Logo

Brasília: Davi Alcolumbre é eleito presidente do Senado

O senador Davi Alcolumbre, durante a votação no Senado Foto: Daniel Marenco / Agência O Globo

Após uma sessão tumultuada, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) foi eleito presidente do Senado neste sábado. Ele obteve 42 votos. Para sair vencedor já no primeiro turno era preciso conseguir o apoio de no mínimo 41 dos 81 senadores.

O principal adversário de Alcolumbre na disputa era o senador Renan Calheiros, que tentava chegar à presidência do Senado pela quinta vez. Mas Renan atacou Alcolumbre, criticou o processo de votação e anunciou a retirada de sua candidatura, deixando o caminho livre para o adversário.

Além de Alcolumbre, também foram candidatos Esperidião Amin (PP-SC), com 13 votos, Angelo Coronel (PSD-BA), com 8, Reguffe (sem partido-DF), com 6 , e Fernando Collor (PROS-AL), com 3. Renan ainda recebeu 5 votos. Quatro senadores, incluindo Renan, não votaram. Foram necessárias duas votações neste sábado para escolher o novo presidente. A primeira foi anulada porque havia 82 votos, quando há apenas 81 senadores.

Renan era o favorito, mas viu sua candidatura ser ameaçada pelas articulações em torno do nome de Alcolumbre, apoiado pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, desafeto do senador alagoano. Logo após a vitória, Onyx comemorou em uma rede social.

Outros três postulantes ao cargo que se opunham a Renan — Simone Tebet (MDB-MS), Alvaro Dias (Podemos-PR) e Major Olímpio (PSL-SP) — já tinham desistido de concorrer, favorecendo Alcolumbre. O objetivo foi reduzir o número de candidaturas de oposição a Renan para concentrar os votos contrários num nome que fosse capaz de derrotá-lo.

O processo de escolha do novo presidente do Senado começou na sexta-feira. Com Davi Alcolumbre (DEM-AP) à frente da sessão, o plenário decidiu, por 50 votos a dois, que, embora o regimento interno determine o voto secreto para a eleição do presidente do Senado, a eleição seria aberta.

A decisão foi questionada por Renan e aliados. Eles argumentaram que Alcolumbre, também candidato, não poderia conduzir o processo eleitoral. Sem acordo, a sessão foi suspensa e remarcada para às 11h deste sábado.

O MDB e o Solidariedade recorreram ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a votação aberta. Na madrugada, o presidente da Corte, ministro Dias Toffoli suspendeu a sessão e determinou a votação aberta. Neste sábado, vários senadores criticaram Toffoli, mas a decisão foi respeitada e o pleito foi secreto. Vários deles, porém, revelaram seu voto.

Neste sábado, durante a segunda votação, ao retirar sua candidatura, Renan disse que o processo em curso no Senado é antidemocrático. Ele também mencionou o voto do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que, na segunda votação, anunciou apoio a Alcolumbre. Na primeira, ele tinha ficado em silêncio.

— Flávio Boslonaro, diferentemente da votação anterior, abriu o voto. Abriu o voto. Abriu o voto. Abriu o voto. Este processo não é democrático — disse Renan, sendo vaiado.

— Flávio Boslonaro, diferentemente da votação anterior, abriu o voto. Abriu o voto. Abriu o voto. Abriu o voto. Este processo não é democrático — disse Renan, sendo vaiado.

Fonte: oglobo.globo.com

Pedreiras: Ônibus balada foi apreendido por diversas irregularidades

Foto: Sandro Vagner

Essa semana, os pedreirenses foram surpreendidos com um ônibus diferente, que circulava pelas ruas da cidade. Com dois compartimentos, o veículo, uma espécie de boate ambulante, estava realizando o divertimento de algumas pessoas, a maioria jovens, que, segundo informações, pra ter acesso, cada um pagava o valor de R$ 5,00 (cinco reais).

O som em diversos estilos, que soava no interior do veículo, chamava à atenção por onde passava. A iluminação ao estilo de uma danceteria era outra atração à parte.

Na noite desta sexta-feira (01), durante uma abordagem policial, em uma Blitz, o ônibus foi apreendido. Policiais Militares encontraram diversas irregularidades, dentre as quais, o condutor não tem CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Foi comprovado pela Guarnição, que muitos adolescentes estavam dentro do veículo e foram encontrados alguns frascos com substância semelhante a loló, que é proibido.

Outra irregularidade encontrada pelos policiais militares foi o CRLV – Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos, que correspondia ao ano de 2017.

Perguntado ao condutor do ônibus, que não teve o nome revelado, sobre as irregularidades, disse que era acostumado a transitar por todo o Maranhão, que essa teria sido a primeira vez que sofreu uma fiscalização.

A Polícia Militar de Pedreiras apenas cumpriu com a Lei, ao ponto de evitar certos constrangimentos, ou até mesmo algo pior dentro do veículo, pelo uso de entorpecentes encontrados dentro do ônibus.

Piauí: Acusado de matar PM em Teresina já agrediu homem em abordagem

Francisco Ribeiro dos Santos, policial lotado no 11º Batalhão de Timon/Foto: Divulgação

Em coletiva de imprensa realizada na Central de Flagrantes, o delegado Luccy Keiko deu detalhes do crime que chocou os teresinenses na manhã desta sexta-feira (1º). O cabo da Polícia Militar, a disposição da vice-governadora Regina Sousa, identificado como Samuel de Sousa Borges, de 30 anos, levou três tiros na cabeça e morreu momentos depois de receber atendimento médico. O acusado de assassinato é Francisco Ribeiro dos Santos, policial do Maranhão lotado em Timon, no 11º Batalhão. O policial possui um histórico agressivo, tanto que em imagens resgatadas pela equipe de reportagem do Jornal Meio Norte ele aparece agredindo um rapaz identificado como Helvécio Silva Rocha Filho.

De acordo com Wanda Rocha, ouvinte da Rádio Jornal Meio Norte e irmã da vítima de espancamento que entrou em contato com a reportagem, o policial indentificado como Francisco Ribeiro dos Santos tem atitudes questionáveis. “Esse policial que está envolvido neste crime é totalmente desequilibrado. Eu sou de Timon e ele também trabalha lá. Alguns anos atrás, meu irmão vindo de moto, e ele também com mais dois policiais, pediram para meu irmão parar por conta da velocidade. No momento que ele foi parar, ele desequilibrou e caiu da moto”, conta. 

Wanda denuncia que o irmão, Helvécio Silva Rocha Filho, foi agredido sem nenhum motivo. “Por causa disso, ele bateu tanto no meu irmão, que não tinha reagido, não tinha feito nada. Isso tenho tudo filmado. Isso passou na própria Meio Norte e teve muita repercussão, foi para justiça e nunca deu em nada. E ele continua sendo policial. Infelizmente, para a justiça ser feita, foi preciso ele matar um companheiro de farda na frente do filho. Na época ainda fui chamado para ir ao Quartel de Timon, falar com o comandante, que pediu que eu abafasse o caso porque eles tomaria medidas militares. Mas resolvi divulgar para que isso não acontecia com outros irmãos, filhos e pais”, finaliza.

Uma ambulância esperava o acusado de assassinato em frente a Central de Flagrantes, após tentativa de linchamento em frente ao Colégio Dom Barreto, após ter efetuado os disparos.. “Os populares se revoltaram e o agrediram antes da polícia chegar. A revolta foi antes do delegado Willame chegar com os policiais”, conta Luccy Keiko.

O delegado afirma . “Ele está sendo autuado em flagrante por homicídio qualificado e porte irregular de arma de fogo. Vamos ouvi-lo, mas as informações preliminares de algumas pessoas que presenciaram o assassinato é que era uma discussão entre ele e a vítima durante o trânsito. Os seguranças do Dom Barreto ainda tentaram amenizar a situação, o policial do Maranhão que cometeu o assassinato ainda entregou a arma que tinha na cintura, logo depois sacou e atirou contra a vítima. Não sabemos os motivos da discussão, mas ao que parece foi algo bobo, motivo fútil. Ele chegou a dizer que vítima estava perseguindo-o, mas é uma coisa que a gente duvida porque ele estava com o filho”, declara o delegado.

Francisco Ribeiro dos Santos portava duas armas, sendo uma irregular. “O policial militar do maranhão foi preso com duas armas, uma pistola e uma 38, que está inclusive com porte irregular. Nós não sabíamos o que ele estava fazendo, mas estava de folga, a paisana. Ele é do Maranhão, lotado aqui em Timon, bem próximo”, acrescenta Keiko.

O filho da vítima e demais testemunhas devem ser ouvidos. “Eles foram vistos em uma discussão, ambos estavam de motocicleta, a vítima, inclusive, com o filho. O policial aparentemente não estava alcoolizado. Ele será submetido a exame de corpo de delito e fará alguns curativos. Os disparos foram na cabeça. O filho é uma criancinha e ainda não foi ouvido. As testemunhas serão ouvidas agora com riqueza de detalhes”, finaliza.

Fonte: meionorte.com

Pedreiras: Após uma longa espera, o Bairro “Maria Rita” começou a receber pavimentação com bloquetes

Bairro Maria Rita – Avenida Dr. João Alberto/Foto: Sandro Vagner

Desde que foi fundado, ainda como propriedade particular, o então Loteamento Chicote, sempre sofreu com as consequências de causas  naturais. No verão, uma intensa poeira, e no inverno, a lama toma conta de todas as ruas, deixando os moradores revoltados e preocupados com a situação.

Após a municipalização, onde já denominado bairro “Maria Rita”, poucas mudanças aconteceram. As tentativas dos gestores buscavam amenizar de uma forma ou de outra o que os moradores chamam de “eterno sofrimento”, principalmente, no período chuvoso. Mas, não só a falta de infraestrutura adequada falta ao habitacional. Segurança, por exemplo, é outra meta que os moradores do bairro almejam, a ponto de criarem uma associação, e com a ajuda das autoridades,  diminuir o índice de violência que sempre afetou o local.

Todas as vezes que chove, o sofrimento dos moradores do bairro “Maria Rita” é o mesmo. A lama impossibilita a entrada em casa e muitos dos veículos são obrigados passar a noite ao relento, sem terem condição de adentrarem às garagens.

A atual gestão iniciou com prazo para ser cumprido a colocação de meios-fios e sarjetas em algumas ruas do bairro, que, consequentemente iriam receber a pavimentação com bloquetes de concretos. A novidade deixou todos satisfeitos, mas não demorou muito tempo, para que alguns moradores voltassem perder a esperança em ver as ruas pavimentadas, longe da poeira e da lama em suas portas.

Material que será usado durante a pavimentação da rua/Foto: Sandro Vagner

Recentemente nossa redação conversou com o secretário de infraestrutura de Pedreiras, Francisco Sérgio, que nos adiantou como estaria sendo resolvido a situação com a empresa responsável pelo assentamento do piso de bloquetes nas ruas que estavam dentro do projeto. Segundo ele, a empresa foi notificada a mando do prefeito Antônio França, e que o trabalho seria reiniciado segunda-feira (28/02). 

Rua Moacir Soares/Foto: Sandro Vagner

Hoje (01), cinco dias depois, após a data determinada pela empresa, os moradores da rua Moacir Soares foram surpreendidos com o início do trabalho de assentamento dos bloquetes. “Se não fosse esse problema de infraestrutura aqui em nosso bairro, tudo estaria bom. Estamos perto de tudo, mas, infelizmente, ainda temos que passar por esse vexame“. Disse um morador mostrando as condições da rua, mas acreditando que agora  o problema possa ser resolvido de vez, sem uma paralisação. 

Ruas que receberão a pavimentação com os bloquetes/Foto: Secretaria de Infraestrutura de Pedreiras – MA

O secretário de infraestrutura de Pedreiras, Francisco Sérgio, disse que a rua que teve início o assentamento dos bloquetes, a Moacir Soares, será pavimentada completa, ou seja, dos dois lados, até o posto de saúde. Adiantou, ainda, que mais quatro ruas, apenas de um lado, receberão os bloquetes. As demais ruas do bairro Maria Rita, segundo o secretário, estão dentro do projeto da prefeitura, para receberem a pavimentação asfáltica.

Rua Moacir Soares/Foto: Sandro Vagner

Estamos há 13 anos esperando que alguém olhe pra o nosso bairro, agora, vamos aguardar que tudo comece e termine, já não aguentamos mais tantas promessas.” Disse uma moradora da rua Moacir Soares.

  • siga-nos no facebook

  • IOP – Instituto de Oftalmologia de Pedreiras

  • Vem aí o Uperdriver

  • SBF Empreendimentos

  • LHNet

  • Connect Pedreiras

  • Festival de canções para Deus – Lima Campos

  • LOJA DOIS PAPELARIA – Avenida Rio Branco – Centro – Pedreiras

  • Em pleno funcionamento

  • Lima Gaz

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Acesse nossa página. Clique no banner

  • Faça logo sua inscrição

  • Óticas Diniz

  • Vice-prefeito de Pedreiras. Acesse nossa página no Facebook. Clique no Flyer

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Venha nos visitar!

  • Especialista em aplicativos, cartões digitais interativos e redes sociais. Clique no Banner e tenha mais informações

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • Clique Aqui

  • aplikasitogel.xyz hasiltogel.xyz paitogel.xyz