Pedreiras: Muitas discussões durante o V Fórum de Cultura do Município

Marcus Krause (Representando o MP); Samuel Barreto (Poeta); Conceição Cunha (Sec. de Educação/Pedreiras); Habnyesley Carvalho (Sec. de Planejamento/Pedreiras – representando o prefeito Antônio França); Francinete Braga (Presidente da FUP); Biné Carvalho (Assessor especial do gabinete do prefeito de São Luiz Gonzaga) e Marilene Jerônimo (Secretária de Cultura de São Luís Gonzaga – MA)/Foto: Sandro Vagner

Além das discussões, o principal objetivo é eleger os Delegados que estarão aptos a participarem do fórum Estadual de Cultura, em São Luís. O Assessor especial do gabinete do prefeito de São Luiz Gonzaga, Biné Carvalho, convidado para o evento, fez uma explanação sobre o “Papel do Conselho de Políticas Culturais”. Ele disse ter ficado envergonhado, sendo um pedreirense, por não ver na platéia, nenhum vereador de Pedreiras. Durante a apresentação, foram abertas as discussões, onde cada inscrito teve o tempo de três (3) minutos para apresentar suas reivindicações, indicar suas propostas, que aprovadas, todas farão parte do relatório final.

Klebinho Branco e Ruth Barreto/Fotos: Sandro Vagner

Cobranças, sugestões e denúncias apareceram ao logo das falas dos inscritos. O proprietário do Sistema Cidade de Comunicação, Klebinho Branco, questionou a ausência de união por parte dos artistas, no tocante aos cantores e compositores. “Tenho notado neste 29 anos, não fazendo cultura, mas divulgando, a gente nota, principalmente, no setor musical essa falta de união. E, estou vendo essa desunião se estender para outros setores“. Finalizou, Klebinho Branco.

Ruth Barreto, nutricionista e musicista, fez uma denúncia, após, segundo ela, testemunhar os instrumentos que fizeram para da Escola de Música João Menezes, estarem na cozinha da Prefeitura de Pedreiras (Palácio Municipal). Lembrou como a Escola foi fundada, a trajetória dos integrantes, ao ponto de cobrar dos políticos, em especial ao vereador Bruno Curvina, Presidente da Câmara, a apresentação de um Projeto de Lei, para criar a Banda de Música Municipal de Pedreiras. “É lamentável ver um colega que participou da Escola de Música João Menezes, ser humilhado numa certa loja da cidade, por que não teve a oportunidade de seguir como músico, devido a falta de apoio das gestões do Município“. Concluiu

Fotos: Sandro Vagner

Toinha, cobrou dos futuros conselheiros, mais responsabilidade, desempenho de suas funções. “Ser conselheiro de cultura, não é só se eleger, e, depois dizer que não tem tempo para desempenhar seu papel“, disse ela.

Coral “Mãe do Belo Amor”/Foto: Sandro Vagner

O evento teve ainda a participação do Coral “Mãe do Belo Amor”, formado por crianças do bairro do Diogo, que fez sua apresentação, recebendo os merecidos aplausos, após a interpretação da música “Aniversário de São Bendito”de autoria de João do Vale, interpretada por Ary Lobo.

Deixe uma resposta