Logo

Brasília: Bolsonaro estuda recriar Ministério da Segurança Pública, dividindo ‘super-poderes’ de Moro

O ex-deputado Alberto Fraga e o presidente Jair Bolsonaro, no plenário da Câmara 19-08-2015 Foto: Aílton de Freitas/Agência O Globo/19-08-2015

O presidente Jair Bolsonaro estuda acomodar seu aliado e amigo, o ex-deputado Alberto Fraga (DEM), como ministro da Segurança Pública. A ideia é recriar a pasta em 2020, dividindo o Ministério da Justiça. A proposta, confirmada por fontes próximas à Presidência, diminuiria os poderes de Sergio Moro, tido como um dos “superministros” de Bolsonaro pelo tamanho de sua pasta.

Uma das principais bandeiras de Moro à frente do ministério é o programa “Em Frente, Brasil”, uma iniciativa de segurança pública em cinco municípios. Nessas cidades, segundo o próprio ministério, houve uma redução de 53% nos homicídios em setembro, na comparação com o mesmo mês do ano passado.

A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) também é responsável pelo Banco Nacional de Perfis Genéticos, cujo fortalecimento é outra iniciativa propagandeada por Moro. O ministério anunciou em novembro um aumento de 165% na quantidade de perfis de condenados cadastrados no banco.

Aliados de Moro ouvidos pelo GLOBO, que não quiseram se identificar, temem que, se houver um desdobramento do ministério para atender Fraga, a função de Moro seja esvaziada.

Em setembro, Fraga foi absolvido pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) da acusação de ter comandado um esquema de propina. Desde então, Bolsonaro pensa em uma forma de inclui-lo no governo. O Ministério de Segurança Pública existia no governo Temer, com Raul Jungmann como titular. Ele foi extinto por Bolsonaro e a área foi entregue à pasta da Justiça.

Procurado, Alberto Fraga, candidato derrotado ao governo do Distrito Federal em 2018, diz que o combinado é se encontrar com o presidente no ano que vem para discutir uma possível nomeação. Ele negou que exista uma posição já arranjada para ele, mas diz que não aceitaria ser secretário.

O ex-deputado é coronel aposentado da Polícia Militar e, durante seus mandatos, era ligado à “bancada da bala”. Ele é amigo de décadas de Bolsonaro e tem atuado como um consultor informal do presidente. O parlamentar é apontado como o principal articulador, por exemplo, da nomeação de Augusto Aras para a Procuradoria-Geral da República (PGR).

fonte: oglobo.globo.com

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

  • siga-nos no facebook

  • Prefeitura de Lima Campos – Clique no banner e visite nossa página

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Clínica CardioMais – Excelência em Tudo/Rua Maneco Rêgo, 854 – Pedreiras/(99)99182-4989

  • Connect Pedreiras

  • Clique na logo e visite nossa página

  • Venha nos visitar!

  • Vitorino Net

  • LOJA DOIS PAPELARIA O MAIOR MIX DE PAPELARIA DE PEDREIRAS – AV. RIO BRANCO – CENTRO

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • downloadfilmterbaru.xyz nomortogel.xyz malayporntube.xyz