros adeptos durante a campanha presidencial no ano passado, se reuniu com um dos pré-candidatos a Prefeito de Pedreiras, o advogado Alexandre Assaiante, e declarou apoio, após ouvir as propostas apresentadas por ele, que visa uma renovação, segundo ele, na política local.

Sabemos que a luta é árdua, mas nada se conquista se não tivermos apoio da sociedade. Precisamos implementar uma gestão pública eficiente e com um orçamento participativo à altura, com isso, podemos por fim nessa desgastada forma de se fazer política em Pedreiras.” Disse o pré-candidato.

Segundo Alexandre Assaiante, a renovação faz parte de seu contexto e ressaltou a importância da participação de todos nesse processo democrático.

Fazer diferente de tudo e todos, se referindo as gestões passadas e destacou a importância de um Município próspero com uma mudança de fato, onde possa acontecer o melhor para a população.

Se não pensarmos no novo, jamais iremos fazer diferente.” Disse o pré-candidato, Dr. Alexandre Assaiante, que é advogado, especialista em Gestão Pública Municipal pela UFPI – Universidade Federal do Piauí, e formado em Direito Público na PUC – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Trizidela do Vale: Governo realiza monitoramento de ações da Assistência Social

Foto: Assessoria de Comunicação de Trizidela do Vale – MA

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), realizou na manhã desta sexta-feira (16), uma reunião de trabalho, bastante proveitosa, com toda a equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social, além da presença do prefeito Fred Maia, com o propósito de identificar as situações de maior fragilidade na execução das políticas de assistência social no município e identificar entraves que tem impossibilitado o desenvolvimento das ações voltadas ao setor. O mesmo processo de monitoramento ocorrerá em outros municípios maranhenses.

De acordo com Rute Meire, uma das palestrantes, este trabalho tem por prioridade cumprir a política do governo Flávio Dino, além de identificarmos os aspectos negativos, os empecilhos e o que precisa ser melhorado, bem como contribuir com o município para que ele aprimore sua ação na execução da política da assistência social.

Foto: Assessoria de Comunicação de Trizidela do Vale – MA

A partir dessas reuniões, vamos programar uma agenda conjunta para que possamos trabalhar junto aos municípios, na solução dos problemas identificados, a fim de juntos, assegurarmos o pleno funcionamento da assistência social, por meio dos trabalhadores engajados, dos equipamentos sociais e dos serviços oferecidos.

A secretária municipal de Assistência Social de Trizidela do Vale, Dina Selma, considera de extrema importância a sensibilidade e percepção do atual governo em conceder esse suporte e estreitar as relações com os municípios para que, unidos, busquem a superação dos problemas enfrentados, sejam eles burocráticos ou de qualquer outra ordem.

Prefeito Fred Maia/Foto: Assessoria de Comunicação de Trizidela do Vale – MA

Antes não tínhamos esse tipo de assessoria do governo estadual, nem o apoio necessário para sanarmos entraves e pendências burocráticas. Sem dúvida, a parceria estado-município só coopera para que a ação governamental seja eficiente nos municípios“, disse o prefeito Fred Maia.

Assecom – Assessoria de comunicação da prefeitura de Trizidela do Vale.

Pedreiras: Ministério Público abre vagas para estagiários em Direito com vagas para as Promotorias de Justiça

O Ministério Público do Maranhão lançou edital 001/2019, de abertura de Seletivo para contratação de estagiários na área de Direito, Serviço Social, administração, dentre outras. Para as Promotorias de Justiça de Pedreiras serão destinadas 04 vagas na área do Direito para alunos matriculados em faculdades que possuem convênio com o Ministério Público.

Os estagiários receberão bolsa auxílio no valor do salário mínimo vigente.

As inscrições são gratuitas e poderão ser realizadas no site do Ministério Público, do dia (15/08) ao dia (25/08).

As provas serão realizadas no dia (15 /09)nas cidades constantes no edital, dentre elas a cidade de Pedreiras.

Veja o edital Clique Aqui

Brasília: Câmara aprova projeto que endurece punição para abuso de autoridade

Plenário da Câmara dos Deputados – Pedro Ladeira-13.ago.19/Folhapress

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (14) o projeto que endurece as punições por abuso de autoridade de agentes públicos, incluindo juízes, promotores e policiais. O texto já passou pelo Senado e vai à sanção presidencial. 

De acordo com o projeto, são considerados passíveis de sanção por abuso de autoridade membros dos poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, membros do Ministério Público, membros de tribunais ou conselhos de contas, servidores públicos e militares ou pessoas a eles equiparadas. 

Entre as mudanças estão a proibição de decretação de prisão provisória em “manifesta desconformidade com as hipóteses legais” e também a decretação de condução coercitiva sem que antes haja intimação para comparecimento ao juiz. A pena é de um a quatro anos de detenção. 

O texto também prevê que a autoridade possa ser punida com seis a dois anos de detenção, além de multa, caso deixe de se identificar ou se identifique falsamente para o preso no ato de seu encarceramento.

Fica modificada ainda a lei de 1996 que regula as interceptações telefônicas. Hoje, ela diz que é crime realizar esse tipo de atividade sem autorização judicial, com pena de dois a quatro anos. Agora, os deputados acrescentaram parágrafo para incluir na tipificação a autoridade judicial que pedir a quebra de sigilo ou interceptação “com objetivo não autorizado em lei”. 

Deputados tentaram alterar trechos que penalizam autoridades que iniciem persecução penal, civil ou administrativa sem justa causa fundamentada e ou que usem algemas de forma inadequada, mas as mudanças foram rejeitadas.

Se manifestaram contra a proposta deputados do PSL, Novo, Podemos e Cidadania. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu o projeto. “Nós entendemos que esse texto atinge de forma democrática todos aqueles que revestidos de cargo público possam cometer abuso de autoridade”, disse aos parlamentares no plenário.

Uma das principais polêmicas se deu em torno da presença de artigos que afetam policiais militares. 

Um exemplo é o trecho que diz que fica proibido submeter o preso ao uso de algemas ou de outros meios de restrição de movimentos nos casos em que não haja resistência à prisão, ameaça de fuga ou risco à integridade física do próprio preso. 

A pena é dobrada se o preso for menor de 18 anos ou se a presa estiver grávida. 

“Ao aprovar este projeto estamos inviabilizando o trabalho do policial”, afirmou o deputado Subtenente Gonzaga (PDT-MG). “O único agente do Estado que está nas ruas é o policial militar. Estamos criando aqui a possibilidade de demissão do policial pelo uso de algemas”, afirmou. 

O deputado, de um partido da oposição, fez no plenário um apelo ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) para que vetasse os itens referentes a policiais. 

Outro artigo estabelece pena de um a quatro anos para quem deixar presos de sexos diferentes confinados juntos. 

Um caso emblemático aconteceu em 2007, quando uma adolescente ficou 26 dias presa na mesma cela que 30 homens no interior do Pará—ela foi violentada pelos presos. A juíza responsável pelo caso, Clarice Maria de Andrade, foi afastada da magistratura por dois anos.

Membros de partidos do centrão e da oposição defenderam que o texto serve para limitar o uso de prerrogativas do cargo para prejudicar indevidamente outra pessoa. “Nós vamos limitar, colocar no lugar aquelas pessoas que não respondem processos nenhum pelos seus erros”, afirmou o deputado Euclydes Pettersen (PSC-MG). 

O projeto que foi votado nesta quarta-feira é o relatado no Senado pelo senador Roberto Requião (MDB-PR). Neste ano, o Senado aprovou outra mudança nas regras, relatada por Rodrigo Pacheco (MDB-MG). 

No entanto, segundo o presidente Rodrigo Maia, líderes na Câmara reclamaram que o texto tratava apenas de juízes e promotores.”Ia parecer alguma revanche de alguém contra um outro Poder e não é isso que nós queremos, queremos uma lei para se alguém extrapolar”, afirmou. 

Após o fim da votação na Câmara, ele disse que o projeto aprovado era justo por abranger os três Poderes. Afirmou ainda que o resultado abre espaço para discussão sobre foro privilegiado. “No caso do foro, para parlamentar esse foro não existe mais. Então a única coisa que a gente vai aprovar é o foro para os outros Poderes, que também é justo.”

Categorias ligadas ao Judiciário protestaram contra a proposta. Em nota, o presidente da Conamp (Associação Nacional dos Membros do Ministério Público), Vitor Hugo Azevedo, afirmou que há pontos polêmicos que “representam riscos à atuação austera do MP”. 

“A exemplo de previsão de crimes que tratam de condutas que são meras irregularidades administrativas; figuras criminosas imprecisas e permeadas de subjetividade, além de penas desproporcionais”, diz a nota. 

O QUE PREVÊ O PROJETO

Detenção de um a quatro anos e multa

  • Autoridade que decretar medida de privação da liberdade em desconformidade com as hipóteses legais
  • Quem decretar a condução coercitiva de testemunha ou investigado manifestamente descabida ou sem prévia intimação de comparecimento ao juízo
  • Quem executar a captura, prisão ou busca e apreensão de pessoa que não esteja em situação de flagrante delito ou sem ordem escrita de autoridade judiciária, salvo nos casos de transgressão militar ou crime propriamente militar, definidos em lei, ou de condenado ou internado fugitivo
  • Quem prossegue com o interrogatório de pessoa que tenha decidido exercer o direito ao silêncio
  • Quem impedir ou retardar, injustificadamente, o envio de pleito de preso à autoridade judiciária competente para a apreciação da legalidade de sua prisão ou das circunstâncias de sua custódia
  • Manter presos de ambos os sexos na mesma cela ou espaço de confinamento. Incorre na mesma pena quem mantém, na mesma cela, criança ou adolescente na companhia de maior de idade ou em ambiente inadequado, observado o disposto no Estatuto da Criança e do Adolescente
  • Quem invadir ou adentrar, clandestina ou astuciosamente, ou à revelia da vontade do ocupante, imóvel alheio ou suas dependências, ou nele permanecer nas mesmas condições, sem determinação judicial ou fora das condições estabelecidas em lei
  • Quem obtiver prova, em procedimento de investigação ou fiscalização, por meio manifestamente ilícito
  • Quem divulgar gravação ou trecho de gravação sem relação com a prova que se pretenda produzir, expondo a intimidade ou a vida privada ou ferindo a honra ou a imagem do investigado ou acusado
  • Quem der início ou proceder à persecução penal, civil ou administrativa sem justa causa fundamentada ou contra quem sabe inocente.

Detenção de seis meses a dois anos e multa

  • Quem deixar injustificadamente de comunicar prisão em flagrante à autoridade judiciária no prazo legal
  • Quem deixa de comunicar, imediatamente, a prisão de qualquer pessoa e o local onde se encontra à sua família ou à pessoa por ela indicada
  • Quem prolonga a execução de pena privativa de liberdade, de prisão temporária, de prisão preventiva, de medida de segurança ou de internação, deixando, sem motivo justo e excepcionalíssimo, de executar o alvará de soltura imediatamente após recebido ou de promover a soltura do preso quando esgotado o prazo judicial ou legal
  • Quem fotografar ou filmar, permitir que fotografem ou filmem, divulgar ou publicar fotografia ou filmagem de preso, internado, investigado, indiciado ou vítima, sem seu consentimento ou com autorização obtida mediante constrangimento ilegal, com o intuito de expor a pessoa a vexame ou execração pública. Não haverá crime se o intuito da fotografia ou filmagem for o de produzir prova em investigação criminal ou processo penal ou o de documentar as condições de estabelecimento penal
  • Deixar de identificar-se ou identificar-se falsamente ao preso quando de sua captura ou quando deva fazê-lo durante sua detenção ou prisão
  • Quem submeter o preso, internado ou apreendido ao uso de algemas ou de qualquer outro objeto que lhe restrinja o movimento dos membros, quando manifestamente não houver resistência à prisão, internação ou apreensão, ameaça de fuga ou risco à integridade física do próprio preso, internado ou apreendido, da autoridade ou de terceiros
  • Impedir, sem justa causa, a entrevista pessoal e reservada do preso com seu advogado.
  • Quem negar ao interessado, seu defensor ou advogado acesso aos autos de investigação preliminar, ao termo circunstanciado, ao inquérito ou a qualquer outro procedimento investigatório de infração penal, civil ou administrativa, assim como impedir a obtenção de cópias, ressalvado o acesso a peças relativas a diligências em curso, ou que indiquem a realização de diligências futuras, cujo sigilo seja imprescindível
  • Quem antecipar o responsável pelas investigações, por meio de comunicação, inclusive rede social, atribuição de culpa, antes de concluídas as apurações e formalizada a acusação

Detenção de um a quatro anos e multa, sem prejuízo da pena cominada à violência

  • Quem constranger o preso ou o detento, mediante violência, grave ameaça ou redução de sua capacidade de resistência, a exibir-se ou ter seu corpo ou parte dele exibido à curiosidade pública; submeter-se a situação vexatória ou a constrangimento não autorizado em lei; produzir prova contra si mesmo ou contra terceiro

Detenção de três meses a um ano e multa

  • Quem coibir, dificultar ou impedir, por qualquer meio, sem justa causa, a reunião, a associação ou o agrupamento pacífico de pessoas para fim legítimo

Reclusão de 2 a 4 anos e multa

  • Constitui crime realizar interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática, promover escuta ambiental ou quebrar segredo da Justiça, sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei.

Fonte: folha.uol.com.br

Maranhão: AMMA repudia aprovação da PL que define crimes de Abuso de Autoridades

A Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA) manifesta veemente repúdio pela aprovação, na Câmara Federal, na noite desta quarta-feira (14), do Projeto de Lei 7.596/17, que revoga a lei 4.898/65 e define ações que configuram crimes de abuso de autoridade.

A aprovação do PL evidencia a tentativa de intimidação da atuação do Poder Judiciário e do Ministério Público, na medida em que objetiva transformar magistrados e membros do MP em réus.

A AMMA entende que o projeto aprovado viola a autonomia e a independência do Poder Judiciário, garantias pertencentes na essência à sociedade brasileira. 

Ao tempo em que manifesta o seu repúdio, a Associação dos Magistrados do Maranhão reitera que se mantém firme na luta em defesa da preservação da independência da Magistratura, lembrando sempre que, sem juízes independentes, não há sociedades e nem instituições livres” (Inq. 2.699-QQ, Pleno, j. 12.3.2009).

São Luís, 15 de agosto de 2019
Juiz Angelo Santos
Presidente da Associação dos Magistrados do Maranhão – AMMA

Brasília: Bolsonaro manda suspender uso de radares nas rodovias federais

Divulgação Agência Brasil

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, determina ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio de despachos publicados hoje (15) no Diário Oficial da União, que suspenda o uso de radares fixos, móveis e portáteis até que o Ministério da Infraestrutura “conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas”.

De acordo com o documento, a medida tem por objetivo “evitar o desvirtuamento do caráter pedagógico e a utilização meramente arrecadatória dos instrumentos e equipamentos medidores de velocidade”.

O despacho do presidente pede também que o ministério “proceda à revisão dos atos normativos internos que dispõem sobre a atividade de fiscalização eletrônica de velocidade em rodovias e estradas federais pela Polícia Rodoviária Federal.

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br

Trizidela do Vale: Extinção da Agência do BB volta ser assunto entre parlamentares

Foto: Sandro Vagner

Novamente, na sessão desta quarta-feira (14), na Câmara de Vereadores de Trizidela do Vale, o assunto que está deixando todos intrigados é a possível extinção da agência do Banco do Brasil no Município, que poderá virar apenas um posto, voltou a ser debatido e avaliado como preocupante para todos os parlamentares. Em meio as informações, o vereador Belmiro disse que, provavelmente, além de Trizidela do Vale ficar sem a agência do BB, corre o sério risco do Município ter o posto subordinado por Igarapé Grande, notícia que deixou todos revoltados em plenário. Nada ainda foi oficializado, mas os vereadores estão muito preocupados com a suposta situação que pode deixar o Município sem a única agência bancária na cidade.

Outros destaques

Nanô do Povo – Vereador/Foto: Sandro Vagner

O vereador Nanô do Povo anunciou que deixa a cadeira, para assumir uma pasta na gestão municipal, onde, segundo o parlamentar, irá ficar à frente da presidência do SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgoto. Nanô disse que não deixa de ser vereador. A princípio, segundo o parlamentar, irá acompanhar de perto as perfurações de alguns postos artesianos no Município. A nova função que vai assumir Nanô do Povo, teria sido um pedido do prefeito Fred Maia. Assumirá a vacância do vereador a segunda suplente, Ivete Pascoal. Ricardo Maia, primeiro suplente também está com uma função no Município.

Título de Cidadão Trizidelense

Vereadores Hamilton do Gás e Lindinaldo/Foto: Sandro Vagner

De autoria do vereador Lindinaldo, os vereadores aprovaram o título de cidadão trizidelense ao senhor Aldo Gomes. E de autoria do vereador Hamilton do Gás, foi aprovado o título de cidadão trizidelense ao jornalista e apresentador de TV, José Gutemberg Nascimento “Chico Corinto”. O presidente da Câmara, vereador Corró, informou que os títulos de cidadania serão entregues em solenidade que será realizada na ocasião do aniversário de Trizidela do Vale, em novembro.

Edvan Matos – Secretário de Administração (Trizidela do Vale/Foto: Sandro Vagner

O Secretário de Administração, Edvan Matos, participou da sessão e ouviu algumas reivindicações dos vereadores, disse que iria levar as informações ao prefeito Fred Maia.

Foto: Sandro Vagner

Pedreiras: Programa “Mais Notícias” estreou com muito sucesso

Por Ruth Barreto

Arte: Sílvio César

Estreou ontem (13) o mais novo canal de informações no youtube. “Mais Notícias”, apresentado pelo jornalista Sandro Vagner, direto da cidade de Pedreiras, Maranhão, terra do cantor e compositor João do Vale, vai ao ar todas às terças-feiras, a partir das 19h. Segundo o seu idealizador, “Mais Notícias” é um programa imparcial, sem conotações políticas e com oportunidades para todos. 

Na estreia, o canal alcançou um grande número de seguidores que já se inscreveram para receber notificações quando o programa for postado na plataforma. 

Buscando um estreitamento com as mais diversas autoridades, “Mais Notícias” vai ouvir as opiniões de forma democrática, dando sempre o direito de resposta a quem se sentir atingido por qualquer comentário.

Padre José Geraldo e Samuel Barreto terão quadros fixos. Outras personalidades, como, o Delegado Regional de Polícia Civil de Pedreiras, Dr. Diego Maciel Ferreira, e o Juiz Marco Adriano Ramos Fonseca já se comprometeram em formar parcerias com a produção do programa, com temas interessantes aos internautas.

Na próxima teça-feira (20), “Mais Notícias” exibirá sua segunda edição. A pauta já começou a ser cumprida, incluindo a participação da Juíza titular da 3ª Vara da Comarca de Pedreiras, Drª. Larissa Tupinambá, que fará um levantamento da IV edição da Ação “Mulher é Pra Ser Respeitada”.

Acesse o canal no youtube Clique Aqui

“A importância do programa “Mais Notícias” é que ele irá abranger todo e qualquer tipo de informação, seja em nível nacional, estadual, regional, local e até internacional, se for o caso. Agradecemos a todos que continuam acessando o nosso canal, deixando seus comentários, mas, também aceitamos as críticas, desde que sejam construtivas, pois ninguém é perfeito. Agradeço a Deus, minha família e a todos que de forma direta e indireta contribuíram para mais esse grande momento em minha vida profissional. Humildade acima de tudo, assim, vou seguindo em frente.” Disse o jornalista e apresentador Sandro Vagner.

Não esqueça, todas as terças-feiras aguardamos você com “Mais Notícias”.

  • siga-nos no facebook

  • Promoção durante todo o mês de agosto. Promoção dos Pais

  • IOP – Instituto de Oftalmologia de Pedreiras

  • SBF Empreendimentos

  • Em pleno funcionamento

  • Óticas Diniz

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Vitorino Net

  • Vice-prefeito de Pedreiras. Acesse nossa página no Facebook. Clique no Flyer

  • Vem aí o Uperdriver

  • Acesse nossa página. Clique no banner

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Venha nos visitar!

  • Aluga-se uma casa em Pedreiras/MA no bairro do Seringal: são 288 metros quadrados de área construída em dois pisos, 2 cozinhas sendo uma na parte interna (toda projetada) e outra na área externa, 4 quartos todos com ar condicionado, sendo 1 dos quartos projetado com escritório e 3 suítes. Mais um banheiro social. Piscina e garagem ampla. (99)9122-26118) Falar com Josinaldo

  • LHNet

  • LOJA DOIS PAPELARIA – Avenida Rio Branco – Centro – Pedreiras

  • Connect Pedreiras

  • Especialista em aplicativos, cartões digitais interativos e redes sociais. Clique no Banner e tenha mais informações

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • Clique Aqui

  • aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz