Eleições 2018: Ibope divulga 1ª pesquisa após registro de candidatos a presidente

O Ibope divulgou nesta segunda-feira (20) pesquisa sobre a intenção de voto aos candidatos a presidente da República. O levantamento foi encomendado pela TV Globo e pelo jornal Estado de S.Paulo. Esta é a primeira pesquisa após o registro dos candidatos na Justiça Eleitoral. 

De acordo com a pesquisa, o candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, aparece com 37% das intenções de votos, seguido por Jair Bolsonaro (PSL) com 18%. Marina Silva, candidata da Rede, tem 6% das intenções; Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB), com 5% cada um; Alvaro Dias (Podemos) tem 3%. Com 1% das intenções dos votos, aparecem Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo) e José Maria Eymael (DC).

Os candidatos Cabo Daciolo (Patriota), Vera Lúcia (PSTU) e João Goulart Filho (PPL) não atingiram 1%. Os brancos e nulos somam 16%. Os entrevistados que não sabem ou não responderam chegaram a 6%. 

O instituto também apurou o cenário sem a presença de Lula, que está preso em Curitiba após ter sido condenado em segunda instância. O registro da candidatura dele e pedidos de impugnação estão sob análise da Justiça eleitoral. Neste cenário, o candidato do PT seria Fernando Haddad, que atualmente é o vice na chapa. 

O resultado é: Jair Bolsonaro (PSL) com 20%, Marina Silva (Rede) com 12%, Ciro Gomes (PDT) com 9%, Geraldo Alckmin (PSDB) com 7%, Fernando Haddad (PT) com 4%, e Alvaro Dias (Podemos) com 3%.

Os candidatos Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo), João Goulart Filho (PPL), José Maria Eymael (DC) e Vera Lúcia (PSTU) aparecem com 1% cada. 

Brancos e nulos somam 29%. Não sabem ou não responderam chegam a 9%. 

A pesquisa ouviu 2002 eleitores em 142 cidades, no período de 17 a 19 de agosto. A margem de erro é de dois percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-01665/2018. 

fonte: agenciabrasil.com.br

Pedreiras: Justiça condena ex-prefeito e ex-secretários por improbidade administrativa

Francisco Antônio Fernandes – Ex-prefeito de Pedreiras/Foto: Sandro Vagner

Uma sentença da 1ª Vara de Pedreiras condenou o ex-prefeito Francisco Antônio Fernandes e os ex-secretários municipais ao ressarcimento integral dos danos causados, de forma solidária, no valor de R$ 96.025,75 (noventa e seis mil, vinte e cinco reais e setenta e cinco centavos). Eles também foram condenados ao pagamento de multa civil, para cada um dos ex-gestores, em valor equivalente ao dano, integralizando o montante de R$ 96.025,75 (noventa e seis mil, vinte e cinco reais e setenta e cinco centavos), a ser revertida em favor do erário municipal; e à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de seis anos.

Na Ação Civil por Ato de Improbidade, o Ministério Público alegou, em resumo, que o ex-prefeito e os demais requeridos Sys Day Raposo – na qualidade de Secretária Municipal de Educação -, e Marcos Henrique Bezerra, enquanto Secretário Municipal de Saúde, deixaram de realizar atos de ofício, não repassando à Caixa Econômica Federal os valores descontados na folha de pagamento dos servidores a título de parcelas de empréstimos consignados durante os exercícios de 2013 e 2014.

Esse fato acabou culminando na suspensão do convênio pela Caixa Econômica Federal e implicando no pagamento pelo Município de Pedreiras de encargos pelo atraso no repasse de tais valores, tais como juros e multa, que acumulados no período de novembro/2013 a dezembro de 2014 integralizaram o importe de R$ 96.025,75 (noventa e seis mil e vinte e cinco reais e setenta e cinco centavos), gerando prejuízo ao erário municipal.

Os requeridos foram citados e apresentaram contestação conjunta, sustentando, em síntese, a reiteração da incompetência da Justiça Estadual; ilegitimidade passiva por serem agentes políticos; prerrogativa de foro e rejeição dos pedidos liminares quanto ao Prefeito de Pedreiras, falta de justa causa e a improcedência da ação de improbidade, já que não seriam os responsáveis pela elaboração da folha de pagamento, retenção ou repasse de valores à Caixa Econômica Federal, e que o atraso dos referidos pagamentos não configura ato revestido de dolo ou culpa do gestor capaz de caracterizar ato ímprobo.

Na sentença, o juiz Marco Adriano Ramos Fonseca observou que o ex-prefeito, principal ordenador de despesas, seria o primeiro responsável pelo desconto relativo às consignações procedidas em folha de pagamento dos servidores, e, em relação ao repasse para a instituição financeira, ficou caracterizado como de responsabilidade dos outros dois demandados, na qualidade de Secretários Municipais de Educação e Saúde, respectivamente.

Para a Justiça, ficou comprovado pelo teor do Ofício nº 341/2014/GOV, expedido pela Caixa Econômica Federal, agência de Pedreiras, que o Município de Pedreiras desde janeiro de 2013 até agosto/2014, apenas nos meses de maio/2013 e junho/2013 pagou o consignado regularmente. Segundo a sentença, todos os outros meses foram pagos com atraso de um mês, o que motivou a suspensão das contratações de empréstimo consignado pelos servidores municipais de Pedreiras. “Portanto, verificou-se que os descontos nos contracheques dos servidores eram realizados e não repassados para a instituição bancária conveniada com o município a título de pagamento das parcelas de empréstimos consignados”, entendeu o juiz.

A sentença diz, ainda, que os ex-gestores desrespeitaram a moralidade, boa fé e a lealdade administrativa, na medida em que deixaram de realizar os repasses concernentes aos descontos relativos às consignações, decorrentes dos empréstimos realizados pelos servidores públicos perante a Caixa Econômica Federal. “Acrescente-se, outrossim, que a conduta omissiva do ex-prefeito municipal e dos Secretários Municipais de Saúde e Educação, estes na qualidade de responsáveis diretos pelos repasses dos descontos realizados a título de empréstimo consignado à Instituição Financeira (CEF), em deixar de repassar os valores descontados das folhas de pagamento dos servidores aos bancos induz a caracterização de ato de improbidade administrativa”, pontua.

Além das sanções já impostas, os requeridos estão proibidos de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos. “Por oportuno, deixo de condená-los à sanção de perda da função pública, tendo em vista que encerrado o período do mandato eletivo do ex-Prefeito Municipal”.

Abaixo, em Arquivos Publicados, a sentença na íntegra.

Clique Aqui

fonte: tjma.jus.br

Trizidela do Vale: Mulher que ficou ferida durante execução do marido morreu sábado em Presidente Dutra

Local onde o casal foi vítima de disparos de arma de fogo/Foto: Sandro Vagner

Maria Inês Camilo Damascena Oliveira estava com o marido em um carro, quando o casal foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta, que ao se aproximarem do veículo realizaram vários disparos. Winston Camilo Oliveira, 54 anos, conhecido como Wiston Alagoano, morreu na hora e a esposa foi socorrida sendo levada em um carro aberto ao Hospital de Trizidela do Vale, mas teve que ser transferida às pressas para o Hospital de Presidente Dutra, em estado grave.

O crime aconteceu no dia 06 de julho, na Rua São Joaquim, em Trizidela do Vale, por  volta das 19h, quando o casal retornava para casa.

Sábado (18), a dona de casa não resistiu aos ferimentos das balas e morreu em Presidente Dutra. A morte de mais uma vítima desse crime que deixou o Município abalado, foi confirmada hoje (20), pelo Delegado de Plantão, Dr. Márcio Mendes, Delegado titular de Trizidela do Vale.

As investigações, segundo informações da Polícia, seguem em segredo de justiça. Até agora, nenhum suspeito do duplo homicídio foi preso.

Relembre o caso

Clique Aqui

Pedreiras: Fiéis participaram do encerramento do festejo em Honra a Nossa Senhora das Graças

Foto: Sandro Vagner

Foram nove noites de muitas orações, celebrações e as participações de vários Padres, Diáconos e os fiéis, que participaram de mais um grande momento de fé, na Igreja de Nossa Senhora das Graças, local onde foi comemorado mais um  festejo em honra à padroeira do bairro do Engenho, em Pedreiras.

Uma quermesse também fez parte da festividade religiosa, onde o público participante contribui para o andamento de futuros projetos dos paroquianos.

Procissão com a imagem de Nossa Senhora das Graças/Foto: Sandro Vagner

Ontem (19), após a consagração no centro da Igreja, o andor com a imagem de Nossa Senhora das Graças ganhou as ruas do bairro do Engenho. Foi um percurso rápido, retornando à frente da Igreja, onde foi celebrada pelo Padre José Geraldo, a Missa de encerramento do festejo.

Foto: Sandro Vagner

Agradecimentos não faltaram a todos que participaram de forma direta e indireta para o bom andamento das nove noites de festejo.

Foto: Sandro Vagner

O Padre José Geraldo ressaltou a importância da Mãe de Jesus, como Medianeira. Pediu que todos continuem com essa fé, e de coração, jamais esquecer de agradecer à Nossa Senhora.

Foto: Sandro Vagner

Definida a programação de encerramento, a Imagem de Nossa Senhora das Graças retornou ao centro da Igreja, mas, antes, alguns fiéis fizeram questão de ter como uma lembrança, flores que enfeitaram o andor da Santa.

Imagem aérea/Helder Barros

“De agora em diante todas as gerações me chamarão de bem aventurada, pois o Todo-Poderoso fez em mim grandes coisas” (Lc 1,48-49).

Continue lendo

Pedreiras: Polícia Militar conduziu dois suspeitos de assaltos e cumpriu mandado de prisão

Karll Max – Suspeito. Tinha mandado de prisão em aberto/Foto: 19º BPM de Pedreiras

A Polícia Militar do Maranhão, através do 19º BPM de Pedreiras, realizou na noite deste sábado (18), por volta das 20:30h, uma perseguição a uma dupla que estava em uma motocicleta em atitudes suspeitas, na Travessa Edílson Branco, Goiabal, em Pedreiras. Ao avistarem a Guarnição do Esquadrão Águia, os dois empreenderam fuga. Durante o acompanhamento tático os dois vieram a cair, um dos suspeitos, conhecido como o Karll Max, vulgo “Carpa” continuou fugindo entrando nas residências do bairro Goiabal, pulando muros vindo a se esconder em um matagal onde foi encontrado.

Segundo informações do policiais, contra Karll Max, foi cumprido um mandado de prisão em aberto. Os conduzidos (incluindo um menor) foram apresentados na 14ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pedreiras, com algumas escoriações pelo corpo em virtude da queda da moto e da fuga pelos quintais.

Veículo apreendido pela PM/Foto: 19º BPM – Pedreiras

A dupla é suspeita de vários assaltos cometidos em Pedreiras e Trizidela do Vale.

MATERIAIS APREENDIDOS
01 Motocicleta Honda Titan KS/cor preta – placa HPT – 4734 – Lago da Pedra – MA
01 Capacete Cross Preto

ESQUADRÃO ÁGUIA: Cabo Daivid; Soldado Fábio; Soldado Bruno; Soldado Josephan e Soldado Túlio

APOIO: VIATURA DE PEDREIRAS – Sargento Daniel e Soldado Viana

PELOTÃO DE TRIZIDELA: 1º Tenente Neris e Soldado Wallysson

Jem’s 2018: Pedreiras é ouro no Futsal Infantil

Foto: Reprodução blog do Município de Pedreiras

Pedreiras é medalha de ouro nos Jogos Escolares Maranhenses – JEM’s 2018. A Escola Municipal Carlos Martins conseguiu o lugar mais alto do pódio na maior competição estudantil do Maranhão.

Neste sábado (18/08), a equipe de Futsal Infantil da Escola Carlos Martins, do Bairro Mutirão foi campeã maranhense, em jogo realizado em São Luis (MA). Na etapa regional, o Carlos Martins já havia se sagrado campeão em Presidente Dutra e agora repete o feito em nível estadual.

Uma vitória da comissão técnica que acreditou no talento da garotada; da direção da escola, que acreditou no projeto; da Secretaria Municipal de Esportes, que apoiou e do governo Honra e Trabalho, que aposta na no esporte como forma de proporcionar condições melhores às crianças e jovens e mantê-lo longe das drogas.

O prefeito Antônio França parabeniza aos vencedores do JEM’s 2018 – Pedreiras, Campeã de Futsal Infantil – Escola Carlos Martins.

É uma vitória das nossas crianças, um exemplo de garra e superação que nos enche de orgulho. Parabenizo a todos da equipe, jogadores, técnicos, professores e a direção da escola. Parabenizo o empenho do secretário de Esportes, Eraldo e sua equipe, enfim a todos que contribuíram para este grande feito”, disse o prefeito Antônio França.

fonte: pedreirasoficial.blogspot.com

Carlos Martins 4 x 3 Magnólia

Trizidela do Vale: Corpo de Bombeiros entrega certificados aos estagiários de Prevenção e Combate a Incêndio Florestal

Foto: CB de Trizidela do Vale

Segundo informações do Capitão Machado, comandante do Corpo de Bombeiros de Trizidela do Vale, foram quatro dias de EPCIF, e graças a Deus o projeto foi concluído com êxito. Ontem (17), por volta das 17h, foi realizado o encerramento do Estágio de Prevenção e Combate a Incêndio Florestal, com a entrega dos certificados aos participantes. O objetivo do projeto é melhorar cada vez mais o atendimento com garra e muita ação.

Os Trabalhos continuam! Em 2019 iremos colher os frutos desse projeto em Ação. Reduziremos os dados estatísticos de que a região central do Maranhão e Médio Mearim é palco de queimadas descontroladas, pois, temos um povo educado e consciente. Deixo aqui os nossos agradecimentos aos nossos parceiros: Imprensa local, prefeitura de Pedreiras, Trizidela do Vale, Lima Campos, Bernardo do Mearim, Dom Pedro, aos Vereadores, aos Secretários dos Municípios, ao meu Efetivo 13º CIBM, aos concludentes do EPCIF, ao Nil, ao Chico da TV, ao Sr. Otone de Sousa, Sr. Simão, ao Ray, ao Sec. de Agricultura de Trizidela do Vale, Ao 19º BPM – Pedreiras-MA, BBA e CBMMA. Enfim, a todos que estiveram conosco nesse projeto.” Disse o Capitão Machado, comandante do 13º CIBM.

Foto: CB de Trizidela do Vale

O comandante informou, ainda, que no dia 27 de setembro será realizado um Seminário de APH e treinamentos nos dias 28 e 29 de setembro.

Foto: CB de Trizidela do Vale

Maranhão: Presos cinco suspeitos de participarem de roubo a banco em Buriticupu

Jocel Lucena de Sousa, José Ribamar Araújo Gomes, Pedro Alves da Silva Neto, Renato dos Santos Silva e Jaime dos Santos Almeida. (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), prendeu cinco pessoas suspeitas de participação no roubo ao banco do Bradesco da cidade de Buriticupu, o qual foi realizado no dia 1º de agosto de deste ano.

Os cinco suspeitos de roubar o banco do Bradesco foram presos nesta sexta-feira (17), em Buriticupu. Eles foram identificados como: Renato dos Santos Silva; Pedro Alves da Silva Neto; José Ribamar Araújo Gomes; Jocel Lucena de Sousa, com o qual a polícia apreendeu uma espingarda calibre 12 que foi empregada na ação criminosa, além de munições e roupas camufladas; e Jaime dos Santos Almeida.

Segundo a Polícia Civil, durante a noite do dia 1º de agosto, um grupo de assaltantes, fortemente armado, invadiu a agência bancária do Bradesco e a explodiu utilizando duas dinamites, deixando o local destruído. Os criminosos, que estavam em quatro caminhonetes, fizeram vários moradores como reféns. A ação durou aproximadamente 40 minutos e ninguém ficou ferido. Após o crime, os bandidos fugiram pela BR-222 em direção a Açailândia.

A polícia deu início às investigações na tentativa de identificar e prender os assaltantes, sendo que as equipes do Departamento de Combate ao Roubo e a Instituições Financeiras (DCRIF) efetuaram inúmeras diligências na cidade de Buriticupu. Depois de identificar cinco envolvidos no roubo ao Bradesco, a polícia pediu à Justiça que fossem expedidos os mandados de prisão preventiva contra os suspeitos. O pedido foi aceito pelo Poder Judiciário, sendo que os mandados de prisão foram cumpridos nesta sexta.

A Polícia Civil continua as investigações no intuito de prender os demais envolvidos no roubo ao Bradesco, pois o assalto foi cometido por um grupo de 12 a 15 pessoas. Além disso, a polícia espera apreender o restante do armamento utilizado no assalto.

fonte: imirante.com.br

Pedreiras: 3ª Vara realiza duas sessões do Tribunal do Júri na comarca

Juíza Larissa Tupinambá presidiu a sessão do Tribunal do Júri realizada pela 3ª Vara de Pedreiras.

A 3ª Vara da Comarca de Pedreiras realizou nesta semana, 15 e 16 de agosto, duas sessões do Tribunal do Júri Popular julgando casos de tentativa e homicídio. A juíza titular da unidade judicial, Larissa Tupinambá, presidiu os júris que ocorreram no Salão do Júri localizado no Fórum Desembargador Araújo Neto, em Pedreiras.

Na sessão do dia 15, Fagner Alves Bezerra foi julgado por tentativa de homicídio contra um homem que morava na casa da avó do acusado. Segundo a denúncia do Ministério Público, aos saber que o acusado namorava sua tia e que este era usuário de drogas, a vítima pediu que o mesmo se retirasse da casa e fosse procurar outro lugar para residir. Dias depois, a pedido de sua companheira, Fagner Bezerra deixou a casa.

“A vítima tinha o costume de visita a sua avó todas as noites, e no dia 25 de agosto de 2013, quando estava prestes a entrar na casa da avó, percebeu a presença do denunciado, a vítima então indagou sobre sua presença no local, momento em que se iniciou uma discussão entre ambos”, narra a denúncia. Fagner acertou um golpe de faca na vítima, que foi socorrida, operada e após ficar internado por alguns dias foi liberado. O Conselho de Sentença reconheceu a culpabilidade do acusado, que foi condenado a seis meses de detenção, em regime inicial aberto.

Na sessão do dia 16, os jurados reconheceram que o acusado Antonio Bilaque do Nascimento agiu em legítima defesa, ao matar um homem em frente à União Artística Operária Pedreirense, por volta de 1h da madrugada, durante uma festa. O acusado, que atualmente está em local incerto e não sabido, foi declarado absolvido pelo Conselho de Sentença.

Nos dois júris a defesa dos réus foi trabalhada pelo Núcleo da Defensoria Pública Estadual situado em Pedreiras. Os defensores utilizaram a tese de legítima defesa em ambos os casos.

CALENDÁRIO – De acordo com informações da juíza Larissa Tupinambá, com o julgamento do dia 16, a unidade completa um total de sete júris realizados em 2018. No mês de setembro ocorrerão mais duas sessões, e em novembro, Mês Nacional do Júri, a 3ª Vara promete realizar mais julgamentos.

JÚRI POPULAR – Instituído no Brasil em 1822 e previsto na Constituição Federal, o Tribunal do Júri é competente para julgar crimes dolosos contra a vida. Cabe a um colegiado formado por sete pessoas da comunidade – os jurados sorteados para compor o Conselho de Sentença – declarar se o crime em questão aconteceu e se o réu é culpado ou inocente. Dessa forma, o magistrado decide de acordo com a vontade popular, profere a sentença e fixa a pena, em caso de condenação.

fonte: tjma.jus.br

Brasil: Dia D de vacinação contra pólio e sarampo será neste sábado

Campanha de vacinação contra o sarampo e a paralisia infantil (Tomaz Silva/Arquivo Agência Brasil)

Postos de saúde em todo o país abrem as portas amanhã (18), sábado, para o chamado Dia D de Mobilização Nacional contra o sarampo e a poliomielite.

Todas as crianças com idade entre um ano e menores de 5 anos devem receber as doses, independentemente de sua situação vacinal. A campanha segue até 31 de agosto.

A meta do governo federal é imunizar 11,2 milhões de crianças e atingir o marco de 95% de cobertura vacinal nessa faixa etária, conforme recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Até a última terça-feira (14), no entanto, 84% das crianças que integram o público-alvo ainda não haviam recebido as doses.

Este ano, a vacinação será feita de forma indiscriminada, o que significa que mesmo as crianças que já estão com esquema vacinal completo devem ser levadas aos postos de saúde para receber mais um reforço.

No caso da pólio, as que não tomaram nenhuma dose ao longo da vida vão receber a vacina injetável e as que já tomaram uma ou mais doses devem receber a oral. 

Para o sarampo, todas as crianças com idade entre um ano e menores de 5 anos vão receber uma dose da Tríplice Viral, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Casos de sarampo

Atualmente, o país enfrenta dois surtos de sarampo – em Roraima e no Amazonas. Até a última terça-feira (14), foram confirmados 910 casos no Amazonas, onde 5.630 outros casos permanecem em investigação. Já em Roraima, são 296 casos confirmados e 101 em investigação. 

Há ainda, de acordo com o Ministério da Saúde, casos isolados e relacionados à importação nos seguintes estados: São Paulo (1), Rio de Janeiro (14), Rio Grande do Sul (13), Rondônia (1) e Pará (2). 

Até o momento, foram confirmadas no Brasil seis mortes por sarampo, sendo quatro em Roraima (três em estrangeiros e um em brasileiro) e dois no Amazonas (brasileiros). 

fonte: agenciabrasil.com.br