Logo

A Tristeza do Padre José Geraldo

Pe. José Geraldo
Desde que chegou em Pedreiras, isso há quatro (4) anos, completados no dia 17 de agosto deste ano(2015), o Padre José Geraldo ganhou o respeito e prestígio de todos, até mesmo dos irmãos de outras religiões. Seus projetos, na maioria voltados aos jovens, foram suas marcas registradas, que proporcionaram momentos de descontração, conhecimento e dinamismo, entre eles, que souberam levar adiante os ensinametos.
 
Sem valorizar a “pelega”, sempre com o sentimento voltado em ajudar o próximo, seja ele quem for, e às vezes para ver tudo sendo realizado, sentiu-se hostilizado, teve seu nome jogado ao vento, como se tudo que trouxe para os outros fosse em benefício próprio! E isso chegou abrir cicatrizes em seu coração, pela maldade de alguns , que até tentaramu tirá-lo do nosso convívio, mas enfrentou a tudo e a todos e mostrou que não é polarizador.
 
Enumerar os atos de bondades do Padre José Geraldo? Não é necessário. As ações falam por sí, e o momento vivido em cada instante por quem participou ou ainda participa, pode ser o melhor testemunho. Mas, para que aguce esse conceito, basta olhar para os jovens do projeto “Flautas de Benedito”, a resposta está viva em todos os sentidos.
 
Pidão! Sim, mas não para  alimentar seu ego, isso jamais. Vem à frente a coletividade, e pensando sempre no ser “nós”, nada de indivilualismo.
 
Charles Chaplin escreveu: “A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos“. Defino assim a presença do nosso Pároco em Pedreiras, afinal, ninguém sabe o dia de amanhã, pois só a Deus pertence.
 
Entrarei agora, no mérito da questão de escrever esse texto, afinal, todos nós somos sabedores da grandeza erguida desde que esse homem, enviado por Deus, chegou à nossa paróquia. O Santuário, já não precisa mais dizer que é um marco da sua luta, da sua bravura, mesmo com seu temperamento momentâneo, que não o tem!
 
Fiquei triste em saber da tristeza do Padre José Geraldo, que já é comentada pelos quatro cantos da cidade, sobre mais um projeto que veio à mente, mas, infelizmente esbarrou na lendária imaginação fraca dos algóz, que podou, talvez, um dos atos mais corajosos dessa enciclópedia de bons atos para com o ser humano. Eu, já havia testemunhado sua luta, esse combate, e mais uma vez, vale ressaltar que, como em projeto anteriores, o ´”eu”, não existe, sempre é substituído pelo “nós”. O asssunto ou o tema do projeto pode ser até um pouco áspero, mas logo, todos irão enteder. Trata-se do pedido ou apelo as autoridades ou a empresários sobre a doação de um terreno para a construção de um novo cemitério. É evidente e de amplo conhecimento de todos, que o único campo santo de Pedreiras já não é mais um digno para sepultar nossos ente queridos, que também merecem um lugar amplo, sem o atropelo das catacumbas, que torna impossível circular entre as mesmas.
 
Com sua simplicidade de sempre, durante a missa de finados, mais uma vez, o Padre José Geraldo se mostrou desolado, triste e ao mesmo tempo decepcionado com as respostas que ele ouviu sobre a doação de um terreno para construir um novo cemitério em Pedreiras. Será que os grandes pensadores de Pedreiras são tão miúdos que se  agarram a “estória”, que, quem constrói o cemitério será o primeiro a ser enterrado nele? Ou simplesmente o rumo desse projeto não rende centenas de votos?
 
Não estamos vivendo em nenhum “Bem Amado”, mas vivemos entre à equidade de pessoas toscas, apesar de adjetivos diferentes, em não saber de fato diferenciar a realidade de contos de fadas.
 
Espero que, as mentes pensadoras, inteligentes, desenvolvidas para projetos vindouros em prol da população, possam abrir essa linha de pensamento amplo, que só irá beneficiar a todos, comungando com essa sábia preocupação do nosso padre José Geraldo. Que esqueçam o “eu”! Talvez seja esse o grande entrave.
 
Ainda é tempo. Talvez o tempo que falte, seja tarde, para o tempo que passou. (Sandro Vagner)
 
Vou concluir com um pensamento de William Shakespeare:
 
“O passado e o futuro parecem-nos sempre melhores; o presente, sempre pior”.

 

5 Comentários

  1. Claudinez disse:

    Eita! Pensei que era anúncio de despedida do padre desta paróquia!

  2. elias bento disse:

    Este é o retrato falado do ser humano, vivemos em um mundo capitalista aonde o ser humano não faz nada sem pensar naquilo que pode vir como retorno para si, obriga se as vezes, a sofrer as consequências do descaso e pela a falta de amor ao próximo, do que fazer algo que venha servir a coletividade que consequentemente atenderá também as suas próprias necessidades, digo isso no sentido do campo santo. Quantos empresários, fazendeiros, industriais, comerciantes, latifundiários e outros, não tem seus entes queridos sepultados no campo santo do alto São José e em cemitérios regionais, mas porém, esse assunto só é lembrado, falado, discutido,resmungado, mastigado, e até mesmo construído, em cima de palanques políticos.. Diga se de passagem, 2016 está batendo à porta. Esse assunto será palanque de muitos daqueles que irão usar para mais uma vez ludibriar aquele pobre coitado que por falta de conhecimento, continua vivendo no mundo do ilusionismo político

  3. Francisco Veras disse:

    Bem-aventurado é aquele que atende ao pobre; o SENHOR o livrará no dia do mal.
    O Senhor o livrará, e o conservará em vida; será abençoado na terra, e tu não o entregarás à vontade de seus inimigos.
    O Senhor o sustentará no leito da enfermidade; tu o restaurarás da sua cama de doença.
    Dizia eu: Senhor, tem piedade de mim; sara a minha alma, porque pequei contra ti.
    Os meus inimigos falam mal de mim, dizendo: Quando morrerá ele, e perecerá o seu nome?
    E, se algum deles vem me ver, fala coisas vãs; no seu coração amontoa a maldade; saindo para fora, é disso que fala.
    Todos os que me odeiam murmuram à uma contra mim; contra mim imaginam o mal, dizendo:
    Uma doença má se lhe tem apegado; e agora que está deitado, não se levantará mais.
    Até o meu próprio amigo íntimo, em quem eu tanto confiava, que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar.
    Porém tu, Senhor, tem piedade de mim, e levanta-me, para que eu lhes dê o pago.
    Salmos 41:1-10

  4. Anônimo disse:

    Em respeito a outros padres,mas o padre Jose Geraldo foi o melhor padre q eu ja virr passa por pedreiras,esta fazendo muitos mudanças.

  5. Anônimo disse:

    Esse padre parece que não é certo da bola. Tem que fazer uma coisa de cada vez. Ele quer abraçar o mundo com as pernas e sem planejamento e jogando responsabilidades para os outros. Com todo o reconhecimento de seu valor, mas as coisas não são assim. Ele tem que parar um.pouco e avaliar as coisas.

Deixe o seu comentário!

  • siga-nos no facebook

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Vitorino Net

  • LOJA DOIS PAPELARIA O MAIOR MIX DE PAPELARIA DE PEDREIRAS – AV. RIO BRANCO – CENTRO

  • Prefeitura de Lima Campos – Clique no banner e visite nossa página

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Connect Pedreiras

  • Venha nos visitar!

  • Clique na logo e visite nossa página

  • Clínica CardioMais – Excelência em Tudo/Rua Maneco Rêgo, 854 – Pedreiras/(99)99182-4989

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • downloadfilmterbaru.xyz nomortogel.xyz malayporntube.xyz