Maranhão: Polícia investiga ataque a travestis em Pedreiras

Lucas Smith/Delegado Regional de Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

A polícia até ontem (24) não tinha conseguido prender os suspeitos de terem desferido um golpe de faca no abdômen da travesti, Pedro da Silva Paixão, a Thais, de 38 anos, e no braço de Eliezio Pereira Vale, idade não revelada. A polícia informou que o fato ocorreu na residência das vítimas, na Vila das Palmeiras, em Pedreiras, na noite de domingo.

“Estamos investigando o caso como tentativa de latrocínio, mas não podemos descartar a hipótese de um crime de homofobia”, declarou o delegado regional de Pedreiras, Lucas Smith. Ele disse ainda que as duas vítimas têm uma relação matrimonial e na noite de domingo, 23, estavam ingerindo bebida alcoólica em um bar, na Vila das Palmeiras.

Durante a bebedeira, eles teriam se envolvido em uma discussão com três homens não identificados que também estavam no bar. Houve troca de agressão física e quebra-quebra no local. Thais em companhia de Eliezio Vale foram para a sua residência.

Um grupo composto por três ou quatro jovens se armou com faca e facões e foi até a casa do casal, invadiu o local golpeou as duas vítimas. Thais foi atingida no abdômen e as vísceras ficaram expostas, enquanto a outra vítima levou um corte profundo no braço.

Os acusados fugiram antes da chegada da polícia e as vítimas foram levadas pela viatura do Corpo de Bombeiros Militar para o hospital da cidade. A polícia esteve no local e constatou que havia sangue nos móveis, paredes e nas dependências da casa, principalmente na sala e no banheiro.

Fonte:(texto) O estado do Maranhão

Deixe uma resposta