Brasília: Prisão de Roberto Jefferson coloca Palácio do Planalto em alta tensão

Roberto Jefferson e o presidente Jair Bolsonaro | Foto: Reprodução

prisão do deputado federal e ex-presidente do PTB, Roberto Jefferson, nesta sexta-feira, caiu como uma bomba no Palácio do Planalto. Integrantes do governo vinham atuando para que o presidente Jair Bolsonaro baixasse o tom das críticas contra o Judiciário. A prisão do bolsonarista, porém, foi recebida como uma pá de cal sobre qualquer possibilidade de armistício.

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

O entorno do presidente diz que as ações recentes do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes voltam a elevar o tom da temperatura entre os poderes. Ontem, o magistrado determinou que Bolsonaro seja investigado por vazamento de um inquérito sigiloso da Polícia Federal e agora ordenou a prisão de um dos mais agressivos apoiadores de Bolsonaro.

Após a medida desta sexta-feira, interlocutores do governo entraram em contato com ministros do STF para falar sobre o aumento de tensão que a prisão do ex-deputado trouxe. Empresários também procuraram integrantes do governo para falar da crise.

CONTINUA DEPOIS DOS COMERCIAIS

VEJA TAMBÉM: Ex-homem forte de Collor, detonador do mensalão e neobolsonarista: as facetas de Roberto Jefferson

fonte: oglobo.glob.com

Deixe uma resposta