Pedreiras: Réu confesso de feminicídio é condenado a 27 anos e 6 meses de reclusão

Sandrinho (camiseta estampada) e Luzigleyson (D)/Foto: Sandro Vagner

Dois suspeitos de feminicídio foram a júri popular, nesta quarta-feira (27), em Pedreiras. Sandro de Nazaré Lima (Sandrinho), foi condenado a 27 anos e 06 meses de prisão, e Luzigleyson de Sousa Nascimento (Diouro ou Nem) foi absolvido.

Durante o seu segundo depoimento à Polícia,  Sandrinho teria confessado ser autor da morte da jovem Adriana Santiago Gomes, que morreu asfixiada, sendo jogada no Morro da Balança, às margens da estrada vicinal, nas proximidades do lixão de Pedreiras, inocentando Luzigleyson, marido da vítima,  que era apontado por Sandrinho como mandante do crime. Com essa tese, o advogado de defesa, Dr. Pedro Edílson, conseguiu provar a inocência de seu cliente, que sempre afirmou não ter participado do crime.

Luzigleyson de Sousa – Inocentado/Foto: Sandro Vagner

Eu me sinto muito bem agora. A pessoa tá pagando por uma coisa que não fez, é ruim demais. Tô ainda muito abatido  com a morte da minha mulher.” Disse Luzigleyson de Sousa Nascimento.

Larissa Tupinambá – Presidente do Júri/Foto: Sandro Vagner

Após a sentença proferida pela juíza Larissa Tupinambá, condenando Sandrinho a 27 anos e 06 meses de prisão, o defensor público, Dr. Fabrício Mendonça, disse que já iria entrar com pedido da redução de pena.

Dr. Lindemberg Malagueta – Acusação/Foto: Sandro Vagner

Representou o Ministério Público o Promotor  de Justiça Dr. Lindemberg Malaqueta Vieira.

One comment on “Pedreiras: Réu confesso de feminicídio é condenado a 27 anos e 6 meses de reclusão”

Deixe uma resposta