Logo

Banda João Menezes vai ficar só na saudade? Por Ruth Barreto

Há alguns anos atrás, hoje, dia 22 de novembro, dia do músico e dia da sua padroeira e protetora, Santa Cecília, em Pedreiras era dia de festa, e, claro, de muita música boa.

Banda João Menezes no Dia do Choro/ Pedreiras-MA/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes no Dia do Choro/ Pedreiras-MA/ Foto: arquivo pessoal

Tudo isso era proporcionado pela Banda de Música João Menezes, que enquanto existiu levou sua mensagem pelos quatro cantos da cidade, de dia ou de noite, com sol ou com chuva, mas sempre com muita qualidade e amor, por parte dos músicos que faziam parte de sua composição.

Banda João Menezes em apresentação na Cidade de Caxias-MA/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes em apresentação na Cidade de Caxias-MA/ Foto: arquivo pessoal

Em 2006 tudo começou, os primeiros ensinamentos vieram do grande professor Francinaldo Rodrigues, que se desdobrava entre tantos alunos, para de um em um, ensinar a arte musical. Depois, a Escola passou para as mãos do professor Dominguinhos, filho de Caxias, mas adotado pela Princesa do Mearim. Dominguinhos fez o impossível para ver a Banda funcionando, sempre na estrada entre Caxias e Pedreiras, muitas vezes até sem recursos, mas comparecia para mais um ensaio e mais uma aula.

Francinaldo Rodrigues e Ruth Barreto/ Foto: arquivo pessoal

Francinaldo Rodrigues e Ruth Barreto/ Foto: arquivo pessoal

Professor Dominguinhos e Alunas/ Foto: arquivo pessoal

Professor Dominguinhos e Alunas/ Foto: arquivo pessoal

Muita gente teve o prazer de ver e ouvir a Banda João Menezes tocando. Saíamos em caminhada pelas ruas de Pedreiras e sempre após cada apresentação a Banda aumentava, pois a música tem o papel, fundamental, de tocar o ser humano, e era isso  que fazíamos.

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Nem todos sabem, mas é importante relatar que a Banda também cumpriu seu papel social e cultural, há muito tempo o desfile do 07 de setembro tinha sido deixado de lado, mas a Banda João Menezes foi as ruas, com seus sopros e suas batidas, tocando hinos e dobrados, e assim os desfiles voltaram as ruas de Pedreiras. O aniversário da Princesa sempre amanhecia com os belos acordes, e as cantatas natalinas enchiam de encanto os olhos e o coração de quem teve a oportunidade de prestigiar. Também comemorava-se o Dia do choro, dia do samba e tantas outras datas. A Banda abrilhantava todos os eventos em Pedreiras, desde jogo de futebol até um ato solene. Também levamos o nome de nossa cidade a Festivais importantes, como o FESTBANDAS, que acontece em Teresina-PI, com a presença de grandes Bandas, e de lá não saíamos sem elogios de grandes maestros.

Banda João Menezes em Teresina-PI/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes em Teresina-PI/ Foto: arquivo pessoal

Diante de tantas coisas boas que foram realizadas pela Banda João Menezes, podemos nos perguntar: POR QUE ACABOU? e quem fez parte pode responder: Por falta de interesse e investimento dos governantes. Foi mais fácil por um ponto final do que uma vírgula para que a historia continuasse. As crianças que aprenderam música e, consequentemente, formaram a Banda, cresceram e precisavam de estabilidade financeira, mas não foi possível levar adiante a bela profissão em Pedreiras, pois parecia, e parece, muito difícil criar uma projeto que pudesse municipalizar a Banda, para que assim seus músicos tivessem renda. Com isso, muitos tiveram que seguir outros caminhos e abandonar o tão lindo sonho.

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Com isso, cabe uma reflexão, por que uma cidade, que se diz cultural deixa morrer uma banda de música que tanto fez, enquanto existiu, por Pedreiras? Em outros lugares vemos as coisas boas indo pra frente e por aqui são destruídas?

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Quantos jovens poderiam estar aprendendo música ao invés de estarem ocupados com coisas indevidas. Quantas crianças poderiam estar se encantando e descobrindo o dom musical. Mas isso ainda é possível, basta querer.

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Fica a saudade e a esperança de um dia, quem sabe, ter a alegria de ver de novo a “banda passar tocando coisas de amor.”

Ruth Barreto recebendo o Certificado de musicista pela Escola de Música Maranhense Lilah Lisboa/ Foto: arquivo pessoal

Ruth Barreto recebendo o Certificado de musicista pela Escola de Música Maranhense Lilah Lisboa/ Foto: arquivo pessoal

Parabéns a todos os músicos e musicitas por esse dia!

E sempre lembre: “Onde há música não pode haver maldade” (Miguel de Cervantes).

Ruth Barreto

3 Comentários

  1. Anônimo disse:

    Linda História BANDA Maravilhosa Que Deixou Bons Frutos,espero que Pedreiras Volte a Ser a cidade Do “TEM” e deixe de Ser a Cidade do “JÁ TEVE!!

    • Anônimo disse:

      Falou tudo Ruth Barreto a banda acabou por falta de interesse das autoridades locais em municipalizar o projeto.

      • Kim Pacheco disse:

        Sinto saudades, pois eu fiz parte dessa galera que tanto alegrou está cidadee gora não existe mais.
        Mas, continuo fazendo minha parte na música, com um pouco que eu sei ensinobandas percussivas de escolas daqui da cidade.

Deixe o seu comentário!

  • siga-nos no facebook

  • Prefeitura de Lima Campos – Clique no banner e visite nossa página

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Clínica CardioMais – Excelência em Tudo/Rua Maneco Rêgo, 854 – Pedreiras/(99)99182-4989

  • Connect Pedreiras

  • Clique na logo e visite nossa página

  • Venha nos visitar!

  • Vitorino Net

  • LOJA DOIS PAPELARIA O MAIOR MIX DE PAPELARIA DE PEDREIRAS – AV. RIO BRANCO – CENTRO

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • downloadfilmterbaru.xyz nomortogel.xyz malayporntube.xyz