Logo

Banda João Menezes vai ficar só na saudade? Por Ruth Barreto

Há alguns anos atrás, hoje, dia 22 de novembro, dia do músico e dia da sua padroeira e protetora, Santa Cecília, em Pedreiras era dia de festa, e, claro, de muita música boa.

Banda João Menezes no Dia do Choro/ Pedreiras-MA/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes no Dia do Choro/ Pedreiras-MA/ Foto: arquivo pessoal

Tudo isso era proporcionado pela Banda de Música João Menezes, que enquanto existiu levou sua mensagem pelos quatro cantos da cidade, de dia ou de noite, com sol ou com chuva, mas sempre com muita qualidade e amor, por parte dos músicos que faziam parte de sua composição.

Banda João Menezes em apresentação na Cidade de Caxias-MA/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes em apresentação na Cidade de Caxias-MA/ Foto: arquivo pessoal

Em 2006 tudo começou, os primeiros ensinamentos vieram do grande professor Francinaldo Rodrigues, que se desdobrava entre tantos alunos, para de um em um, ensinar a arte musical. Depois, a Escola passou para as mãos do professor Dominguinhos, filho de Caxias, mas adotado pela Princesa do Mearim. Dominguinhos fez o impossível para ver a Banda funcionando, sempre na estrada entre Caxias e Pedreiras, muitas vezes até sem recursos, mas comparecia para mais um ensaio e mais uma aula.

Francinaldo Rodrigues e Ruth Barreto/ Foto: arquivo pessoal

Francinaldo Rodrigues e Ruth Barreto/ Foto: arquivo pessoal

Professor Dominguinhos e Alunas/ Foto: arquivo pessoal

Professor Dominguinhos e Alunas/ Foto: arquivo pessoal

Muita gente teve o prazer de ver e ouvir a Banda João Menezes tocando. Saíamos em caminhada pelas ruas de Pedreiras e sempre após cada apresentação a Banda aumentava, pois a música tem o papel, fundamental, de tocar o ser humano, e era isso  que fazíamos.

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Nem todos sabem, mas é importante relatar que a Banda também cumpriu seu papel social e cultural, há muito tempo o desfile do 07 de setembro tinha sido deixado de lado, mas a Banda João Menezes foi as ruas, com seus sopros e suas batidas, tocando hinos e dobrados, e assim os desfiles voltaram as ruas de Pedreiras. O aniversário da Princesa sempre amanhecia com os belos acordes, e as cantatas natalinas enchiam de encanto os olhos e o coração de quem teve a oportunidade de prestigiar. Também comemorava-se o Dia do choro, dia do samba e tantas outras datas. A Banda abrilhantava todos os eventos em Pedreiras, desde jogo de futebol até um ato solene. Também levamos o nome de nossa cidade a Festivais importantes, como o FESTBANDAS, que acontece em Teresina-PI, com a presença de grandes Bandas, e de lá não saíamos sem elogios de grandes maestros.

Banda João Menezes em Teresina-PI/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes em Teresina-PI/ Foto: arquivo pessoal

Diante de tantas coisas boas que foram realizadas pela Banda João Menezes, podemos nos perguntar: POR QUE ACABOU? e quem fez parte pode responder: Por falta de interesse e investimento dos governantes. Foi mais fácil por um ponto final do que uma vírgula para que a historia continuasse. As crianças que aprenderam música e, consequentemente, formaram a Banda, cresceram e precisavam de estabilidade financeira, mas não foi possível levar adiante a bela profissão em Pedreiras, pois parecia, e parece, muito difícil criar uma projeto que pudesse municipalizar a Banda, para que assim seus músicos tivessem renda. Com isso, muitos tiveram que seguir outros caminhos e abandonar o tão lindo sonho.

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Com isso, cabe uma reflexão, por que uma cidade, que se diz cultural deixa morrer uma banda de música que tanto fez, enquanto existiu, por Pedreiras? Em outros lugares vemos as coisas boas indo pra frente e por aqui são destruídas?

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Quantos jovens poderiam estar aprendendo música ao invés de estarem ocupados com coisas indevidas. Quantas crianças poderiam estar se encantando e descobrindo o dom musical. Mas isso ainda é possível, basta querer.

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Banda João Menezes/ Foto: arquivo pessoal

Fica a saudade e a esperança de um dia, quem sabe, ter a alegria de ver de novo a “banda passar tocando coisas de amor.”

Ruth Barreto recebendo o Certificado de musicista pela Escola de Música Maranhense Lilah Lisboa/ Foto: arquivo pessoal

Ruth Barreto recebendo o Certificado de musicista pela Escola de Música Maranhense Lilah Lisboa/ Foto: arquivo pessoal

Parabéns a todos os músicos e musicitas por esse dia!

E sempre lembre: “Onde há música não pode haver maldade” (Miguel de Cervantes).

Ruth Barreto

Não se assuste é apenas uma maquiagem produzida por uma profissional

page

A Artista Raquel de Sá Barreto, inspirou-se nas queimaduras para recriar essa Maquiagem de Efeito Realista, ela tem como referência, como mestre da Maquiagem Artística o Americano Rick Baker (responsável por grandes personagens de terror do Cinema americano)

Outubro é popularmente conhecido como o mês do Halloween na Cultura Americana, o período consiste em vestir-se das fantasias mais horripilantes pra causar susto .

Pra recriar essa Maquiagem a Artistas conta ao Blog dois pontos interessantes; na Maquiagem artística o ponto principal é dar realidade aos fatos, deixar o mais próximo do objetivo que você quer trazer, seja ele o efeito de queimadura, corte; pra isso, nós usamos a criatividade ao nosso favor e os artifícios que dispomos (cola látex, bases pastosa cremosa, espátulas, muito produtos molhados, tudo artificial).

Pra causar esse efeito de pele ferida, cortada, eu costumo dizer, que, nós Maquiadores somos também Artistas Plásticos Por Natureza, pois temos que criar camadas, dar efeito tridimensional com a ajuda de objetos presentes nas telas de grandes Artistas Plásticos ou seja, trazemos um pouco do mística do Terror pra causar o Impacto e fazer com que o leitor, expectador da sua Arte realmente choque como ele vê; esse é sentido”. Disse Raquel.

cats

Gilberto Gil continua internado em São Paulo e não tem previsão de alta

02.10.2016- Ensaio do show em homenagem a Ulysses Guimarães. Na foto Gilberto Gil. Foto Ana Colla / Divulgação

02.10.2016- Ensaio do show em homenagem a Ulysses Guimarães. Na foto Gilberto Gil. Foto Ana Colla / Divulgação

O cantor e compositor Gilberto Gil, de 74 anos, continua internado no Hospital Sírio-Libanês, no centro de São Paulo. De acordo com a assessoria de imprensa do músico, não há previsão de alta. O cantor deu entrada no hospital na última sexta-feira, 21.

Desde o começo do ano, Gil é internado mensalmente para realizar exames e dar continuidade ao tratamento de insuficiência renal. Em setembro, ele chegou a ficar uma semana no hospital. Um mês antes, em agosto, adiou uma apresentação que faria com Caetano Veloso na casa de shows Metropolitan, na Barra da Tijuca, depois de se sentir mal.

Recentemente Gil compôs uma canção para a cardiologista Roberta Saretta, que faz parte da equipe do médico Roberto Kalil Filho e tratou o cantor nas internações anteriores. A canção foi publicada no Instagram de Flora Gil, mulher do cantor, em um vídeo de 40 segundos e acompanhado da legenda: “Inspiração depois de tanto hospital. #obrigadatodososmedicos”.

Fonte: correiobraziliense.com.br

Um Cancioneiro. Uma voz. Karleyby Allana

kaleybi

Karleyby Allanda – Cantora

A fábrica de talentos existente no Maranhão é ininterrupta e não é surpresa o despontar de um novo cantor/cantora. A musicalidade da artista é inerente, a suavidade que transborda no deslizar melodioso da sua voz.

Desponta agora no nosso cenário, Karleyby Allanda. Vinda lá do nosso Sul, precisamente da cidade de Imperatriz, a cantora começa a encantar o público da capital.

Confesso que fiquei surpreso ao assistir a inesperada presença dessa cantora, em uma das edições de um projeto local, realizado Espigão Costeiro na Ponta da Areia, agora no mês de junho. No meio das atrações surge uma voz diferente, que aos poucos vai invadindo o local , cuja sonoridade desperta os sentidos dos ouvintes que ali se encontravam.

Apesar de ainda não haver conquistado as plateias da capital, o que presumo acontecerá em breve, Karleyby Allana já carrega uma discografia substanciosa.

Dona de um verdadeiro ecletismo musical, ela se despe do tradicional e ousa arriscar. Sim, sua interpretação não se detém a um rito pré-estabelecido, pois carregando uma dinâmica própria embala o ouvinte com uma voz melodiosa onde ressoa uma sonoridade própria.

(mais…)

“Versos Cinzentos”, de Samuel Barreto, Será Lançado Sábado em Pedreiras

page-9Samuel de Sá Barrêto, formado de Letras, acadêmico do curso de História, escritor, poeta, cronista esportivo, fundador da APOESP (Associação dos Poetas e Escritores de Pedreiras)  e da APL (Academia Pedreirense de Letras), se prepara para escrever mais um capítulo em sua vida literária. Depois do grande sucesso com o livro “A rua da Golada e Sua Identidade,” Samuel Barreto irá contemplar o público pedreirense com o lançamento do seu mais novo rebento, intitulado “Versos Cinzentos”, pela Ética Editora, no próximo dia 17, na Loja Maçônica Gonçalves Ledo, no bairro do engenho.

Em maio deste ano, “Versos Cinzentos” foi lançado em São Luís, no Shopping da Ilha, numa tarde de autógrafos promovida pela FLAEMA (Feira do Livro do Autor e Editor Maranhense).

Versos Cinzentos, é um livro cheio de poesias com temáticas de reflexões, sempre tendo o cuidado de sugerir e nunca impor, faz também do roteiro de amor uma constante em diversos momentos do livro, mas o ponto alto de Versos Cinzentos, é a imensa saudade que eu declaro ao meu Pai, o poeta João Barreto, que deixou este plano terreno em abril de 2011“, disse o autor, Samuel Barreto.

14358865_1409365935745011_5272151310750894053_n

Samuel Barreto – Poeta

Outros livros de autoria de Samuel Barreto, que já foram publicados:

S O S Libertação (poesia) lançado em 1997; A Rua da Golada e Sua Identidade (2009), vencedor do prêmio Gonçalves Dias de Literatura, categoria crônicas; Caderno de Passagem (poesia), 2013 pela Edufma; e Versos Cinzentos (2015), pela Ética Editora, vencedor do edital nº 02 da FAPEMA de 2014.

Samuel Barreto também teve participação em várias antologias e coletâneas em nível nacional.

Na noite  de autógrafos, 17 de setembro, na Loja Maçônica Gonçalves Ledo, a partir das 20:30h, participarão diversos artistas, entre eles, Zé Carlos Dafé, Paulo Pirata e outros, que irão proporcionar o melhor da música popular brasileira.

Teatro Raízes Prepara Peça que Contará Vida e Obra de JOÃO DO VALE

IMG-20160717-WA0000

O VOO DO CARCARÁ está sendo ensaiada pelo Teatro Raízes

O TEATRO RAÍZES, projeto social do BOI RAÍZES DO MARANHÃO que ensina teatro na região dos Cocais, já está preparando um novo projeto para apresentá-lo no Estado.

Vai se chamar ‘ O VOO DO CARCARÁ’, uma peça teatral dedicada a contar a vida de um dos maiores artistas maranhenses de todos os tempos, o pedreirense JOÃO DO VALE.

-Uma história de vida sob a direção do professor Renan Ferreira, a mesma, segundo o grupo, tem lançamento marcado para o final de outubro- explicou a presidente do Raízes do Maranhão

O Teatro Raízes já desenvolveu também a peça MONÓLOGO DAS MÃOS, sucesso de público por onde passou.

Também está em andamento o projeto RESGATANDO O BUMBA MEU BOI NA REGIÃO DOS COCAIS que já pôs em atividade o boi Brilho da Lua  em Timbiras (sotaque de Zabumba) e o boi Encanto, na cidade de Coroatá.

Fonte: Blog do Acélio

“Cacos Pelo Chão” – Música de Yure Leal.

IMG-20160706-WA0037

Yure Leal, que estará se apresentando no reality “X The Factor” na Band de São Paulo

Sempre apoiamos os nossos artistas, independente do gosto musical. O importante é nos orgulharmos dos nossos representantes, seja qual for a esfera, musical, esportiva ou outras profissões.

O Blog recebeu algumas fotos e a música “Cacos pelo chão”, de autoria e interpretação de Yure Leal. Um amigo pediu pra darmos uma força; e como forma de contribuição, mesmo com poucos recursos, fizemos a produção de um vídeo, que você terá a oportunidade de ouvir essa música, e claro, já começar sua torcida por mais esse talento da terra de João do Vale.

Parabéns, Yure. E sucesso, sempre!

Produção: Sandro Vagner

Lançado em Pedreiras o Livro de Poesias “Retalhos de Maria”

IMG_8321

O lançamento foi ontem (17) no auditório da FAESF – Faculdade de Educação São Francisco. “Retalhos de Maria” é um livro de poesias de autoria da poetisa Maria do Socorro Menezes, que ficou bastante emocionada ao falar da vida, do trabalho como costureira e principalmente em poder realizar este sonho, que segundo ela, tudo foi graças a contribuição dos amigos, incluindo a professora Ana Neres e o poeta Samuel Barreto.

IMG_8305

Poetas, poetisas, Secretária Municipal da Mulher Dalva Queiroz, familiares e amigos da poetisa foram prestigiar esse momento que ficará para sempre marcado na vida de dona Maria do Socorro Menezes.

IMG_8314

IMG_8336

Um vídeo contando toda trajetória da poetisa foi apresentado, e em seguida o grande momento, a noite de autógrafos promovido pela estrela da noite.

IMG_8372

O livro “Retalhos de Maria”  publicado pela Ética Editora, também foi lançado em São Luís, com mais dois grandes nomes da nossa literatura; Dr. Lobato e Samuel Barreto, que em breve serão lançados em Pedreiras.

IMG_8353

Socorro Menezes – Poetisa

Parabéns Dona Socorro, pelo excelente trabalho que veio para fortalecer cada vez mais o rol de escritores e poetas de nossa região.

João do Vale é Homenageado Pela Junina Asa Branca

1465768610-620229017

A junina Asa Branca homenageou o cantor João do Vale. (Foto: Jefferson Sousa/ Imirante Imperatriz)

IMPERATRIZ – O cantor nordestino João do Vale foi homenageado pela quadrilha junina Asa Branca, de Pedreiras (MA), mesma cidade natal do cantor. O grupo foi o quarto a se apresentar no Arraiá da Mira.

A junina subiu ao tablado contando um pouco da história de João do Vale, que foi uma figura importante no cenário nordestino, levando o nome do Maranhão, e de Pedreiras, ao mundo. Toda a animação ficou por conta da banda Asa Branca.

1465768624-620229017

O grupo desfilou no tablado contando a história do cantor que mudou o cenário maranhense. (Foto: Jefferson Sousa/ Imirante Imperatriz)

Domingo Viana, puxador e coordenador da Asa Branca, descreveu que a militância de João do Vale detalhada nas músicas do cantor foi o ingrediente especial para montar o enredo apresentado.

“Ele (João do Vale) viveu lutando pelo sertão, pela terra, pelo seu povo. Ele foi um dos responsáveis por levar o nome de Pedreiras ao mundo e é essa homenagem que estamos fazendo” destacou Viana.

1465768641-620229017

O grupo investiu cerca de R$ 30 mil em figurino, cenário e deslocamento. (Foto: Jefferson Sousa/ Imirante Imperatriz)

Asa Branca

Participando pela segunda vez do Arraiá da Mira, a quadrilha junina Asa Branca, de Pedreiras (MA), trouxe 52 quadrilheiros para desfilar o tema A ciência abelha de aranha e da ninha muita gente desconhece. O enredo foi montado a partir da música Asas do Vento, de João do Vale.

De acordo com coordenação cerca de R$ 30 mil foi investido em figurino, cenário e deslocamento.

Fonte: imirante.com.br

Blog – A Junina Asa Branca representou muito bem a cidade de Pedreiras, apesar de não ganhar o concurso, a Junina lembrou que o maranhense do século XX, João do Vale, nunca será esquecido.

O Secretário de Indústria e Comércio do Maranhão Simplício Araújo apoiou a Junina Asa Branca. “Sabemos reconhecer o valor que nossa gente tem, seja qual for o evento a cidade de Pedreiras estará muito bem representada, e poderá contar sempre com meu apoio” disse Simplício Araújo.

  • siga-nos no facebook

  • Clínica CardioMais – Excelência em Tudo/Rua Maneco Rêgo, 854 – Pedreiras/(99)99182-4989

  • Pedreiras Grand’ Hotel – Para pessoas que buscam tranquilidade, conforto, bons serviços e clima agradável

  • Clique na logo e visite nossa página

  • Clique no flyer e acesse o site da FAESF

  • Prefeitura de Lima Campos – Clique no banner e visite nossa página

  • Clique no banner – FEMAF/Telefone: 4003-5395 E-mail: academico@femaf.com.br

  • Venha nos visitar!

  • Vitorino Net

  • Connect Pedreiras

  • LOJA DOIS PAPELARIA O MAIOR MIX DE PAPELARIA DE PEDREIRAS – AV. RIO BRANCO – CENTRO

  • Telefones Úteis

    WhatsApp da PM (99) 8156-5426 Tenente do Dia (99) 98174-3547 Sargento do Dia (99) 98140-4154
  • downloadfilmterbaru.xyz nomortogel.xyz malayporntube.xyz