Logo

Pedreiras: Defensoria Pública protocola pedido judicial visando obrigar governo do estado concluir obras do C E Newton Belo em Trizidela do Vale

Centro de Ensino Newton Bel – Trizidela do Vale – MA/Foto: Arquivo Pedrasverdes

O Núcleo Regional da Defensoria Pública do Estado do Maranhão foi acionado por alunos e servidores do Centro de Ensino Newton Bello, escola estadual localizada na Rua Santo Antônio, nº 324, Centro, Trizidela do Vale, os quais relataram a precária situação das instalações da aludida unidade de ensino.

De acordo com as informações inicialmente recebidas pelo órgão, o prédio onde
funciona a referida escola estadual encontra-se em reforma desde o mês de julho de 2018, porém,
segundo alega a comunidade escolar, as obras de melhoria estavam suspensas desde outubro daquele
ano, de modo que o prédio permanece em situação de total abandono.

Ainda em consonância com os relatos recebidos pela Defensoria Pública, desde o mês de
agosto de 2018 as atividades pedagógicas estavam sendo realizadas em um prédio cedido pela
Paróquia de Santo Antônio, situado na Rua Nova, nº 01, Trizidela do Vale, o qual não possui estrutura
para o adequado desenvolvimento das atividades.

Diante o caso, foi encaminhando um pedido judicial protocolado na 1ª Vara da Comarca de Pedreiras, que tem como titular o Juiz Marco Adriano Ramos Fonseca, visando obrigar o Estado a concluir as obras do Centro de Ensino Newton Bello, em Trizidela do Vale.

Veja o pedido judicial na íntegra.

Clique Aqui

São Luis: Justiça determina que UEMA modifique pré-requisitos para candidatos ao Curso de Formação de Oficiais

Ilustração

Uma sentença proferida pela Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Comarca da Ilha de São Luís condenou o Estado do Maranhão e a Universidade Estadual do Maranhão a modificar os pré-requisitos estabelecidos aos candidatos para o Curso de Formação de Oficiais (CFO). A sentença determina que possam se inscrever para o processo seletivo os candidatos que possuam menos de 1,60 m, se do sexo feminino; e de 1,65 m, se do sexo masculino, bem como candidatos que possuam sinais adquiridos, tais como orifício na orelha, septo nasal, tatuagem e deformidade decorrente do uso de alargador possam se inscrever no concurso, salvo se o tipo de conteúdo viole valores constitucionais. A sentença tem a assinatura do juiz titular Douglas de Melo Martins.

Conforme o documento, deverá ainda a UEMA permitir que os candidatos que não possuam, na ocasião da inscrição, Carteira Nacional de Habilitação, possam inscrever-se no certame, assim como permitir que os candidatos, civis e militares, possam inscrever-se no concurso até a idade máxima de 35 (trinta e cinco) anos de idade. Outro item que deverá constar nos futuros editais do CFO é a permissão para que as gestantes possam inscrever-se no certame. No pedido que culminou que a sentença proferida, a Defensoria Pública Estadual, autora da ação, alegou que são ilegais, inconstitucionais e/ou desarrazoadas as exigências contidas nos Anexos A e B do Edital 99/2016/UEMA, que disciplina o processo seletivo de acesso ao Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, quais sejam: os limites de altura e idade exigidos para os civis; a exigência da Carteira Nacional de Habilitação no ato de inscrição; a exigência de não possuir sinais adquiridos, tais como orifício na orelha, septo nasal e tatuagens ou a de não possuir deformidade decorrente de uso de alargador de orelha ou acessório semelhante; e a proibição de participação de grávidas no certame.

Ao fundamentar a sentença, o magistrado entende que aferir a altura do candidato no momento de inscrição no concurso não guarda quaisquer relações com o condicionamento de que necessitam os militares para o exercício de suas atividades. “A altura é critério, em isolado, irrelevante e incapaz de traduzir adequação física, esta que será efetivamente aferida nos testes e exames físicos e médicos em fases posteriores do certame (…) Da mesma forma, ressalta-se que a condicionalidade física não é a única e mais importante dimensão necessária para o melhor desempenho dos serviços. Tal exigência pauta-se prejudicada, especialmente, ante o surgimento (e necessidade) de novas técnicas e tecnologias de policiamento e repressão ao crime”, pontuou Douglas, citando a agenda de soluções em segurança pública elaborada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) no primeiro semestre de 2018.

DISCRIMINAÇÃO – Segundo o entendimento da Justiça, o impedimento a candidatos que, eventualmente, possuam sinais adquiridos, tais como orifício na orelha, septo nasal, tatuagem ou deformidade decorrente do uso de alargador de orelha ou acessório semelhante também não prospera. “Normas editalícias não podem trazer inovações legislativas e a exigência agora em análise não possui nenhum amparo na Lei estadual n° 6.513/1995 (Estatuto da Polícia Militar do Maranhão). De todo modo, mesmo que houvesse previsão legislativa, esta estaria eivada de inconstitucionalidade, uma vez que não possui relação lógica com o exercício do cargo, caracterizando-se, tão somente, por sua feição discriminatória”, ressaltou Douglas.

O edital inova ao criar regra não prevista em lei. Com efeito, a restrição de inscrição de mulheres grávidas não consta da Lei Estadual nº 6.513/1995, o que caracteriza ofensa ao princípio da legalidade. Além disso, a norma editalícia não somente é incompatível com preceitos fundamentais da Constituição da República, como também tem o condão de ampliar desigualdades de gênero de toda natureza que ainda persistem, razões pelas quais interessa ao Poder Judiciário intervir. É de amplo conhecimento a longa trajetória histórico-social percorrida na busca por igualdade entre homens e mulheres (…) Em sentido absolutamente contrário, a norma editalícia do processo seletivo do CFO optou por, sem nenhum amparo constitucional, excluir mulheres do certame em razão de condições físicas decorrentes da gravidez, situação que lhe é única e exclusiva, a merecer, portanto, proteção especial”, enfatizou o juiz na sentença, pontuando que se deve conceder a devida proteção à mulher gestante, e não injustamente excluindo-a do processo seletivo ao impedir sua inscrição.

Fonte: tjma.jus.br

Pedreiras: Casamento comunitário gratuito beneficia recuperandos da UPR

Juíza Larissa Tupinambá – Titular da 3ª Vara da Comarca de Pedreiras

A Unidade Prisional Regional de Pedreiras teve um dia diferente na manhã desta quinta-feira, 28, com a celebração de uma cerimônia de casamento comunitário promovido pelo Poder Judiciário de Pedreiras, reunindo dez recuperandos que cumprem pena no presídio.

A solenidade foi realizada no pátio do presídio, que foi ornamentado para sediar a cerimônia e receber os casais e seus familiares. A pedido da direção da instituição, a juíza da 3ª Vara da comarca de Pedreiras, Larissa Tupinambá Castro, se deslocou do fórum para presidir a solenidade e celebrar os matrimônios, para cada casal, em separado.

Todos os noivos cumprem pena na UPR – três em regime fechado, dois em semiaberto e um em aberto e atenderam às exigências do Código de Processo Civil para participarem da habilitação para o casamento civil.

Pessoas da comunidade e autoridades da Secretaria de Segurança Pública, do 2º Ofício do Município de Pedreiras e congregações religiosas colaboraram entre si para proporcionar a estrutura e a segurança necessária ao evento. A decoração contou com flores e tapete vermelho, bolo nupcial e lanche para os convidados.

Para a juíza, a colaboração entre as instituições envolvidas na realização do casamento demonstram o apoio e a confiança na recuperação e reintegração social dos internos. “É preciso acreditar”, resumiu a juíza.

Fonte: tjma.jus.br

Trizidela do Vale: “Ação Federal” discutiu beneficíos para o Médio Mearim com representantes dos municípios

Foto: Sandro Vagner

O Município de Trizidela do Vale foi sede do grande encontro de autoridades que participaram da Ação Federal, que teve como idealizadora a superintendente da FUNASA no Estado do Maranhão, a ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge.

Foram discutidos e debatidos diversos assuntos pertinentes, que deverão melhorar diversas situações enfrentadas por alguns Municípios do Médio Mearim, como, por exemplo, a falta de um perito médico na Agência do INSS de Pedreiras. Momento relativamente resolvido, quando esteve presente Cayus Matias, gerente executivo do Instituto, que explicou o que poderia ser feito para amenizar o problema na Agência de Pedreiras.

Cayus Matias – Gerente Executivo do INSS/Foto: Sandro Vagner

Sabendo da situação de Pedreiras e Trizidela do Vale, que as pessoas tem que se deslocar, o que o Instituto fez? Contactou os médicos, o supervisor médico e pediu que Trizidela do Vale e Pedreiras fossem incluídas no programa de compensação que tem na perícia médica, pra que envie médicos para Pedreiras. Esses médicos não vão ficar lotados aqui, eles tem lotação em outro lugar, vão vim, a gente vai pegar as perícias da região, que serão juntadas as outras, e o médico vem, passa alguns dias, volta pra sua lotação, depois, quando for necessário, ele retorna. Isso já está ocorrendo em Bacabal. Então a gente vai incluir Lago da Pedra e Pedreiras.” Informou o gerente executivo do INSS.

O Senador Roberto Rocha (PSDB-MA), que também particiou da Ação Federal, anunciou vários benefícios que serão implantados na região, como, por exemplo, a construção de uma ponte nova sobre o Rio Mearim; que, segundo ele, sentiu na pele a dificuldade quando se deslocava ao local do evento, onde passou por Pedreiras, até chegar em Trizidela do Vale.

Roberto Rocha – Senador (PSDB-MA)/Foto: Sandro Vagner

Nós anunciamos aqui, para a próxima semana a vinda dos técnicos da UFMA, para poder projetar a UFMA na região de Pedreiras e Trizidela do Vale. O mercado de Pedreiras, o dinheiro está na conta da prefeitura, e resta agora construir, nós não vamos só fazer uma reforma, pintura, vamos fazer uma reconstrução total do mercado de Pedreiras. Eu conheço bem o mercado de Pedreiras, frequento sempre, há muito tempo, desde a minha infância, com isso, até com um pouco do saudosismo, eu consegui esses recursos, hum milhão e meio, já tem setecentos e cinquenta na conta da prefeitura de Pedreiras pra começar as obras, e a ponte, nós vamos seguramente fazer a segunda ponte sobre o Rio Mearim aqui na região, a primeira foi meu pai que fez, e a segunda vai ser o filho que vai fazer.” Disse o senador.

Fred Maia e Maura Jorge/Foto: Sandro Vagner

Superintendente da FUNASA no Maranhão, Maura Jorge disse que foi uma avaliação de 100%, a Ação Federal no Município de Trizidela do Vale. “O nosso anfitrião, prefeito Fred Maia, foi de um compromisso imenso, não só com o seu Município, mas com toda região. Os prefeitos que aqui compareceram terão sempre o nosso apoio. O engajamento de todos os órgãos que estão aqui  hoje, foi pra dizer que a Trizidela do Vale, ela é a capital federal, hoje, do Maranhão, e que o governo Bolsonaro tem esse olhar direcionado para o cidadão, para aquele que foi ao longo dos anos excluído dos benefícios que esses órgãos estão hoje propiciando a todos os nossos munícipes da região do Médio Mearim“. Finalizou.

Entrega da medalha e do certificado a Maura Jorge pelo prefeito Fred Maia/Foto: Sandro Vagner

Maura Jorge recebeu das mãos do Prefeito Fred Maia a Comenda Frei Raimundo Vale e o certificado, como forma de reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao Município de Trizidela do Vale.

O prefeito de Trizidela do Vale, Fred Maia, disse o que a Ação Federal foi para a região do Médio Mearim, e explicou; “Quem pensa Trizidela do Vale, pensa Pedreiras, aqui tivemos as presenças do representante da CODEVASF, Jones Braga, que falou dos investimentos que vão acontecer na região; Maura Jorge, os prefeitos de alguns Municípios, e o Senador Roberto Rocha. É isso aí, é a coragem, a vontade de fazer e a determinação que Deus me deu pra fazer isso, e consegui juntar todo esse povo, que não é fácil, e fazer um movimento desse que é pra beneficiar toda a região do Médio Mearim“. Destacou o gestor trizidelense.

Jaílson Fausto (Prefeito de Lima Campos); Senador Roberto Rocha e o ex-prefeito de Lima Campos, Xarim/Foto: Sandro Vagner

Satisfeito com o evento, o prefeito de Lima Campos, Jaílson Fausto dos Santos, parabenizou o seu colega, prefeito Fred Maia, e a superintendente da FUNASA, Maura Jorge, por um evento de grande valia, principalmente para os gestores da região. “Tivemos a oportunidade de reivindicar, por exemplo, com o técnico da FUNASA, que sempre foi a maior dificuldade pra se relacionar com essas pessoas e reivindicar os nossos projetos, e hoje tivemos a oportunidade de está aqui frente a frente com todos eles, e mostrar a falha onde está em cada projeto nosso“. Disse o prefeito de Lima Campos.

Padre José Geraldo – Reitor do Santuário de São Benedito/Foto: Sandro Vagner

Uma grande liderança religiosa em Pedreiras, o Padre José Geraldo, durante três minutos, como ele mesmo fez questão de dizer, pediu ao Senador Roberto Rocha e à Superintendente Maura Jorge, que transferisse a administração da Barragem do Rio Flores em Joselândia, para a CODEVASF e para o Santuário de São Benedito, pediu novamente ao Senador Roberto Rocha e Maura Jorge a construção de uma “Casa dos Pobres”, que futuramente poderá ser denominada com o nome do Irmão Jorge, Padre que passou pela Paróquia de Pedreiras, que também era tio da ex-prefeita Maura Jorge

Fotos: Sandro Vagner

Foto: Sandro Vagner

Foto: Sandro Vagner

Rio de Janeiro: PSB critica discursos recentes de Lula e busca se descolar do PT

Foto: Eduardo Anizeli

A relação com o PT é um dos alvos de debate de um encontro que o PSB realiza, desde quinta-feira (27), no Rio de Janeiro.

No partido, os recentes discursos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contrariam até seus mais veementes defensores, como é o caso do ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho.

Para Coutinho, as falas de Lula após sua soltura isolam o PT. Em reunião com o comando petista, o ex-presidente disse, por exemplo, que o PT não nasceu para ser um partido de apoio.

“Lula se portou muito mais como chefe de partido. O papel dele deveria ser de um líder com estatura para aglutinar mundialmente setores afinados com a democracia. Não entendi essa expressão mais localizada”, criticou Coutinho, que conversou com o ex-presidente três dias após sua libertação, mas não após os discursos endereçados ao PT.

No Congresso do partido, ocorrido no dia 22, Lula queixou-se de o PT ser cobrado a fazer um mea culpa, enquanto não se exige o mesmo de outras siglas.

Nas palavras de Lula, “a autocrítica que o Brasil espera é a dos que apoiaram, nos últimos três anos, a implantação do projeto neoliberal que não deu certo em lugar nenhum do mundo”.

Essas declarações também foram criticadas por dirigentes do PSB, que busca descola sua imagem à do PT.

“Se o PT acha que não precisa fazer autocrítica, essa já é nossa maior diferenciação”, disse o ex-governador do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg.

Em seu discurso de abertura da Conferência Nacional da Autorreforma, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, disse que o partido tem que assumir responsabilidade pelo trágico cenário que levou à eleição do presidente Jair Bolsonaro.

“Os governos de esquerda não foram capazes de taxar os lucros e dividendos dos banqueiros. Por outro lado, o atual governo já taxou os trabalhadores desempregados. Isso não é normal, isso é fruto das nossas falhas”, discursou.

Siqueira disse ainda que o partido não vai alimentar a estéril polarização entre PT e o governo Bolsonaro.

Dirigentes do PSB insistiram na ideia de descolamento do PT para construção de uma nova alternativa.

Não dá para o PT buscar permanentemente hegemonia no campo político”, afirmou o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande.

Pré-candidato do PSB à Prefeitura do Rio, Alessandro Molon afirmou que o PT não está em posição de jogar sozinho.

Para Beto Albuquerque, vice-presidente do PSB, não só o PT, mas também seu partido tem que avaliar os erros cometidos que culminaram na eleição de Bolsonaro.

Uma das falhas do PSB, destaca, foi não ter se rebelado contra ações das quais discordava quando participava do governo petista.

“Não somos nem Lula livre nem Lula preso. Isto é questão da justiça. Nossa luta é pela democracia e contra a brutal desigualdade”, diz Albuquerque.

O deputado Júlio Delgado (MG) lembrou que o PSB já vem se dissociando do PT, por exemplo, ao discordar do governo Nicólas Maduro, da Venezuela, ou sair do Foro de São Paulo, organização de partidos de esquerda no continente.

Delgado afirma que outra demonstração desse afastamento será o encaminhamento favorável à aprovação de projeto que permitiria a prisão após condenação em segunda instância, o que poderia afetar diretamente Lula.

Segundo Delgado, ainda existe no PSB um grupo de defensores de Lula e do alinhamento com o PT, mas hoje esse grupo reúne pouco mais de um terço do partido.

O prefeito do Recife, Geraldo Júlio, pode ser um exemplo disso. Dissonante, ele afirma que o importante hoje é confrontar o aumento da pobreza e da desigualdade social.

O prefeito afirma que o debate deve se concentrar na vida dos brasileiros e que a oposição deve se unir para combater as perdas sociais. “Não é o momento de discutir a hegemonia de A, B ou C.”

Fonte: folha.uol.com.br

Brasília: MEC vai liberar R$ 125 milhões adicionais para universidades

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, e o secretário de Educação Superior, Arnaldo Lima, concedem entrevista coletiva, sobre as mudanças no Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou hoje (29) que o governo vai disponibilizar R$ 125 milhões em recursos extras para as universidades federais. De acordo com o ministro, 65% dos recursos serão destinados para a aquisição de painéis solares e o restante para a conclusão de obras paradas ou em andamento.

“Estamos liberando recursos para investimentos em energia fotovoltaica renovável e isso vai liberar orçamento na veia para as universidades”, disse o ministro.

Os recursos, advindos de remanejamento do orçamento da Secretária de Educação Superior (Sesu), serão distribuídos para todas as 63 universidades federais, que em média receberão cerca de R$ 2,5 milhões. Mas, segundo o secretário de Ensino Superior, Arnaldo Lima, terão acesso a um volume maior de recursos as universidades que estiverem melhor classificadas em um ranking do ministério que avalia a qualidade e desempenho e que tenham o menor custo por aluno.

Para tanto, as universidades foram classificadas em cinco faixas. Quanto maior for a pontuação no ranking, maior será o volume de recursos recebidos.

De acordo com a assessoria do ministério, o objetivo é beneficiar as universidades que possuem menores condições orçamentárias de realizar esse tipo de investimento. A estimativa do Ministério da Educação é que após a implantação dos painéis haja uma redução média nas contas de luz das universidades de até 25,5 milhões por ano.

Mercosul

Durante a coletiva de imprensa para anunciar a liberação dos recursos, o ministro disse ainda que o Brasil não vai mais participar das reuniões do Mercosul, grupo que reúne Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela, que tratam de educação.

Segundo o ministro a decisão foi motivada por não haver “resultados concretos” das reuniões. O ministro também afirmou que, na prática, a decisão não muda a relação do Brasil com o Mercosul.

“Depois de 28 anos que o Brasil está participando na área educacional do Mercosul, a decisão do governo é a partir de hoje começar a discutir apenas relacionamentos bilaterais com Argentina, Paraguai e Uruguai”, disse Weintraub. “Tudo que tiver de iniciativa na área de educação vai ser mantida a única coisa é que essas reuniões não vão acontecer mais com a presença do Brasil”, afirmou.

Para Weintraub, a realização de reuniões bilaterais são mais efetivas. “Numa conversa bilateral conseguimos avançar muito mais rapidamente. Na reunião [do grupo] que tivemos hoje apenas o ministro [da Educação] do Paraguai veio, a Argentina mandou alguém da Embaixada e o Uruguai não mandou ninguém”, disse.

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br

Pedreiras: Réu confesso de feminicídio é condenado a 27 anos e 6 meses de reclusão

Sandrinho (camiseta estampada) e Luzigleyson (D)/Foto: Sandro Vagner

Dois suspeitos de feminicídio foram a júri popular, nesta quarta-feira (27), em Pedreiras. Sandro de Nazaré Lima (Sandrinho), foi condenado a 27 anos e 06 meses de prisão, e Luzigleyson de Sousa Nascimento (Diouro ou Nem) foi absolvido.

Durante o seu segundo depoimento à Polícia,  Sandrinho teria confessado ser autor da morte da jovem Adriana Santiago Gomes, que morreu asfixiada, sendo jogada no Morro da Balança, às margens da estrada vicinal, nas proximidades do lixão de Pedreiras, inocentando Luzigleyson, marido da vítima,  que era apontado por Sandrinho como mandante do crime. Com essa tese, o advogado de defesa, Dr. Pedro Edílson, conseguiu provar a inocência de seu cliente, que sempre afirmou não ter participado do crime.

Luzigleyson de Sousa – Inocentado/Foto: Sandro Vagner

Eu me sinto muito bem agora. A pessoa tá pagando por uma coisa que não fez, é ruim demais. Tô ainda muito abatido  com a morte da minha mulher.” Disse Luzigleyson de Sousa Nascimento.

Larissa Tupinambá – Presidente do Júri/Foto: Sandro Vagner

Após a sentença proferida pela juíza Larissa Tupinambá, condenando Sandrinho a 27 anos e 06 meses de prisão, o defensor público, Dr. Fabrício Mendonça, disse que já iria entrar com pedido da redução de pena.

Dr. Lindemberg Malagueta – Acusação/Foto: Sandro Vagner

Representou o Ministério Público o Promotor  de Justiça Dr. Lindemberg Malaqueta Vieira.

Rio de Janeiro: Petrobras reajusta preço da gasolina em 4% nas refinarias

Agência Petrobras/Geraldo Falcão

A Petrobras reajustou hoje (27) o preço da gasolina em 4% em suas refinarias. Na semana passada, a empresa já havia aumentado o preço do combustível em 2,8%. Não houve reajuste no preço do óleo diesel.

O aumento vale para o combustível vendido nas refinarias para os distribuidores, ou seja, os postos de gasolina. O valor final que o motorista pagará para abastecer o carro dependerá de cada posto.

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br

Paço do Lumiar: TCE determina suspensão da contratação de servidores

O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE) determinou nesta quarta-feira (27) à prefeita do município de Paço do Lumiar, Maria Paula Azevedo Desterro conhecida como ‘Paula da Pindoba’, que suspenda a contratação de servidores por meio da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) Beneficência Hospitalar Cesário Lange.

De acordo com a denúncia feita pelo advogado Washington da Conceição Frazão Costa, a Prefeitura de Paço do Lumiar contratou sem licitação a OSCIP para a realização do seletivo para admissão de servidores. Para ele, há servidores que foram aprovados no concurso público realizado pela administração municipal e que podem realizar as mesmas funções que estão sido preenchidas ilegalmente.

Durante o parecer, o conselheiro Edmar Cutrim destacou que a desembargadora Nelma Sarney, do Tribunal de Justiça do Maranhão, negou o pedido da prefeita Paula da Pindoba que pediu que a decisão do Tribunal de Contas de cessar as contratações para as mesmas funções, não tivessem efeito.

A medida cautelar foi aprovada por unanimidade pelo pleno do TCE. A decisão também determina que a prefeita seja intimidada a se pronunciar sobre as contratações e em relação a diretoria da OSCIP. Além disso, foi recomendado que o Ministério Público de Paço do Lumiar seja comunicado da decisão para apurar as denúncias de irregularidades.

G1 entrou em contato com a Prefeitura de Paço do Lumiar e até a publicação desta reportagem não havia recebido retorno.

Fonte: g1.globo.com/ma

Maranhão: Suspeito de matar pai, mãe e vizinho da mesma família é preso

Eraldo Rodrigues da Silva – Suspeito/Foto: Reprodução

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (26) Eraldo Rodrigues da Silva, suspeito de matar um pai, uma mãe e um vizinho da mesma família em Vargem Grande, a cerca de 120 km de São Luís. Segundo as investigações, o pai de Eraldo teria sido assassinado pelo filho das vítimas, identificado como Domingos Mamede da Silva. Por vingança, Eraldo teria prometido matar os pais de Domingos. As informações são do Blog do Gilberto Lima.

No dia 21 de setembro, Eraldo teria chegado de moto em frente a casa da família de Domingos, no bairro Rosalina, junto com um comparsa. No local, ele teria atirado contra Benedito da Silva Correio, Bela Mamede Silva e Francisco Raimundo Ferreira. Benedito e Bela eram pais de Domingos, enquanto Francisco era um vizinho.

Após ser preso no Povoado Leite, em Presidente Vargas, Eraldo segue negando participação no crime, mas a polícia diz que ele está entrando em contradição nos depoimentos. Ele foi encaminhado para o presídio de Itapecuru Mirim.

A polícia agora procura pela segunda pessoa que estaria na moto no momento do triplo homicídio, mas o suspeito segue foragido.

Fonte: meionorte.com

  • siga-nos no facebook

  • Alexandre Assaiante – PT

  • Vanessa Maia – SOLIDARIEDADE

  • Dr. Humberto – PSC

  • Pastor Odaias – PODEMOS

  • Antônio França – DEM

  • Vitorino Net

  • FEMAF – Visite o site. Clique no banner

  • Connect Pedreiras

  • Acesse nossa página. Clique no banner

  • LOJA DOIS PAPELARIA O MAIOR MIX DE PAPELARIA DE PEDREIRAS – AV. RIO BRANCO – CENTRO

  • Venha nos visitar!

  • Vice-prefeito de Pedreiras. Acesse nossa página no Facebook. Clique no Flyer

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • Google Adsense

  • downloadfilmterbaru.xyz nomortogel.xyz malayporntube.xyz