Vaqueiros e proprietários de parques de vaquejadas protestaram contra o fim do esporte

Vaqueiros na Esplanada dos Ministérios em Brasília (Foto: WhatsApp)
Vaqueiros na Esplanada dos Ministérios em Brasília (Foto: Neguim)

A manifestação aconteceu hoje (25) em Brasília. Vaqueiros de todo o Brasil, incluindo Pedreiras e Trizidela do Vale, representadas pelo empresário Paulo Maratá, participaram do ato contra a proibição da vaquejada. O local escolhido pelos manifestantes foi a esplanada dos ministérios, que amanheceu com caminhões e centenas de animais.

Durante o dia teve celebração de missa, passeatas, e uma cavalgada. O objetivo principal foi pressionar o congresso a regulamentar a atividade, após uma decisão do STF (Supremo /tribunal Federal), que no início do mês, para evitar os maus tratos aos animais, derrubou uma Lei, do Ceará, que permitia a realização da vaquejada no Estado.

(Foto: WhatsApp)
(Foto: Neguim)

Segundo o empresário Paulo Maratá, cerca de 700 (setecentos) caminhões, 4.000 (quatro mil) vaqueiros, e mais de 1.000 (mil) pessoas estiveram presentes. Deputados e Senadores também foram solidários aos vaqueiros. O Deputado Federal Jucelino Filho, coordenador da bancada Federal, apoiou a manifestação.

(Foto: Neguim)
(Foto: Neguim)

Deixe uma resposta