Logo

Primeira-dama de Barreiras do Piauí é encontrada morta

Crisleyde Sousa – Vítima/Foto: Meio Norte

A primeira-dama do município de Barreiras do Piauí, Crisleyde Sousa foi encontrada morta na noite desta sexta-feira(13), dentro de sua residência onde morava com o prefeito Mauricin (PSB).

Parentes confirmaram no Facebook que a primeira-dama se suicidou. Muitas pessoas escreveram mensagens de solidariedade.

Patrícia Silva Ferreira, prima de Crisleyde, lamentou a morte: ‘Minha prima era um jovem alegre e cheia de vida’, afirmou ao meionorte.com

Hassan Fares, irmão de Crisleyde, mora em Curitiba e disse ao meionorte.com que ela não sofria de depressão.

”Ela não estava passando por nenhum problema, estava tudo aparentemente normal. Minha mãe está em estado de choque”, afirmou.

Segundo informações, amigas de Crisleyde Sousa a deixaram na casa e minutos depois os vizinhos escutaram um disparo.

Ela morreu com um tiro na cabeça e o corpo foi encontrado, com a arma ao lado, pelas amigas que foram comunicadas por populares.

A polícia foi acionada e esteve no local para fazer averiguações. No momento do ocorrido, Crisleyde estava sozinha em casa. O prefeito Mauricin estava dando expediente na Prefeitura.

O corpo será sepultado no município de Batalha.

Crisleyde Sousa ao lado do prefeito Mauricin – Foto: Reprodução Facebook

Fonte: Meio Norte/PI

Teresina: Desabamento atinge dois carros no centro da cidade verde

Matéria baseada nas informações do 180 graus/PI

Foto: Reprodução 180 Graus

No início a tarde desta quarta-feira (11/01) um casarão antigo desabou no centro de Teresina e atingiu pelo menos dois carros e uma motocicleta. O imóvel era situado no cruzamento das ruas Areolino de Abreu e Barroso.

Ainda bem que não havia ninguém no prédio e nenhum pedestre usava a calçada no local onde houve o desabamento. Dois carros que estavam parados esperando o sinal abrir foram atingidos em cheio, mas ninguém se feriu.

Foto: Reprodução WhatsApp

“Fizemos o isolamento da área e vamos fazer todas as análises. Não tem vítima no local e agora vamos aguardar um pouco mais, com todo cuidado porque o resto da estrutura pode ceder. É provável que aconteça novos desabamentos, mas só a análise pode confirmar. Com ventos e chuvas, deve ter contribuído, porque o casarão é quase abandonado, é antigo”, disse o comandante Diogo Martins, do Corpo de Bombeiros.

“Eu estava no carro, o sinal ‘amarelou’ e o rapaz da frente parou, ai nós paramos, depois que a gente ouviu a pancada nós saímos. A parede caiu em cima o carro, mas deu tempo sair, graças a Deus não aconteceu nada”, disse seu Fernando, um dos motoristas dos carros atingidos.

Prédio em 2015/Foto: Google Earth

“Vamos orientar que os proprietários façam a manutenção nos prédios, que não esperem ser notificados, chamem um profissional qualificado para verificar. Toda responsabilidade é do proprietário, pelos danos morais, danos materiais, por tudo que aconteceu ai”, disse o presidente do Crea-PI (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí), Paulo Roberto.

“Eu estava esperando o sinal abrir e só escutei a pancada no teto do carro. Minha ação foi só sair do carro, foi ai que eu vi o estrago. Subiu muita poeira na hora. Vou esperar os procedimentos para ver como vai ficar. Um prédio desse antigo, pelo jeito vamos ter que entrar com uma ação, pois destruiu o carro”, disse Antônio Tafarel, proprietário do outro carro atingido pelos desabamento.

Servidores  da Prefeitura de Teresina estiveram no local e afirmaram que toda responsabilidade de manutenção no local é de responsabilidade dos proprietários dos prédios históricos.

São Luís – MA

Foto: Reprodução internet

Não será nenhuma novidade caso idêntico venha acontecer no centro de São Luís – MA, a situação dos prédios históricos sem manutenção por parte dos proprietários, pode causar desabamento e atingir veículos ou pedestres. Ontem (10), foi veiculada uma matéria no g1 Maranhão, que mostra pelos menos 99 casarões em situações precárias. O alerta foi feito pela Defesa Civil do Estado.

Dom Jacinto diz em missa que Natal está perdendo o real significado

Foto: Portal MN

Por Mikaelly Menezes

Em sermão feito durante a missa de Vigília de Natal, celebrada na Catedral Metropolitana Nossa Senhora das Dores na noite deste sábado(24), o arcebispo  de Teresina, Dom Jacinto Brito afirmou que o Natal foi sequestrado pelo consumo. Durante sermão, Dom Jacinto Brito, declarou que essa data tão especial não pode ser lembrada apenas pela orgia e consumo desenfreado. Mas sim pela memória da troca de dons entre o céu e a terra.

Onde está o fundamento desde Natal? O nascimento do Menino Jesus está sendo substituído por essas festas pagãs, é hora de tomarmos consciência, com a fé em Cristo para resgatarmos o Natal que foi sequestrado por uma sociedade de consumo. Temos que resgatar o Natal para a sua trilha original, a chegada do Senhor e da alegria, temos que lembrar que o Jesus veio ate nós“, declarou Dom Jacinto.

Dom Jacinto Brito – Arcebispo de Teresina/Foto: Foto: Portal MN

Dom Jacinto disse ainda que a noite de natal é o momento  forte de confraternização: “Nós encontramos o fundamento da confraternização no fato que o céu e a terra trocam dons, Deus nos dar sua divindade, seu Filho, nós damos a Ele a nossa humanidade. De modo que nessa troca de dons, nos saímos ganhando e festejamos hoje essa vinda de Jesus ao mundo como salvador, como esperança, como luz. Quantas pessoas se encontram sozinhas, quantas pessoas se encontram fora do lar em situação grave de vida, espero que essas pessoas, possam encontrar na luz do Natal uma luz de esperança, na presença de Jesus Cristo“, finalizou o arcebispo.

Foto: Portal MN

No final da missa Dom Jacinto levou a imagem do Menino Jesus para a manjedoura do presépio da igreja Nossa Senhora das Dores e abençoou os fiéis.

Fonte: Efrém Ribeiro – Jornal MN

Mulher de pastor morre durante tentativa de assalto em Teresina

Foto: Portal MN

Por volta das 05h da manhã deste domingo (25/12), uma mulher identificada como Patrícia Silva Lima, de 41 anos, morreu após ser alvejada com um tiro na porta da sua residência no bairro Novo Milênio, na região do grande Dirceu, zona Sudeste de Teresina.

De acordo com informações a vítima é esposa do pastor Fábio. O casal havia realizado a ceia de natal na residência quando as últimas pessoas estavam deixando a casa, Patrícia foi a responsável por encaminhar os convidados até a porta e fechar o portão, nesse momento dois homens passaram em uma motocicleta realizando disparos.

Com medo, todos voltaram para a residência e no momento em que Patrícia fechava o portão uma das balas atravessou e atingiu o seu ombro. A vítima ainda correu na tentativa de sair do local mas veio a óbito logo em seguida. A Polícia Militar da região realiza diligências com o objetivo de capturar os bandidos e investigar o motivo da morte.

O final de semana foi violento na capital. O Instituto Médico Legal registrou 11 assassinatos na Grande Teresina. Entre eles, a morte dos jovens identificados como Francisco Dalisson Sena da Silva, de 20 anos, na Vila Madre Teresina e Marcos Jardel Gomes na Vila Meio Norte, que foi assassinado com oito facadas, sendo que uma delas, o criminoso deixou o objeto alojado na cabeça da vítima.

Fonte: Portal MN

Pedreirense foi preso com cigarro contrabandeado no Piauí

Foto: Força Tática/Regeneração – PI

Um veículo do tipo Fiat Uno, de placa LWL-7800, foi apreendido com produto de contrabando na madrugada desta quarta-feira (21), em Regeneração/PI.

De acordo com policiais da guarnição da Força Tática, o condutor identificado como Izaías Dias Brasil Neto, natural de Pedreiras, no Maranhão, estava transportando 400 maços de cigarros.

Izais Dias Brasil Neto/Foto: Força Tática/Regeneração – PI

A Força Tática afirmou ao “Somos Notícia” que o motorista tinha saído de Teresina com destino ao município de Araripina, em Pernambuco.

“Ele nos disse apenas que, pelo transporte do cigarro contrabandeado, receberia R$ 1 mil. Nós efetuamos a prisão dele por volta das 02:50h, e o encaminhamos para a delegacia”, afirmou o cabo Giordano, da Guarnição.

Com o cabo, atuaram na prisão e apreensão os soldados Braule e Vilarinho, todos da Força Tática de Regeneração.

Foto: Força Tática/Regeneração – PI

O produto contrabandeado e o condutor do veículo foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Água Branca para as providências legais.

Fonte: Somos Notícias

Ex procurador-geral do MP-PI é preso acusado de corrupção

O ex procurador-geral do Ministério Público do Estado do Piauí, Emir Martins Filho, foi preso na madrugada de hoje (24) durante uma operação coordenada pelo próprio MPE, que investiga crimes de corrupção praticados durante a gestão do ex-procurador, entre novembro de 2004 e novembro de 2008. Emir Filho estava sendo monitorado pelas equipes quando foi flagrado em seu carro em uma avenida de Teresina. No veículo, foi encontrada uma mala com roupas e pertences pessoais.

A operação, denominada Il Capo, é resultado da articulação entre o Grupo de Atuação Especial ao Crime Organizado (GAECO), vinculado ao MPE, da Polícia Rodoviária Federal (PRF-PI) e Polícias Civil e Militar. Além de Emir, mais duas pessoas foram presas em Picos. Trata-se do filho do ex-procurador, Tiago Sauders Martins, e da nora dele, Susyane Araújo Lima Sauders Martins.Os dois são acusados de suposto envolvimento e de terem se beneficiado nas práticas criminosas pelas quais Emir Filho é acusado.

(Foto: Portal o Dia)

(Foto: Portal o Dia)

As investigações iniciaram a partir da análise de um relatório de Processos de Controle Administrativo lavrado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) em 2010. Segundo este relatório, a partir de uma auditoria realizada na folha de pagamento dos servidores públicos do MP-PI, ficou constatado o desvio de dinheiro público no período da gestão de Emir Martins Filho.

O ex-procurador é acusado de peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa. Seu mandado de prisão foi expedido pela Justiça atendendo a um pedido do próprio Ministério Público, através do promotor Rômulo Cordão, coordenador do GAECO.

(Foto: Portal o Dia)

(Foto: Portal o Dia)

Policiais rodoviários federais se encontram no prédio onde o procurador mora, na zona Leste de Teresina, cumprindo o mandado de prisão e um mandado de busca e apreensão. Estão sendo recolhidos documentos e computadores pertencentes a Emir Martins Filho. Todo o material será analisado, e o resultado da perícia será anexado nos autos da investigação.

(Foto: Portal o Dia)

(Foto: Portal o Dia)

Além dos mandados em Teresina, estão sendo cumpridos também outros mandados no interior do Piauí, em locais identificados pela investigação como possíveis fontes de provas. Todo o material está sendo levado para a sede da GAECO.

Para o promotor, a operação Il Capo evidencia que o Conselho Nacional do Ministério Público e o próprio MP estão engajados no combate à corrupção e lavagem de dinheiro, prezando pela boa gestão pública baseada na excelência e na transparência.

Por: Maria Clara Estrela (Portal o Dia)

Quatro suspeitos de estupro coletivo no PI são soltos após decisão judicial

img-20160526-wa0033

Delegado Aldely Fontineli (Foto: João Vitor/Portal B1)

Os quatro adolescentes apreendidos por suspeita de terem embriagado e estuprado uma garota de 17 anos em Bom Jesus, no Sul do Piauí, foram liberados nesta sexta-feira (27) após determinação judicial. Na sentença, o juiz Eliomar Rios Ferreira justificou que os menores têm bons antecedentes e a soltura deles não representaria risco para a sociedade e nem prejudicaria o andamento do processo. Apenas o jovem de 18 anos foi mantido preso e encaminhado ao presídio da cidade.

A vítima de 17 anos foi encontrada em uma obra abandonada no sábado (21), amarrada e amordaçada com a própria calcinha. Ela chegou a contar que foi conduzida ao local e violentada pelos cinco suspeitos. Populares socorreram a vítima, que foi encaminhada para o hospital de Bom Jesus e liberada após avaliação psicológica.

Na quarta-feira (25), a promotora de Justiça Gabriela Santana havia solicitado a internação dos quatro adolescentes para o Centro Educacional Masculino (CEM) em Teresina, depois que o laudo médico confirmou o abuso sexual na vítima. Apesar do exame, o juiz Eliomar Rios Ferreira negou o pedido do Ministério Público Estadual e decidiu por liberar os menores, mas marcou uma audiência do processo para o dia 1º de junho.

img-20160526-wa0029

Quatro adolescentes estavam detidos na delegacia de Bom Jesus (Foto: João Vitor/Portal B1)

Para o delegado Aldely Fontineli, responsável pelo caso, a liberação dos quatro adolescentes também foi motivada pelo excesso de prazo dado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que permite a permanência de menores na delegacia por até cinco dias. Ele revelou aoG1 não ter dúvidas da participação dos suspeitos no estupro coletivo.

“O jovem assumiu ter dito conjunção canal com vítima e detalhou a participação dos demais no crime. Inclusive dois dos menores, no calor da emoção, também confessaram o estupro e no dia seguinte apresentaram uma outra versão idêntica. Não há dúvidas do envolvimento dos adolescentes, a própria vítima confirmou que eles também cometeram o crime. Resta agora esperar o resultado dos exames dos espermas coletados na garota, que vão confirmar o estupro coletivo”, declarou.

A ONU Mulheres divulgou um comunicado na quinta-feira (26) solidarizando-se com as duas adolescentes que foram vítimas de estupro coletivo nos últimos dias no Brasil, uma no Rio de Janeiro e outra em Bom Jesus, Piauí. O braço da organização internacional no Brasil pede à sociedade brasileira “tolerância zero a todas as formas de violência contra as mulheres e a sua banalização”.

Menores negam participação
Em depoimento para promotora de Justiça Gabriela Almeida de Santana, os adolescentesnegaram o estupro coletivo e relatam ter visto a garota sendo abusada pelo jovem de 18 anos, que estava na companhia deles. Eles também confirmaram que a vítima ingeriu bebida alcoólica e estava desorientada.

“Eu questionei se eles não fizeram nada para impedir e os quatro declararam achar normal o ato, mesmo com a vítima embriagada e sem condições de responder por si. Eles relataram com riqueza de detalhes a vítima reclamando da sensação de tortura e vomitando. Só que eu achei estranho alguém ir em uma obra abandonada para apreciar a paisagem, como os adolescentes alegam. Tudo indica que os menores combinaram a mesma versão e foram ao local para fazer uso de droga”, revelou a promotora.

img-20160526-wa0028

Vítima foi atendida no Hospital de Bom Jesus (Foto: João Vitor/Portal B1)

Depoimento da vítima
Gabriela Almeida de Santana revelou ter ouvido também a garota, que ainda está em estado de choque. A vítima disse não se recordar o que aconteceu depois de ter passado mal e confirmou que todos ingeriram bebida alcoolica, sendo que dois dos suspeitos usaram droga.

“O laudo médico confirmou o abuso, mas somente um exame de DNA vai provar o estupro coletivo. Já conversei com o delegado e vamos solicitar o teste, assim como ouvir testemunhas e os socorristas do Samu. Pedi também ao Creas a realização de um estudo social das famílias desses menores para saber em quem meio eles estão inseridos e como isto pode influenciar na pena”, disse.

Vitima e suspeitos eram amigos
Na segunda-feira (24), o delegado Aldely Fontineli, que investiga o caso, revelou ao G1 que a vítima do estupro coletivo e os cinco suspeitos do crime tinham vínculo de amizade. Segundo ele, a adolescente de 17 anos e os envolvidos se conheciam e por isso estavam bebendo juntos. A polícia suspeita que alguma substância tenha sido colocada na bebida da jovem.

“A vítima bebia sozinha, depois de ter brigado com o namorado, quando os suspeitos se aproximaram para fazer companhia a ela. Em determinado momento, a menina ficou completamente bêbada e eles realizaram o ato criminoso”, contou.

Estupro coletivo em Castelo do Piauí
No dia 27 de maio de 2015, quatro adolescentes foram vítimas de estupro coletivo em Castelo do Piauí. Quatro garotos suspeitos de violentarem as meninas foram condenados pela Justiça a cumprir medida socioeducativa por participação no crime. Adão José Silva Sousa está preso, mas ainda não foi julgado.

No mês em que o estupro coletivo completa um ano, o G1 conseguiu entrevistar com exclusividade os três adolescentes. Eles alegam inocência e dizem que confessaram o crime após serem torturados pela polícia.

Neste primeiro ano após o crime, as garotas deixaram a antiga escola em Castelo e passaram morar e estudar em Teresina. Conquistaram novos amigos e pretendem fazer o Exame do Ensino Médio (Enem) em novembro.

Na Casa de Detenção Provisória de Altos, o G1 também conversou com o homem apontado pela Polícia Civil e Ministério Público Estadual como o suspeito de ser o mentor do estupro coletivo contra quatro garotas em Castelo. Adão José Silva Sousa, de 42 anos, alega inocência, diz que não estava na cidade no dia do crime.

Fonte: g1piaui.com.br

  • siga-nos no facebook

  • Prefeitura de Lima Campos – Clique no banner e visite nossa página

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Clínica CardioMais – Excelência em Tudo/Rua Maneco Rêgo, 854 – Pedreiras/(99)99182-4989

  • Connect Pedreiras

  • Clique na logo e visite nossa página

  • Venha nos visitar!

  • Vitorino Net

  • LOJA DOIS PAPELARIA O MAIOR MIX DE PAPELARIA DE PEDREIRAS – AV. RIO BRANCO – CENTRO

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • downloadfilmterbaru.xyz nomortogel.xyz malayporntube.xyz