Logo

Há vinte anos o mundo ficou sabendo sobre a morte do “Poeta do Povo” João do Vale

musica-o-compositor-joao-do-vale-canta-com-gonzaguinha-na-decada-de-80-1395257232050_956x500

João do Vale e Gonzaguinha/Reprodução do Globo Repórter especial da Rede Globo

Os veículos de comunicação, há vinte anos atrás, publicavam uma notícia que deixou de luto a música popular brasileira. Em Pedreiras, a emissoras de rádio, como, a extinta Rádio Cultura, e Rádio Cidade FM, levaram aos seus ouvintes a triste nota sobre o fim de uns dos maiores compositores do nosso tempo.

Como repórter da Rádio Cultura, lembro-me muito bem da grande movimentação em torno da notícia que se espalhou rápido como o vento; até o Jô Soares, notificou. Assim, também como os jornais de grande circulação no país e no mundo. No nosso Estado, artistas maranhenses se manifestavam sobre a perda artística, principalmente muitos que já haviam gravado músicas de João do Vale, como por exemplo, a cantora Alcione de Nazaré.

Como naquela época ainda era impossível essa rapidez na comunicação, o telégrafo era usado com muita intensidade, num desses, o ator Reginaldo Farias, externou suas condolências à família de João. Políticos também homenagearam o amigo João, inclusive o ex-presidente José Sarney.

Em nível local os artistas pedreirenses se reuniram ao redor do caixão de João, e as homenagens não faltaram, cantaram, recitaram poemas e muitos faziam questão de dizer; “conheci João, era meu amigo”.

Capa do CD, que João do Vale teria me dito que não sabia dessa gravação.

Capa do CD, que João do Vale teria me dito que não sabia dessa gravação. (Sandro Vagner)

Lembro da última entrevista, que até hoje, a tenho guardada em fita K7, que fiz com João do Vale, quando soube da notícia que tinham lançado um CD (foto) com suas músicas, que segundo ele, não sabia de nada sobre a gravação. Foi no meio dessa conversa que chegou a citar o nome de minha filha Ruth, que carinhosamente  chamou-a  de Rutinha, quando lhe disse que ela gostava de cantar suas músicas, com apenas três anos de idade. Mas, durante essa entrevista, assim, como em outras, sempre sorridente, e, já com a voz falha, devido o AVC, me disse: “Posso morrer na China, mas quero ser enterrado em Pedreiras. Pedreiras é minha vida. Eu amo Pedreiras.“. Esse pedido foi atendido pelo grande amigo, o saudoso Dr. Josélio Carvalho Branco, que chegou a opinar, que, o corpo de João seria enterrado na antiga SUCAM, enquanto os familiares achavam por bem sepultá-lo em Lago da Onça, lugar onde nasceu. Mas o corpo foi enterrado no cemitério do Alto São José, onde o ex-prefeito Raimundo Louro, através do Secretário de Cultura, que também foi escolhido por votação, Manoelzinho, construiu o mausoléu. O resto da história muita gente já conhece.

De uma coisa tenho certeza, mesmo sem ter o seu verdadeiro valor reconhecido, quando mais precisou, João do Vale nunca será esquecido.

Por Sandro Vagner

Veja uma matéria postada pela Folha de São Paulo, no dia 07 de dezembro de 1996, sobre a morte de João do Vale.

Morre compositor João do Vale aos 62

WAGNER OLIVEIRA
DA AGÊNCIA FOLHA

O compositor João do Vale, 62, morreu em consequência de derrame cerebral (trombose) às 13h15 de ontem em São Luís (MA).

Vale estava internado desde novembro em coma parcial na UTI do UDI Hospital, em São Luís.

Desde a sua internação, o compositor havia sofrido dois derrames cerebrais que o deixaram praticamente paralisado. Segundo o médico Carlos Gama, Vale era diabético e sofria de hipertensão arterial -que causou insuficiência renal.

O corpo do compositor seria levado ontem à noite do hospital para a AML (Academia Maranhense de Letras), onde seria velado até a madrugado de hoje.

Por volta das 2h, estava previsto o transporte do caixão com o corpo do compositor para a cidade de Pedreiras (cerca de 300 quilômetros de São Luís), cidade onde Vale nasceu e morava até antes de ser internado. A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PFL), decretou luto oficial hoje pela morte de João do Vale.

Muitos intérpretes da MPB gravaram canções escritas pelo compositor maranhense.
Um dos grandes sucessos de João do Vale é a música “Carcará”, que ficou conhecida na voz da cantora Maria Bethânia.

O cantor Caetano Veloso gravou “Asa do Vento”, outra música escrita por Vale. O último CD da cantora Elba Ramalho traz a canção “Estrela Miúda”, um dos primeiros sucessos do compositor, que compôs cerca de 400 músicas.

A primeira música gravada por Vale foi “Cesário Pinto”. Em 1953 a cantora Marlene gravou o xote “Estrela Miúda”.

Em 1964, João do Vale participou, com Nara Leão e Zé Keti, do show “Opinião”, escrito por Armando Costa, Oduvaldo Viana Filho e Paulo Pontes.

Nara foi substituída por Maria Bethânia. E surge a antológica interpretação de “Carcará”, que projetou nacionalmente o compositor e a intérprete.

Ele compôs em 1969 a trilha sonora do filme “Meu Nome é Lampião”, de Mozael Silveira.
Em 1987, sofreu um derrame cerebral, que deixou sequelas: durante três anos, o compositor ficou preso a uma cadeira de rodas, além de adquirir dificuldade de comunicação.

Em 95, Chico Buarque organizou uma coletânea de João do Vale, com renda revertida para o compositor maranhense. Foram 16 regravações, entre 443 composições do autor. Participaram Edu Lobo, Maria Bethânia, Paulinho da Viola, Alceu Valença, o próprio Chico, entre outros.

Sobre a obra de João do Vale, Chico Buarque disse: “João do Vale está na mesma linha de Luiz Gonzaga e, para mim, sua obra tem tanto peso e valor quanto a de Gonzaga”.
João do Vale era casado e tinha sete filhos.

Fonte: Arquivo da Folha de São Paulo

1 Comentário

  1. Ruth disse:

    O maranhense do século!

Deixe o seu comentário!

  • siga-nos no facebook

  • Clínica CardioMais – Excelência em Tudo/Rua Maneco Rêgo, 854 – Pedreiras/(99)99182-4989

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Clique na logo e visite nossa página

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Prefeitura de Lima Campos – Clique no banner e visite nossa página

  • Clique no banner – FEMAF/Telefone: 4003-5395 E-mail: academico@femaf.com.br

  • Venha nos visitar!

  • Vitorino Net

  • Connect Pedreiras

  • LOJA DOIS PAPELARIA O MAIOR MIX DE PAPELARIA DE PEDREIRAS – AV. RIO BRANCO – CENTRO

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • downloadfilmterbaru.xyz nomortogel.xyz malayporntube.xyz