Pedreiras: Vereadores vão decidir se instalam CPI para averiguar pagamento de aluguel de prédio fechado pela Secretaria de Educação

O Presidente da Câmara de Vereadores de Pedreiras, vereador Bruno Curvina, esteve hoje (06), no Programa “Tribuna 101”, que vai ao ar de segunda a sexta-feira, a partir das 07h, apresentado pelo radialista Klayrton Sousa, reportagens de Ribinha da FM e os comentários de Klebinho Branco. A ida do parlamentar ao Programa foi para levar ao conhecimento da população o resultado de um relatório, após visitas em algumas escolas da rede municipal de Pedreiras, onde uma comissão formada por 09 (nove) vereadores, segundo o relatório, foram encontradas diversas irregularidades.

Durante a entrevista, o presidente disse que a situação mais grave, que teria sido, inclusive, uma denúncia de uma pessoa, foi quanto ao caso da Unidade de Ensino Reino Infantil, onde o denunciante Antônio Magno conhecido, como “Pelezinho”, teria levado informações precisas, vários dados e até a prestação de contas do Município.

O caso

Segundo informou o presidente, a U. E. Reino Infantil estaria citada na denúncia com dois endereços de funcionamento, no bairro Mutirão e no antigo prédio do Palmeirinha, no bairro do Engenho. Sendo que, no Bairro do Mutirão, na Avenida Marly Boueres, o prédio estaria fechado há muito tempo, mas o pagamento do aluguel continuava sendo pago pela Secretaria de Educação, no valor de R$ 4.383 (quatro mil, trezentos e oitenta e três reais), indo de março a novembro de 2018.

Bruno Curvina (D)

O vereador Bruno Curvina disse que recebeu das mãos da diretora do Reino Infantil, Francisca Aline Pereira Nascimento, a resposta do ofício solicitando informações sobre o local de funcionamento da instituição, assim como enviou a outros setores da Prefeitura de Pedreiras, onde a diretora teria dito que desde março de 2018, a creche estaria funcionando no prédio do Palmeirinha, no Engenho.

Providência sobre a denúncia

Bruno Curvina disse que a partir da próxima sessão, dia 09, cada vereador irá apresentar seu parecer. Adiantou que as pessoas serão convocadas, uma vez que foram convidadas e não compareceram na Câmara. E disse mais: “Nós podemos já entrar com um pedido de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), caso reste ainda alguma dúvida, na minha opinião, já temos elementos suficientes para criar uma CPP (Comissão Parlamentar Processante), mas como eu já falei, essa vai ser uma decisão dos 13 (treze) vereadores, o que a maioria decidir, nós iremos fazer“. Finalizou o Presidente da Câmara.

Após a participação do parlamentar no programa Tribuna 101, entramos em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Pedreiras, que nos adiantou que iria falar com o prefeito Antônio França. Por telefone e via mensagens de WhatsApp, também tentamos falar com o administrador, mas até o fechamento da matéria, não tivemos retorno.

Deixe uma resposta