Logo

Pedreiras: Após a grande repercussão da entrevista do Prefeito Antônio França, Secretária de Saúde fala sobre o Macro Regional e destaca obra parada no antigo hospital

Karen Cynthia – Secretária Municipal de Saúde de Pedreira – MA/Foto: Sandro Vagner

Repercutiu, e muito, nas redes sociais, a entrevista do Prefeito de Pedreiras, Antônio França de Sousa, concedida ontem (29) ao Blog, sobre diversos assuntos, mas o que chamou mesmo à atenção foi quando o mesmo disse que o Município poderá adquirir o prédio do Hospital Macro Regional, que a passos de tartaruga está sendo construído em Pedreiras, na MA-381, e pode virar um “Elefante Branco”. O caso gerou uma grande discussão nos grupos de WhatsApp, onde o Presidente da Câmara, vereador Bruno Curvina disse que o legislativo vai intervir junto ao processo para saber o que está acontecendo, e somente em janeiro irá se aprofundar à discussão. Fato esse, também, defendido pelo vereador Robson Rios, que criticou o administrador: “Isso é coisa destrambelhada”.

Como o prefeito disse na entrevista que a Secretária de Saúde, Karen Cynthia, já teria participado de algumas reuniões sobre o caso, hoje (30), o Blog procurou a mesma para saber como está se desenvolvendo a possibilidade do Município assumir o prédio do Macro Regional em Pedreiras.

Blog – COMO ESTÁ ESSE PROCESSO EM RELAÇÃO AO PRÉDIO DO MACRO REGIONAL EM PEDREIRAS?

O estado do Maranhão, Sandro, ele tem feito várias reuniões com todas as regiões de saúde do estado, o nosso estado tem 217 Municípios e são organizados em 19 regiões de saúde, então, o estado com sua equipe técnica reuniu com as 19 regionais de saúde. O que a gente tem observado no estado, algumas dificuldades financeiras, têm alguns hospitais que já estão em funcionamento que são hospitais tido como estaduais, alguns não são Macros, e vêm sendo fechados, e outros Municípios que têm hospitais que foram construídos pelo estado em gestões de governos anteriores, estão equipados e não estão em funcionamento e sem previsão para funcionar. Como Pedreiras é uma cidade grande, é uma cidade que é referência pra outros Municípios, não só da sua região, mas pra outras regiões, como no caso Joselândia que acaba seus munícipes vindo para Pedreiras, e a gente não tem visto essa projeção do estado , de abrir outros hospitais, por que ele está organizando o estado em três (03) Macros. Vamos ter a Macro Norte, que a referência é São Luis; a Macro Leste, que a referência é Caxias, e a Macro Sul, a referência é Imperatriz. O estado está organizando a sua rede hospitalar, sua rede de referência pra que essas Macros onde os municípios fiquem como referência, possam atender essas populações, então no desenho do estado, dessas três Macros, a nossa Macro ficaria na Macro Leste.”

Blog – Por que a necessidade de Macro Regional passar à Pedreiras?

“Pedreiras precisa de um hospital com estrutura, já foi explicado sobre a questão do nosso Hospital Municipal, que é o da Avenida Rio Branco (Antiga Policlínica São Jorge), onde existe um problema jurídico, se o atual gestor  mexer naquela estrutura, ele se responsabiliza por erros que houve em gestões anteriores, então ele não pode terminar de construir aquele hospital. Então como nós precisamos dessa estrutura, e no estado não existe uma projeção de abrir uma estrutura nova, como  a gente ver, por exemplo, Lago do Pedra, que já tem anos que está o hospital pronto, todo equipado; São Raimundo do Doca Bezerra e outros Municípios, e sem recurso financeiro pra abrir e funcionar como Macro, então qual foi a proposta que a gente recebeu na última reunião que tivemos com a região em relação ao estado, que a estrutura fosse passada para o Município, mas não como um hospital Macro Regional, como uma estrutura de um hospital Municipal, onde o estado poderia, através de uma negociação com o Município, entrar com um porte financeiro e melhorar os serviços que já são oferecidos, então seria esse o desenho em relação ao hospital de Pedreiras.”

Continua depois dos comerciais

Blog – Sobre alguns questionamentos que Pedreiras pode perder o Macro Regional?

Existem alguns questionamentos que eu tenho percebido em relação a que; se o Município receber, talvez Pedreiras perca a chance de ter um hospital Macro Regional, então, assim, a gente pode continuar como está , funcionando num prédio alugado e deixar o hospital ser construído, sabe Deus, quando terminado, ser equipado e, talvez, daqui a três, quatro, cinco anos, ou talvez um dia, dependendo de como for, esse hospital Macro Regional funcione aqui em Pedreiras? Só que assim, tudo é cenário, a gente ver um cenário nacional, a gente ver um cenário estadual, e isso é uma discussão que tem que ser feita, tanto com Câmara de Vereadores, com o Ministério Público, a promotora também está dentro dessa discussão, a Drª. Marina Carneiro, e com todos os Municípios, e sentar até com o próprio estado, e ver do estado se existe uma previsão orçamentária para um hospital do estado funcionar como Macro Regional aqui em Pedreiras, se ele já está fechando outros que têm  em outros Municípios, ou será que é melhor passar essa estrutura para o Município, e funcionar, sabe Deus, por uma concessão de cinco anos, de seis anos, e ter um aporte financeiro e melhorar os serviços, não só para o Município, mas como pra região? Então é algo a ser discutido.”

Blog – Hoje o Município teria condições financeiras de receber o hospital, que é maior, mesmo levando todo equipamento necessário para funcionar lá?

Não, Sandro. Qual seria a proposta, seria de receber o hospital pronto, em termo de estrutura física e equipado pelo estado. Isso também seria uma negociação de um aporte financeiro, por que a gente sabe que uma estrutura maior daquela, toda parte de recursos humano, de despesa mesmo, ela aumenta, então com o recurso que agente recebe hoje, pra manter o hospital, a gente não teria como manter lá, então a gente teria que ter um aporte financeiro, e pra melhorar também alguns serviços pra população, aumentar a quantidade de cirurgias, ampliar a pediatria pra 24h e melhorar a questão da obstetrícia.”

Blog – Como funciona atualmente o Hospital em Pedreiras?

Ele funciona como porta de entrada, como emergência e urgência, a gente recebe toda parte de ambulatório e também dos atendimentos que fazem a triagem para observação e internação. A gente tem um médico na parte da emergência todos os dias, temos a pediatria que funciona de segunda a sexta-feira, temos dois dias de cirurgias eletivas, e tem a parte também da obstetrícia, que funciona todos os dias da semana, que tem alguns hospitais aqui na nossa região que só faz parto de risco habitual, no caso, parto normal, e tem alguns dias que fazem partos cirúrgicos, cesariana, e, aqui, não, todos os dias  a  gente faz, só que assim, a nossa estrutura ela não é de média alta complexidade, então se for um parto prematuro, alguma intercorrência, a gente já tem a referência que é Alto Alegre e São Luis. A gente recebe um recurso de R$ 446.000,00 (quatrocentos e quarenta e seis mil reais), pra manter a estrutura, onde a gente tem uma folha de pagamento, só de profissionais de médico, de mais de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais), temos despesas com tudo, insumos, aluguel, gás oxigênio, medicamento; como a gente tem um ambulatório muito grande aqui em Pedreiras, como te falei que não atende só Pedreiras, mas vem muita gente de outros Municípios, então a nossa despesa com insumos e medicamentos, na porta de entrada do Hospital, acaba sendo muito grande.”

Blogo – Quando Pedreiras poderá ter essa resposta definitiva sob a responsabilidade do prédio do Macro Regional?

O estado ainda vai fazer as reuniões com as três Macros, eles finalizaram com as 19 regiões de saúde, e vão fazer agora com as três Macros, eu creio que, em janeiro ou fevereiro eles consigam fazer essas reuniões, que é pegar os Municípios que pertencem a Macro Norte, a Macro Sul e a Macro Leste, pra poder discutir a situação de emergência, urgência e de saúde mental nesses Macros, após esse fechamento dessas reuniões pelo o estado, é que ele vai dar uma reposta pra nossa região, para o Município, e essa é a projeção. É uma discussão, vamos acelerar o término da obra, a entrega do prédio, tentar um aporte financeiro ou vamos esperar o estado terminar por conta, e um dia ser transformado em Macro? Que a gente já tem exemplos de outros Municípios que estão sendo fechados e outros que estão em plena capacidade de funcionar e que não tem dinheiro pra funcionar? Então é algo a ser discutido. É chamar o estado, onde a Câmara de Vereadores, onde Ministério Público podem todos dar as mãos, ir juntos ao encontro do estado e esperar essa resposta, vão abrir esse Macro, quando? Qual o prazo? 2000 mil e quanto, 2023, 2015, quando vai ser isso? Jamais eu penso que o gestor atual e eu como secretária de saúde, que sou filha de Pedreiras, uso os serviços aqui de Pedreiras, deixaria de querer um Hospital Macro Regional aqui na cidade. Então é uma projeção que você ver do cenário estadual e do cenário nacional em relação a recurso financeiro.”

Blog – Sua mensagem de fim de ano.

“Um final de ano com muita paz, com muita alegria, muito propósito pra 2020, eu acho que é que o ser humano tem que ter na vida, eu tenho levantado essa discussão, que a gente não tá aqui só pra pagar conta e pra olhar apenas pra gente, mas pra olhar pro coletivo, pra olhar pra comunidade e sempre fazer de  forma construtiva, nunca de forma destrutiva, é uma mensagem de amor e paz pra todos.”

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

  • siga-nos no facebook

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Vitorino Net

  • Gráfica e Editora Mearim – Pedreiras

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • LOJA DOIS PAPELARIA O MAIOR MIX DE PAPELARIA DE PEDREIRAS – AV. RIO BRANCO – CENTRO

  • Connect Pedreiras

  • Venha nos visitar!

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • downloadfilmterbaru.xyz nomortogel.xyz malayporntube.xyz