Morador de um povoado de Pedreiras pode ter sido assassinado por engano em Codó

Com contribuição do repórter Sena Freitas (Codó)

Foto: Identidade da vítima

Ontem (5) no bairro Codó novo, na cidade de Codó, por volta das 19:30, moradores da rua Puraquê foram surpreendidos com vários disparos de arma de fogo em direção a casa de um ajudante de serviços gerais, Daniel Borges da Silva, 23, que foi atingido por um tiro na região temporal esquerda. Socorrido, Daniel ainda foi levado com vida para o hospital municipal, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo informações dos parentes, Daniel estava sentado na porta de casa conversando com uma tia, quando dois homens passaram de moto atirando contra a vítima, que foi atingido com um tiro na cabeça, mesmo saindo correndo, mas caiu em seguida.

O mais curioso, segundo informações dos familiares, Daniel tinha acabado de chegar de um povoado do Município de Pedreiras, onde ficaria uma semana com a família. Eles acreditam que Daniel foi assassinado por engano.

A Polícia Civil de Codó já tomou as providências para esclarecer o crime.

Deixe uma resposta