Logo

Pedreiras: Vereadora Katyane Leite cobra explicações sobre mortes por Covid-19 no Hospital de Campanha e colegas divergem da parlamentar

Mesa Diretora/Foto: Reprodução Facebook da Câmara

As sessões na Câmara Municipal de vereadores de Pedreiras, já voltaram de forma presencial. As reuniões acontecem todas as quartas-feiras, sempre às 10h.

Hoje (12), durante o Grande Expediente, o assunto mais debatido foi sobre o Hospital de Campanha, onde a vereadora Katyane Leite (PTB) fez algumas indagações, segundo ela, pelo grande número de mortes atualmente, ao ponto de cobrar explicações das autoridades, chegando a citar o nome do secretário de estado de saúde, Carlos Lula, e até pedir que deputados estaduais, que foram votados em Pedreiras, façam uma averiguação, através de uma comissão, principalmente sobre profissionais que trabalham no Hospital de Campanha Dr. Kleber Carvalho Branco.

Katyane Leite – Vereadora (PTB)/Foto: Reprodução Facebook da Câmara

Katyane Leite (PTB)

O que vem chamando à atenção, ultimamente, e eu chamo à atenção de todos aqui, é um exorbitante número de mortes por Covid-19 em Pedreiras. De pacientes internados no Hospital de Campanha, se formos comparar com o ano passado, neste mesmo período, concomitantemente, os números de 2021 são assustadores. A impressão que o povo tem sobre o procedimento de intubação é a pior possível, é comparado a receber a sentença de morte. De acordo com a RDC do Ministério da Saúde/da Anvisa, uma UTI não pode funcionar sem alguns pré-requisitos mínimos exigidos, por exemplo: serviço de nefrologia,  que é responsável pelo tratamento de pacientes com doenças renais internados, um dos principais pré-requisitos para o funcionamento de uma UTI. E esse aqui é o mais importante; médicos intensivistas, são aqueles que exercem os cuidados com pacientes dentro da Unidade de Tratamento Intensivo – UTI, para onde os pacientes mais graves com Covid são encaminhados. Nesse momento eu quero fazer algumas perguntas direcionadas às autoridades presentes, ao Conselho de Saúde, ao Ministério Público, e vou mais além, também chamar à atenção de todos os deputados estaduais do Maranhão votados em Pedreiras, eu chamo à atenção agora da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, estou levando essas informações a vossas excelências, fiscalizem o que vem acontecendo em Pedreiras, no Hospital de Campanha, vocês são representantes da população na esfera estadual, e o Hospital de Campanha é estadual e presta serviço pra regional de Pedreiras. Olhem para Pedreiras, nos ajudem! Aqui em Pedreiras está uma morte atrás da outra, uma morte atrás da outra nesse Hospital de Campanha. Eu peço socorro em nome do povo de Pedreiras, do povo da região e também ao secretário de estado, Lula.

Queria fazer algumas perguntas aqui também: existe de fato uma UTI em Pedreiras ou Pedreiras existe apenas leitos de semi-UTI? No Hospital de Campanha de Pedreiras existe um serviço de nefrologia implantado aqui em Pedreiras? Esses requisitos são realmente respeitados aqui em no nosso Município? Foi cadastrado no SUS? É como UTI, de acordo com a Anvisa e o Ministério da Saúde? Quem são esses profissionais? Como é feito esse seletivo? Como é feito esse teste de proficiência de capacidade? Eles estão realmente preparados, sabem aferir pressão? Sabem dar injeção? Sabem realmente essa noção ou estão sendo colocados e os outros que tem esse conhecimento estão fazendo todo o serviço por eles? Porque são algumas informações que nós estamos recebendo a esse respeito, nós queremos realmente saber se isso procede. Vamos identificar esses médicos que prestam serviços no Hospital de Campanha. Vamos entrar no site do CRM, colocar o número do CRM, buscar a ficha de cada médico. Pelo o amor de Deus, nós precisamos dessas respostas. Saber se são intensivistas, se ao menos tem uma pós-graduação nessa área. Não é momento pra jogar responsabilidade em cima de alguns profissionais ou equipes com pouca experiência; nós não podemos brincar com as vidas. Quantos pacientes que são intubados no Município de Pedreiras no Hospital de Campanha e conseguem sair com vida? Quantos são extubados? Qual a estatística de sobrevivência após intubação aqui em Pedreiras? Qual o protocolo que é adotado pelo Hospital de Campanha, se fazem uso de Cloroquina ou não? Gostaria que essas indagações fossem passadas a limpo e nós todos tirássemos essas dúvidas, porque a população chora, a população está sofrendo. Quantos Edilsons, quantos Santiagos, quantas Taianes, quantas Meires, quantas Monalisas, quantas Franciscas, quantas Pixuris, quantos Leais, Sousas e muitos outros nós iremos perder? Aqui eu citei só alguns dos casos mais recentes. Nesses últimos dias foram eles, quem será hoje, quem será amanha? Estamos perdendo vidas todos os dias, estamos perdendo cidadãos, trabalhadores, pais de família, estamos perdendo filhos queridos.” Finalizou a vereadora.

Gard Furtado – Vereador (Solidariedade)/Foto: Reprodução Facebook da Câmara

Vereador Gard Furtado (Solidariedade)

Fiquei estarrecido quando a nobre vereadora trouxe aqui pra Tribuna dessa casa, que configura como uma denúncia, porque são falas que consistem em assombro, né? Como disse o vereador Neguinho, eu fiquei assombrado, não vou mentir! Fiquei assombrado e há contradição no início e no final da fala. Porque no início da fala, diz que se assombra porque tantas mortes esse ano, sendo que na gestão passada, não tinha toda essa estrutura que hoje tem na atualidade com o Hospital de Campanha, foi essa a fala que eu ouvi. E, aí, o que me assombra, o Hospital de Campanha Dr. Kleber, ele foi inaugurado no dia 15 de junho de 2020, então de lá pra cá, no final do mandato passado até dezembro, foram seis meses e 15 dias de mandato, então dizer que não teve estrutura, teve, o Hospital já estava aí, tava funcionando com 50 leitos, então já tinha estrutura. Esse ano a gestão atual só tem quatro meses e 12 dias, então comparando a quantidade de tempo, o Hospital tem muito mais estrutura. Na gestão passada que foi um dos maiores índices de contaminação no Município de Pedreiras e de mortes, por que eu ainda não ouvi falar esse ano em cavar vala em cemitério com valas comuns cavando com máquina escavadeira, e na gestão passada era o que a gente mais via, ainda hoje tem áudios circulando na nossa cidade,  do Sítio Novo, dizendo: “sai do meio que eu tô indo pro cemitério do Sítio Novo, cavar uma vala pra enterrar gente.” Eu ainda não vi pessoas sendo enterradas quase como indigentes, como é o caso, infelizmente, que amanhã faz um ano, seu Zé Mendengue, que quando a família foi avisada ele já tinha sido enterrado, às 02h da manhã, e quando a família chegou lá não teve o prazer de ver nem o caixão. Então a gente ver uma contradição na fala.

Em relação ao Estado,  aos números citados aqui em algumas áreas, era importante se a vereadora estivesse aqui, que eu ia perguntar a ela, se ela tem alguns dados recolhidos sobre o Hospital de Campanha, em relação a quantidade de internação, a quantidade de mortes no Hospital, a quantidade de curados no Hospital de Campanha, a quantidade de intubados no Hospital de Campanha, a quantidade de extubados no Hospital de Campanha. Então, era bom que ela trouxesse para a Tribuna dessa casa, números, com ofícios enviados à direção do Hospital, Então nesse momento eu me solidarizo a todos que fazem saúde no Hospital de Campanha de Pedreiras, e dizer a todos os envolvidos, ao governador Flávio Dino, que trouxe o Hospital de Campanha de Pedreiras, ao secretário de indústria e comércio, Simplício Araújo, pelo seu empenho junto a Eneva para que conseguisse todo o aparelhamento e a estrutura pra ser montado o Hospital de Campanha Dr. Kleber Carvalho Branco, no Município de Pedreiras.” Finalizou.

Valdete Cruz – Vereadora (PDT)/Foto: Reprodução Facebook da Câmara

Vereadora Valdete Cruz (PDT)

Concordo com a Katyane, que se deve buscar saber, que nós como representantes do povo, sim, saber como está sendo desencadeado, desenvolvido essas ações a nível hospitalar, a nível de estado, de Município, sim! É o nosso papel. Até porque a gente achava que essa pandemia ia ser um ano, mas ela já está entrando para o segundo ano e nós não sabemos ainda, mesmo com a questão da vacinação que já existe, embora ainda não atendendo a boa parte da população, ainda é insignificante o número de vacinados, podemos dizer assim, mas já é um caminho. Então, é preciso que nos preparemos com mais ênfase nessa questão da saúde. Então, vereadora, parabéns! Eu considero que nós todos aqui, comungamos esse desejo de que a vida realmente seja prioridade das prioridades e ver os investimentos que vem do governo federal para os estados e Municípios, para que a gente possa também está aqui discutindo essa necessidade, prioritária da nossa população.” Disse a vereadora, Valdete Cruz.

Neguim Silva – Vereador (DEM)/Foto: Reprodução Facebook da Câmara

Vereador Neguim Silva (DEM)

Eu pensei e quero acreditar que o Hospital de Campanha de Pedreiras, ele conseguiu salvar muitas vidas, e o exemplo disso é o meu amigo Totinho, também o Gard que “esteve” lá. Inclusive, tem umas pessoas do bairro Nova Pedreiras que estão sendo tratadas, segundo o relatório, estão evoluindo muito bem. Trouxe também um quadro alarmante do número de morte, isso é triste, mas eu queria dizer, meus amigos, que a um ano quando iniciou essa pandemia, em um ano se fez trezentas mil mortes, estamos mais de 400 mil, aumentou mais de cem mil mortes em pouco ou mais de dois a três meses. Pedreiras aumentou sim o número de mortes, isso é lamentável, mas eu quero continuar acreditando que esse Hospital de Campanha não foi em vão e que está aí salvando vidas.” Concluiu.

Foto: Reprodução Facebook da Câmara

O assunto continuou pertinente mesmo nas explicações finais. O vereador Jotinha (PTB), disse que concordava plenamente com as falas dos vereadores Gard Furtado e Neguim Silva, segundo ele, ficou também preocupado com o pronunciamento da vereadora Katyane Leite, que teria, segundo o parlamentar, colocado em foco o trabalho da Pandemia contra a gestão municipal, como do governo do estado. Fez comparações da gestão municipal passada com a atual, no que tange ao Hospital Municipal, fugindo do tema abordado pela vereadora Katyane Leite, que em nenhum momento desclassificou o trabalho no Hospital Geral de Pedreiras. Jotinha discordou quando sua colega, segundo ele, teria colocado em dúvida sobre o CRM dos médicos. “Meu Deus, é sem procedência. Aquelas pessoas estão lá exaustas, cansadas e fazendo isso com gosto e com vida. Eu acredito sim, que o Hospital de Campanha está salvando vidas.”

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

Mais uma vez, o vereador Gard Furtou pediu uma parte e disse que em Pedreiras não é diferente de nenhum lugar, que as pessoas estão morrendo também. Isso após ter contado o número de mortes que, segundo ele, viu em São Luís, onde ficou em recuperação durante seu tratamento. Gard aproveitou e disse que o Hospital de Campanha de Pedreiras, desde o dia 1º de maio, já conta com um aparelho de nefrologia.

Finalizando, a vereadora Katyane Leite disse que os colegas lhe interpretaram mal ou não foi bem assimilada, contestando que não estava se referindo à saúde municipal, mas sim, ao Hospital de Campanha do Estado.

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

Mesmo com algumas ideias sobre a formação de comissões para avaliar as indagações da vereadora Katyane Leite, a presidente da Câmara, vereadora Marly Tavares (Solidariedade), não se manifestou quanto a criação ou não de uma comissão dos parlamentares para a título de informação, como disse o vereador Gard Furtado, através de um ofício da presidência, buscar as respostas quanto os questionamentos durante a reunião, que se refere ao Hospital de Campanha Dr. Kleber Carvalho Branco.

São Paulo: Butantan entrega mais 1 milhão de doses de vacinas contra covid-19

© REUTERS/Amanda Perobelli/Direitos Reservados

O Instituto Butantan liberou hoje (12) mais 1 milhão de doses da vacina contra o novo coronavírus ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). Com essa remessa, o Butantan totaliza 46,112 milhões de doses disponibilizadas ao Ministério da Saúde desde o início deste ano e cumpre o primeiro contrato firmado com o governo federal em janeiro. 

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

Segundo informações do governo de São Paulo, na próxima sexta-feira (14) começa a entrega das doses previstas no segundo contrato, que é de 54 milhões de vacinas. A primeira remessa será de 1,1 milhão de doses.

“As vacinas entregues em maio foram produzidas a partir de 3 mil litros de insumos recebidos no dia 19 de abril. Assim que um novo lote de insumos da China chegar ao país, será possível retomar a produção e efetuar novas entregas do imunizante ao governo federal”, diz o governo estadual.

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

De acordo com as informações, também serão entregues neste mês mais 30 milhões de doses da vacina contra a gripe para distribuição em todo o país.

fonte: agenciabrasil.ebc.com.br

Brasília: Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca/Fiocruz para grávidas. Pedreiras seguirá a recomendação da ANVISA

Foto: Reprodução

A Anvisa recomendou nesta segunda-feira (10/5) a suspensão imediata do uso da vacina Covid da AstraZeneca/Fiocruz em mulheres gestantes. A orientação está em Nota Técnica emitida pela Agência.

A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina da AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). Esta recomendação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra Covid em uso no país.

O uso off label de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina por gestantes sem orientação médica.

Pedreiras

A Secretaria Municipal de Saúde informa que seguirá a recomendação emitida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) com relação à suspensão da vacinação de grávidas com o imunizante da Astrazeneca/Fiocruz. A aplicação está suspensa desde a noite desta segunda-feira (10).

São Luís: Estado e Município devem adotar medidas para corrigir falha na Avenida Quarto Centenário

Douglas de Melo Martins – Juiz da Vara de Interesses Coletivos da Ilha de São Luís/Foto: Sandro Vagner

A Vara de Interesses Coletivos da Ilha de São Luís acolheu parte dos pedidos em Ação Popular contra o Estado do Maranhão e o Município pedindo a interdição da Avenida Quarto Centenário, na curva de acesso à Avenida dos Franceses, até que este trecho seja adequado à segurança viária, pelo Conselho Estadual de Transito do Maranhão- CONTRAN-MA.

O juiz Douglas de Melo Martins determinou ao Município de São Luís que, no prazo de 30 dias, sinalize adequadamente o local, alertando para o risco de acidentes e, no prazo de seis meses, adote medidas para diminuir o risco de acidentes e de queda da alça da curva da Avenida Quarto Centenário, que dá acesso à Avenida dos Franceses, tais como a colocação de tela de proteção ao longo curva, defensas metálicas ou outra medida mais eficaz a ser avaliada pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMMT).

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

Já o Estado do Maranhão deverá, no prazo de seis meses, corrigir o desnível na pista ou comprove que promoveu as ações cabíveis contra a empresa responsável pela construção inadequada desse ponto específico da avenida.

Segundo os autos, fotografias anexadas à petição demonstram claramente a existência de um desnível na entrada da alça superior que dá acesso à Avenida dos Franceses. O desnível antecede a curva onde se aponta a ocorrência de diversos acidentes de trânsito. Conforme reportagens de jornal, motociclistas após se desequilibrarem pelo desnível foram lançados sobre uma mureta de aproximadamente 80 cm de altura que circunda a via pública, caindo de uma altura de 8 metros. Esses acidentes, justificou o juiz, são fatos públicos e notórios e independem de prova.

Em outra prova que acompanha a petição inicial, um vídeo publicado em matéria jornalística na internet mostra o efeito do mencionado desnível sobre o deslocamento dos veículos ao passarem sobre esse trecho. Para um motociclista, esse efeito naturalmente é ampliado, causando desequilíbrio e podendo provocar acidentes.

RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA

Conforme a sentença judicial, os réus são “solidariamente responsáveis pelos danos decorrentes de vícios existentes” na Avenida Quarto Centenário, mais especificamente no trecho de que trata a Ação Popular, que compreende a curva da alça superior de acesso à Avenida dos Franceses.

Para o juiz Douglas Martins, a causa da demanda está relacionada à ausência de segurança na Avenida Quarto Centenário, tendo como causa a sinalização deficiente e vícios construtivos. Desse modo, Estado do Maranhão e Município de São Luís são “solidariamente responsáveis pelos danos decorrentes de vícios existentes”. O primeiro, em razão de ter construído a avenida; o segundo, por ter competência sobre a área. Nesse caso, conclui, a responsabilidade pela segurança e pelo risco de acidentes na via é tanto do Estado do Maranhão quanto do Município de São Luís.

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

“A responsabilidade do Estado do Maranhão decorre do fato de ter construído e entregue a via com o vício construtivo apontado acima. Tendo a via pública, após entregue, sido incorporada ao patrimônio público municipal (Lei nº 6.766/1979, artigo 22), também é responsável o Município de São Luís por ser ele o ente com competência sobre a via, nos termos da Constituição Federal, artigo 30, VIII e da Lei nº 9.503/1997, artigos 1º, §2º e §3º”, assinalou o juiz na sentença.

Assessoria de Comunicação
Corregedoria Geral da Justiça
asscom_cgj@tjma.jus.br

fonte: tjma.jus.br

Pedreiras: Seguindo Decreto do Governo do Estado eventos são flexibilizados no Município

Imagem meramente ilustrativa

Reunião realizada na manhã da última sexta-feira ,(07), entre artistas pedreirenses e Fundação Pedreirense de Cultura e Turismo (FUP), discutiu pautas que visam melhorias para a categoria.

Uma das discussões foi a possibilidade do retorno gradual das atividades artísticas no município, através de Decreto do Executivo.

Sobre isso, ainda nesta tarde, o Governo do Estado emitiu Decreto que confirma o retorno das atividades artísticas já nos próximos dias.

De acordo com o Decreto estadual, eventos com até 50 pessoas devem retornar em 10 de maio; música ao vivo, a partir de 15 de maio e eventos com até 100 pessoas, a partir de 17 de maio.

A Prefeitura Municipal decidiu que seguirá o Governo do Estado, ressaltando a importância da manutenção das medidas e prevenção contra a Covid-19.

Outras pautas

Na reunião, que teve como objetivo, ouvir dos artistas o que eles esperam do Executivo, também foi discutida a necessidade de criação de uma Associação de Cantores e Músicos.

Tem muita gente que trabalha na informalidade e com a Associação, ficaria mais profissional, o que daria mais segurança aos artistas“, disse Raphael Branco, presidente da FUP, destacando que a reunião foi muito produtiva.

São Luís: Flávio Dino confirma concorrer ao senado em 2022

Foto: Reprodução

O governador Flávio Dino (PCdoB) afirmou que vai concorrer ao senado nas eleições do próximo ano, em uma entrevista dada no último sábado (8) ao site Congresso Foco.  Entre os temas abordados, Dino falou sobre o cenário das eleições de 2022; um possível impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido); investigação da CPI da Covid-19 nos estados e municípios, além de outros assuntos.

Ao ser questionado se é uma opção para a corrida eleitoral presidencial de 2022, o governador enfatizou que o seu projeto principal que busca hoje é a candidatura ao Senado, pelo Maranhão.

“É claro que tudo está ainda muito aberto. Temos de esperara, dar tempo ao tempo, ver como as forças políticas do campo progressista popular vão convergindo, mas realmente tenho hoje uma visão mais relacionada à política estadual e colaborar com a nacional. Acima de tudo com essa visão de convergência do campo progressista para que a gente derrote o bolsonarismo. Tenho dois grandes objetivos nas eleições de 2022. O primeiro é a busca do Senado pelo Maranhão e por outro lado derrotar o bolsonarismo porque o Brasil não aguentaria mais quatro anos de desastre. Minha colaboração é: o que podemos fazer para evitar mais quatro anos de governo desastrado, incompetente, improbo, que temos atualmente”, afirmou Flávio Dino.

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

Para derrotar, Bolsonaro nas urnas em 2022, Dino propôs uma maior convergência  no campo popular progressista com a esquerda e estabelecer um  diálogo com as forças mais ao centro, afirmando que este tipo de pacto, que já houve em vários momentos, permitiu o avanço para o país. “Vimos em 2018 que majoritariamente essas forças centristas caminharam por ação ou por omissão com Bolsonaro e nós temos que criar um ambiente em que consigamos que deste campo, que eu situo nos marcos da Constituição de 1988, o candidato que passar tenha o apoio do outro. Porque o Bolsonaro está fora da Constituição. Bolsonaro é inconstitucional ele próprio. Ele todinho, do cabelo ao pé é incompatível com a Constituição Federal. Em tudo. […] Ele é um presidente inconstitucional. Nós temos que fazer com que o campo da Constituição se una, no primeiro ou no segundo turno, em 2022”, disparou o governador do Maranhão.

Flávio Dino voltou a ressaltar que o PT é o maior partido do campo político brasileiro e que  o ex-presidente Lula é a maior liderança da história do país. “É natural que ele tenha um papel de coordenação, de direção, de liderança desse processo. Tenho conversado muito com ele e vejo essa disposição ao diálogo e acho que esse é o caminho. Ele pode ser o candidato se de fato esse for o caminho que ele próprio coloque com o partido dele porque é um nome que tem todos os atributos para ser esse elemento de convergência, ou dependendo da avaliação em 2022 o PT apoiar alguém seria normal”, ponderou Dino.

Durante a entrevista, Flávio Dino disse ser favorável que se investiguem estados e municípios na CPI da Covid. “Temos de separar o joio do trigo. Uma coisa são investigações legítimas, que fazem parte da vida republicana. Eu defendo investigações. O que sou contra é o estabelecimento de perseguições. A milicianização de instituições para servir a propósitos de pequenos grupos, de poderosos de ocasião. Isso é a separação que temos de fazer”, disse Flávio Dino.

O governador afirmou ainda que a CPI no Senado pode e deve investigar o uso de recursos federais em estados e municípios, mas com seriedade, moderação, compromisso aos fatos, e não repetindo fake – news, mentiras de que eram bilhões ou trilhões e que todos os governadores roubaram.

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

Para Flávio Dino, o impeachment é imprescindível, uma vez que foram enviados 116 documentos ao presidente da Câmara dos Deputados, sendo 64 pedidos originais, 7 aditamentos e 45 pedidos duplicados. Até agora, apenas 6 pedidos foram arquivados ou desconsiderados. Os outros 110 aguardam análise. “Sou daqueles que acham que todo momento é propício para fazer impeachment diante de um governo tão desastrado e inconstitucional e de um presidente da república tão amigo dos crimes de responsabilidade”, afirmou o governador.

fonte: oimparcial.com.br 

Salvador: Lula acena para PDT no Maranhão, afronta Ciro e chacoalha base de Flávio Dino

O senador Weverton Rocha (PDT-MA) cumprimenta o ex-presidente Lula (PT) em jantar em Brasília – @wevertonrocha no Twitter

Quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fechou o punho e mirou em direção ao senador Weverton Rocha (PDT-MA), as fotos registraram apenas um reencontro entre dois parceiros políticos.

O gesto de Lula, porém, foi cercado de simbolismos.

O ex-presidente participou de um jantar na última terça-feira (4) em Brasília com senadores petistas e apenas um único político de um outro partido —Weverton.

Prestes a encerrar seu segundo mandato, Dino tem sua base aliada dividida entre as pré-candidaturas de Weverton e do vice-governador, Carlos Brandão (PSDB).

Ambos travam uma disputa velada sobre quem irá unir a heterodoxa base de Dino, que inclui partidos que vão do PT ao DEM, na sucessão de 2022.

O governador trabalha pela composição com todos, mas, mesmo que não consiga a unidade, caminha para ser o único candidato ao Senado dessa base, tendo apoio tanto de Weverton como de Brandão.

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

Dino também mantém negociações para uma possível migração do PC do B para o PSB.

Outro nome que se coloca como pré-candidato ao governo é o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL). Localmente, ele integra o grupo de Dino, mas nacionalmente aproximou-se do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Nos últimos meses, Dino tem indicado a aliados querer construir a unidade em torno do nome de Brandão. Atuou para que seu vice deixasse o Republicanos, partido alinhado a Bolsonaro, e voltasse para o PSDB, legenda pela qual foi eleito vice-governador em 2014.

Também estreitou as relações com os tucanos localmente. O movimento mais recente foi a reaproximação com o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSDB), indicado para uma diretoria no Porto de Itaqui.

Do outro lado, Weverton acelerou as tratativas com partidos da base aliada em torno do seu nome. Ao longo das últimas semanas, recebeu publicamente o apoio de Cidadania, PSB, PSL e Republicanos. Procurado, ele não respondeu à reportagem.

No plano nacional, Lula trabalha para garantir o maior número possível de apoios ao PT, o que inclui desde Dino ao grupo político do ex-presidente José Sarney (MDB). Nesta quinta-feira (6), Lula e Sarney também se encontraram em Brasília.

Líderes petistas próximos a Lula confirmam que o encontro com Weverton teve maior simbolismo no campo nacional, ao mostrar uma aproximação com um dos nomes mais promissores do partido de Ciro Gomes.

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, afirma que a reunião foi previamente avisada a ele e Ciro e foi vista com naturalidade dentro do partido. “Ele é pré-candidato ao governo e tem que dialogar com todas as forças políticas. Essa aproximação é natural, importante e estratégica.”

Aliados de Dino afirmam que a base do governador permanece intacta, bem como a relação de Dino com o ex-presidente Lula.

“Não há chance de Lula e Flávio Dino não estarem no mesmo lado na eleição de 2022”, resume Márcio Jerry (PC do B), deputado federal licenciado e presidente da sigla no Maranhão.

Folha apurou, contudo, que o PT nacional teria resistência em embarcar em uma candidatura capitaneada pelo PSDB ao Governo no Maranhão. No PT local, por outro lado, não há veto ao nome de Brandão.

“Se ele apoiar a candidatura do presidente Lula, não há problema em apoiá-lo para o governo. Queremos o maior número possível de apoios ao nosso projeto nacional”, afirma o deputado estadual petista Zé Inácio.

Enquanto a posição do PT na sucessão do Maranhão permanece uma incógnita, Weverton deve tentar atrair para o seu palanque até partidos de oposição a Dino, incluindo o MDB de Roseana Sarney. A ex-governadora já anunciou que pretende se candidatar a deputada federal.

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

Um possível acerto pode garantir que a família Sarney esteja no palanque de Lula, o que já aconteceu nas eleições de 2010 e 2014, quando o PT maranhense se aliou ao MDB.

Em 2010, os petistas indicaram o vice de Roseana Sarney, que foi eleita derrotando Dino. Quatro anos depois, em nova sinalização a Sarney, os petistas apoiaram Lobão Filho (MDB), mesmo à revelia de parte do diretório local.

Sem o apoio do PT, Dino abriu seu palanque em 2014 para presidenciáveis de partidos aliados como Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (à época no PSB). Acabou saindo vitorioso nas urnas.

Desta vez, o governador atua para manter a mesma unidade que conseguiu em torno de seu nome em 2018. Há cerca de duas semanas, reuniu-se no Palácio dos Leões com Brandão e Weverton para buscar um alinhamento.

Mas o trabalho será espinhoso, sobretudo depois das feridas abertas nas eleições municipais. No ano passado, a base do governador dividiu-se entre cinco candidaturas à Prefeitura de São Luís.

O governista PDT e o oposicionista MDB se uniram em apoio ao candidato a prefeito Neto Evangelista (DEM), deputado estadual que terminou a eleição em terceiro lugar.

No segundo turno entre o oposicionista Eduardo Braide (Podemos) e o governista Duarte Júnior (Republicanos), que teve o apoio ostensivo de Dino, o PDT ficou com o candidato da oposição. Braide venceu as eleições em São Luís, impondo um revés ao governador.

fonte: folha.uol.com.br

São Luís: Governo libera eventos com até 50 pessoas, a partir de segunda-feira (10)

Governador Flávio Dino anunciou novas medidas diante dos dados da pandemia no Maranhão (Foto: Karlos Geromy)

A medida foi anunciada pelo governador Flávio Dino, em coletiva à imprensa, nesta sexta-feira (7), no Palácio dos Leões. Ele também pontuou o cenário da Covid-19 no estado e reforçou medidas da gestão estadual para combater à doença.

Novas medidas

O governador anunciou liberação de eventos com até 50 pessoas, a partir do dia 10 de maio; e com 100 pessoas, a partir do dia 17. Música ao vivo estará permitida a partir do dia 15. As demais medidas restritivas em vigor foram ampliadas e prosseguem até dia 24 de maio, para as cidades da Região Metropolitana de São Luís, sempre com 50% da capacidade de pessoas.

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

Dessa forma, comércio e indústria, funcionam das 9h às 21h; supermercados das 6h às 0h; bares e restaurantes até às 23h; escolas estaduais na modalidade on-line e as privadas a critério da instituição; nos setores público e privado, pessoas do grupo de risco devem ser afastadas do trabalho. Cinemas e teatros não foram inclusos, por se tratar de ambientes fechados e de longa permanência. “Vamos editar normas para este segmento, posteriormente”, informou Flávio Dino.

“Adotamos regime um pouco mais flexível, sempre com senso de responsabilidade, para que possamos ter o máximo quanto possível a normalidade, sem por em risco a saúde e esforços sanitários que temos feito”, avaliou.

Medidas sociais

Serviços de saúde envolvendo itens de combate ao coronavírus foram isentados do pagamento de Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS), pelo Governo do Estado. Estão incluídos nesse benefício operações com vacinas e insumos destinados à produção de vacinas; para elmos (espécie de capacete de respiração) e oxigênio medicinal; e em compras públicas de kits de testes e respiradores.

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

Pagamentos dos auxílios gás e combustível iniciam nos próximos dias; estão mantidos os sorteios do Minha Casa Melhor, com apoio de R$ 600 para compra de itens domésticos a famílias de baixa renda; distribuição de máscaras; e as ações do programa Comida na Mesa, com a distribuição de cestas de alimentos; além da venda de jantar por apenas R$ 1 nos 55 Restaurantes Populares.

fonte: ma.gov.br

Trizidela do Vale: Prefeito Deibson Balé sanciona Lei que garante Auxílio Emergencial aos artistas trizidelenses

Prefeito Deibson Balé assina a Lei do Auxílio Emergencial/Foto: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Trizidela do Vale – MA

Nesta sexta-feira, 07 de maio, a Câmara Municipal de vereadores de Trizidela do Vale realizou uma sessão extraordinária, onde a pauta foi o Auxílio Emergencial para os artistas trizidelenses estipulado em três parcelas de R$ 300,00.

Compareceram à sessão todos os vereadores, o secretário de cultura, Chagas Melo; o secretário de planejamento, Charles Bedor; além da presença do prefeito Deibson Balé, que falou sobre este momento tão importante nesse tempo tão difícil para os artistas devido à crise durante a pandemia.

Foto: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Trizidela do Vale – MA

O representante da categoria e presidente da Associação dos Artistas Locais, Toni Duran, esteve presente na sessão e acompanhou todo o processo de votação que, por unanimidade, foi aprovado pela casa legislativa e em seguida sancionado pelo poder executivo.

Segundo o secretário de planejamento, será lançado na terça-feira (11 ), um edital para o cadastro de todos os artistas que se adequem as exigências, para depois ser lançado o calendário com as datas dos pagamentos.

Foto: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Trizidela do Vale – MA

Por Thony Maranhão

fonte: ASCOM (Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Trizidela do Vale – MA

Pedreiras: Pessoas acima de 55 anos com comorbidades, deficiência física e outros grupos serão vacinadas

Marcílio Lira Ximenes – Secretário de Saúde de Pedreiras/Foto: ASCOM

A Prefeitura Municipal de Pedreiras recebeu na tarde desta quarta-feira, (05), mais 1.075 novas doses da vacina contra a Covid-19.

As vacinas, de primeira e segunda doses, começarão a ser aplicadas na segunda-feira, (10), em todas as unidades básicas de saúde do Município.

As vacinas serão disponibilizadas para pessoas acima de 55 anos com comorbidades em geral, pessoas com deficiência física e/ou permanente.

Também estarão aptos a receber o imunizante, gestantes e puérperas com comorbidades, pessoas com síndrome de Down e pacientes renais crônico, com idade acima de 18 anos.

Atenção

Para ser vacinada, a pessoa não deve esquecer o atestado médico, além do documento de identificação, cartão de vacinação e comprovante de residência.

O Município segue o calendário estadual de vacinação e o que é repassado pelo Governo do Estado.

fonte: Assessoria da Comunicação da Prefeitura de Pedreiras

  • siga-nos no facebook

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Vitorino Net

  • LOJA DOIS PAPELARIA O MAIOR MIX DE PAPELARIA DE PEDREIRAS – AV. RIO BRANCO – CENTRO

  • Prefeitura de Lima Campos – Clique no banner e visite nossa página

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Connect Pedreiras

  • Venha nos visitar!

  • Clique na logo e visite nossa página

  • Clínica CardioMais – Excelência em Tudo/Rua Maneco Rêgo, 854 – Pedreiras/(99)99182-4989

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • downloadfilmterbaru.xyz nomortogel.xyz malayporntube.xyz