Logo

Pedreiras: A decadência do nosso futebol – Por Sandro Vagner

 

Estádio Pilizão – Pedreiras (20.08.2015)/Foto: Sandro Vagner

Pedreiras já foi, sem dúvida, um celeiro de craques que se destacaram durante várias competições que o Município participava. Seja estadual, municipal ou interestadual. Tinha o respeito mútuo dos adversários. Nomes de grandes heróis marcaram épocas e espelharam outros jogadores em trilhar o mesmo caminho. Cozinho, Nestor, Quarentinha, Medeiros, Manoelzinho, Chiquinho, Riba de Alonso, Natinho, Cascoré, Pereirão (in memoriam), Danda, Benjamin (in memoriam), Amendoim (in memoriam),Bical, Matosão,  Ozirinho (in memoriam), Dias, Badú, Dandinha, Tó, Milton, Evaldo Monteiro, Robertinho, Careca, Manoelzinho Carvalho, Cocá, Armando, Nona, Hermínio Jr., Danda, Jaldo, Zebra, Velho Chico, Salada, Carlos Clay, João Leite, João Filho, Roberth (in memoriam), Heraldo, Carlos Augusto, Branquinho (in memoriam) Lunga, Seu Zé, Negão, Bidoca, Bubu (in memriam), Vavá, Mitinha e muitos outros, que seriam preciso páginas e páginas para enumerá-los. Direta e indiretamente todos deram glória ao futebol pedreirense, que hoje, infelizmente deixa a desejar.

Os novos talentos poucos se destacam. Seria falta de incentivo ou não encaram mais com precisão e total dedicação uma convocação?

Triste, muito triste ouvir de um ex-jogador, que o nosso futebol está morto. Em boa parte tenho que concordar. Sabemos que a droga tirou o sonho de muitos garotos que tinham um grande futuro pela frente, mas infelizmente ao invés de ser considerado um grande craque, se deixa envolver pelo o crack, ou outro tipo de entorpecente que polda o desejo de vir a ser um exemplo, até mesmo para a geração futura.

Por que ninguém encara mais um compromisso como antes, onde a meta era defender uma equipe e obter resultado positivo? A droga lícita (cerveja ou outro tipo de bebida) também não atrapalha e até incentiva buscar outros caminhos?

Quanto as grandes conquistas em torneios e campeonatos fora de casa, como chamam na gíria esportiva, o último que temos boas lembranças foi o campeonato conquistado em Codó, pela Ótica São Paulo, quando enfrentou o tradicional Fabril dentro dos seus próprios domínios e trouxe a taça para Pedreiras. De lá para cá, são participações frustadas.

Pedreiras foi convidada para participar da Copa BR, em Codó. Heraldo, ex-jogador, hoje, treinador, com todo seu esforço buscou e encontrou parceria do governo municipal, através do secretário de esportes Natinho e do Prefeito Antônio França, para encarar essa competição, até ai, tudo bem! O problema é “juntar” jogadores responsáveis que assumam seu papel de defender o Município na competição. Dor de cabeça para o treinador, que segundo ele, estar muito difícil segurar essa barra. Problemas não faltam, muitos complicados que não valem a apena relatar. Apesar dos obstáculos, enfrentando os prós e os contras, Heraldo ainda acredita que Pedreiras poderá, sim, voltar a ter um futebol que possa conquistar o torcedor que lotava sempre o Pilizão (então Marechal Castelo Branco).

Enquanto os protagonistas não encararem com garra, determinação e dedicação, que é o essencial; Pedreiras jamais irá ter tempo de glória novamente. Ainda é possível mudar essa triste realidade. Basta que cada um assuma seu papel e deixe encarnar o espírito esportivo vencedor, sempre espelhado na história de conquistas dos grandes nomes que escreveram com honra e suor as maiores vitórias.

Pedreiras, é sim um celeiro de CARQUE. Que esse título não seja ameaçado por caminhos desvirtuados. Que os jovens possam distinguir o certo do errado, e que de fato venham se tornar um grande CRAQUE e não ser podado pelo Crack.

Para um grande vencedor nenhuma batalha é em vão!

Qualquer  um, basta querer, pode mudar o rumo da história. Tenha Fé!

4 Comentários

  1. Roberto disse:

    Tu tá de brincadeira colocar o nome do negão ai nessa relação de craques.

  2. PROFº. ESP. BRUNO OLIVEIRA DO NASCIMENTO disse:

    Não é só o futebol que sofre o descaso em nossa cidade. Praticamente todos os esportes, com exceção dos esportes de luta como capoeira, jiu jitsu e MMA, que por sinal são muito bem representados por seus projetos refletindo com bons resultados pelas competições onde passam.
    Me lembro porque escolhi a profissão em que me formei com tanto orgulho, Professor de Educação Física, pois queria replicar os bons momentos que tive durante minha infância e adolescência, onde tive a graça de poder participar de diversos esportes, bem como várias competições e por consequência tendo hoje muita história para contar literalmente.
    Quem já foi Pedreiras nos Jogos Escolares Maranhenses – JEM’s e hoje quando vou para disputa seja a Regional ou seja a Fase final em São Luís – MA, sempre por outras cidades, vários professores e responsáveis desportistas de outros municípios me indagam, o que houve com o esporte de Pedreiras, pela baixa quantidade de atletas e equipes que participam e quando participam!
    E a única coisa que respondo é que deixaram de mão, porque ninguém mais liga!
    Espero que essa situação mude, começando por nós motivadores e educadores esportivos, afinal os mais velhos são o espelho para os mais novos. E foi só por eu ver os mais velhos fazendo esportes que eu quis fazer esporte.
    Até hoje quando passo em frente ao portão de entrada do estádio municipal de Pedreiras “PILIZÃO”, paro e fico lendo os nomes dos integrantes que conquistaram o intermunicipal para nossa cidade e que estão eternizados naquele título, história, bem como naquela pedra, que muitos passam e não importância, mas que pelo menos para mim, aquela galera fez a diferença.

  3. Roberto Jorge Salomão Monteiro disse:

    Sinto o maior orgulho de ter participado da história do futebol de Pedreiras;juntamente com meu irmão Evaldo Monteiro.Fui campeão municipal pela Menol,Atlético,Cinquentenário e o Santo Antônio.Campeão da Copa Mirante.E tínhamos o maior o de enfrentar e muitas vezes ganhar dos times profissionais de São Luis e Teresina.Hoje vejo com muita tristeza a nossa realidade.

Deixe o seu comentário!

  • siga-nos no facebook

  • Clínica CardioMais – Excelência em Tudo/Rua Maneco Rêgo, 854 – Pedreiras/(99)99182-4989

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Clique na logo e visite nossa página

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Prefeitura de Lima Campos – Clique no banner e visite nossa página

  • Clique no banner – FEMAF/Telefone: 4003-5395 E-mail: academico@femaf.com.br

  • Venha nos visitar!

  • Vitorino Net

  • Connect Pedreiras

  • LOJA DOIS PAPELARIA O MAIOR MIX DE PAPELARIA DE PEDREIRAS – AV. RIO BRANCO – CENTRO

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • downloadfilmterbaru.xyz nomortogel.xyz malayporntube.xyz