Pedreiras: Casal de professores segue mais um roteiro de emoções sobre duas rodas

Cícero Queiroz e a esposa professora Dalva Queiroz saíram mais uma vez numa emocionante aventura sobre duas rodas.

A viagem faz parte de um momento que o casal aproveita para conhecer ainda mais o nosso pais, assim também como apreciar a natureza e viver momentos históricos.

Representando e levando o nome de Pedreiras, Cícero Queiroz relatou ao portal sandrovagner.com.br mais esse roteiro de emoções:

Meu amigo 2 (duas) ou 3 (três) vezes por ano eu e Dalva gostamos de passear de moto, não apenas simplesmente a vontade de passear, mas sim de conhecer e aprender mais sobre o nosso Brasil, afinal de contas somos professores e escolhemos a motocicleta por ser mais viável economicamente, é mais tranquilo e também se torna uma viajem assim com tom mais de aventura.

Agora em janeiro organizamos uma viagem para o Sertão Brasileiro incluindo os estados do Maranhão, Piauí, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia. Na primeira parte, nós saímos de Pedreiras passando por Picos até salgueiro, e fomos direto para Pernambuco, Salgueiro já é pernambuco e logo conhemos a cidade de Belém de São Francisco onde teve o início da construção dos bonecos gigantes, a história verdadeira do Zé Pereira tão cantado em todos os carnavais. Depois nós fomos até a cidade de Piranhas em Alagoas para conhecer a verdadeira história da Grota de Angicos onde teve o final do bando do Lampião, do Cangaceiro Lampião. Fomos realmente até a Grota. Aproveitando também, para conhecer verdadeira história do lampião, do cangaceiro Lampião lá na Grota de Angicos como realmente aconteceu a destruição do bando pelas polícias do nordeste.

Quero lembrar também que fomos aos Canions do São Francisco que é muito bonito com imagens lindíssimas desses canions, que são formados pela construção da Barragem de Xingó. Logo depois descemos até a capital de Sergipe Aracaju, para passarmos dois dias chegando até o mar. Retornando, fomos até Paulo Afonso, eu queria ver de perto a Hidroelétrica do São Francisco e aprendemos muito e eu imaginava que era apenas uma barragem, na realidade é um complexo de 4 barragens incluindo Paulo Afonso, Xingó, Itaparica e a outra lá de belém onde aprendemos muito.

Na volta passando pelo Pernambuco, depois de ter rodado Alagoas e Sergipe, fomos também a cidade de Exu em Pernambuco conhecer a cidade do Luis Gonzaga, o Gonzagão. A cidade tá um pouco maltratada mais todo acervo e a parte cultural de luis Gonzaga está bem tratado, o famoso Campo Asa Branca que é o Parque e o Museu, tudo conservado muito bonito. O povo de Exu respira Gonzagão assim como também Cabrobó, Bodocó onde todos municípios respiram Luis Gonzaga o Rei do Do Baião.

Terminando nós voltamos a Picos, subindo por Floriano e Colinas e ontem (10/01) retornamos para Pedreiras. Comprimos tudo em 9 (nove) dias de viagem fantástica muito aprendizado, ares desopilante e nós rejuvenescemos para mais um grande 2023 de batalha. Valeu Sandro, um abraço e muito obrigado pela sua atenção à essa nossa viagem que não é apenas diversão e sim mais aprendizado e reconhecimento. Um abraço.”

(Cícero Queiroz)

Deixe uma resposta